Veja o vídeo: A hipocrisia de Randolfe que pediu aquisição da COVAXIM e assinou emenda para contrato com o fabricante indiano…

Há um circo muito bem armado para criar uma narrativa falsa sobre a condução da Pandemia no Brasil e os verdadeiros culpados são, na verdade, os principais acusadores.

“A COVAXIM é uma alternativa para aumentar nosso arsenal de vacinas”. Essa não é uma fala do deputado Ricardo Barros ou do Ministro da Saúde. Essa é uma afirmação feita em vídeo pelo Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AM).

“A COVAXIM já tem disponibilizado até agora R$8 milhões de doses de vacina e 20 milhões até 20 de Maio”, incentivou o Senador em gravação desenterrada na web. Agora, o Senador é algoz do Governo Federal no que tange ao contrato firmado com o Brasil e o fabricante indiano.

O presidente Jair Bolsonaro atendeu seguidores e a imprensa durante essa semana e fez uma revelação pertinente: a emenda que possibilitou a importação da vacina Covaxin foi assinada por senadores da CPI da Covid Omar Aziz (PSD-AM) e o próprio Randolfe Rodrigues, sem falar em Renildo Calheiros, deputado federal pelo Estado de Pernambuco, e irmão de Renan Calheiros, relator da Comissão.

“Não recebemos uma dose, não pagamos um centavo. Mas a emenda para a Covaxin veio deles, Randolfe como relator, do irmão do Renan e do próprio Omar Aziz”, disse Bolsonaro.

O presidente fez menção às emendas a Medida Provisória 1026/2021, de fevereiro deste ano. Bolsonaro disse ainda que o preço previsto para a importação da Covaxin foi o mesmo já praticado pelo laboratório indiano com outros países. (Portal Novo Norte)

Confira no vídeo:

Veja no vídeo: Parlamentares propõem CPI mista para investigar os fatos que estão sendo blindados na CPI da pandemia.

Folha da Política

Um grupo de parlamentares, incluindo deputados e senadores, fez uma manifestação para questionar os rumos da CPI da Pandemia, apontando que o comando da chamada “CPI do Circo” está, de fato, impedindo as investigações de desvios e corrupção em estados e municípios enquanto cria narrativas contra o governo federal. Participaram da manifestação os deputados Capitão Wagner, General Girão, Aline Sleutjes, Bia Kicis, Coronel Chrisóstomo e Soraya Manato, e os senadores Jorginho Mello, Eduardo Girão, Luís Carlos Heinze e Marcos Rogério.

O senador Jorginho Mello propôs a formação de uma CPI mista, com deputados e senadores, apontando que o atual comando da CPI da pandemia cria barreiras à verdadeira investigação. A deputada Bia Kicis, por sua vez, sugeriu transformar a CPI existente em uma CPI mista, apontando: “temos que assistir todos os dias esse circo que se tornou essa CPI”.

Os parlamentares enfatizaram a importância de investigar as denúncias de corrupção que já surgiram, em especial em relação ao Consórcio Nordeste, e lembraram que os desvios de recursos federais enviados aos estados para o combate à pandemia podem ter causado milhares de mortes.

Enquadrado por Fábio Câmara, Zé Reinaldo joga loas a Sarney com a Zema

Ex-governador, que nunca se movimentou em favor da proposta – aprovada no Congresso graças à ação do senador Roberto Rocha – insiste em não reconhecer o mérito do adversário e joga loas em quem traiu quando chegou ao poder; e recebe novo enquadramento do ex-vereador

Zé Reinaldo do alto dos seus 85 anos: Conselhos equivocados, ideias ultrapassadas e narrativas mentirosas da história

Na semana passada, o ex-governador José Reinaldo Tavares – agora diretor do Porto do Itaqui – tentou criar uma narrativa própria para o projeto das Zonas de exportação do Maranhão (Zema), de autoria do senador Roberto Rocha (sem partido) e aprovado semana passada no Congresso Nacional.

Tentando tirar proveito da situação – mesmo após estar na Câmara Federal por 20 anos e ser governador por mais quatro anos sem nenhuma ação em favor do tema, seja Zema ou ZPE – mudou o nome do projeto aprovado sem reconhecer a luta de Rocha.

Foi enquadrado duramente pelo ex-vereador Fábio Câmara, um dos mais atentos observadores da cena política recente do Maranhão.

– Quando um ex governador, ex ministro e deputado federal se presta ao serviço de apequenar-se a mera ave hospedeira, e fala de ZPE como se ZEMA não fosse e omite vergonhosamente o nome do senador Roberto Rocha como sendo o “pai da criança”, “o originador da benção” e o “legislador original”, fica patente o caráter CHUPIM de uma prática politicalhesca – citando pássaro conhecido por apenas “chupar” o trabalho de outras espécies de pássaros.

“Alto lá!”, diz Fábio Câmara, enquadrando duas vezes as narrativas fraudulentas que tentavam construir outra história para a zona de Exportação

Acusando o golpe, mesmo sem citar nomes, Zé Reinado voltou ao tema nesta semana, agora tentando atribuir a paternidade ao ex-presidente José Sarney, numa espécie de arrependimento tardio de sua traição ao pai político.

E levou nova enquadrada de Fábio Câmara.

– Aliás, quando Zé Reinaldo destaca os 30 anos da ideia e lei Sarneysista de ZPE, o que ele evidencia é o fato inegável de que ele mesmo foi deputado federal, vice governador e governador do Maranhão e não efetivou A ZEMA. Zé Reinaldo parece querer nos fazer acreditar que aquilo que ele não fez como chefe de governo, fará agora como chefe de um Porto! – pondera Câmara.

Do alto de seus 85 anos, o ex-governador José Reinadlo tavares está perdido em suas ideias no tempo e no espaço, pregando, defendendo e criando absurdos históricos.

Felizmente, há os Câmara da vida, para colocar as questões no eixo. (Blog do Marco Déça).

Consórcio de Flávio Dino ressuscita Roseana Sarney e poderá incluí-la no seu “projeto”…

A candidata reserva de Flávio Dino:

Próximo das eleições de 2022, os institutos de pesquisas já sinalizam para Dino.

Ora, basta ver que deu vitória a Flávio Dino e seus “menudos” é o mesmo que coloca Roseana Sarney no topo como favorita em 2022. Por conta de suas travessuras, Flávio Dino teme que os “rombos” deixados caiam nas mãos de algum aliado de Bolsonaro.

Por qual motivo Flávio Dino se sentirá aliviado senão tendo Brandão, seu vice, e Roseana Sarney, disputando sozinhos, sem Roberto Rocha ou Lahésio Bomfim, ambos declarados candidatos de Bolsonaro?

Confira o recado das redes sociais: Dino foi obrigado a abrir o jogo após encontro com Sarney tornar-se manchete de blogues.

Tem mais:

Brandão na cadeira de governador teria poder absoluto e, possivelmente, atrairia a classe política que foi tão amedrontada pelo comunismo nestes 8 anos de ditadura Dinista, para o palanque anti-Bolsonaro.

Dino quer alguém que possa articular, e sabe que pode negociar com Roseana e seu grupo, escancaradamente aliados de Lula, aquele que destruiu os sonhos dos moradores de Bacabeira e Rosário.

Basta observar como foi conduzida a política do pós Sarney no Maranhão, um estado empobrecido e atrasado, que passou 48 anos sob uma ditadura, está preste a voltar paras as mãos do antigo “dono”, o Sarney.

Mas, será que o Maranhão saiu das mãos do Sarney algum dia?

Na verdade, quem vive a cena política sabe que não, foi o próprio deputado do PCdoB, Raimundo Cutrim, quando era do PMDB, que disse em pleno horário politico da TV que viu Dino e Sarney confabulando as eleições a prefeito em 2012, naquelas eleições, pela primeira vez Dino chegou ao segundo turno, quase ganhando.

Roseana Sarney, caso eleita fosse, não se preocuparia em  mandar prender os secretários de Flávio Dino pelas volumosas “malfeitorias” deixadas nos cofres públicos, todos arrombados e destruídos.

O projeto de Dino passa por Sarney e Lula: Uma tragédia anunciada, após ser eleito contra Sarney, em 2014, há oito anos atrás, Flávio Dino poderá trazer Roseana com aval do Lula. São capazes de tudo.

Não há democracia, há projeto de poder, vimos isso durante 8 anos, inclusive, nas eleições de 2018, quando Haddad, o candidato dos “dois Leões da porta do Palácio”, perdeu as eleições para Bolsonaro.

Como se diz no Maranhão, “feio é perder eleição”. O vale tudo para enganar o povo já começou.

Abaixo, trecho do Jornal O Estado do MA:

Agradecido pela saúde do filho, senador Roberto Rocha participa de missa na Igreja de São José de Ribamar…

Na manhã deste domingo, 27, o senador Roberto Rocha, acompanhado de familiares e amigos, esteve na Igreja de São José de Ribamar, e participou de uma missa em ação de graças pela recuperação da saúde do seu filho, Paulo Roberto, que  venceu uma dura batalha contra um câncer.

Em suas redes sociais, o parlamentar maranhense postou alguns registros do momento e ressaltou a sua felicidade pela cura completa do seu filho.

“Fomos até o Santuário de São José de Ribamar para agradecer a Deus, o médico dos médicos, pela restauração da saúde do meu filho. Sem dúvidas, esta foi a maior de todas as vitórias que eu poderia conquistar na minha vida”, destacou Roberto Rocha.

Rocha e familia durante missa em ações de graças pela saúde de Paulo Roberto, na Igreja Católica de SJde Ribamar.

Criminoso Lázaro Barbosa Foi Morto: Alexandre Ramagem Parabeniza Polícia de Goiás e Critica Desarmamento Civil

O delegado da Polícia Federal e diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência, Alexandre Ramagem, publicou mensagem nesta segunda-feira (28/06) em sua rede social parabenizando a Polícia Militar do Estado Goiás pela localização e tentativa de captura do criminoso homicida Lázaro Barbosa.

O assassino morreu em troca de tiros com a polícia no momento da captura.

Na mesma mensagem, o diretor-geral da ABIN reconheceu que, sendo impossível ao Estado oferecer proteção e segurança permanentes a todos, deve-se assegurar aos cidadãos os meios necessários para o exercício da legítima defesa dele próprio e de sua família. Em seguida, Alexandre Ramagem afirma que o desarmamento civil foi um desastre em termos de política nacional de segurança pública.

O criminoso Lázaro Barbosa havia sido condenado por duplo homicídio em 2007. Dois anos depois, por roubo e estupro. Em 2018 foi novamente condenado por homicídio, roubo e estupro. No ano de 2021 respondia por quatro homicídios, cárcere privado, invasão de propriedade e outros crimes.

As buscas pelo criminoso Lázaro Barbosa duraram vários dias e nesse período parte da grande imprensa procurou “humanizar” a figura do criminoso, procurando exibi-lo como suposta “vítima da sociedade”.

Ao noticiar a morte do homicida na manhã desta segunda-feira, o blog O Antagonista o fez com visível tom de lamento e pesar, espelhando assim o comportamento usual da grande imprensa brasileira, que não esconde sua empatia crescente com os criminosos e sua total indiferença com as vítimas do crime. Crítica Nacional (Paulo Eneas)

Fábio Câmara sobre Zé Reinaldo nas páginas amarelas do JP…

O domingo fechou com a “bordoada” para cima do “chefe” do JP.

Muita calma nessa hora, Fabinho, antes de partir para ataques, tomar partidos ou lados.

Sobre a ZEMA, não precisamos dizer quem foi o político do Maranhão, único, até agora, que foi o maior propagador desse importante projeto, mas que de repente começou a incomodar, causando desatinos.

Quem teria interesse de “bulinar” o senador Roberto Rocha?

Vamos ao desabafo, acompanhe um pequeno trecho:

Quando um ex governador, ex ministro e deputado federal se presta ao serviço de apequenar-se a mera ave hospedeira, e fala de ZPE como se ZEMA não fosse e omite vergonhosamente o nome do senador Roberto Rocha como sendo o “pai da criança”, “o originador da benção” e o “legislador original”, fica patente o caráter CHUPIM de uma prática politicalhesca.

O desabafo do ex-vereador de São Luís chocou geral, muita gente não gostou das comparações feitas ao ex-governador Zé Reinaldo, que acabou mexendo, inclusive, com quem tem pontuado bem no meio político.

Fábio Câmara pulou radicalmente de lado, saiu do MDB, passou pelo PDT, tem bons trâmites no meio político, foi lá no MDB que aprendeu muitíssimo bem conviver com feras da política. Como vereador de SL, fez oposição ferrenha, descascando todos os dias, o então prefeito Edivaldo Holanda Jr, apelidado por ele de EDIh.

Mas quem seria o “chefe”, quem teria interesse de gerar desatinos?

Vale ressaltar que tempos atrás, nos períodos próximos de eleições, surgiam “platações” de toda sorte nas mídias, portanto, Fabinho, lembre-se: nada de entrar em bolas divididas, até porque, quem manda em tudo não são pássaros, e sim, os “leõezinhos”, que estão ferozes para devorar (os poucos) que não se submeteram à cartilha vermelha.

Abaixo, trecho do desabafo:

Golpe de comunista: Município de Bacabeira seria apenas um exemplo de crimes praticados por Lula e seus comparsas…

Lula e Flávio Dino insultam a inteligência do povo maranhense:

O comunista acusou o golpe em insultos constantes ao presidente do Brasil nas redes sociais: Como pode Flávio Dino achar que tem moral para acusar outros de suas práticas?

 Outro golpe: sumiço de milhões enviados pelo presidente  Bolsonaro para restaurar o sistema de saúde que foi destruido no Maranhão pelo comunismo.

Me parece que o comunista assinou sua culpa de destruidor do Maranhão ao atacar o Presidente do Brasil.

Não há dúvidas que o esqueleto de uma refinaria usada pelo então presidente Lula em Bacabeira para eleger sua sucessora, a Dilma Rousseff, será um grande diferencial nas eleições de 2022, basta que o Lula comece a falar que é “inocente” para que apareçam todas suas falcatruas, inclusive os golpes dados ao povo pobre e enganado por décadas do estado mais atrasado do Brasil, o Maranhão.

Lula governou com os inimigos do povo. No Maranhão foi (e ainda é) aliado de Sarney e Lobão, tanto que seu partido, o PT apoiou Edinho Lobão nas eleições de 2014, deixando Flávio Dino numa situação critica, foi buscar apoio no centro-direita, no Tucanato 45. Dino sempre dá um “jeitinho” de se camuflar, mas não consegue enganar por muito tempo ninguém, nem a turma do PCdoB.

Qual seria a culpa de Dino, ou as culpa? As cidades roubadas por Lula sequer tem hospitais dignos, diariamente vários populares arriscam suas vidas saindo de suas pobres casas em busca de tratamento de saúde nos hospitais da capital, São Luís.

Ora, neste cenário de destruição que abateu o Maranhão há 8 anos atrás, durante duas gestões de governo absoluto do comunismo, foi justamente nada ter feito para mudar o cenário de cidade fantasma que abateu duas cidades: Bacabeira e Rosário, Para entender o golpe clic aqui:

Blogueiro caluniador é levado para dar explicações na SEIC

Domingos Costa, conhecido como “carregador de bolsa de madames” foi parar na SEIC – Superintendência Estadual de Investigações Criminais.

Pesa contra o blogueiro Domingos Costa, uma extensa folha de processos por calunia e difamação, incusive contra minha pessoa, que, do nada, passou a atacar minha honra apenas por ser aliado do senador Roberto Rocha. 

O blogueiro difamador, pelo visto vai ter que se explicar novamente com a justiça, conforme a reportagem do Blog Ilha Rebelde. Confira:

O Blogueiro Domingos Costa acordou nesta sexta-feira com a Polícia Civil em sua residência. Corre em segredo de justiça um processo contra o blogueiro que é acusado dos crimes de stalker (perseguição), calúnia e difamação, segundos fontes da Polícia Civil.

O titular do Blog Domingos Costa teve o celular e o notebook apreendidos, e serão periciados para que os crimes imputados a ele sejam comprovados ou não. Salienta-se que a Polícia Civil não questiona nas ações, a questão da liberdade de expressão, mas sim, possíveis desvios cometidos pelo blogueiro, que para muitos tem ultrapassado a linha da crítica política e feito ataques pessoais a figuras públicas e a famílias que tem atuação na política maranhense.

Uma das possíveis vítimas do stalker, é o empresário Inácio Melo, que procurado pelo blog deu a seguinte declaração:

“Tenho muito respeito pelos jornalistas e blogueiros, a mídia independente tem papel fundamental no estado e na democratização da informação, também não tenho problema nenhum em sofrer críticas e ponderações a projetos ou ações que eu faça parte, e acho que isso é do jogo, no entanto até mesmo para que se separe o joio do trigo, é fundamental que a justiça delimite o que é a livre crítica a figuras públicas do que é ataque pessoal e familiar. Eu como cristão, não só perdoou como oro pelos que me atacam, mas tem ataques que ultrapassam os limites, e que ferem a honra da minha família, e estes respondem com ações judiciais, e deixarei que a justiça se pronuncie”

A polícia civil relata que o processo corre em segredo de justiça, e que os dados e informações ainda são preliminares, mas as indicações de que ilícitos foram cometidos são fortes, agora resta saber se os possíveis desvios foram feitos pelo próprio blogueiro, ou se existe algum “financiador” das maldades.

Eliziane Gama vota contra a Lei do Saneamento

Assim não dá Senadora Eliziane!

Além da CAEMA manter as obras de saneamento básico paradas no Estado, vossa excelência ainda vota contra a lei 14.026 que vai beneficiar toda a população maranhense.

O Maranhão é um dos Estados que menos investem em saneamento básico e para completar, as obras administradas pela CAEMA têm inicio, meio, mas infelizmente 70% não tem fim, ou seja, não são concluídas. A empresa que tem recursos próprios, tem como destaque o mal uso desses recursos.

Só na capital temos três grandes projetos que já se julga dinheiro jogado fora, já que as subestações estão jogadas às traças, servindo apenas para encontro de pessoas viciadas em drogas. Tenho dito que a empresa CAEMA vem sendo um calo no sapato do governador Flávio Dino. Pode ser que o próprio governador ainda não tenha atentado para a grande importância que é a questão do saneamento básico em todo o Estado.

É de conhecimento do blog que recursos não chegam como deveriam aos empreiteiros prestadores de serviços, e esse tipo de manobra induz empresas a não darem continuidade nas obras em andamento. Estudos comprovam que os materiais genéticos da COVID-19 estão minados em todos os esgotos, e não era para menos, já que temos que fazer as nossas necessidades fisiológicas. A falta de saneamento básico no Estado do Maranhão vem causando, desde o começo do governo Flávio Dino, prejuízos enormes ao turismo no Estado. O governo federal conseguiu aprovar a lei que irá beneficiar mais de 5.500 cidades brasileiras.

O projeto chamado de novo marco legal do saneamento básico promete até o ano 2033, expandir redes de esgoto e água potável para mais de 90% de toda a população brasileira. Infelizmente, projetos como esse de grande relevância a toda população de baixa renda, são ignorados pela senadora Eliziane. A senadora simplesmente votou contra a lei 14.026 como se ela fosse tirar dinheiro do próprio bolso para a conclusão do projeto.

Ainda não se tem conhecimento dos motivos do voto contrário ao projeto, contudo devemos lembrar à senadora, que ela foi eleita para representar toda a população maranhense e não representar a cúpula partidária.

O blog dará continuidade à série do saneamento básico CAEMA em nossa próxima edição. Mais esclarecimentos sobre o projeto de Lei 14.026 e a importância da privatização da empresa CAEMA, que diga-se de passagem, é um dos maiores cabides de emprego do governo do Estado do Maranhão. (Blog do César Durans)