Eucalipto não! Saiba como foi o encontro de sustentabilidade em Barreirinhas…

Os partidos políticos: PODEMOS/PSOL/REDE e PMN/SOLIDARIEDADE, realiza em Barreirinhas o 1° Encontro da Sustentabilidade.

Léo Costa afirmou que o modelo a ser seguido é o sustentável e não o modelo imposto pelo grupo capitalista que está destruindo sua vizinhança…

Aconteceu nesta sexta-feira (01), no salão São Vicente na cidade de Barreirinhas, o 1° encontro da sustentabilidade, realizado pelos partidos políticos PODEMOS/ PSOL/REDE /PMN e SOLIDARIEDADE.

O encontro contou com a presença de lideranças políticas como Salete Cunha, Leonildes Chaves, Valdenir Barros, Chales Brown e o ex-prefeito Léo Costa, que comandou o encontro. Também esteve no evento caravanas de vários povoados, como: Mangas, Tabocas, Rio Grande dos Lopes, Braço, Lagoa da Esperança, Região das Praias e outros povoados e da sede de Barreirinhas.

Léo Costa também deu oportunidade para algumas lideranças comunitárias que se expressaram diante do público presente, como o professor Raimundo do Rio Grande dos Lopes, Vicente das Mangas, Maria do Celso, professora Marinalva Canavieira e Índia Lió, que mostrou seu talento.

O pré-candidato a Prefeito pelo PODEMOS em Barreirinhas,
Léo Costa falou da importância da sustentabilidade e seus pilares. “Sustentabilidade é você usa os recursos que existem para você satisfazer suas necessidades, é Você fazer o uso sustentável para que as gerações futuras desfrutem daquilo que você preservou”. Disse Léo Costa.

Preservar o meio ambiente sempre foi uma luta do ex-prefeito Léo Costa, as chapadas de Barreirinhas continua preservada, diferente das de Urbano Santos que estão destruídas pelas plantações de eucalipto. (Informações e foto do Diário de Notícias Maranhenses)

Assim não vale? Assembleia Legislativa caminhando para novas eleições da presidência…

Presidenta esvaziada?

Quem diria que o PSB, o próprio partido da deputada Iracema Vale, iria recorrer ao STF para invalidar sua recondução à presidência da Casa? Parece que a turma do Flávio Dino se articulou com o STF para impedir os avanços territoriais da presidenta, que além de ter sua “reeleição invalidada” não poderá fazer a indicação do novo conselheiro do TCE.

Vale lembrar que nunca antes na história das escolhas da Mesa Diretora um presidente foi tão esvaziado.  E parece que não vão parar por aí.

Se a maré de “reveses” continuar a deputada poderá perder até as prefeituras que mantém sob seu dominio.

Para entender os revezes da deputada, deixarei o trecho de uma reportagem retirada do blog do jornalista Marco D’éça. Confira abaixo:

O advogado-geral da União Jorge Messias encaminhou nesta sexta-feira, 30, ao ministro-relator no Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, o parecer do órgão ao processo que pede a anulação da segunda eleição da presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Iracema Vale (PSB); o parecer segue entendimento da Procuradoria-Geral da República, autora da ação no STF.

Iracema foi eleita presidente da Assembleia Legislativa em fevereiro de 2023, para o biênio 2023/2025; quatro meses depois, em junho, nova eleição a reelegeu para outro biênio, o de 2025/2027; este novo processo é o que vem sendo questionado no Supremo.

– A norma estadual impõe que a formação da Mesa Diretora do terceiro ano da Legislatura fique prematuramente exposta às mesmas circunstâncias que envolvem as composições e alianças políticas do primeiro ano, e que se renda, ademais, ao mesmo conjunto de posicionamentos estabelecido pelo corpo de votantes e pelos candidatos da primeira legislatura, em desprezo a mutações que se estabelecem no processo político e que, certamente, acarretariam ajustes na nova votação estabelecida para o segundo mandado bienal do órgão dirigente, inclusive em face da possibilidade de lançamento de candidatura avulsa por parlamentares – diz o Parecer da AGU. (Leia aqui a íntegra do Parecer)

Curiosamente, foi a cúpula nacional do próprio partido de Iracema, o PSB, que representou contestando a eleição do segundo biênio; a legenda argumenta que a antecipação com tanto tempo fere a liberdade de escolha dos deputados e impede outros atores de se posicionar.

Mas a ação da CGU – combinada com o processo do Partido Solidariedade contra a escolha do novo conselheiro do TCE, pela mesma Assembleia – leva a um ponto: coincidência ou não, as coisas contra os interesses do governador Carlos Brandão (PSB) começaram a andar rápido em Brasília desde que o ministro Flávio Dino tomou posse no Supremo Tribunal Federal.

É só uma reflexão, para fazer pensar…

Mais condenação de bolsonaristas: Ativismos e militância pode, só não pode mostrar as imagens das câmeras?

Surpresa ver um comunista votando contra a liberdade?

Olha lá o maranhense Flávio Dino votando no Supremo contra bolsonaristas. Logo ele que deveria ser impedido de julgar os manifestantes que foram prejudicados pelo desaparecimento das provas.

Quer dizer que agora pode votar pela condenação dos seus acusados, mesmo sendo ele o maior responsável por negar as provas que seriam as imagens das câmeras de seguranças que “sumiram”?

Naquele momento Dino era ministro de quem?

No dia da invasão quem era o responsável pelo Brasil não era Bolsonaro, que tinha fugido para bem longe, quem estava sentado na cadeira de presidente era o Lula.

Dino estava lá, era responsável pelo Ministério da Justiça, inclusive afirmando que “da sua janela viu os atos anti-democráticos”, ou seja, como autoridade máxima do governo Lula presente no local poderia impedir a invasão, mas nada fez, e ainda quer julgar e condenar aqueles prejudicou?

Podem até me acusar, prender ou condenar pelo “crime de opinião”, mas vou falar: isso é um total absurdo, coisa de quem trata o brasileiro como palhaço ou moleque, enquanto demonstra que quer implantar o autoritarismo!!!

Que país é esse, que justiça é essa?

“Irresponsabilidade”, afirma Ivaldo Rodrigues sobre paralização da Feirinha São Luís…

“Uma irresponsabilidade, Câmara de Vereadores de São Luís e Ministério Público deveriam entrar urgentemente nesta causa”, afirma criador da Feirinha São Luís, sobre sua paralização.

Muito mais que uma agenda cultural da cidade, a Feirinha é amparada por Lei, ou seja, a Prefeitura de SL que tem investido dinheiro público em atrações de fora, não deveria em hipótese alguma deixar de promovê-la aos domingos custe o que custar.

O ex-secretário da Semapa, criador da Feirinha São Luís, suplente de vereador pelo PDT, Ivaldo Rodrigues, afirmou ao editor do blog, nesta manhã (29/02), que a paralização da Feirinha é uma irresponsabilidade com a cidade de São Luís, uma vez que sua realização é uma obrigação da Prefeitura garantida através de uma lei municipal (n°6.871, de 23/12/2020).

Sem comentar sobre os aspectos partidários da política neste momente que se aproximam das eleições municipais, o suplente limitou sua fala apenas sobre a Feirinha, que segundo ele, Braide deveria pensar na imensa cadeia que está deixando de movimentar, no caso da Feirinha, quem Levou a pior foram os pequenos empreendedores, que precisam deste espaço, mas, parece que o prefeito vai permanecer calado, cada vez mais isolado.

E agora, a quem os feirantes ludovicenses deverão recorrer? Com a palavra a Câmara de SL e MP, alô, tem alguém aí????

Abaixo, nota da Prefeitura de SL tentando justificar o injustificável. (observem os grifos nas mensagens dos internautas).

Fim das sujeiras da Semapa?

Semapa sob nova direção…

Um olhar atento do aspecto interno sob a troca de secretários: a mudança deve ser seguida de ações urgentes.

Indicação da nova gestora do Abastecimento municipal repercutiu nas redes sociais

Os problemas da secretaria que cuida do abastecimento são antigos, vão muito além de alagamentos, esgotos, galerias entupidas, goteiras dos telhados dos mercados e das feiras insalubres, sujas e fétidas, cercadas de urubus e ratos.

O prefeito Eduardo Braide parece que acertou na indicação da “nova secretária” de abastecimento, que aliás, sempre foi muitíssimo alinhada ao antigo.

É importante frisar para a gestora, se quiser acertar na condução de uma secretaria que estava apagada, se faz necessário um choque de gestão, isto é, se quiserem resultados positivos.

Neste sentido não vale só tirar um e colocar outro em seu lugar, como fez o prefeito Braide, por exemplo, recentemente na Cutura, que é uma outra história, mas que tem as mesmas complicações…

Para a Semapa dar uma guinada (se a nova gestora quiser acertar na condução), é importante dar novo ânimo ao seu pessoal, colaboradores, sobretudo colocar em dia os pagamentos de seus fornecedores, alguns desses estão reclamando pagamentos de dividas atrasadas desde o ano passado.

Com Alessandra Pontes, que conduzia a fiscalização sanitária municipal, pelo menos os aspectos “infectos” deverão ser, enfim, tratados e finalizados.

Desejamos sucesso!

Lula interrompe tentativa da presidenta Iracema emplacar outro “novinho”…

Briga de foice na Assembleia: Dino-comunistas entram na disputa pelo TCE…

Aliado PSBista botou o dedo na ferida e cobrou um pisicionamento da Casa, que já teria definindo a indicação de outro “apadrinhado” do alto escalão para ocupar vaga aberta no TCE.

Contrariando a presidenta, Lula movimenta legislativo pela vaga do TCE

Contam nos bastidores que a presidenta da Assembléia Legislativa do Maranhão, Iracema Vale (PSB), que tenta a todo custo fazer do seu filhote prefeito de importante cidade do Maranhão, Barreirinhas, teve que aceitar as interferências internas da Casa, algo inédito, sem previsão de acontecer.

Ao lado, matéria do portal da Assembleia tentando “consertar” pisada na bola da presdenta que poderia priorizar o legislativo, mas não fez.

Bem explanado pelo ex-secretário de Saúde do Maranhão do governo Dino, Carlos Lula (PSB), que trouxe luz à questão, e deverá entrar na disputa pela vaga de conselheiro do TCE.

Após sua interferência, outros deputado entraram no debate, fazendo o “L”, e declarando apoio ao candidato do legislativo, o Lula maranhense.

Advogado maranhense propõe criação de banco de dados nacional para provar idoneidade de inscritos na OAB

A Seccional Maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil, por meio da relatoria do Conselheiro Federal, Daniel Blume, reforçou o pedido da OAB/PR para criação do Banco de Dados Nacional de Inidoneidade Moral para fins de consulta do pedido de inscrição nos quadros da OAB. Em sua relatoria, o conselheiro propõe alteração no Regulamento Geral do Estatuto da Advocacia e da OAB para incluir como obrigatória a consulta.

O Conselheiro Federal, Daniel Blume, explicou que votou “no sentido de acolher a proposição pela criação do referido banco de dados nacional, por meio da edição do § 3º do art. 20 do Regulamento Geral do EAOAB, o qual será regulamentado por meio de provimento a ser editado por este Conselho Federal da OAB”.
Na redação proposta pelo Conselheiro Federal Daniel Blume o §3º terá a seguinte redação “A inscrição no quadro de advogados da OAB é condicionada à consulta, pelo Conselho Seccional onde tramita o pedido de registro, ao banco de dados nacional de inidoneidade moral, o qual é alimentado por todas as Seccionais e pelo Conselho Federal”.

Para o Presidente da OAB/MA, Kaio Saraiva, “É mais uma contribuição dos nossos Conselheiros Federais em temática tão importante como a aceitação nos quadros da Ordem de profissionais que realmente merecem exercer a profissão pelo comprometimento ético e profissional”. A pauta deverá entrar em votação nos próximos dias.

A proposta é que o CFOAB deverá manter um banco de dados de bacharéis declarados inidôneos moralmente para exercer a advocacia, de modo a evitar a sua inscrição em qualquer Seccional a Federação. Tal disposição normativa irá complementar, portanto, o raciocínio firmado no § 2° da referida norma, visto que este expõe sobre a incompatibilidade de certas condutas ao exercício da advocacia, o que impede, por conseguinte, a inscrição nos quadros da OAB.

A medida é plenamente legítima, sobretudo em razão do art. 8° da Lei n. 8.906/94 (Estatuto da Advocacia e da OAB), dispositivo este que regula os pressupostos nos quais os bacharéis devem se submeter para efetivar sua inscrição. Dentre os pressupostos, destaca-se a idoneidade moral, consignada no inciso IV.

A alimentação do Banco de Dados será mantida sob a responsabilidade do Conselho Federal da OAB (CFOAB) e receberá atualizações automáticas por meios eletrônicos, sendo alimentado tanto pelo Conselho Federal quanto pelos Conselhos Seccionais. Fonte: Blog do Diego Emir.

Do fato ao fake: jornalismo militante canhoto e capenga tendo que recorrer a narrativas…

Reflexão: Brasil de volta a censura e aos calabouços policialesco de um novo AI-5? 

A manutenção do poder está indo muito além das noticias plantadas nos “gabinetes do ódio” e das “emissora$” CNN-Globais em pleno horário nobre.

Nunca os brasileiros tiveram que lutar tanto contra as narrativas de um sistema autoritário e perverso  como está acontecendo nos tempos atuais.

“Tempos sombrios” para as mídias, que antes do 3° mandato do Lula, nada se podia, mas hoje, tudo pode, diante de uma narrativa: tudo é válido para acusar de crimes, golpes, até terrorismo.

Só lembrando que o Lula é aquele que sangrou os cofres da Petrobras para inventar uma refinaria em Bacabeira no Maranhão, prometendo emprego e renda, mas serviu epenas para eleger sua sucessora, a Dilma, e de quebra, a filhota do Sarney, o Lobão e o João Alberto em 2010, e dar forças à elite. Lembram?

Estamos na “gestão do amor” ou do ódio?

Lendo as “reportagens” da militância lulo-socialista observa-se o grau de preconceito contra os conservadores e outros campos de pensamento ideológicos.

Vele tudo para impedir, censurar, cercear liberdades?

Sobre as ondas de narrativas (fakes) confira o artigo do jornalismo militante, elaborado por um “especialista” claramente com inclinações aos “tempos sombrios” dos tempos da censura (ditadura brasileira) com tentativas de impedir, ao arrepio das leis e da democracia, que os brasileiros se manifestem politicamente.

E tomem narrativas. “Viva la revolucion” ainda que calados, sem a liberdade…

Eleições 2024: Chapa pronta em Timbiras?

Na imagem do dia, a foto que está ganhando destaque nas redes sociais. Confira na postagem retirada de um blog da cidade,que, segundo seu editor, tem tudo para emplacar uma nova chapa.

Analistas político afirma ao Blog do professor Gil que a foto acima aponta diretamente para as eleições de 2024.

É que pelas atuais conjunturas, Bruna Alvim poderia entrar na disputa pela prefeitura de Timbiras este ano. Bruna Alvim, possui todas as credencias para ser a escolhida companheira de chapa do vice-prefeito ou assumindo a cabeça de chave.

Muitas coisas vão acontecer ainda, mas uma coisa é certa, tem espaço para todos os timbirenses.

Vamos aguardar os desenrolar dos fatos.

Sem povo, na presença da Elite, Flávio Dino sendo elevado à categoria de semideus do Olimpo Supremo…

Enquanto isso em Brasilia, durante uma festa particularizada, apenas a elite, zero povo….

Censura pulsante!!!!

Dino, como semideus, será o mesmo de sempre, um militante que favorece apenas um lado. Liberdade?

Por baixo da toga, Dino teria arquitetado planos ainda no pior momento do Brasil enquanto atravessava os rigores de uma pandemia mortal para se projetar ao poder máximo do Brasil, livrando o velho Lula, que sempre favoreceu os esquemas da elite.

Aproveitem enquanto ainda temos liberdade para se expressar, cobrar ou criticar, a Venezuela é bem alí…

Rezemos pela liberdade

No Supremo da atualidade as regras do “semipresidencialismo” foram estabelecidas: os deuses mandam e desmandam conforme suas convicções intuitivas. Sobre a antiga Constituição, aquele livro cada vez mais arcaico, deverá ser lembrada apenas quando citada, de forma superficial, para oficializar as narrativas criadas, forjadas, temidas (respeitadas sob os olhares guardians que não admitirão qualquer critica à conduta dos seus criadores) que, lógico, precisam ser temidos como são: deuses.

Popularidade zero, os tempos estão”sombrios” em Brasilia.

Observem a imagem do novo “semideus” e veja como foi a ausência de populares na sua posse  ao aldo de Lula: