Legislando e Executando, Judiciário brasileiro esticou a corda que está prestes a errebentar…

Ideologia colocou os poderes em rota de colisão, as constantes intromissões do Judiciário Brasileiro, praticamente aparelhado pelos partidos de oposição, afinaram ainda mais a corda que está prestes a arrebentar.

Veja no vídeo da Folha da Política: Senadores apontam responsabilidade de ministros do STF pela crise: ‘verdadeira caçada ideológica’.

 

Parabéns, São Luís tem produção recorde de mandioca na fabricação da cerveja Magnífica…

Notícia Extra:

O mês de setembro iniciou com pé direito: pela primeira vez na história, a capital do Maranhão, São Luís, participará na produção da Cerveja Magnífica.

Parabéns, São Luís agora produz!!!

Quase 25 toneladas estão sendo colhidas na capital para a produção da cerveja maranhense.

Na primeira leva, serão colhidas 25 toneladas de mandioca para a produção da Cerveja Magnifica, que, durante dois anos e seis meses de existência, sempre comprou a mandioca de outras cidades, mas agora, com gestão diferenciada, a cidade de São Luís vai fornecer uma significante produção.

Nada melhor que comemorar a excelente notícia no mês de seu aniversário… Parabéns, São Luís!!!

Othelino Neto do PCdoB abraçado com Sarney, pai da ex-governadora Roseana. Qual a novidade?

PCdoB novamente com Sarney: Amnésia comunista?

Alguém ainda lembra do “comunista” Marcos Kowarik, que fez aliança com Sarney para manter seu status quo? Falar o que, socialistas do PSB e “comunistas” do PCdoB, mantidos pelos cofres públicos, têm que ficar calados, aceitar e ainda elogiar.

A única novidade é que a politica mequetrefe de Flávio Dino está escancarada. Conseguiu ser pior que o Sarney:

Sarna pra se coçar:
O jornalista Gilberto Leda foi o primeiro a dar a informação do encontro indigesto, após a notícia se espalhar pelos 4 cantos do PSB e PCdoB, os que antes detestavam Sarney “SARNA” passaram a elogiar o velho morubixaba (cacique).

A pose de Othelino Neto, deputado do PCdoB sorridente no encontro, significa dizer que o grupo comunista esqueceu a “roubalheira” apontada por Flávio Dino como a causa do atraso e pobreza de um estado com 217 cidades. Dino resolveu esquecer os 48 anos de mando da Família Sarney,  da política de cabresto, bancada pelos cofres públicos, que Flávio Dino repetiu durante seu governo.

Os comunistas têm certeza que o povo do Maranhão é besta e tem memoria curta. Só pode ser.

Só lembrando que, há exatos 8 anos atrás, Flávio Dino começava sua campanha politica querendo ser governador do Maranhão com apenas três partidos: PSDB, PSB e PCdoB (o restante, inclusive o PT estavam fechados com Edinho Lobão do PMDB, todos mantidos pela imensa folha de pagamento do estado).

Mesmo tendo passado a infância no palácio, Flávio Dino, oportunamente, colocou-se como oposição ao Sarney, e passou a detonar tudo do antigo padrinho.

Vale ressaltar que, à época,  o comunista vinha de uma derrota a prefeito (perdeu para João Castelo) mas tinha ficado em segundo lugar nas eleições de 2010, quando Roseana Sarney elegeu-se com folga usando a REFINARIA PREMIUM da falida Petrobras, anunciada por Lula e Lobão como “redenção” para tirar o estado do atraso e pobreza.

Teve também a posse de Marcelo Tavares no TCE e outras nomeações e trocas de cargos, tudo feito com gastança recorde do erário público, que os “comunistas” acham que os “bestas” podem pagar as contas.

Aguarde, o que é teu tá guardado, “comunista”.

No PDT, Inácio Melo terá dois senadores em seu palanque

O empresário Inácio Melo filiou-se ao PDT e já trabalha para consolidar-se como uma das forças na eleição para a  Assembleia Legislativa.

E entra na disputa com o peso inicial de ter dois senadores em seu palanque: sua esposa, Eliziane Gama (Cidadania), e o pré-candidato a governador Weverton Rocha (PDT).

Com forte articulação no interior desde o início de 2021, Inácio Melo é uma das forças eleitorais na chapa do PDT, ao lado do presidente da Câmara Municipal, Osmar Filho, e do vice-presidente da Assembleia Legislativa, Glalbert Cutrim.

Consultor empresarial e articulista, Inácio Melo entra na disputa pela vaga na Assembleia com a força adicional de dividir o palanque do principal candidato a governador na base do governo Flávio Dino (PSB).

O que deve ser fortalecido em alianças pontuais com candidatos deputado federal. (Blog do Marco D’Eça)

Inocente, Lula? Abaixo, uma pequena prova da roubalheira…

Confissão e culpa:

Ao povo do Maranhão, enganado, roubado, que foi prometido uma “Refinaria Premium” nos municípios de Bacabeira e Rosário, se ainda tiverem dúvidas…

Confissão de culpa: aliado de Lula abre a boca e diz tudo sobre a roubalheira dos “genocidas”

Abaixo, trecho de uma verdadeira confissão da culpa de criminosos (crime de lesa pátria) feita por um grande criminoso confesso, entregando os envolvidos em esquemas de roubos que impedem a vida de uma nação.

Genocidas:

Quem rouba impede que nosso sofrido povo tenha qualidade na moradia, na segurança, na educação e na saúde. Quem rouba mata os brasileiros pobres, negando vacinas, remédios, hospitais.

Enfim, quem rouba mata.

Mas tem governador comunista, apelidado de Cuba, que acha lindo investir na campanha de um ladrão.

Sobre intolerância, liberdade e crime de opinião…

Intolerância e crime de opinião?

Seguidores de Bolsonaro sob a égide do “crime de opinião”…

Alegavam que o Jair Bolsonaro, se eleito fosse presidente, iria perseguir e ser ditador. Mas, diferente da liturgia petista, quem justamente fez o contrário foram os advogados do PT, nomeados ministros da “corte suprema”.

Um pouco sobre a democracia e liberdade de expressão no Brasil atual, depois que o ministro Alexandre de Moraes conseguiu emplacar sua tese de “crime de opinião”, que segundo ele, Alexandre, é uma tese embasada na Constituição. Sério?

Para piorar, nas redes sociais, iniciaram uma verdadeira caçada aos apoiadores de Bolsonaro, onde se observa que a regra é não ser tolerante, ser negada a liberdade para opinar, expressar, ou apresentar o contraditório.

Alguns colegas da imprensa maranhense parecem ter incorporado o espírito do Xandismo, e demonstram que perderam totalmente a capacidade de relevar aquilo que causa contrariedade às suas opiniões. Lamentável.

Petista que “bagunçou” evento pacifico de Bolsonaristas no Ceará causou gozo na imprensa palaciana do Maranhão. Muito cuidado nos eventos de 7 de setembro…

Tem blogueiros ligados ao sistema comunista, que postam até vídeos de eventos de apoiadores do presidente Bolsonaro sendo atacados por petistas provocadores, com narrativa de celebração e gozo.

Tempos sombrios?

 

Liberdade? Para agradar comunistas Jornal Foice de SP propaga fakenews contra os maranhenses…

Liberdade é gerar empregos, coisa que comunista é contra.

Digitais comunistas: Como sempre fazem, deturpam, desinformam e perseguem. Democracia, Jerry?

Desinformar e propagar enganos puramente para atacar desafetos.

Márcio Jerry foi o único político que se levantou contra um monumento que expressa liberdade. Tem suas digitais em fakenews contra o Maranhão.

Não é novidade alguma que as palavras do deputado federal pelo PCdoB do Maranhão, Márcio Jerry causou desavenças ao novo empreendimento comercial da capital do Maranhão. O chefe do comunismo foi capaz de mobilizar as redes sociais, blogues e jornais vendidos para atacar quem está investindo e gerando empregos,  tudo que sua ideologia inútil nunca fez ao estado.

É desta forma que o político que saiu do inetrior pobre, buscando vencer na vida chegando ao auge, no topo da cadeia, inclusive sendo apelidado de “novo dono do MA, se consagra como “operador do mal” nas redes sociais.

Sem liberdade, com perseguição. Tem sido assim a política rasteira do Maranhão, que pedia “mudanças” mas nunca aconteceram. Da mesma forma como fazem com a estátua, fazem com desafetos. Com ataques diários contra o presidente Bolsonaro, seus apoiadores, conservadores e evangélicos,

Fakenews encomendada, milicia digital? Alô, Alexandre de Moraes…

Sabem de quem é o modus operandi que nos anos de 2014 ascendeu ao cargo de governador com baixarias e torpezas contra outros políticos do Maranhão?

Está explicada perseguição contra conservadores!

Felizmente o prefeito da capital não aprovou a perseguição, afinal Eduardo Braide não é do consórcio comunista.

Até quando esse lixo anti-democrático vai se perpetuar contra a liberdade de um povo que teima em querer ser livre?

Campanha antecipada? Weverton Rocha lança candidatura a governador usando a visita do ex-presidiário Lula…

De luta, ou de luto??

Para entender o atraso e toda a pobreza do Maranhão, basta olhar a vida rica e nababesca dos políticos que se regozijam com a ignorância de um povo escravizado, vitima de incapazes que só conseguem ver seus gordos umbigos e recheadas contas. Na atualidade, pobretões de outrora fazem inveja aos antigos “donos do MA”.

Maranhão: Luta ou luto?

Tem sido assim por mais de 50 anos. Quem deveria mudar, fez foi piorar. Até quando o ciclo do atraso e pobreza?

Nem vou entrar na questão das eleições antecipadas, afinal, nossa justiça parece ser tão injusta e complacente, lembrando os tempos que os “coronéis” (oligarcas) mandavam em tudo.

Resgatando o triste histórico e nossa política, no ano de 2007, o então secretário de Estado da Juventude do Maranhão, Weverton Rocha do PDT ficava desempregado devido a cassação do governador Jackson Lago, que todos sabem foi vitima do STE, dos ministros nomeados pelos presidentes do Brasil. À época, o Lula do PT, que devia favores ao então Presidente do Senado, José Sarney…

Golpe bem dado.

Lula é um ladrão que está em liberdade sem ter provado inocência, nem poderia, no Maranhão estão as provas da roubalheira de bilhões enterrados numa REFINARIA FANTASMA que foi usada para eleger sua sucessora, Dilma Rousseff e, reeleger Roseana Sarney (governadora no primeiro turno), trazendo dois senadores, Lobão e João Alberto e uma renca deputados. Era tudo que Lula e Sarney queriam, poder absoluto.

Voltando ao assunto em baila, Weverton Rocha, que ficou desempregado apenas alguns dias após Lula e Sarney puxarem o tapete de Jackson Lago (tapetão), logo se rendeu para o então prefeito João Castelo, levando o PTD, que já era praticamente seu, com o afastamento e, consequentemente morte do governador, para a bancada de apoio do então prefeito João Castelo.

Desenhava-se ai o projeto de poder e ambição de Weverto Rocha, apelidado por alguns de “Maragato Costa Rodrigues”, que usou o PDT de Jackson Lago até ser eleito deputado federal, depois entrando com tudo na gestão de Holandinha, tirando-o de seu partido, o PTC, assumindo o controle da principal prefeitura do Maranhão, até tornar-se senador.

Maragato em seu video eleitoral diz que não tem nome (pedigree político), mas precisa, comandando tantas prefeituras e sentado num mandato de senador que nada faz pelo Maranhão tirar da pobreza?

Ser amigo de Flávio Dino e Lula não significa ser garantia de nada, exceto de politicagem, ou seja, dar continuidade ao atraso. De lutas uma ova. O Maranhão está de luto com tanta gente imprestável no poder de nosso estado.

Quem é de lutas traz mudanças, prosperidades e riquezas. Aliás, o estado ainda está no mesmo rumo dos antigos oligarcas que jogaram nosso rico estado numa absoluta pobreza. Até quando isso?

Atenção TRE, já pode?

Todo mundo junto num espelho: Cadê o povo governador?

A imagem do dia: Diferente de Sarney, Flávio Dino não tem carisma nem povo, fato!

Veja no vídeo: Flávio Dino até tentou ser igual, mas não passa de uma Imitação barata do Sarney…

Os eleitores do Lula no Maranhão já encheram estádio, depois encheram uma kombi e, hoje cabem num espelho.

Que decepção, Lula! Palanque de Flávio Dino só deu para encher a moldura de um antigo espelho. Quanta diferença do velho oligarca, que fazia palanque mas conseguia lotar com gente de todos os lados, inclusive da oposição, coisa que Dino não consegue nem com derrames milionários, sal grosso ou surra de peão roxo.

Para garantir o seu feudo político vale tudo no Maranhão, tapetão, enganar, a roubar eleitores. O triste histórico das eleições dizem isso.

Os anos de oligarquias nada deixaram a desejar aos dias atuais, as mentiras e golpes são iguais, exceto com uma diferença: Sarney e Vitorino sabiam ajuntar povo ao seu redor, coisa que na atualidade, não conseguiram nem com o Lula, a não ser lotar um pequeno espaço na moldura de um espelho antigo.

O povo do Maranhão  dando sinais que não tolera mais ser enganado. No vídeo abaixo, ainda que enganando a população pobre com promessa de uma refinaria, Sarney conseguiu lotar a pequena cidade de Bacabeira.

Recorde de popularidade no Maranhão,  confira no vídeo a população em ato promovido por Sarney ao Lula em Bacabeira:

 

Cadê o povo, Flávio Dino? Viagem de Lula ao Maranhão foi fisco de público…

Pessimo sinal: palanque de Flávio Dino usando o Lula não surtiu efeito esperado.

Lula não é mais o mesmo. O político que antes era reverenciado pelo público em sua visitas ao Maranhão, deste vez foi um tremenda decepção.

O povo não é mais besta como nos tempos do Sarney.

Neo petista: Por vários anos, o então democrata Felipe Camarão, esteve sendo guardado para formar a chapa de subistituto de Flávio Dino.

A presença do secretário de Educação, Felipe Camarão (retirado do DEM e enxertado no PT) foi a sinalização de que Dino pretende compor chapa para perpetuar-se, a exemplo do que fazia Roseana Sarney, que passou várias eições sendo candidata. Lamentável que, logo Flávio Dino, que tanto prometeu mudar, esteja repetindo as mesmas táticas, deixando ocupantes que possam depois ser substituidos

Sem povo, a vinda de Lula ao Maranhão foi um fiásco, serviu apenass como ato midiático, com direito a montagens midiáticas com direito a corte e edições grosseiras, tudo elaborado para ser mostrado como uma movimentação pré-eleitoral pelo Nordeste nos jornais do Sul do Brasil.

Nada trouxe de novidade, até a movimentação popular que era esperada, não mostararam, obrigando o governador comunista, Flávio Dino, ter que “se virar nos trinta” para mostrar alguma coisa positiva, mas, sem sucesso.

Como se diz no linguajar nordestino foi uma tremenda “fuleiragem”, imaginem que a passagem da “caravana de Lula”, que tudo indica, foi patrocinada pelos governadores do Nordeste, não teve o principal: o povo!