Monthly Archives: março, 2020

Bastidores da primeira sessão via online na história da Câmara Municipal de São Luís, dão conta de que “encurralado” por alguns vereadores, diga-se Genival Alves (PRTB) e Sá Marques (PODEMOS), o Secretário de Saúde do Município de São Luís, Lula Fylho, teria sido questionado do motivo de não utilizar pelo menos 100 milhões de reais, dos 343 de empréstimo aprovados pelos vereadores recentemente, para o saneamento básico do município, que em tese, inclui a saúde, podendo ser incluido no cambate ao coronavirus.

Lula fylho na sessão municipal on line

Ora, sendo que muito dinheiro está sendo “jogado fora” em asfaltamento “sorrizal” ou “borra”, para espanto de muitos, o secretário Lula  respondeu que a verba seria para “fim específico”, sendo advertido novamente, de que a saúde é parte do saneamento básico.

Logo, o Secretário, acredita – se avançou nas saus falas, talvez clássica, e talvez sem ter lido o significado de saneamento básico literalmente, ou talvez tenha tentado humilhar membros do legislativo municipal, demonstrando em vários momentos em cochichos com auxiliares nas laterais.

Dada a gravidade da pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19), declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no  último dia 11 de março, é importante, sim, que parte da verba seja alocada para combater o avanço assustador desse vírus sobre a população, como montagem de UTIs, compra de ventiladores artificiais, e outros equipamentos.

Ainda no final da sessão, muitos ficaram assustados com um certo stress do vice-presidente Astro de Ogum (PC do B), mandou nas palavras finais, que em algum momento difícil que teria passado recentemente, teria sido comemorado por Lula…

Será, Secretário ?

Ficar em casa ou não, eis a questão…

Hipócritas?

Deixo para reflexão um vídeo que poderá servir para jogar luz neste momento sobre a questão do covid-19, chamada pelo médico-jornalista da Globo, Drauzio Varella, de “gripizinha”.

Aí devemos escolher entre ficarmos trancafiados com medo de morrer de uma “gripezinha” ou sair de casa para não morrer de uma “fomizinha”.

Um boa questão levantada pelo apresentador Siqueira Júnior,  apresentador da Rede TV. Tire sua conclusão.

 

 

Contra as fakenews nas disputas políticas de São José de Ribamar chegam ao nível da irresponsabilidade. Confira na opinião do blog do Marcelo Diaz:

A desonestidade intelectual e irresponsabilidade do vereador Nonato Lima ao comentar em grupo de WhatsApp sobre o combate ao Coronavirus.

Um áudio de autoria do vereador Nonato Lima, veiculado nesta terça-feira em grupos de WhatsApp de São José de Ribamar, dominou os comentários dos seus membros, todos revoltados com a postura do parlamentar, claramente desinformado sobre as medidas enérgicas que vem sendo tomadas pela prefeitura ribamarense no combate à pandemia do Coronavírus, doença que vem matando dezenas de pessoas no país e centenas de milhares em diversos países do mundo.

Além de demonstrar cinismo e oportunismo em sua abordagem, o parlamentar demonstrou total desconhecimento com relação à grande demanda pela vacina contra a H1N1, cuja primeira etapa da campanha ocorreu na última segunda-feira (23) e encerrou no mesmo dia, em decorrência da grande apreensão que a nossa população vive em relação à pandemia.

O blog buscou informações junto à Prefeitura e o conteúdo é suficiente para concordarmos com o pensamento da grande maioria dos comentaristas, que detonaram o parlamentar de uma forma tão forte que, provavelmente envergonhado, saiu de vários grupos os quais havia espalhado o desastroso e intelectualmente desonesto áudio.

Vamos aos fatos:

O município de São José de Ribamar recebeu 8.980 doses de vacinas do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, e foram distribuídas em 47 postos de vacinação, com o intuito de descentralizar o atendimento, bem como, evitar aglomerações dos grupos prioritários.

A equipe da Secretaria Municipal de Saúde iniciou a vacinação nos postos, organizando as filas e orientando todos os usuários para respeitarem o atendimento aos grupos prioritários, definidos para o dia 23/03. Os outros públicos serão atendidos nas próximas fases da campanha que vai até o final do mês de maio.

Vale ressaltar que muitos idosos e crianças foram atendidos nessa primeira fase com logísticas que evitaram aglomerações durante a vacina, mas o esgotamento da dose fez com que muitas pessoas continuassem nas filas em algumas unidades após o período do almoço, tendo em vista a aflição que acomete parte da nossa sociedade.

A Prefeitura de São José de Ribamar está aguardando as novas doses de vacina que ainda estão em deslocamento para nosso Estado, visto que muitos voôs estão sendo cancelados pelas companhias aéreas, mas a equipe da saúde está de prontidão para assim que a rede de frios for reabastecida, os postos voltem a vacinar o público remanescente, bem como, os novos públicos definidos pelo Ministério da Saúde.

Já no dia 16 de Março foram decretadas a suspensão das aulas e tomadas outras medidas de enfrentamento da pandemia.

Vale destacar ainda que durante o último fim de semana, recepcionando o decreto do Governador e em contato direto com o Ministério Público, foi publicado o Decreto Municipal 1664, ainda no domingo, no sentido de dar velocidade às ações.

O vereador, ao atacar as normas do Poder Executivo, atirou também na recomendação Ministerial, o que demonstra a sua irresponsabilidade perante a sociedade. Desde a manhã da segunda-feira, nas ruas da cidade, já circulava carro de som conscientizando a população sobre a importâncias da medidas preventivas.

Ontem, por determinação do prefeito Eudes Sampaio, as equipes de fiscalização da prefeitura foram unificadas para fazer o trabalho de conscientização e educação para o cumprimento dos decretos estadual e municipal, quanto ao funcionamento de estabelecimentos comerciais.

Após reunião com o Ministério Público e o Comando da Polícia Militar, ocorrida na manhã de segunda, foram deflagradas operações em todo o município e assim continuarão durante todo esse período com orientações, diálogos e informações de qualidade.

Nesse momento especial e de missão humanitária, sem cores partidárias, as autoridades constituídas, pessoas esclarecidas e com papel institucional na sociedade, deveriam prestar informações de qualidade para população e não se aproveitar de situações excepcionais que o mundo e a saúde passam, para ganhar proveitos políticos sórdidos.

Por isso, esse blog faz coro às medidas tomadas pela prefeitura e vai seguir pedindo à população fique em casa no isolamento social, que providencie a higienização das mãos e saia somente em caso de extrema necessidade. O momento é delicado, mas com calma e serenidade vamos superar.

Não às fake news e aos comentários irresponsáveis e oportunistas.

Por meio de suas redes sociais, o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) destacou medida do Governo Federal que desde esta terça-feira, 24, proibiu o corte de energia elétrica para todos os consumidores residenciais inadimplentes nos próximos 90 dias.

No Brasil, os estados mais beneficiados com a medida foram o Maranhão e o Piauí, o que, segundo o senador, não é razão para comemorar. “O Maranhão e o Piauí são os maiores beneficiados com essa medida por causa do altíssimo grau de pobreza da população”, explicou Roberto Rocha.

O senador maranhense também anunciou que está requerendo, junto ao Governo Federal, que a isenção da taxa de energia deixe de ser somente para inadimplentes e passe a ser completa para essas famílias nesses três meses.

“Conseguimos que a medida vá além do consumidor baixa renda, que é abrangido pela tarifa social, e alcance também todos os consumidores residenciais. Isso é em relação ao corte dos inadimplentes. Estamos trabalhando também pela Isenção completa da conta de energia dessas famílias nos próximos 03 meses”, anunciou.

O Maranhão foi o estado com maior percentual de pessoas com rendimento abaixo da linha de pobreza, (53,0%), seguido de perto pelo Piauí, segundo dados do IBGE divulgados pela Revista Veja no final do ano passado (https://veja.abril.com.br/economia/brasil-alcanca-recorde-de-135-milhoes-de-miseraveis-aponta-ibge/). Motivado pelos tristes índices que atingem seu estado, Roberto Rocha chegou a sugerir ao governador do Maranhão, Flavio Dino, examinar a possibilidade de conceder aos consumidores maranhenses um incentivo nas contas de água e luz.

Segundo o senador, seria uma medida temporária de contenção do ICMS, o que já ajudaria muito os maranhenses. “Neste momento somos um só. Estamos presos em nossas casas. Claro, gastando mais, sem trabalhar. Estendo a mão ao governador Flavio Dino e sugiro examinar um incentivo ao consumidor na conta de água e luz. Uma redução temporária na alíquota do ICMS já ajudaria muito”, declarou.

Veja no youtube, mensagem do senador Roberto Rocha sobre a medida do Governo Federal:

A Câmara Municipal de São Luís promoveu, nesta terça-feira (24), a primeira audiência pública remota da história do legislativo ludovicense com o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

O evento realizado 100% online foi necessário devido a pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19), declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no último dia 11 de março.

Coordenada pelo presidente da Casa, vereador Osmar Filho (PDT), a audiência inédita e histórica foi transmitida pelo canal da Câmara no YouTube e utilizando o Sistema de Deliberação Remota, plataforma de Internet disponibilizada pelo setor de Tecnologia da Informação da CMSL. A transmissão contou com intérpretes de Libras para permitir que pessoas com deficiência auditiva acompanhassem as discussões sobre a temática.

Os parlamentares tiveram tempo para fazer questionamentos e sugestões de ações. A tecnologia implantada pela gestão Osmar Filho continuará sendo utilizada pelos parlamentares para votação de projetos e outras matérias.

Lula Fylho falou das medidas para prevenir os efeitos e não sobrecarregar a rede de saúde municipal. Ele também destacou que os R$ 3,1 milhões da emenda parlamentar coletiva destinada pelos vereadores serão usados na compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e insumos para ações de combate à expansão do Covid-19 na cidade.

Além disso, o auxiliar do prefeito Edivaldo Júnior também atualizou os vereadores em relação às informações sobre a Gripe H1N1e explicou as ações da Prefeitura contra a doença.

“Com a confirmação do primeiro caso da doença em São Luís, reforçamos as medidas para garantir o atendimento aos pacientes e para o controle do Coronavírus. É importante que a população evite sair de casa e aglomerações. Agradeço o apoio da Câmara e gostaria de afirmar que os R$ 3,1 milhões que são frutos da emenda parlamentar coletiva dos vereadores serão usados na compra de EPIs e insumos para ações de combate à expansão do vírus “, enfatizou o secretário.

Hospital – Lula Fylho revelou que o Hospital da Mulher – com 53 leitos, entre eles Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) – será liberado e reservado para atender exclusivamente aos pacientes que vierem a apresentar sintomas do Coronavírus. Segundo ele, a unidade receberá os pacientes que forem referenciados por outras unidades da rede municipal, mas caso o paciente apresente sintomas graves, este será submetido a testes para confirmar se trata ou não da infecção.

“Nossa referência é o Hospital da Mulher, por ser um polo ao atendimento na saúde básica e de média complexidade. O controle das nossas portas de entrada também é fundamental, por isso, também estamos fazendo o monitoramento com técnicos da Vigilância Sanitária e Epidemiológica para verificar se todas as medidas de higienização preventivas estão sendo tomadas nos estabelecimentos comerciais. Esse trabalho será continuo e ininterrupto”, completou Fylho, destacando que a rede municipal está preparada para atender até 3 mil e 400 casos, conforme estabelecido no plano de contingência já encaminhado aos órgãos responsáveis.

Sucesso – A audiência foi considerada um sucesso pelos vereadores, tais como Barbara Soeiro (PSC), Chico Carvalho (PSL), Dr. Gutemberg Araújo (PSC), Astro de Ogum (PL), Ivaldo Rodrigues (PDT), Fátima Araújo (PCdoB), Raimundo Penha (PDT), Marcelo Poeta (PCdoB), Cezar Bombeiro (PSD), Paulo Victor (PCdoB), Genival Alves (Sem partido), Umbelino Júnior (Cidadania), Ricardo Diniz (Sem partido), Sá Marques (Podemos), Honorato Fernandes (PT), Nato Júnior (PDT), Edson Gaguinho (Sem partido), Pavão Filho (PDT) e Marcial Lima (Podemos).

Osmar Filho coordenou a primeira audiência remota da história da CMSL.

Osmar Filho destacou que a Câmara vem fazendo sua parte, tanto no que diz respeito a evitar aglomeração de pessoas na sede do legislativo, como em campanhas educativas nas redes sociais da Casa, e agora realizando sessões remotas para aprovar ou discutir assuntos de interesse da cidade. “Gostaria de parabenizar todos os servidores envolvidos nesse processo inédito, que vai garantir que a Câmara continue fazendo história”, disse.

“O Parlamento de São Luís sai na frente e dá exemplo no que se refere a utilização de novas tecnologias em benefício do povo da capital”, comentou Honorato Fernandes.

“Foi uma audiência virtual extremamente proveitosa, na qual pudemos conhecer, com detalhes, as frentes de trabalho do Município e sugerir novas ações a serem executadas. Também parabenizo o presidente Osmar por ter implantado esta ferramenta que permite que possamos nos reunir e deliberar acerca de assuntos de interesse do povo de São Luís”, afirmou Paulo Victor.

O advogado Edmar Neto, esteve nesta manhã,24,em São Luís, dando entrevistas e falando sobre o processo eleitoral daquela cidade.

De volta, Luiza Rocha deverá disputar em vencer em SJ Sóter!

Segundo Dr Edmar, “a pré-candidata Luíza Rocha,  que já foi prefeita no período de 2009 a 2016, tem tudo para vencer as eleições em São João do Sóter, e que para isso está confirmada a sua candidatura por um grande partido do Brasil, que será anunciada a sua filiação partidária, até o  dia 04 de abril. A sua habilitação para concorrer essas eleições  municipais, deste ano, será apresentado junto à Justiça Eleitoral, no momento oportuno e adequado.” Disse.

O advogado, por fim, declarou: ” O Judiciário está atento a quaisquer manobras, em ano eleitoral, para prejudicar candidaturas opositoras às atuais administrações municipais. Casos estes que podem redundar toda sorte de plena anulação.”

Em contato com a pré-candidata, que confirmou através do aplicativo de whstsapp, que estará no páreo. Luiza está esperando apenas a sinalização da nova legenda para marcar o lançamento de sua pré-campanha, e limitou-se a declarar que tem fé, finalizando com essas palavras:

“Serei  prefeita com a permissão de Deus e apoio do povo”.

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), convocou os parlamentares para a primeira Sessão Extraordinária, que será realizada pelo Sistema Remoto de Videoconferência, nesta terça-feira (24), às 16h.

A sessão remota via internet, inédita na história do Parlamento maranhense, é em virtude das medidas preventivas adotadas pelo Estado e União face à pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

A sessão remota será transmitida ao vivo pela TV Assembleia, no canal aberto digital 51.2, e pela TVN, canal 17, assim como pelo site www.al.ma.leg.br/tv e pela rádio web, www.radioalema.com.

Segundo Othelino Neto, que conduzirá a primeira reunião deliberativa via internet do Parlamento Estadual, a ação tem como objetivo dar continuidade ao trabalho da Assembleia, evitando o encontro presencial dos deputados e visando à garantia da segurança deles e dos demais servidores e colaboradores do Poder Legislativo, conforme as medidas de prevenção deliberadas pelas Resoluções Administrativas 157 e 159/20, publicadas pela Alema, na semana passada.

“A ferramenta é uma forma de continuarmos desempenhando as nossas funções no Parlamento e, ao mesmo tempo, assegurarmos o isolamento social necessário para evitar a propagação da pandemia, que tem se alastrado por todo o mundo e que já chegou ao Maranhão”, pontuou Othelino.

Vale ressaltar que a sessões remotas só acontecerão sob convocação do presidente do Parlamento estadual em caráter extraordinário.

A Assembleia Legislativa do Maranhão segue o exemplo do que foi feito no Senado Federal, que, em uma sessão histórica, realizada pela primeira vez de maneira também remota, aprovou o Projeto de Decreto Legislativo que reconhece o estado de calamidade pública no Brasil.

Interação

Os parlamentares acompanharão a sessão de forma remota e interagirão antes da votação, podendo se pronunciar em defesa do tema por um tempo máximo de dois minutos. Após discussão, o presidente abrirá a votação, sendo facultado aos líderes orientarem suas bancadas pelo prazo de três minutos.

“A solução tecnológica viabilizará a discussão e a votação de matérias por vídeo e áudio entre os parlamentares, de forma online”, explicou o diretor da Mesa Diretora da Assembleia, Bráulio Martins.

De acordo com o diretor de Tecnologia e Informação da Assembleia, Paulo Marcelus, a comunicação por áudio e vídeo entre os participantes da sessão será feita por meio da plataforma de videoconferência Zoom, a mesma utilizada em outras Casas Legislativas e no Senado Federal.

“É um aplicativo de videoconferência que oferece a melhor qualidade de imagem e áudio e o compartilhamento de tela, disponível no mercado. Além disso, é um meio muito seguro por onde os deputados poderão votar e discutir matérias”, explicou Marcelus.

O prefeito Eudes Sampaio editou na noite deste domingo (22) novo decreto que dispõe sobre medidas para o enfrentamento da situação de alerta decorrente do novo vírus no Estado.

Reunião sobre o covid-19 em Ribamar

Termos do decreto foram discutidos em reunião que contou com a presença do prefeito, do promotor de justiça em São José de Ribamar, Márcio Bezerra Cruz, do secretário de saúde, Tiago Fernandes, e de representantes das assessorias Especial, Jurídica e de Comunicação.

A reunião, que aconteceu no Salão de Turismo, sem o uso do ar-condicionado, com portas e janelas abertas e com assentos com distância seguras, teve como objetivo alinhar as ações a serem adotadas pelo executivo municipal, com a anuência do Ministério público do Estado, para o cumprimento das determinações decretadas. Estratégias de conscientização da população quanto aos riscos da transmissão da doença também foram debatidas.

Desde o dia 17, decreto anterior do prefeito já determinava algumas medidas enérgicas, entre elas, a suspensão das aulas da rede municipal de ensino e das atividades do Caminhão da Juventude e da Escola de Música; ponto facultativo na última sexta-feira (20), entre outras, todas com o objetivo de evitar aglomerações, principal motivo da proliferação da temida doença.

Na reunião da manhã desta segunda-feira, o prefeito Eudes Sampaio destacou que a gestão municipal utilizará todas as ferramentas disponíveis em prol da saúde de todos os ribamarenses. “Nós sabemos que a maior prevenção é o isolamento social e as pessoas precisam ser conscientizadas disso. Pedimos ao povo de São José de Ribamar que se mantenha em casa para que este vírus não ganhe força”, conclamou Eudes Sampaio.

Para o promotor de justiça, Marcio Cruz, o momento é de atenção e observância da população quanto aos procedimentos de salvaguarda pessoal, divulgados constantemente nos meios midiáticos. “A melhor forma de proteção é o isolamento social, é ficar em casa. Esse é o momento da gente cuidar dos nossos, cada um ficar em casa, com a sua família”, afirmou Márcio Cruz.

Novo Decreto

O decreto de Nº 1664, que começou a vigorar já no domingo, determina a suspensão por 15 dias do expediente dos órgãos da administração direta e indireta do Poder Executivo Municipal. Deste modo, os servidores cumprirão sua jornada em regime de tele-trabalho, conforme determinação de seus respectivos dirigentes, podendo em situações inadiáveis, serem convocados para comparecimento à repartição.

Os servidores com idade acima de sessenta anos ou que se encontrem no grupo de risco desempenharão suas funções exclusivamente em regime de recolhimento.

Ficam determinadas ainda a adoção de medidas para impedir a aglomeração de pessoas nas dependências das unidades administrativas, assim como o reforço da higienização e limpeza destes locais, inclusive com disponibilização de álcool gel nas áreas de circulação.

Os cidadãos ribamarenses serão orientados a manter o isolamento social, sendo realizadas abordagens educativas nos locais de grande circulação de pessoas. Já os campeonatos esportivos, torneios, jogos, competições de qualquer natureza estão suspensos por 15 dias em todo o município.

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), instituiu as chamadas sessões ordinárias deliberativas remotas nas quais os parlamentares, conectados a plataforma de Internet disponibilizada pelo setor de Tecnologia da Informação da Casa, poderão interagir e deliberar sobre assuntos constantes na chamada ordem do dia.

Sistema de deliberação remota foi criado pela gestão Osmar Filho.

A medida inédita da Mesa Diretora do Parlamento Ludovicense, que completou, em 2019, 400 anos de atividades, visa preservar a saúde dos vereadores, funcionários da CMSL e do próprio público diante da proliferação do Novo Coronavírus (COVID-19).

A primeira sessão virtual será realizada nesta terça-feira (24), a partir das 10h30. Na oportunidade, o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, participará e tratará acerca da aplicação de R$ 3,1 milhões oriundos de emenda coletiva de autoria dos 31 vereadores. Ele também fará um relato das ações desenvolvidas pelo Município para combater o vírus.

As sessões serão realizadas sempre que houver convocação da Mesa Diretora. Elas serão transmitidas ao vivo pelo canal da Câmara no YouTube.

Cada vereador está recebendo dos servidores da TI informações sobre como utilizar a plataforma digital .

Eles, através de um link, entrarão em uma sala virtual, onde poderão tratar das matérias coocadas, igualmente como ocorreu no Senado Federal recentemente.

Suspensão – A Mesa Diretora da Câmara adotou novas medidas de prevenção ao COVID-19.

O atendimento presencial nos setores administrativos, que já estavam funcionando em regime de plantão, estão suspensos por um período de 15 dias a partir desta terça-feira (24).

“São novas medidas que objetivam zelar pela saúde de todos, parlamentares, vereadores e do cidadão. As sessões virtuais irão propiciar que os vereadores, de forma remota, possam interagir e deliberar sobre os temas e propostas que estão na ordem do dia. Continuaremos atentos e trabalhando para dar a nossa contribuição para que São Luís avance, cada vez mais, nesta luta de combate a este vírus”, afirmou o presidente.

Na semana passada, os vereadores uniram-se e destinaram, cada um, R$ 100 mil em emendas individuais para combater o Coronavírus e a H1N1 na capital. O aporte financeiro de R$ 3,1 milhões será aplicado pela Prefeitura em novas ações de saúde.

Osmar Filho também assinou resolução administrativa instituindo 13 medidas de prevenção ao COVID – 19 no âmbito do Palácio Pedro Neiva de Santana.

Com prazo de vigência de 30 dias, tais medidas vão desde a diminuição do número de sessões ordinárias; até a restrição do acesso do público à galeria do Plenário; não realização de visitas institucionais e de eventos relacionados, ou não, com a atividade parlamentar; além da liberação de servidores e colaboradores com idade acima de 60 anos, por exemplo.

O presidente também determinou a antecipação dos salários, referente a este mês de março.

A medida valoriza o funcionalismo e contribui com milhares de famílias neste momento delicado pelo qual toda a sociedade está passando diante da pandemia do Coronavírus.

Dino segue em seu palanque querendo brigar até na hora da morte? 

Em constantes palanques, o governador comunista segue contrariando e alfinetando o presidente Bolsonaro em meio à pandemia que se instalou no Brasil.

Apelidado de “rei dos impostos”, Flávio Dino não alivia os pobres nem em momento de pandemia…

Ex-juiz demostra que ainda não processou a gravidade dos problemas e monta palanque para falar mal de Bolsonaro, leia a peça comunista (montada para divulgação) e entenda aqui:

O Maranhão, que está em calamidade pública há quase seis anos, desde que o regime comunista se instalou nesta pobre terra, segue no mesmo modelo antigo: de politicos irresponsáveis que só pensavam em politicagens.

O Maranhão segue cobrando altos impostos do seu povo explorado. O estado está mais pobre, sem água e esgotos tratados, população subnutrida, mas Dino acha que tá tudo bom.

Abaixo, vídeo mostrando a forma de Flávio Dino conduzir o governo do Maranhão, como fazia o Sarney: de cima de um palanque eleitoral. Lamentável.

1 2 3 4 9