A decisão de Celso de Mello

Conexão Política – Celso de Mello mandou arquivar uma notícia-crime apresentada por Randolfe Rodrigues contra o ministro Augusto Heleno.

A ação refere-se a acusações de que Heleno teria cometido crimes de responsabilidade e contra a segurança nacional em razão do texto “nota à nação brasileira“, que foi divulgado em maio.

O ministro acolheu parecer de Augusto Aras, que recomendou o arquivamento.

Aras sustentou que cabe somente à Procuradoria-Geral da República analisar o caso e, constatando indício de crime, denunciar o chefe do GSI.

Fascistas são outros?

Para o  tal “jornalista”, que é filósofo, editorialista e colunista do jornal Folha de São Paulo, “no consequencialismo, ações são valoradas pelos resultados que produzem. O sacrifício de um indivíduo pode ser válido, se dele advier um bem maior”.

Pronto, tá justificado então: desejar ou defender a morte para seres humanos que sejam de outro pensamento diferente da esquerda tá valendo, ainda que seja o presidente do Brasil.

Nem o pior ditador justificou tão bem o desejo pela morte dos seus inimigos.

Tá explicado o ódio que tomou conta do jornal!

Tratamento precoce salvou população, lamentavelmente, apenas três óbitos se deram durante a pandemia, justamente nas pessaos que se recusaram tomar as medicações.

Prefeito e Médico brasileiro salva cidade inteira do COVID com tratamento a base de IVERMECTINA e foi ignorado pela imprensa.

Terra Brasil Notícias 

Com pouco mais de 53 mil habitantes, a cidade de Porto Feliz está localizada a 90 km de São Paulo (capital).

Eleito em 2017, o médico Cássio Habice Prado explicou (através de uma live no youtube) como obteve sucesso no tratamento precoce (profilaxia) contra a Covid-19.

Abaixo as palavras do dr. Cássio Habice Prado, prefeito da cidade de Porto Feliz, SP:

“No início de fevereiro, nós reestruturamos nosso serviço de saúde … em março, nós reunimos os médicos da minha equipe e criamos um protocolo baseado no ‘Protocolo de Madrid’ , ‘Protocolo de Bérgamo’ e ‘Protocolo de Marseille’.”

“Em 28 de março, desde que tivemos o primeiro caso, nós temos feito o tratamento precoce de todos os pacientes com sintomas leves de Covid … esses sintomas leves são obtidos através de diagnóstico clínico (descrição de sinais e sintomas) e tomográfico (aqui todos fazem a tomografia) … já distribuímos cerca de 1500 kits”

(kit: hidroxicloroquina, azitromicina, enoxaparina, remédio para enjoo e anti-inflamatório, custo aproximado: R$ 40,00)

“Criamos esse kit, que foi muito criticado no início, e todos tomaram esses medicamentos durante o final de março, abril e maio … desde então, nenhum desses 1500 pacientes evoluiu para tubo, para respirador, para UTI ou para óbito.”

“Os 3 óbitos que nós tivemos até hoje são de pacientes que não fizeram o tratamento precoce”

“Felizmente, todos que trataram precocemente não evoluem com gravidade … e mesmo que evoluam para a fase 2, o tratamento passa a ser mais fácil. ”

“O que nós fizemos também foi tratar os contactantes (pessoas do convívio) com profilaxia … nós fornecemos medicamento para os contactantes que têm Covid em casa … todos eles tomam IVERMECTINA“

“Pudemos notar que dos 4500 contactantes que passaram pela profilaxia, nenhum deles desenvolveu Covid”

“Também demos a IVERMECTINA para trabalhadores de alojamentos e nenhum deles desenvolveu Covid”

“Também escolhemos (aleatoriamente) uma quadra (quarteirão) da cidade e demos IVERMECTINA para todas as pessoas dessa quadra, aproximadamente 290 moradores … nas quadras ao redor, houve casos de Covid … na quadra que foi tratada com IVERMECTINA, não houve nenhum caso”

“Nossa experiência é de sucesso … o que nos preocupa é a procura tardia  … os pacientes deixam para nos procurar no D10, D15 (dias de sintomas) e já chegam na fase 2 ou 3, o que acaba demandando leitos de UTI”

“Temos alguns pacientes em estado grave porque eles nos procuraram (infelizmente) na fase tardia”

“Fizemos barreiras sanitárias, esterilizamos todos os espaços públicos e fomos a primeira cidade a exigir o uso de máscaras, já no final de março”

“Também fizemos a profilaxia de todas as equipes médicas e funcionários da saúde … que tomam IVERMECTINA ou HIDROXICLOROQUINA no esquema semelhante ao da Índia (2 comprimidos de 400mg em 1 dia e depois 1 comprimido por semana pelo período de 3 a 7 semanas )”

“Todos os contactantes dessas equipes médicas (e funcionários da saúde) também tomaram IVERMECTINA (na dose preconizada pela bula) como prevenção … nenhum deles desenvolveu Covid”

“Os únicos 2 médicos que se recusaram a tomar o medicamento, desenvolveram Covid”

“Aconselho a todos os profissionais de saúde (que têm contato direto com pacientes) a fazerem o uso das duas drogas (hidroxicloroquina, azitromicina) “

“Esses protocolos devem ser colocados rapidamente em todas as cidades para que a gente não entre em colapso. Essa reestruturação já deveria ter sido feita em março, abril … onde estavam os prefeitos? Em Plutão?”

“Infelizmente, esse tratamento foi politizado e a população das cidades foi colocada em risco …”

Créditos: Diário do Brasil

O jornalista Oswaldo Eustáquio, solto neste domingo pelo ministro Alexandre de Moraes, após cumprir 10 dias de prisão, abriu o verbo e o coração em sua primeira entrevista, concedida para a equipe da Rádio Jovem Pan.

Inicialmente, Eustáquio declarou que até o momento ninguém conseguiu informá-lo qual o real motivo de sua prisão.

O delegado que tomou o seu depoimento teria cogitado algo como “atos antidemocráticos”, mas não conseguiu explicar do que isso se trata.

A bem da verdade, o caso do jornalista é extremamente grave e demonstra a fraqueza de nossa cambaleante democracia. Aliás, até mesmo quando se fala em “atos antidemocráticos”, percebe-se o absurdo, pois, evidentemente, numa ditadura, qualquer cidadão está proibido de defender a democracia.

Como aconteceu hoje na China, quando um professor de direito foi preso por ter criticado Xi Jinping. Por outro lado, não se deve esperar jamais que uma verdadeira democracia impeça alguém até mesmo de defender uma ditadura como um melhor regime, pois se os democratas proíbem de defender o que quer que seja, democratas deixam de ser, tornam-se tão ditadores quanto os ditadores assumidos.

De qualquer forma, no caso específico de Oswaldo Eustáquio o que se violenta é o crime de opinião, como bem assinalou o jornalista José Maria Trindade. (Jornal da Cidade online)

Veja o vídeo:

Vira essa boca pra lá, agouradora de Haddad-Flávio Dino.

Olha aí quem se diz “antifascista” desejando a morte do presidente.

Esses que apontam dedos para acusar, xingar, e fazem coisas piores sempre deixam rastros.

Vi um tuiter de uma jovem jornalista comemorando que o presidente estava infectado pelo covid-19, fui verificar, e vi que se trata de uma eleitora derrotada do Haddad do PT, que deseja além da morte de Bolsonaro, que Flávio Dino seja presidente em 2022. Virem essas bocas sujas prá lá, agouradores!

Abaixo, as mensagens da jornalista agouradora:

País democrático?

O ministro do STF Alexandre de Moraes soltou o jornalista Oswaldo Eustáquio mas ordenou várias restrições, praticamente impedindo-o de exercer sua profissão.

No domingo, várias manifestações foram feitas próximo do STF, em Brasilia. Será que vão mandar prender todos os brasileiros?

Jornalista censurado, perseguido e preso pela corte que se diz “suprema”.

Novamente o STF dando chiliques contra o povo, como nunca antes na história política do Brasil, mandando prender imprensa e quem não faz parte ou comunga do pensamento esquerdista.

Censura:

Impedido de criticar, o jornalista foi solto neste domingo (5) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que determinou a soltura do jornalista Oswaldo Eustáquio, mas impondo uma séria de restrições para que Eustáquio fosse solto.

Entre as restrições estão a proibição de utilização de redes sociais, de manter contato pessoas envolvidas nas investigações sobre os “atos antidemocráticos”, além de não poder sair do Distrito Federal.

Informações do Jornalda Cidade Online

Sob a “cangalha” da política do atraso, Dino quer empurrar seus aprendizes nas eleições municipais. 

Reza a lenda que após visitar o palácio na companhia de seu pai, que era deputado, o menino cresceu com seu maior sonho: morar no Palácio e ser igual aquele governador (Sarney).

Sarney sempre foi ligado ao presidente do Brasil, seja qual fosse. Dos militares aos petistas, Sarney sempre apresentou o Maranhão, hoje esconde-se. Nem a foto dos presidentes, Temer e Bolsonaro puderam ficar na parede do Palácio dos Leões, que virou a Casa do Governador.

“DitaDino”, seria uma abreviação da “ditadura Flávio Dino, em referência aos coronés do passado.

No triste histórico das oligarquias familiares, o velho Sarney (há mais de 50 anos), teria herdado a forma egoísta e mandona de governar com mãos de ferro, os trejeitos do político chamado Vitorino Freire, que teria passado vários anos no comando politico Maranhão, tinha sido: deputado, senador, e governador por tabela, quem mandava de fato.

Vitorino teria passado pelo menos 20 anos mandando em tudo, até chegar seu aprendiz, o José lá da região baixa.

Sarney fez escola e da forma como aprendeu, repetiu a antiga forma de fazer “política pelo poder”, perpetuar-se, fortalecer poucos em detrimento de muitos.

É dessa política maléfica dos oligarcas que falamos. Ainda hoje, mesmo sem ter comando algum no estado, o velho Sarney continua sendo propagado como “bicho papão” por quem repete a mesma “política da cangalha” de 60 anos atrás. Dino, o aprendiz.

Flávio Dino assumiu o comando político de um estado pobre prometendo levantar, tirar do atraso. SQN!

É fato que nos anos 2020, governa políticando a antiga “cangalha” que iniciou nos anos 2015 até 2020. Esse aprendiz, paga “reportagens” caras aos cofres públicos nas emissoras sulistas propagando mentiras, de que ele, sozinho, com toda “popularidade” e “democracia” que diz ter, libertou o Maranhão, e fez prosperar, vivendo um final feliz como num conto de fadas. Acorda, Dino!

Claro que não. Diferente da cretinice comunista, Dino só conseguiu ser eleito em 2014 com uma grande engenharia política com várias forças políticas, principalmente dos Centro-Direitas, sem o apoio do PT, que estava comprometido com Sarney, apoiando Edinho Lobão.

Flávio Dino só ganhou as eleições de 2014 devido o imenso desgaste de Roseana Sarney, que sequer terminou sua 4ª gestão, naquela eleição, o grande apoiador de Flávio Dino foi Aécio Neves do PSDB, que logo depois, no segundo turno para presidente, Flávio Dino o abandonou, pulando de palanque, traindo-o.

Sarney foi oligarca, ditador, fez a política da “cangalha”, repetindo outro velho oligarca, mas, diferente de seu aprendiz, sempre era leal aos seus aliados.

Mal foi reeleito governador, já lançou pré-candidatura a presidente, o custo alto dessa nova aventura? Ora, o povo que vai pagar. Tem muitas outras coisitas, dinheiro público aos baldes para bancar promoção de político e não do Estado, pessonalismos, emissoras alugadas ao peso de ouro, Poderes manietados, calados, etc.

O Maranhão continua uma mentira, piada, um mar de atraso e pobreza. A política da cangalha, o que é pior: Flávio Dino tenta empurar seus aprendizes nas eleições municipais. Prestem bastante atenção, eleitores!

O velho  Sarney, conta-se nos corredores e curvas da polítca maranhense, foi um bom aluno, e se tornou um bom político, Já Flávio Dino, o “aprendiz” de Sarney, nunca foi um bom político, nem nunca será.

Pesquisas deram coragem ao PT:

Viram aí Flávio Dino encomendando pesquisa para saber de sua popularidade?

Até parece que precisa, se os números não estiverem ao gosto de quem pagou, Flávio Dino, segundo pesquisa da Exata, encomendada pelo Palácio Dos Leões estaria com aprovação de 65%. Na contramão da pesquisa palaciana, deputado do PT quer sair debaixo das asas do 65.

Para o deputado Zé Inácio do PT, que alega os números da pesquisa Prever, defende que a legenda do Lula tenha candidatura própria em vez de apoiar a candidatura do comunista Rubens Júnior, que não decola nem com todo asfalto do mundo.

O PT no Maranhão tem um vasto histórico de ser apenas coadjuvante. Quando tinha a presidência do Brasil no poder, só serviu de escada para o PMDB de Roseana, hoje, como escada para Flávio Dino.

Faz bem sair e tentar ao menos uma vez lançar candidatura. O problema seria os petistas deixarem os cargos que ocupam no governo, coisa nada fácil, aliás, impossível para os petistas Augusto Lobato e CIA.

Mas para o deputado estadual Zé Inácio, um dos poucos que acredita piamente na vitória do PT aqui no Maranhão, Lula ainda teria capital político para vencer.

(Informações do blog do Gilberto Leda)

Flávio Dino vive xingando o presidente como se tivesse moral para fazê-lo.

Vou de táxi: Aeronaves caras com combustíveis superfaturados? 

A reportagem do site  PublicaBrasil desta semana revelou ao Brasil inteiro que tipo de “democrata” é o ex-juiz federal Flávio Dino. Como bom comunista, o chefão da chamada “ditadura Dino” gosta de acusar aoutros daquilo que é e faz de errado.

Entenda os exemplos abaixo:

Flávio Dino com medo já tenta tirar o seu da reta…

Após PGR abrir inquérito, Flávio Dino afirma que não sabe o que seus subordinados fazem com dinheiro público.

Um contrato fechado pelo governo de Flávio Dino, do PCdoB, no Maranhão, para a compra de combustível destinado ao abastecimento de um helicóptero, motivou um pedido de abertura de inquérito pela PGR.

A solicitação foi encaminhada na semana passada ao STJ pela subprocuradora-geral da República Lindôra Maria Araújo. A investigação tramitará sob sigilo.

Segundo a PGR, o governo maranhense fechou um contrato para a compra de 175 mil litros de combustível por ano para abastecer um helicóptero utilizado pela Secretaria de Segurança.

Mas o consumo médio anual da aeronave, de acordo com os procuradores, seria de 144 mil litros.

Ainda bem que a PGR entrou na causa, Confira as denúncias que foram noticiadas em vários órgaos da imprensa mais nada aconteceu.

Eleições sem “menudos”.

Mas uma vez o prefeitável Eduardo Braide demostra que vai vencer as eleições de 2020 para prefeito de São Luís.

Inicio de pré-campanha, na largada já demostra como será o páreo: Braide na frente liderando, os menudos de Flávio Dino nem aparecem.

Eduardo Braide deverá ser seguido de Wellingon do Curso, sem chances para os “menudos” comunistas do “consórcio” de candidatos ligados a Flávio Dino.

Por hora, apenas um candidato ligado ao comunismo ainda pontua, Duarte Júnior, com 1 ponto de diferença na frente de Wellington do Curso, que deverá nos próximos dias passar à frente de Duarte e polarizar com Braide, como em 2016.

As eleições da capital não trarão novidades, por hora apenas a ogeriza popular contra os comunistas. Dino, que se lançou pré-candidato a presidente e deu banana ao povão, começa a colher aquilo que plantou, o povo dará o troco aos traidores.

Confira os números da Pesquisa Prever:

Braide largou na frente

 

 

1 2 3 625