Browsing: Ricardo Santos

Pesquisas deram coragem ao PT:

Viram aí Flávio Dino encomendando pesquisa para saber de sua popularidade?

Até parece que precisa, se os números não estiverem ao gosto de quem pagou, Flávio Dino, segundo pesquisa da Exata, encomendada pelo Palácio Dos Leões estaria com aprovação de 65%. Na contramão da pesquisa palaciana, deputado do PT quer sair debaixo das asas do 65.

Para o deputado Zé Inácio do PT, que alega os números da pesquisa Prever, defende que a legenda do Lula tenha candidatura própria em vez de apoiar a candidatura do comunista Rubens Júnior, que não decola nem com todo asfalto do mundo.

O PT no Maranhão tem um vasto histórico de ser apenas coadjuvante. Quando tinha a presidência do Brasil no poder, só serviu de escada para o PMDB de Roseana, hoje, como escada para Flávio Dino.

Faz bem sair e tentar ao menos uma vez lançar candidatura. O problema seria os petistas deixarem os cargos que ocupam no governo, coisa nada fácil, aliás, impossível para os petistas Augusto Lobato e CIA.

Mas para o deputado estadual Zé Inácio, um dos poucos que acredita piamente na vitória do PT aqui no Maranhão, Lula ainda teria capital político para vencer.

(Informações do blog do Gilberto Leda)

Flávio Dino vive xingando o presidente como se tivesse moral para fazê-lo.

Vou de táxi: Aeronaves caras com combustíveis superfaturados? 

A reportagem do site  PublicaBrasil desta semana revelou ao Brasil inteiro que tipo de “democrata” é o ex-juiz federal Flávio Dino. Como bom comunista, o chefão da chamada “ditadura Dino” gosta de acusar aoutros daquilo que é e faz de errado.

Entenda os exemplos abaixo:

Flávio Dino com medo já tenta tirar o seu da reta…

Após PGR abrir inquérito, Flávio Dino afirma que não sabe o que seus subordinados fazem com dinheiro público.

Um contrato fechado pelo governo de Flávio Dino, do PCdoB, no Maranhão, para a compra de combustível destinado ao abastecimento de um helicóptero, motivou um pedido de abertura de inquérito pela PGR.

A solicitação foi encaminhada na semana passada ao STJ pela subprocuradora-geral da República Lindôra Maria Araújo. A investigação tramitará sob sigilo.

Segundo a PGR, o governo maranhense fechou um contrato para a compra de 175 mil litros de combustível por ano para abastecer um helicóptero utilizado pela Secretaria de Segurança.

Mas o consumo médio anual da aeronave, de acordo com os procuradores, seria de 144 mil litros.

Ainda bem que a PGR entrou na causa, Confira as denúncias que foram noticiadas em vários órgaos da imprensa mais nada aconteceu.

Eleições sem “menudos”.

Mas uma vez o prefeitável Eduardo Braide demostra que vai vencer as eleições de 2020 para prefeito de São Luís.

Inicio de pré-campanha, na largada já demostra como será o páreo: Braide na frente liderando, os menudos de Flávio Dino nem aparecem.

Eduardo Braide deverá ser seguido de Wellingon do Curso, sem chances para os “menudos” comunistas do “consórcio” de candidatos ligados a Flávio Dino.

Por hora, apenas um candidato ligado ao comunismo ainda pontua, Duarte Júnior, com 1 ponto de diferença na frente de Wellington do Curso, que deverá nos próximos dias passar à frente de Duarte e polarizar com Braide, como em 2016.

As eleições da capital não trarão novidades, por hora apenas a ogeriza popular contra os comunistas. Dino, que se lançou pré-candidato a presidente e deu banana ao povão, começa a colher aquilo que plantou, o povo dará o troco aos traidores.

Confira os números da Pesquisa Prever:

Braide largou na frente

 

 

A “reposição pífia” de 2,6%, será apenas para 30 educadores, que por vários anos receberam abaixo do piso nacional. Os outros servidores que esperaram vários anos por um reajuste, ficaram a ver navios.

São Luís – Câmara de Vereadores aprovou um “reajuste” pífio apenas para 30 professores, que na verdade não passa de uma “recomposição” para alguns servidores que estavam com salários abaixo da média nacional.

O prefeito pedetista que nunca deu aumentos de salários aos servidores, findará sua gestão da pior forma, como quem não valorizou a educação, nem a saúde, ninguém.

Após 5 anos sem reajustar os salários dos profissionais da Educação, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr (PDT), vergonhosamente fez a reposição de 2,6%, no salário de 30 educadores da rede municipal de São Luís, que estavam recebendo abaixo do piso nacional.

Bom seria que todos os professores fossem agraciados, mas não foi desta vez.

Ainda ontem, dia 3 de julho, em sessão especial, a Câmara municipal de SL votou pelo aumento pífio dado aos 30 educadores.

É que o reajuste não foi dado como deveria, até porque, a data base dos servidores era para ter sido no mês de maio deste ano, mas foi protelada pelo prefeito Edivaldo Holanda Jr, que esperava que o presidente Bolsonaro colocasse em prática a Lei complementar 173/2020, que proíbe os entes federados de reajustarem os servidores públicos do Brasil.

A lei serviria para liberação de mais verbas para o combate do covid-19. O “reajuste pífio” foi apenas para poucos, 30 professores.

O vereador Professor Sá Marques (Podemos), bem que tentou sair em defesa dos servidores públicos municipais durante a sessão plenária da última terça-feira (30), na Câmara Municipal de São Luís, fazendo dura crítica ao reajuste aos professores de apenas 2,6% proposto pelo executivo municipal. Ele também cobrou o pagamento dos adicionais aprovados pela Câmara Municipal para os profissionais de saúde que combatem a epidemia.

“É uma verdadeira imoralidade este reajuste. Mesmo pífio, a prefeitura não quer estender para os demais servidores públicos municipais. A prefeitura, além disto, não pagou o abono e a insalubridade de 100% aos profissionais de saúde que combatem o covid-19 aprovados pela Câmara Municipal de São Luís. Alguns poucos estão recebendo de acordo com a conveniência. Isto é absolutamente ilegal, porque é para todos os servidores. É preciso que o prefeito faça urgentemente a correção”, criticou o vereador.

Mais de 6 bilhôes: Roberto Rocha, único senador maranhense que luta pelo Maranhão, destaca atuação de Bolsonaro pelo povo pobre e enganado pelo comunismo.

Enquanto os aliados do comunismo xingam e destratam o presidente Jair Bolsonaro, senador tucano que votou a favor do novo marco dos esgotos e contra a censura.

Confira suas palavras de apoio ao estado, ao país:

Para apoiar o Maranhão e Brasil. Pra isso que serve um senador.

O governo federal tem sido muito generoso com o Maranhão, não há como negar.

Apesar da hostilidade e falta de respeito do governador e seus aliados com o presidente Bolsonaro, o Maranhão segue recebendo recursos como nunca antes na história do estado.

Roberto Rocha foi o único senador do Maranhão que dialogou com o governo federal para trazer verbas para socorrer o estado, que há 5 anos faliu, a população empobreceu, a máquina pública inchou.

Dos quase 7 bilhôes enviados por Bolsonaro para socorrer o estado dilapidado e falido, parte desse montante foi devido o empenho do senador. que diferente dos comunistas, que xingam e desrespeitam o presidente, Roberto Rocha está presente para apoiar nas suas ações.

Live de pré-candidato a prefeito do PCdoB terá senadora expurgada pelo Pastor Silas Malafaia.

As perguntas seguem sem respostas:

Em que estaria se valendo o governador comunista, líder geral da política maranhense?

Seria a carta na manga do governador comunista Flávio Dino, os contra-cheques dos filhos dos pastores das igrejas evangélicas nas eleições de 2018? (Entenda clicando aqui)

Com a palavra os eleitores cristãos.

No vídeo abaixo, a bronca dada pelo Pastor Silas Malafia à senadora cristâ-comunista Eliziane Gama:

Incompetência que chama?

Antes funcionava, hoje não: Flávio Dino fazendo jus ao comunismo!

A maioria das obras feitas com dinheiro público deixadas pela gestão passada estão paradas ou destruídas no Maranhão.

Na imagem do dia, a matéria que estampou uma página inteira do Jornal O Estado sobre o desmantelo e fechamento de outra obra pública. Obra do PT de Lula e Dilma, a Unidade de Polícia Pacificadora foi fechada por Flávio Dino demostrando que, pelo jeito, não acreditava na gestão do PT.

O comunismo deixando sua marca, a destruição.

Enquanto isso, a bandidagem fazendo a festa na região do Turu, Olho D’água, Vila Luizão e Divineia. Comerciantes reclamam do aumento dos assaltos e mortes no local.

Em suas lives nas redes sociais com o Lula do PT, Flávio Dino não consegue dizer onde está enfiando tanto dinheiro que deixou de aplicar na saúde e segurança.

Fiquem abaixo com a reportagem de OEMA:

Jornal da Cidade Online – Uma proposta extremamente sensata feita pelo ministro Marco Aurélio de Mello foi derrubada nesta quarta-feira (1º) pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF).

A proposta de Marco Aurélio visava permitir que apenas e tão-somente o plenário da Corte analisasse atos do Executivo ou do Legislativo, tirando a possibilidade de que magistrados possam individualmente derrubar decisões dos outros poderes.

A justificativa para a proposta, bastante plausível: O STF é um órgão colegiado. Porém, na pratica a maioria do STF deu aval para que os integrantes da Corte possam continuar decidindo sozinhos sobre medidas tomadas pelo Executivo e o Legislativo. O resultado foi devastador: 10 a 1. Ninguém quer abrir mão de superpoderes.

Marco Aurélio não perdoou e reagiu com sarcasmo e ironia: “Estou de parabéns e o tribunal de pêsames. Já esperava, conheço o colegiado. E assim é contada a história do Brasil”.

Alô, STF, quando não tem corrupção sobram bilhões para socorrer governadores?

Em meio a pandemia do covid-19, o falido estado do Maranhão vai receber outra bolada milionária.

Consórcio de governadores comunistas

Imaginem que a suprema corte de uma país notabilizado pelos processos que dormem, caducam e envelhecem, que soltam bandidos perigosos, da política e do tráfico, quer agilidade.

A “suprema corte” quer cassar a chapa de um presidente eleito democráticamente nas eleições de 2018, em plena pandemia de um vírus mortal importado dum país comunista, tudo indica, pela articulação dos esquerdistas, que tentam a todo custo impedir não o presidente, mas todo um país.

Orquestração comunista:

Lógico que há gente forte (com muito dinheiro), articulando a paralização do Brasil.

Todos os dias os partidos PDT, Rede, Psol e PT entram com ações no STF para impedir o presidente, que ainda assim, tem conseguido mandar muito dinheiro para socorrer os estados e municipios durante a pandemia do covid-19. Aliás, ninguém entendeu até agora os reais motivos que levaram o STF a retirar os poderes do presidente e dando aos governadores e prefeitos para conduzir os rumos da doença. Só sabemos que houve muito dinheiro desviado!

Aqui no Maranhão até hoje as UTIs esperam pelos respiradores da China, comprados e superfaturados, mas nunca usados pelos pobres e enganados doentes maranhanhenses.

Cadê Flávio Dino, que não explica nada disso nas suas “lives” com o Lula?

A única notícia boa no meio dessa pandemia do covid-19, é que alguns governadores já estão respondendo na justiça, outros quase foram presos, se não fosse pela ação urgente do STF, que impediu tais prisões.

Está sobrando dinheiro, lógico, tem que sobrar, sem corrupção o dinheiro chega até os doentes do covid-19. Mas o STF, a “suprema corte”, como nunca, está correndo para condenar e julgar. Querem “empeachmar” urgente o presidente.

E assim, terminando a primeira parte do ano de 2020, ano eleitoral, muito dinheiro tem sobrado, derramado, tiveram muitas prisões pela PF do “Covidão”.

Chegamos ao mês de julho de 2020, com muitas ventanias, ameaças de gafanhotos, prisões e roubos, um cheiro cada vez mais forte de podridão no ar.

Bastidores das eleições 2020: Josimar lança Detinha em São Luís e se cacifa para 2022.

A deputada estadual Detinha recebeu orientação de estrategista político para iniciar sua pré-campanha em grande estilo em São Luís, durante live com a imprensa pelas redes sociais.

Detinha teve orientação e suporte da Jakarta publicidade durante lançamento de pré-candidatura a prefeita de São Luís…

Única mulher na disputa pela prefeitura da capital do Maranhão, a ex-prefeita de Centro do Guilherme, e deputada estadual pelo (PL), Detinha, teve orientação e suporte do publicitário Janderson Landim, dono da agência Jakarta Publicidade.

Em sua live a pré-candidatura iniciou falando de aspectos familiares e terminou falando sobre a política. Ponto positivo para a equipe que deu suporte.

Bem posicionada politicamente, Detinha é esposa do deputado federal Josimar de Maranhãozinho, que vem aumentando seu grupo político em todo o Maranhão, no total, o grupo de Josimar já teria mais de cem pré-candidatos com reais chances de ganhar as eleições desse ano.

1 2 3 560