Tarifa defasada do transporte público é “presente de grego” herdado por Braide da gestão passada

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), tem diante de si um verdadeiro “presente de grego”, deixado pelo antecessor, Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Trata-se do inevitável realinhamento da tarifa do transporte coletivo, que deveria ter sido aplicado em setembro de 2020, conforme prevê o contrato da licitação do serviço, em vigor desde 2017, mas não foi tratado como prioridade, tantas eram as questões a resolver pelo antigo gestor no final do mandato.

Sistema de transporte público de São Luís opera sob pressão após altas sucessivas do diesel e outros fatores

Na época, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) chegou a oficializar um pedido de reposição de R$ 0,30 (trinta centavos) do preço da passagem de ônibus, o que resultaria na elevação para R$ 4,00 (quatro reais) da tarifa mais alta – a mais baixa custa R$ 3,20 (três reais e vinte centavos).

Acontece que passados quase cinco meses desde a solicitação do SET e pouco menos de dois meses da posse de Braide como prefeito de São Luís, alguns fatos novos tornam não só inevitável e urgente o realinhamento tarifário, como impõem a necessidade de recálculo do percentual de reajuste da passagem inicialmente apresentado.

Diesel disparou

Um deles é a alta do preço do óleo diesel, combustível que abastece a frota de coletivos da capital e de toda a região metropolitana. Como o valor do insumo disparou nas bombas, após sucessivos aumentos implementados pela Petrobras nas refinarias, as empresas e consórcios que detêm as concessões das linhas de transporte público da Ilha de São Luís viram seus ganhos ficarem ainda mais defasados, com risco iminente de queda brusca da qualidade dos serviços.

Outro fator que torna inevitável a readequação da tarifa é a ampliação de uma para duas horas do Bilhete Único, benefício instituído pela gestão passada que permite aos usuários de ônibus se locomoverem para diferentes destinos por determinado período pagando uma só passagem. A duplicação do tempo para uso do Bilhete Único, concedida no apagar das luzes da administração de Edivaldo, também impactou o sistema.

Para completar, está se aproximando a data-base dos rodoviários, o que obriga as empresas a repor, pelo menos, as perdas inflacionárias sofridas pela categoria em seus salários no último ano. Este, certamente, é mais um fator a pressionar o preço da tarifa de ônibus de São Luís, que, por sinal, é a mais baixa dentre todas as capitais brasileiras.

Caso semelhante

Em meio ao impasse, vale citar que várias cidades já paralisaram o serviço de transporte público, como a vizinha Teresina. Para piorar, há capital piauiense não há, até agora, perspectiva de retorno da circulação dos ônibus, já que a prefeitura local deve mais de R$ 10 milhões em subsídios às empresas do setor.

Ao prefeito Eduardo Braide, cabe buscar o melhor para a população, o que inclui, além de uma.passagem de ônibus justa e acessível, atuar para garantir o direito pleno e legítimo à mobilidade, proporcionando ao serviço meios para subsistir e livrando-o da ameaça de um colapso. (Blog do Daniel Matos)

Sugestão ao deputado Duarte Junior: “Bora baixar impostos”?

Na imagem do dia, uma boa sugestão ao deputado e candidato derrotado do “consórcio comunista” ao cargo de prefeito de São Luís, Duarte Júnior.

Boa pergunta ao ‘garoto mídia’ de Flávio Dino, que poderá se estender a todos os 42 deputados da Assembleia Legistativa, sobretudo aos deputados traidores do povo que aprovaram os projetos malignos de Flávio Dino para aumentar impostos, que incidiram nos combustíveis e até no Guaraná de Comunista vendido para a Cocacola, o Jesus.

É impressionante a cara de pau da maioria dos deputados da Assembléia Legislativa do Maranhão em fingir que trabalham para a população.

Ao Duarte Jr., que tudo indica, gosta de ‘pegar carona’ em projetos de outros deputados  foi dada uma boa sugestão neste momento de pandemia em que milhares de maranhenses estão sendo explorados, que foi pedir ao seu ‘chefe maior’, Flávio Dino do PCdoB, que baixasse impostos. Coisa difícil, até impossível para “comunistas” que gastam vários milhões em banquetes e jatinhos de luxo.

Só lembrando que recentemente o candiato derrotado dos comunistas  foi condenado pela justiça eleitoral por execessos midiáticos (confira aqui), o mesmo que queria ser prefeito, mas felizmente seu ‘modis operandi’ ficou conhecido por todos na capital do Maranhão.

Ao Duarte Jr. deixamos aqui outra sujestão: que procure “resolver” concursos para o Procon.

Alô, deputado, não vai ter mais fiscalizações do Procon?

Ah, “resolve”, também sobre as fiscalizações dos preços abusivos praticados pelo Supermercado Mateus (único do Maranhão) que em plena pandemia do covid-19 foi parar na Revista capitalista Forbes, como o que mais lucrou no estado governador por ‘comunistas’.

Que tal?

“Recurso necessário para garantir a subsistência de quem faz cultura na cidade”, diz Osmar Filho sobre Auxílio Municipal destinado ao setor

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), que presidiu os trabalhos na sessão desta terça-feira (23), no Parlamento Ludovicense, destacou o projeto de lei (027/2021), do Executivo, que cria o Auxílio Municipal Emergencial e beneficiará cantores e cantoras, grupos tradicionais, blocos, bandas e agremiações carnavalescas da capital maranhense.

Para o pedetista, o recurso é necessário para garantir o subsídio dos artistas e de outros profissionais de cultura que, segundo ele, estão entre os mais prejudicados pela pandemia no país.

“Vivemos ainda um momento conturbado, devido à proliferação dessa doença, que é a covid-19. A classe cultural, grupos e blocos que estavam acostumados neste período de fevereiro a trabalhar e fazer o que sempre fizeram tiveram que parar e frear seu trabalho, por isso, um novo normal surgiu e o Poder público precisou agir diante dessa crise, e Sao Luís precisava pensar em soluções para esse setor”, pontuou.

Equivalente a isso, o vereador ressaltou os entes culturais do estado e da cidade e o repasse do auxílio como essencial nestes tempos de não carnaval.

“A cadeia produtiva do nosso estado e da cidade é extensa e forte, esse recurso chega em um momento propício e muito contribuirá com os nossos fazedores de cultura que engrandecem a nossa história e o nosso rico Maranhão,” disse o vereador.

Vale destacar que após autorização do colegiado de vereadores, o documento legislativo segue para sanção do prefeito Eduardo Braide (Podemos).

Sobre o benefício

A Secretaria Municipal de Cultura publicará editais de chamamento, com os critérios para a solicitação, e o Auxílio será pago em parcela única e terá valor mínimo de R$ 1.000,00 (mil reais) e máximo de R$ 10.000,00 (dez mil reais). O investimento para o auxílio são próprios e somam o total de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).

No Maranhão dos pobres e explorados “Tio Dino” faz motéis em presídios para “vítimas da sociedade”…

Seria cômico se não fosse trágico:

Veja no vídeo, uma sátira do cotidiano maranhense reproduzindo uma das tantas piadas dos comunistas contra a população pobre.

A construção de moteís em presídios durante Pandemia do Vírus Chinês. Vamos sorrir, afinal no Maranhão dos pobrese e explorados quem paga a conta do governador militante é que sempre chora no final.

Vamos sorrir, quem paga a conta que chora.

Atraso: Maranhão tem um governador militante que ataca 24h o presidente e faz guerra contra prefeitos…

Flávio Dino faz guerra 24h contra o presidente do Brasil e prefeitos que não se submetem ao seu comando.

24h de picuínhas é tempo perdido que atrasa ainda mais nosso Estado. Qual a necessidade de sair para votar com uma aberração desta, pedir para soltar bandido?

Para entender o atraso e pobreza de um estado tão rico basta ver como agem seus políticos. O Maranhão viveu por quase 50 anos sob uma oligarquia política e na atualidade está sob a mentalidade de um comunista, ex-juiz, que lembra as ditaduras sanguenolentas do leste europeu, que ceifaram milhões de vidas.

Ora, que se pode dizer de um ex-juiz que se dizia “democrático” e prometeu tirar o povo das 217 cidades do Maranhão da pobreza, que está no segundo mandato, 6 anos, mas só consegue atrasar e empobrecer, enquanto faz sumir bilhões do povo trabalhador e esperançoso?

O Maranhão atual é só engano e mentiras, pior que a mentalidade política só faz empobrecer e atrasar o povo. Chega a ser criminoso o que fazem contra a população.

E tome baixarias.

Enquanto ataca e acusa o presidente Bolsonaro, Flávio Dino, ao que tudo indica, comanda vários governadores rebeldes (todos do PT), dividindo e separando uma nação. Esses governadores que não aceitaram os resultados das urnas em 2018, pelos xingamentos, parece que estão se articulando para derrubar o presidente eleito pelos votos da maioria do povo do Brasil, que se cansou das roubalheiras do PT de Lula, a quem o governador-militante chama de “inocente”, e pasmem, pede sua liberdade e nega seus crimes.

Além disso, o governador-militante, também, não aceitou o resultado das urnas em 2020, e começa a fazer guerras contra prefeitos e outros políticos que não rezam na sua cartilha, que ousam discordar da sua forma política.

Para piorar, Dino acionou o STF, uma corte cheia de aliados do Lula, que deveria cobrar Flávio Dino pelo sumiço de Bilhões do Fundo de aposentados do Maranhão, mas nada foi devolvido ao povo até agora. A quem reclamar?

O pior que existem políticos baixos que se sujeitam às ordenanças de Flávio Dino, como faziam os sabujos da Oligarquia, por quase 50 anos, aceitando ordens de quem se diz democrático, mas age como verdadeiro ditador.

Para entender a forma baixa e vulgar dessse ser que se diz “liderança do Maranhão” leia um trecho da coluna do Caio Hostílio:

 

Caos no Maranhão: Flávio Dino manda prender motoristas que protestavam pela redução de ICMS…

ICMS nas alturas causa o Caos no Maranhão: 

Veja no vídeo: Durante protestos pela redução de ICMS na capital, o governador Flávio Dino do PCdoB, mandou descer o cassetete e prender motoristas.

Baixou a ditadura, Flávio Dino?

Durante protesto, um grande engarrafamento tomou conta do Centro da Cidade, causando um verdadeiro caos durante o protesto de motoristas de aplicativo contra o governador Flávio Dino (PCdoB), nesta segunda-feira (22).

A principal reivindicação dos motoristas é o valor do ICMS cobrado pelo Governo do Maranhão. No estado está sendo praticado o percentual de 30,5% sobre o valor estipulado pela Secretaria estadual da Fazenda.

Atualmente o Governo do Maranhão estabeleceu o preço de R$4,86 para gasolina comum e R$6,66 para gasolina aditivada. Com esses valores, o Governo do Maranhão fica com R$1,48 por litro de gasolina comum e R$2,03 quanto a gasolina aditivada.

Se retirados esses valores do ICMS, cobrado pelo Governo do Maranhão, a gasolina em São Luís ficaria R$3,91, uma vez que o combustível está sendo cobrado a R$5,39 nesta segunda-feira (22). )

(Com informalçôes do Blog do Diego Emir)

E tome exploração: Senador maranhense denuncia governador comunista Flávio Dino por insensibilidade na cobranças de impostos aos pobres…

Insensibilidade e exploração:

Roberto Rocha denuncia tentativa de enganação do governador comunista e pede para Flávio Dino parar de Explorar o povo pobre do Maranhão.

Flávio Dino mandou aumentar por várias vezes o ICMS do Maranhão durante uma pandemia mortal. Isso fez dum estado que entrou na Extrema Pobreza, ser o campeão de arrecadação de impostos do Brasil.

O senador tucano usou as redes sociais, mais uma vez, para denunciar manobras do líder do comunismo do Maranhão, Flávio Dino do PCdoB, que se recusa baixar impostos, e ainda tenta justificar o absurdo desinformando (tentaviva de enganar) a população que não aguenta mais tanta exploração.

SE O GOVERNADOR QUISESSE, PODERIA REDUZIR A ALÍQUOTA DO ICMS SOBRE COMBUSTÍVEIS, SEM SEQUER TER PERDA DE ARRECADAÇÃO.

– Porém, AO CONTRÁRIO, o GOVERNO DO ESTADO APENAS TERCEIRIZA A CULPA, ENQUANTO LUCRA COM A AGONIA DOS MARANHENSES.

Rocha diz ainda, em sua denuncia, que o governador Flávio Dino deveria seguir o exemplo do presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, que vai baixar a zero a cobrança de impostos sobre combustíveis durante dois meses, os mesmo impostos que Flávio Dino, por várias vezes, mandou aumentar ao arrepio do bom senso, que fez do Maranhão, durante uma pandemia mortal, ser o campeao de arrecadação de impostos do Brasil.

A pedido de Osmar Filho, Conselhos Tutelares são beneficiados com veículos novos

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), participou na manhã desta segunda-feira (22), na Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), da entrega de veículos aos conselhos tutelares dos bairros do São Francisco, Anil-Bequimão e Vila Luizão.

Dois dos três veículos entregues foram disponibilizados pelo Governo Federal para a Prefeitura de São Luís através de emendas parlamentares dos deputados federais Pedro Lucas Fernandes (PTB) e Juscelino Filho (DEM), atendendo solicitação do vereador pedetista – Anil-Bequimão e São Francisco, respectivamente.

“Quero aqui reafirmar nosso compromisso com as políticas voltadas para a criança e o adolescente, uma causa que merece toda a nossa atenção e que na Câmara é tratada como prioridade”, disse o presidente do Legislativo Municipal durante a entrega feita pelo prefeito Eduardo Braide (Podemos).

Ele agradeceu e parabenizou a disponibilidade dos dois deputados em atender às suas solicitações e, consequentemente, em melhorar o atendimento dos conselhos tutelares à população que necessita destes serviços.

“Este veículo vai fortalecer ainda mais o nosso trabalho de fazer com que os direitos fundamentais das nossas crianças e adolescentes continuem sendo protegido e efetivados pelo nosso conselho e pela sociedade como um todo, principalmente em um período como este de pandemia, quando em todo o país tem crescido os números de violação de direitos”, falou a conselheira tutelar do Anil-Bequimão, Letícia Almeida.

Ela agradeceu a Osmar pela sua iniciativa de fazer a solicitação – neste caso, a Pedro Fernandes – e ao deputado federal pela sensibilidade em atendê-lo.

“Agradecemos a parceria dos deputados federais que destinaram três veículos e da Equatorial pela doação de sete geladeiras para os Conselhos Tutelares. Ações como essas fortalecem o trabalho importante que esses conselheiros tutelares fazem nos bairros. É assim que a gente vai avançar na cidade de São Luís”, disse o prefeito Eduardo Braide.

Candidato de Dino ao Palácio dos Leões, Brandão começa a rodar o Maranhão

Agendas conjuntas com seu sucessor estão sendo programas pelo governador para os próximos meses.

Sucessor natural e nome de Flávio Dino (PCdoB) ao Palácio dos Leões em 2022, o vice-governador e pré-candidato ao Governo do Maranhão, Carlos Brandão (Republicanos), começou a rodar o estado. A pedido de Dino, Brandão deu inicio a uma intensa agenda positiva pelo interior do Maranhão, o que deve ampliar sua popularidade.

Nas últimas semanas, Brandão esteve em Amarante do Maranhão, para entrega de nova unidade do Viva/Procon; em Coelho Neto, para assinatura da ordem de serviço para construção de uma unidade de Escola Digna, retomada das obras do IEMA (Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão) e lançamento do edital do Cheque Minha Casa; e em Açailândia, para entrega de uma policlínica.

Agendas conjuntas entre o governador e o vice já estão sendo programadas para os próximos meses. Além da maratona de ações institucionais, compromissos propriamente de pré-campanha também estão sendo organizados.

A avaliação de Dino, que deve disputar o Senado no próximo ano, é de que o momento é de aumentar a exposição e consolidar a presença de Brandão em cidades do interior maranhense.

A escolha antecipada do governador pelo nome do vice para sua sucessão tem levado aliados que postulam a vaga, embora permanecendo encastelados no Palácio dos Leões, a estudar um rompimento.

Sem citar diretamente Weverton Rocha (PDT) e Josimar Maranhãozinho (PL), Dino tem dito ao núcleo mais próximo do governo que, além da extrema confiança e maior qualificação para gestão, pesa a favor da escolha por Brandão o fato de que o vice-governador não é investigado nem citado em casos relacionados à corrupção e desvio de dinheiro público. (Blog Atual7)

Vitória do Mearim: Almir Coêlho lamenta falecimento do ex-prefeito Reginaldo Rios

O promotor de Justiça aposentado, Almir Coêlho Sobrinho, esposo da ex-prefeita do município de Vitória do Mearim, Dídima Coêlho (MDB), lamentou, pelas redes sociais, o falecimento do pai do deputado estadual Ricardo Rios, Reginaldo Rios, ex-prefeito de Vitória do Mearim.

Ex-prefeito Reginaldo Rios ao lado do filho, Ricardo Rios.

“Manifesto sentimento profundo de pesar pelo falecimento do ex-prefeito de Vitória do Mearim, Reginaldo Rios. Que Deus o tenha ao seu lado e conforte a familia”, Dr. Almir Coêlho.