Vele tudo na CPI dos vagabundos? Dra Mayra Pinheiro entra com petição no STF contra a CPI da Covid por ter sigilos pessoais vazados…

Mayra Pinheiro é crítica da CPI da Covid | Foto: Agência Senado

Fuçaram até a privacidade duma mulher e não encontaram crime algum, nada.

Imaginem o absurdo: até dados pessoais da secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde, foram ilegalmente vazados por senadores que deveriam estar presos por crimes de corrupção.

Revista Oeste – Dados pessoais da secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde, Mayra Pinheiro, foram vazados por membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19. Embora tenha participado da CPI na condição de convidada, a médica teve seu sigilo telefônico e telemático quebrado — ou seja, os senadores têm nas mãos telefonemas, mensagens e e-mails privados da médica.

Para obterem as informações, os parlamentares precisaram de autorização do Supremo Tribunal Federal (STF). A mais alta Corte brasileira permitiu a quebra de sigilo de Mayra Pinheiro, mas determinou que a confidencialidade dos dados fosse mantida. Após os políticos entrarem em recesso, no entanto, as informações privadas da ex-secretária, incluindo um documento de identidade, com número oficial de registro, foram vazadas.

“O documento assinado pelo ministro Ricardo Lewandowski proíbe que qualquer e-mail ou documento sigiloso seja divulgado antes do término da CPI”, afirmou Mayra Pinheiro. “O que os senadores estão fazendo é divulgar e-mails privados, com dados pessoais. Isso é um crime! É descumprimento de uma medida cautelar que foi dada a mim enquanto depoente. Além disso, divulgaram informações falsas.”

Braide faz valer o IPVA: Após décadas de esquecimentos, bueiros de São Luís começaram a ser nivelados…

Obras importantes começaram ser executadas:

Sabe aqueles bueiros esquecidos nas vias públicas que dão prejuízos aos motoristas?

Empatia: Gestor de verdade tem que se colocar no lugar dos pagadores de impostos.

Praticamente um problema criado pela Companhia de Saneamento do Maranhão (CAEMA), que foi  esquecido pelos gestores de nossa capital, começou a ser cuidado.

Diferença:

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, em seis meses de nova gestão à frente da Prefeitura de São Luís teve outra sacada de mestre: corrigirá um problema que tem afetado os motoristas de São Luís, que são obrigados a pagar um alto preço nas oficinas, mesmo pagando impostos como o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), que é cobrado anualmente sem pena pelo governador Flávio Dino, que editou lei para tomar veículos e jogar o nome no Serasa dos motoristas que não conseguirem pagar o imposto.

O novo prefeito (ou prefeito novo), muito mais que fazer valer sua gestão, demonstrou que é preciso valorizar quem paga impostos, ter empatia pela população sofrida e explorada que foi esquecida pelos agentes politicos, que por décadas jogaram nosso povo no atraso. Valeu, Eduardo Braide.

Vejam outros problemas deixados pela CAEMA em bairros de nossa capital.

Observe: ao lado de um praça lotada de crianças em plena praça do Foguete, na Lagoa da Jansem. Que vergonha, Flávio Dino.

Meme nacional: Imagens de Flávio Dino viralizam após polêmica criada por campanha contra estátua da Liberdade…

E agora “comunistas”?

Invertida histórica desarticula comunismo dinista: Excessos cometidos por Márcio Jerry, ao lançar uma verdadeira campanha insana contra capitalismo das Lojas Havan, acabou por fazer Flávio Dino levar a pior.

A “imagem do ano”.

Em plena campanha para senador, Flávio Dino “levou a pior”, tudo por causa de uma  campanha iniciada por seu maior apoiador político, Márcio Jerry, que cismou de iniciar uma campanha contra um empreendimento privado, que tem como símbolo, uma réplica da estátua da Liberdade.

O secretário “todo poderoso” Márcio Jerry (chefão do Comunismo maranhense) até tentou sair com a “campanha” contra a loja Havan, mas acabou por levar invertidas nas redes sociais, com consequenciais terríveis contra a imagem de seu chefe maior, Flávio Dino.

Confira mais memes retirados das redes sociais, clicando abaixo:

 

Bolsonaro afirma que deve vetar ‘fundão’ de R$ 5,7 bilhões

Revista Oeste – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira, 19, em entrevista à TV Brasil, que deve vetar o aumento do fundo eleitoral destinado aos partidos políticos para R$ 5,7 bilhões em 2022. O valor foi aprovado pelo Congresso Nacional na semana passada, durante a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).


A tendência é não sancionar isso em respeito ao trabalhador, ao contribuinte brasileiro’, disse o presidente |Foto: Agência Brasil

“É uma cifra enorme que, no meu entender, está sendo desperdiçada, caso ela seja sancionada. Posso adiantar para você que não será sancionada”, disse Bolsonaro. “Eu tenho que conviver em harmonia com o Legislativo. Nem tudo que eu apresento ao Legislativo é aprovado e nem tudo que o Legislativo aprova, vindo deles, eu tenho obrigação de aceitar para o lado de cá. Mas a tendência nossa é não sancionar isso daí em respeito ao trabalhador, ao contribuinte brasileiro.”

No domingo 18, ao deixar o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde passou quatro dias internado para o tratamento de uma obstrução intestinal, Bolsonaro já havia indicado que não sancionaria o “fundão”. “Eu sigo a minha consciência, sigo a economia e a gente vai buscar um bom sinal para isso tudo aí. Afinal de contas, eu já antecipo: R$ 6 bilhões pra fundo eleitoral, para financiamento de campanhas, pelo amor de Deus”, afirmou na ocasião. “Os parlamentares aprovaram a LDO. É um documento enorme, com vários anexos, tem muita coisa lá dentro. Em um projeto enorme, alguém botou lá dentro essa casca de banana, essa jabuticaba.”

Veja no vídeo: Deputado denuncia orquestração de CPI, senadores, Globo e comunistas contra Bolsonaro…

Folha Política – O deputado explicou: “O que existe – e é claro, o povo brasileiro está enxergando – é uma grande orquestração daqueles que, durante duas décadas, não só os comunistas, mas os próprios caciques de partidos que também participaram, em fazer desse país um antro de roubalheira.

Tem a Petrobras: só no governo deles, foram mais de R$35 bilhões. E não foi de prejuízo, não, foi de roubo, mesmo”.

Eder Mauro comparou o governo Bolsonaro com os governos petistas que o antecederam: “O presidente Jair Bolsonaro, em dois anos e meio, já deu mais de 100 bilhões de lucro na Petrobras, simplesmente porque fechou a torneira da corrupção. E agora querem fazer orquestração para cima do presidente Bolsonaro? Nem quero falar dos Correios, do BNDES. Essa destruição da família. Criaram uma CPI, uma orquestração junto com a Globo Lixo e tudo o mais”.

Mandela, herói ou bandido: Outro “revolucionário” fabricado por comunistas?

Sofrimento dos negros passa pelo comunismo.

Mandela: Confissão contra negros…

Segundo a economista Renata Barreto (mais influente do Brasil de acordo com a Forbes), o ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, ganhador de premiações internacionais, teria usado métodos comunistas nada democráticos para ascender politicamente.

Pesa contra o “herói” sul africano várias prisões, mortes, e até e torturas contra negros, inocentes africanos, confessados em sua autobiografia. Confira abaixo:

Mandela era membro do partido comunista da África do Sul e depois se juntou ao CNA – Congresso Nacional Africano. De acordo com Rowley Arenstein, membro do partido comunista, Mandela era o principal instrumento dos comunistas para “sequestrar” o CNA e marginalizar seu antigo líder, que era legitimamente antiapartheid e se opunha aos planos marxistas.

Mandela escreveu um manual sobre como ser um bom comunista, onde relatou que o “estudo do marxismo é necessário para controlar as massas” e “a vida de um comunista revolucionário deve ser dedicada somente à destruição da sociedade capitalista”, dentre outras barbaridades. E foi com esse conhecimento de dominação das massas que ele explorava os anseios legítimos de membros do CNA que queriam acabar com a segregação racial.

Em 1962, Mandela recebeu treinamento militar na Argélia, onde aprendeu táticas de guerrilha, tortura e terrorismo. Seus métodos incluíam
uso de minas e explosivos contra civis, assassinato de pessoas não alinhados à sua causa (inclusive de negros), incêndio de casas e negócios de negros que não participavam das greves, etc.

Em sua autobiografia, Mandela confessou diversos crimes, incluindo seus métodos de tortura. Mesmo depois de ser preso, continuava a comandar ataques pela CNA. Winnie Mandela também falou abertamente sobre seus métodos de tortura, incluindo o “necklace”, em que pessoas eram queimadas vivas dentro de pneus.

Em 1985 foi oferecida a liberdade à Mandela, em troca de haver uma renúncia da violência. Ele não aceitou. Somente em 1990 ele foi solto. A jornalista Aida Parker retratou os horrores dos campos de concentração da CNA e falou sobre o papel crucial da mídia na falsificação da imagem de Mandela.

Ele era amigo de ditadores, como Fidel Castro, Sadam Hussein, Moammar Gaddafi e Robert Mugabe. Em 1989 ele recebeu o prêmio “Al Gaddafi de direitos humanos” e em 1990 o prêmio “Lênin da paz”. Ditadores amam exaltar os direitos humanos enquanto dizimam o próprio povo e ainda distribuem, entre si, prêmios de paz.

É verdade que Mandela ajudou a negociar o fim do apartheid de forma pacífica, mas isso depois de muitos e muitos anos de violência.

Veja clicando aqui:

Cafonice? Jerry defende Cuba, enquanto xinga a estátua da Liberdade…

Um sujo falando de sujeiras:

Alguma semelhança com os regimes ditatorias que empobreceram Cuba e Venezuela?

Absurdamente cafona:  em nome de uma ideologia carcomida desrespeitam investidores, não merecendo respeito, e nem cargos púbicos. 

Já era esperado que os mentores do atraso, líderes da bancada Lulo-comunista, que entre tatas atrocidades cometidas, ao logo de quase 20 anos no Brasil, nunca respondessem pelos feitos malignos, sobretudo ao povo maranhense, que nas eleições de 2010, foram enganados com um golpe duma Refinaria Premiu em Bacabeira. 

Sobre  os detratores de investidores, detaca-se Márcio Jerry, um deputado sem votos, que comanda várias secretarias, tendo tirado verbas da Saúde e Educação, e turbinado as suas, apareceu recentemente criticando um investidor que está gerando empregos e rendas.

Por falar em Cuba:

Pela forma como fala, Jerry desmerece a verdadeira classe que sutenta nosso estado, afastando investidores. Para tanto, o poderoso chefão do comunismo incorreu no erro de xingar nas redes sociais um novo investimento que abrirá as portas para vários trabalhadores. Dizem nos basstidores, que suas palavras foram parar numa peça publicitária paga pelo governo do Maranhão, um erro gritante, que só aconteceria num país de ditadores, sem leis, como *Cuba.

Vamos cantar: “Liberdade, liberdade abre as asas sobre nós”.

O mais novo ataque aos empresários partiu do chefe maior do atraso, Márcio Jerry, que virou deputado federal pelo peso da mqauina pública, logo após ascender de sua pauperrima carreira pública, pois era um pobretão generalizado, sem histórico eleitoral (nunca teve votos para ser eleito nem síndico) copiou e colou na atualidade, aquilo que criticava antes, pelo Sarney.

A perseguição ao novo empreendmento é tamanha, que até o MP que estava cego, surdo, mudo, ou fingindo-se de morto, já estaria “investigando” a Havan. Por mera “coicidência”, uma peça publiciária apelativa que teria sido paga pelos cofres públicos estaria atacando a nova loja da cidade.

Por falar em *Cuba, clic e leia aqui para saber mais.

Movimento pela conclusão da Travessia Urbana de Imperatriz surge no aniversário da cidade

Não há nenhuma dúvida da importância da duplicação do perímetro urbano da BR-010, na cidade de Imperatriz.  A obra foi pensada ainda no início dos anos 2000, virou projeto anos depois, foi licitada, iniciada, e desde então vem sendo realizada à conta-gotas o que tem gerado transtornos e revoltado a população.

Diante do cenário atual da obra, que praticamente só foi iniciada e só tem como marcos duas pontes sobre o Rio Cacau,  duas entidades  de Imperatriz que gozam de grande  respeito em Imperatriz , no Maranhão e no Brasil,   decidiram,  hoje 16 de Julho, aniversário da cidade,  que vão lançar um movimento para pressionar a classe política  do Estado, notadamente a bancada maranhense no  Congresso Nacional a destinar, via emenda  ou outros mecanismos, recursos para que a obra, além de não mais ser paralisada, seja concluída.

A ideia das entidades, que por enquanto pediram para não declinar os nomes, é unir forças e fazer as pressões necessárias para que “ essa importante obra para Imperatriz e região e para o Brasil seja entregue.

“A conclusão dessa obra é estratégica não só para Imperatriz. O Brasil passa por ela. A gente fala em bancada federal, mas também vamos fazer um apelo também para que o governador, que tem forte influência na bancada, para que também priorize essa demanda” declarou um dos idealizadores do movimento, que ressaltou que ao longo da próxima semana o movimento será lançado oficialmente.

Filme de cineasta maranhense mostra a vida de uma mulher, negra, moradora da periferia de São Luís, de 83 anos…

A história de uma negra de 83 anos que vive em São Luís.

Hoje, sexta-feira (16),terá estreia de filme sobre mulher negra, 83 anos, moradora da periferia de São Luis.

O filme ganhou o prêmio de melhor curta no Festival de Guarnicê de Cnema do Maranhão.

“Marina é muito mais que uma mulher, negra, moradora da periferia de São Luís, de 83 anos. Ela é força e fé”. (Taciano Brito – cineasta maranhense). A estreia acontecerá no ink do cardume.tv.br, para assistir basta acessar  e fazer o seu login.

Abaixo, trailer do documentáro Marina: