Avião com 1,5 milhão de doses de vacinas da Jansen chega ao Brasil nesta terça-freira

Imunizante da Janssen contra covid-19 tem dose única.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta segunda-feira (21), em Brasília (DF), que um avião com 1,5 milhão de doses da vacina contra covid-19, da farmacêutica Janssen, deve chegar ao Brasil às 6h45 de amanhã (22), no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). A vacina da Janssen “é muito útil” por ser de dose única, proporcionando uma vacinação “mais rápida” da população.O anúncio foi feito após uma previsão inicial, de receber 3 milhões de doses até 15 de junho, não ter sido confirmada. De acordo com o Ministério da Saúde, o envio foi cancelado pela própria Janssen, que não teria explicado os motivos. Queiroga não detalhou se as doses da vacina da Janssen serão direcionadas a algum grupo específico.

As declarações foram dadas durante audiência pública da Comissão Temporária da Covid-19, no Senado. O ministro voltou a afirmar que o governo planeja a vacinação – com ao menos uma dose – de todos os adultos até setembro, e a imunização completa de todas as pessoas acima de 18 anos até dezembro.

Para isso, a previsão é distribuir 60 milhões de doses em agosto e outros 60 milhões em setembro, além das 41 milhões confirmadas pela pasta para julho. O cronograma detalhado, contudo, ainda não foi divulgado pelo ministério.

“A gente ainda não divulgou o calendário detalhado desses imunizantes nos outros meses [agosto e setembro] porque ainda não temos confirmação dos laboratórios”, disse o secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz.

Revacinação – O ministro Marcelo Queiroga foi questionado por senadores sobre notícias segundo as quais o Ministério da Saúde estaria preocupado com a baixa eficácia da vacina CoronaVac na população idosa, e se haveria a necessidade de revacinação dessa faixa etária. Os parlamentares perguntaram se o ministério considera não assinar novos contratos de aquisição do imunizante, desenvolvido pela chinesa Sinovac e fabricada no Brasil pelo Instituto Butantan.

O ministro afirmou que a necessidade de uma eventual revacinação, em qualquer faixa etária ou grupo da população, precisa ser esclarecida por estudos científicos cujas respostas só devem estar prontas no ano que vem. “Pesquisas estão em encaminhamento. E o que o Ministério da Saúde tem que fazer é se programar para ter vacinas disponíveis para aplicar, num curto espaço de tempo, no ano de 2022, se for o caso”, disse.

Ele citou um estudo em andamento na cidade de Serrana (SP), cuja população foi toda vacinada com a CoronaVac. O ministro negou haver desconfiança em relação ao imunizante. “Não há nenhum tipo de mudança de estratégia em relação a esse imunizante”, afirmou.

“O fato é que essa vacina tem sido útil para o Plano Nacional de Imunização, e essa é a posição oficial do Ministério da Saúde, até que exista algum dado científico que faça com que nós tenhamos uma posição diversa”, acrescentou Queiroga.

Outros assuntos – Durante a audiência, o ministro também negou que haja falhas no monitoramento da variante delta do novo coronavírus. Essa variante, identificada primeiro na Índia, tem sido temida por, aparentemente, apresentar maior potencial de contágio e hospitalização.

Ele confirmou a identificação de ao menos nove casos da variante delta no Brasil, mas afirmou que todos são monitorados e que “não há qualquer indício de transmissão comunitária dessa variante no Brasil”.

A respeito do retorno às aulas presenciais na rede pública de ensino, Queiroga destacou que não considera necessário ter 100% dos professores vacinados, uma vez que, com percentuais superiores a 80%, já seria possível controlar a transmissão da doença por meio do monitoramento de casos.

Ele afirmou que deve se reunir em breve com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, o ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, e o advogado-geral da União, André Mendonça, para discutir a possível volta de aulas presenciais em todo o Brasil a partir do segundo semestre. “Isso já tem acontecido em alguns estados e na própria iniciativa privada”, disse. (Agência Brasil)

Molecagem comunista: Dino dá provas de anti-democracia ao xingar novamente o presidente do Brasil…

Além de desrespeitar uma autoridade nacional, governador desrespeita a população do Maranhão.

Flávio Dino sendo desmascarado por um maranhense que se cansou de tanta molecagem. Nos respeite, governador.

Na imagem do dia a antidemocracia estampada de um ser que s juga dono do Maranhão.

Insensato ao extremo, governador militante xinga constantemente o presidente do Brasil, o fato recente aconteceu ontem, logo após do comunista decretar luto pelas 50 mil mortes pelo vírus chinês. Um moleque esse “comunista”.

Que absurdo.

Molecagem é pouco para classificar as sessões de desrespeito constantemente endereçadas ao presidente pelo governador, que até o quadro aficial do presidente (autoridade máxima do país) é impedido de ser colocado na parede do Plácio dos Leões, como manda a lei.

Nunca na história do Maranhão um governador desrespeitou tanto a população do estado. Parece que na mentalidade mediocre dos comunistas, só quem pode ser valorizados são as pessoas do seu campo políttico.

Foi para isso, para baixarias, molecagens, que Flávio Dino pediu votos aos eleitores?

 

Jornal científico aponta que Ivermectina é eficaz contra a covid-19

Uma nova pesquisa desenvolvida com a Ivermectina que tenta demonstrar a eficácia do remédio na prevenção e no tratamento da Covid-19 teve um avanço fundamental: uma prestigiosa revista médica de acesso aberto, publicou os resultados dos ensaios que um consórcio de institutos e cientistas vem realizando há quase um ano no nosso país.

É a publicação E Clinical Medicine que pertence ao grupo editorial The Lancet , um dos mais importantes do mundo científico. A ivermectina é um medicamento amplamente distribuído e há décadas foi autorizada para combater parasitas em humanos, com formulações que são comercializadas em farmácias.

Foi um dos primeiros medicamentos que começaram a ser estudados para atenuar os efeitos do coronavírus , quando especialistas australianos descobriram que em laboratório sua aplicação reduzia a disseminação do vírus.

Na Argentina, foi formado um consórcio de institutos de pesquisa públicos e privados que obteve financiamento do Ministério da Ciência e Tecnologia da Nação para avançar nos estudos.

É dirigido pelo cientista Alejandro Krolewiecki, do Instituto de Pesquisa em Doenças Tropicais da Universidade Nacional de Salta (UNSa). E é composto também pelo Centro de Pesquisas Veterinárias (CIVETAN) da Universidade de Tandil, um instituto da Universidade de Quilmes, o laboratório particular Elea e o hospital Garrahan.

Os ensaios foram conduzidos em pacientes voluntários de vários hospitais e centros de saúde e verificou-se que a dosagem de Ivermectina reduz a concentração viral em pacientes afetados pela peste detectada na China no final de 2019.

Nos primeiros quatro meses de ensaios, puderam verificar que a administração deste medicamento, na dose de 0,6 miligramas por quilo de peso (três vezes o que se costuma usar) “produz a eliminação mais rápida e profunda do vírus durante o tratamento é iniciado. nas fases iniciais da infecção (até 5 dias a partir do início dos sintomas)”.

A divulgação dessas informações no ano de 2020 causou uma venda explosiva da formulação comercial nas farmácias. O preço da caixa triplicou em poucos meses. E em algumas jurisdições deixou de ser sem receita.

Texto completo você acessa aqui. (Blog do Dieg Emir)

Carlos Brandão cumpre extensa agenda em Caxias nesta segunda-feira (21)

O vice-governador do Estado do Maranhão, Carlos Brandão, realiza, nesta segunda-feira (21), uma série de compromissos no município de Caxias, a cerca de 360 km de São Luís.

Logo no início da agenda, às 8h, Brandão acompanha o Arraial da Vacinação, no ginásio João Castelo, no Centro. Em seguida, às 10h, recebe o título de cidadão caxiense, na Câmara Municipal.

Às 11h, no auditório da prefeitura, faz a assinatura de Acordo de Cooperação Técnica para execução do Maratoninha Maker do Programa Inova Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Depois, assinatura de termo de entrega de 6.289 cestas básicas vinculadas ao Programa Comida na Mesa.

Também realiza entrega de equipamentos para cooperativas de catadores de resíduos sólidos, do Programa Pró-Catador.

Logo depois, às 12h, participa de reunião com o prefeito e vereadores de Caxias; e segue, às 13h, para a TV Guanaré, onde será entrevistado.

Às 15h, inaugura, juntamente com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), a Fábrica de Blocos Sextavados e visita o programa Quintais Produtivos, realizado em parceria com a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp) e a SEAP, na Unidade Prisional de Ressocialização.

Às 16h, visita a Praça da Família; em seguida, inaugura o Laboratório de Línguas na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Na sequência, visita às obras do prédio do Centro de Ciências da Saúde dos cursos de Medicina e Enfermagem da UEMA e do Restaurante Popular, além do Beira-Rio e o Parque Ambiental.

Luto no Maranhão: Governador comunista veste carapuça de “genocida” e assume as quase 9 mil mortes por covid-19…

Acusem outros daquilo que são: 

Luto de comunista é assim: desaparece com dinheiro do combate ao covid-19, e ainda quer jogar a culpa das quase 9 mil mortes do Maranhão no presidente do Brasil. Fácil, né?

Vestiu a carapuça e assumiu as mortes dos quase 9 mil mortos por covid no MA?

O governador comunista precisa atentar para um “detalhe macabro”  que pesa contra sua gestão, as mortes de quase 9 mil maranhenses durante a pandemia do vírus chinês, que, se for seguido na lógica das acusações do comunista, se Bolsonaro é culpado, Flávio Dino também é.

Na mesma semana que apareceu retendo vacinas, quando deveria apenas entregar para os prefeitos, de anunciar a saída de seu partido, de olho nas eleições de 2022, Flávio Dino aparece nas redes sociais falando em “decretar luto” pelas mortes do vírus chinês.

Flávio Dino, que abandonou o PCdoB, pode ter até saído de seu partido, mas o comunismo não saiu dele. As acusações não param.

Sem escrúpulo algum, remorso pelas mortes, desrespeitando o sentimento de dor dos seus familiares, governador comunista tenta jogar culpa das mortes pelo vírus chinês no presidente do Brasil no mesmo dia que petistas saíram às ruas para pedir a volta de um ladrão, o Lula, que estava preso e foi solto devido interferências do Judiciário (ministros do STF nomeados por Lula) para desgastar o chefe do Executivo.

Tudo obedecendo as narrativas criadas e impulsionadas pelos órgãos da imprensa militante, que fazem “resistência” quando deveria fazer jornalismo, muitos nem escondendo que são bancados pelo próprio consórcio de governadores.

Por falar  em Executivo, o governador do Maranhão parece ter vestido a carapuça de genocida ao decretar luto oficial de três dias pelas mortes de quase 9 mil maranhenses, entre tantas, o pai de uma jovem que implorou nas portas dos hospitais do Maranhão pela vida, mas foi inútil. O pai da jovem morreu por culpa do Estado, segundo o relato da jovem feito nas redes sociais. Saiba mais sobre o a morte clicando aqui:

Até quando a população explorada do empobrecido estado do Maranhão vai sofrer nas mãos de gente sem o menor senso do ridículo?

Veja no vídeo: superintendente do governo comunista sendo preso por descumprir medida sanitária e desacatar policiais…

Tá vendo aí, Flávio Dino, teus decretos comunistas dando em confusão?

Um superintendente do governo do Estado por nome NANDO AGUIAR é preso por desacato e descumprimento ao decreto municipal contra a covid-19.

Superintendente 

Em pleno pico da pandemia, um representante do Governo do Estado de Miranda, que deveria dar exemplo no cumprimento das medidas sanitárias e restritivas no combate ao coronavírus e no respeito as quase 500 mil vítimas da covid-19, dar péssimo exemplo ao ser flagrado pelos agentes da força tarefa do município, num bar que descumpria o horário permito de funcionamento.

Os agentes da força tarefa fazem nada mais que seu trabalho em cumprimento ao Decreto Municipal N° 028/2021, que determina várias medidas entre elas em que bares e afins poderão funcionar de segunda-feira a sábado, até 22:00h.

Nando Aguiar estava em aglomeração no local sem o uso de máscara na companhia de outras pessoas. Ao ser abordado pela Equipe da Força Tarefa, partiu pra cima das autorizadas com arrogância, ignorância e com total desprezo ao decreto municipal. Desacatou homens da Polícia Militar e do corpo de bombeiro; usou palavras de baixo calão, afrontando as leis municipais.

Nando Aguiar foi atuado por desacato policial e enquadrado no Artigo 20° do Decreto Municipal.

O Superintendente Nando Aguiar foi conduzido pela Polícia à Delegacia de Miranda onde foram tomadas as devidas providências e encaminhado para a Delegacia Regional da Polícia Civil em Itapecuru-Mirim e está a disposição da justiça.

O Comitê Municipal de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, parabeniza o correta aplicação das sanções administrativas e penais aqueles que se insistem em descumprir as normas sanitárias contra a covid-19 e desrespeitar o trabalho daqueles que arriscam suas vidas para proteger a população contra a covid-19. (Informações e imagens do Blog do Marcelo Minard)

Veja imagens:

 

A letra “E”: Haickel detona “caciques do atraso” cegos pela políticalha…

Desabafo aos caciques recalcados:respeitem a letra “E”… 

Nem mesmo durante uma pandemia mortal são capazes de entender a boa intenção da política. Às vezes é preciso uma boa bronca para que a classe política desperte, consiga enxergar além das cores partidárias.

Uma boa bronca dada pelo político, escritor e poeta, Joaquim Haickel, que vem se ocupando na difícil tarefa de realinhar a Secom (secretaria de comunicação) de nossa capital com a verdadeira política de desenvolvimento social, diferente daquela deixada pela gestão atrasada.

Nas redes sociais, o poeta esbravejou aos “cegos” e “míopes” sobre o momento delicado que estamos atravessando contra uma terrível ameaça, o vírus chinês:

Por não admitir e não aceitar o sucesso decorrente de um trabalho sério, planejado minuciosamente e executado, tendo em mente aquelas quatro palavras iniciadas com a letra E – efetividade, eficiência, eficácia e excelência – é que muita gente resolveu inventar panaceias para tentar remediar seus insucessos no combate à pandemia de Covid-19.

Confira na postagem retirada das suas redes sociais:

 

Chora Argentina: Brasileiros que “sairam das selvas” fecham acordo com a Nasa passando na frente dos “europeus vindos de navios”…

O Brasil é o único país da América Latina e o 12º no mundo a entrar para a lista de parceiros do projeto Artemis, da Nasa.

Lacradores engoliram a lingua, Brasil continua avançando.

Após tentar atacar o presidente Bolsonaro, o xenófobo presidente argentino, Alberto Frenandes, teve que engolir suas palavras e ver o Brasil sair das selvas e entrar na era espacial.

Enquanto isso, sob o comunismo, a Argentina continua despencando ao nível dos arcaicos porões das antigas caravelas. Abaixo, trecho do Valor Economico:

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira, em cerimônia no Palácio do Planalto, o acordo de cooperação que oficializa a participação brasileira no Projeto Artemis. O programa da Agência Espacial Americana (Nasa, na sigla em inglês) pretende levar a primeira mulher e o próximo homem à superfície da Lua em 2024, enquanto desenvolve as tecnologias. e experiência para organizar uma missão humana a Marte.

O Brasil é o único país da América Latina e o 12º no mundo a entrar para a lista de parceiros do projeto.

Para Bolsonaro, o ingresso na iniciativa demonstra que o país “está plenamente alinhado com o mundo”, a exemplo do amplo apoio recebido na votação que garantiu, na semana passada, um assento não permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Relembrem aabaixo, a “lacração” dos comunistas argentinos:

Aliado de Lula tentou desqualificar o Brasil, que só cresce!!!

Osmar Filho participa de assinatura de OS para construção da praça do Lima Verde

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), participou, nesta quarta-feira (17), da assinatura da ordem de serviço autorizando o início da obra de construção da praça do bairro Lima Verde, em Paço do Lumiar.

O trabalho, que é uma reivindicação antiga da comunidade, será executado pela Agência Executiva Metropolitana, órgão do Governo do Estado, utilizando recursos de emenda parlamentar de autoria do deputado federal Pedro Lucas Fernandes.

“O espaço irá possibilitar o lazer e o esporte. Uma satisfação ver esse projeto ganhando seus primeiros passos, sem contar que é mais uma importante parceria com o Governo que dá certo e reafirma que estamos juntos olhando com carinho para nossa cidade”, comemorou.

Pedro Lucas também comemorou o início da obra: “Hoje, autorizamos a ordem para que as obras comecem. É um projeto belíssimo e um grande presente para os moradores daqui”, disse.

O espaço público terá uma área total de 1.234,00 m² e vai contar com playground, mesas de xadrez, pista de cooper, equipamentos de ginástica, tudo isso com acessibilidade necessária.

Também participaram do ato o presidente da AGEM, Lívio Corrêa; o vereador Inácio; o líder comunitário Paulinho do Lima Verde; além de moradores.

CoronaDino: Seria o vírus da destruição e atraso?

Corrupção ainda é o vírus mais letal, que mais mata.

Número de mortes pelo vírus chinês chegou a quase 9 mil no Maranhão, mas o governador militante faz picuinha retendo vacinas. É genocida que chamam?

Denunciado por parlamentares do Maranhão, Dino continua calado.

Enquanto aparece nas telas da Globo e SBT, como herói nas emissoras alugadas ao comunismo, faltam vacinas em algumas cidades do Maranhão.

É assim em todo o Nordeste, sabe-se lá onde governadores e prefeitos estão enfiando o dinheiro enviado para socorrer os municípios atrasados, pobres e roubados.

Para piorar, o dinheiro que foi enviado pelo presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro aos estados sumiram. Isso mesmo, desviaram o dinheiro para comprar aparelhos superfaturados, vendidos por uma empresa de vendas de vinhos finos, pelo fatídico “consórcio do Nordeste” que Flávio Dino, governador do Maranhão faz parte.

Enquanto Flávio Dino cala sobre o dinheiro desviado dos respiradores, o  Maranhão registrou nesta semana, quase 9 mil mortes por covid-19, segundo dados fornecidos pela Secretaria Estadual da Saúde (SES), dando conta que desde o ano passado, mais de 8 mil maranhenses perderam a vida devido complicações respiratórias causadas pelo covid-19.

Para finalizar, se o Marannhão vai bem, é um “país dos lulo-comunistas”, por que não  compraram vacinas, não aparelharam os hospitais deste “país” chamado Maranhão? Foi neste “país” que o então presidente Lula, para eleger Dilma, sua sucessora, usou uma REFINARIA PREMIUM para enganar e roubar o povo de Bacabeira e Rosário. Mas, o mandatário do “país”  Maranhão, nada fez, aliás, se faz de mudo, cego e surdo.

Duvido que o Lula ainda ponha seus pés em Bacabeira. D-U-V-I-D-O.

O povo do Maranhão está há 1 ano e dois meses sem receber satisfações do dinheiro desviados dos respiradores. A tal CPI criada para atacar Bolsonaro se desqualifica ao impedir que os governadores do “Consórcio do Nordeste” vão depor em Brasília.

Tão com medo de que?

O vírus mortal que mais mata é ou não a corrupção?

Confira um vídeo sobre a retenção das vacinas e tirem suas conclusões: