Monthly Archives: janeiro, 2020

Sextou! Em plena noite da última sexta-feira (24), o prefeito Eudes Sampaio reuniu, em seu Gabinete, com os representantes do Movimento Reggae de São José de Ribamar. Essa foi a primeira vez em que um prefeito recebeu o movimento para tratar das demandas dos regueiros da cidade.

Eudes reúne com o movimento reggae

O encontro, que contou com a participação do vereador Professor Cristiano e do secretário municipal de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, (Semtur), Edson Calixto, foi marcado por diversos anúncios em relação ao fomento à cultura do Reggae e a participação dos regueiros nas atividades culturais do município.

O prefeito Eudes anunciou que “será a primeira vez na história que a comunidade regueira participará do Carnaval e Lava Pratos de São José de Ribamar. Vamos incluí-los nas nossas principais programações culturais.”

“Estou muito feliz com o resultado desse encontro. Senti a alegria dos representantes do Movimento Reggae ao encontrarem na prefeitura um ponto de apoio para o fomento dessa importante manifestação cultural. A gente investe na cultura para vê-la crescer. E vamos investir no reggae para vê-lo crescer mais ainda”, ressaltou o gestor.

Cleiton Carlos, do Roots Bar, se disse surpreso e feliz com o encontro. “Na verdade, eu nunca imaginei que isso fosse acontecer, que um prefeito nos receberia. Estou muito feliz com a atitude do prefeito Eudes, que, além de nos atender muito bem, mostrou-se disposto a incentivar a cultura do reggae da cidade. Agora, nós, os regueiros de São José de Ribamar, temos com quem contar”, comemorou.

Além de Cleiton, marcaram presença na reunião representantes do Filhos de Jah, Personalidades do Reggae, Megazion, Roots Bar, Sabor do Nordeste, Maxxy Black, E.D Roots Balneário, Tropical System, Tô Vinil e demais movimentos.

Dia Municipal do Reggae

Os amantes do reggae de São José de Ribamar contam com um dia dedicado a eles e à exaltação da cultura do reggae. O prefeito Eudes sancionou a Lei n° 1.246, de autoria do vereador Professor Cristiano, que institui o Dia Municipal do Reggae. O Dia Municipal do Reggae passa a ser celebrado anualmente no dia 17 de novembro e foi incluído no calendário oficial de datas e eventos do município.

Caiu a ficha da traição, povo do Maranhão?

Em busca de outra eleição, Flávio Dino viaja esquecendo o povo na Extrema Pobreza…

Flávio Dino continua mostrando sua traição ao estado que lhe deu dois mandatos para trabalhar pelo pobre. O poder confiado serviu-lhe para deixar claro que: não é, nunca foi comunista de verdade. Não tem, nunca teve projeto de Estado, mas sim o desejo de tomar poder.

Com seu ego infinito inflado, após ser eleito e reeleito enganando o povo empobrecido e sofrido do Maranhão, o governador que se diz “comunista” irá viajar pelo Brasil em pré-campanha duma eleição que só vai acontecer lá em 2022, mas a conta, imaginem, já chegou nas casas de paus a piques, de taipas, sem esgotos, sem comidas, para os pobres pagar.

Surto camaleônico?

Dino tentará arrebanhar eleitores das igrejas, eleitores conservadores com os enganos de sempre: que luta pela democracia, inclusive usando as cores que sempre fez questão de esconder, o verde e amarelo usados em 2018 por Bolsonaro. Só não dá para entender com tanta “democracia” que diz ter, Dino não foi capaz de tirar o Maranhão do atraso e pobreza.

Vale lembrar que, nas eleições de 2018, Bolsonaro venceu a máquina pesada dos governos Lulo-comunistas, derramadas sem dó e piedade, nos estados pobres do Nordeste.

Está ficando claro quem de fato é o ex-juiz que ascendeu na política através de engôdos: Dino não é, nunca foi comunista de verdade. Não tem, nunca teve projeto de Estado, mas sim de tomar poder.

O detalhe disso tudo é que o “comunista” Flávio Dino, que aumentou a carga de impostos, deverá mandar para o povo pobre as contas de seu projeto. Tá bom pra você eleitor enganado?

Abaixo, trecho do blog local (Gilberto Leda) com noticia do site brasiliense Metrópoles.

Fiquem abaixo com o artigo que destaca a volta de um importante projeto da cidade, que foi esquecido por 4 anos, e deverá abrir suas portas ainda nesta semana. Texto escrito por Léo Costa, sociólogo e ex-prefeito de Barreirinhas.

Duas iniciativas, duas histórias, e a mesma substância. O Velho Galpão, ali ao lado do comércio do Zé Mário, no local onde hoje funciona o Farol da Educação, foi abrigo de trabalhadores rurais e canoeiros que chegavam em barcaças chamadas BOTES, cheias de produtos agrícolas das zonas rurais de Barreirinhas.

Foi construído na década de 50, pelo Prefeito José Reis, no tempo em que não havia transporte motorizado. Minha casa e o comércio de meus pais ficavam bem ao lado. Tive a sorte de viver aquele burburinho comercial e popular, passo a passo daquele saudoso tempo .Era humano, educativo e profundamente social que houvesse aquele espaço e aquele reconhecimento.

Nos dias atuais, as razões e os motivos que levaram à criação do Velho Galpão renascem, como história, na Abertura da Casa de Apoio ao Homem do Campo, bela iniciativa da Rádio Lençóis de Barreirinhas.

São muitas dezenas de camionetes que diariamente transportam famílias inteiras de agricultores e pescadores, de todas as regiões do interior do município, para receber a bolsa, o aposento, vender e comprar bens e mercadorias, consultar o médico…

Esses agricultores e pescadores têm necessidade e direito de ter um espaço que os acolha dignamente, perto dos bancos, do comércio e da feira.

Parabéns à Rádio Lençóis, e principalmente ao povo camponês que tanto valoriza e enriquece a linda cidade de Barreirinhas.

Enquete do site de notícias da cidade mostra que a prefeita Dídima Coelho caiu na graça dos internautas. A liderança foi demostrada facilmente desde as primeiras horas que iniciou a enquete.

Com sua aprovação popular garantida, não há como negar que a prefeita Dídima Coelho do MDB teve sua primeira gestão marcada pela execução de projetos importantes para a cidade, que lhe renderam o reconhecimento popular, que deverá reconduzi-la com facilidade ao cargo de gestora da cidade nas eleições que se aproximam.

Confira abaixo o resultado da enquete do site Mearim Notícias:

 

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís, presidida pelo vereador Osmar Filho (PDT), divulgou edital autorizando a realização da segunda etapa de convocação dos aprovados e classificados no primeiro concurso público para provimentos de cargos na estrutura administrativa da Casa de Leis.

Presidente Osmar Filho empossou os primeiros aprovados durante solenidade realizada mês passado.

Estão sendo convocados 43 candidatos aprovados para os cargos de Assistente Administrativo, Técnico em Comunicação Social (Divulgação Institucional), Técnico em Comunicação Social (Rádio), Técnico em Comunicação Social (Relações Públicas), Técnico em Comunicação Social (Repórter Fotográfico), Técnico em Comunicação Social (TV), Técnico em Assessoramento Legislativo, Técnico em Informática, Analista Legislativo, Bibliotecário e Historiador.

A lista contendo os nomes está disponível no site da CMSL (www.camara.slz.br), no campo Concurso – Segunda Convocação dos Candidatos Aprovados.

Os candidatos deverão apresentar os exames médicos exigidos no edital do certame no setor de Perícia do Instituto de Previdência e Assistência do Município (IPAM) a partir do dia 03 de fevereiro.

Em seguida, deverão comparecer ao setor de Recursos Humanos da Câmara para entregar documentação exigida no referido edital. As datas para entrega estão contidas no edital da segunda etapa de convocação.

Qualquer outra informação acerca do processo pode ser obtida junto à Presidência da Comissão do Concurso, através do telefone (98) 98126 8276, no horário das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.

A primeira convocação dos aprovados aconteceu em novembro do ano passado. Menos de um mês após este processo, os candidatos chamados e que apresentaram a documentação necessária foram nomeados por Osmar Filho.

“A exemplo do que já está acontecendo, com os primeiros empossados, estes novos servidores irão contribuir, sobremaneira, com as ações administrativas executado pela Câmara, fazendo com que a Casa preste, cada vez mais, um atendimento mais ágil e eficiente à população e ao que se refere ao trabalho parlamentar”, afirmou o presidente.

Novas convocações serão realizadas pela Mesa Diretora nos próximos meses.

O concurso público, vale destacar, tem validade de dois anos, segundo o edital, podendo ser prorrogado por igual período.

Fascismo é deixar crianças passar fome, Flávio Dino. 

O Maranhão tem 217 cidades onde as crianças estão passando fome, morado em condições sub-humanas, doentes, os esgotos são lançados nos rios e praias. Mas o governador, que deveria tirar a população da extrema pobreza, que faz campanha para o PT, investindo em politicagens, vive falando em “democracia”.

Qual democracia?

Para ser eleito governador do Maranhão no ano de 2014, o comunista prometeu “mudar” o Maranhão e tirar a população da pobreza, mas está há 6 anos no poder total do Estado e a única coisa que faz é gastar dinheiro dos pobres em comunicação. 

Abaixo, trecho do Reporter Record, exibido em 13 de março de 2017 (ano que entrou na Extrema Pobreza) mostrando aquilo que a imprensa marrom (chapa branca, ou vermelha) tenta esconder do Brasil, o verdadeiro Maranhão. Tente não chorar!

Repórter Record exibe reportagem de famílias que vivem em extrema pobreza em cidades do Maranhão

O programa percorre a “Estrada da Fome” para mostrar quem são as pessoas que sobrevivem em condições desumanas à base de farinha e água suja em 4 cidades do Maranhão. Eles ainda são “invisíveis”, têm nome e sobrenome, mas não possuem absolutamente nada para comer.

Crianças que passam fome em cidades do Maranhão

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de sete milhões de brasileiros ainda passam fome no País. São adultos e crianças em condições de extrema pobreza, sendo a situação mais crítica localizada no interior do Maranhão no qual vivem a baixo da linha da pobreza .

Família maranhense que vive a baixo da linha da pobreza

Após três meses de investigação, os repórteres Daniel Motta e Heleine Heringer enfrentaram quase cinco mil quilômetros de estradas esburacadas e de terra para chegar às cidades mais isoladas e pobres do Brasil.

O programa exibe depoimentos sobre a luta permanente e desesperada dessas famílias para conseguir se alimentar e ter o direito de viver, a reportagem ainda revela a face mais cruel da fome: a exploração sexual de meninas em troca de comida. O jornalístico exibiu ainda entrevista com um homem que cometeu essa brutalidade com uma criança de uma das cidades maranhenses mais pobre do país .

 Ao lado de Huck, Flávio Dino pretende aparecer até ser conhecido.

Segundo interlocutor palaciano, daqui pra frente,cada vez mais, Flávio Dino pretendende ser mostrado na presença do apresentador global.

A ideia seria pontuar nas pesquisas?

Diante desse questionamento feito pelos próprios progressistas, o chefão dos comunistas, Flávio Dino (PCdoB), que iniciou o ano de 2020 aparecendo em reportagens “plantadas” na mídia sulista, parece estar disposto e esquecer o “Lula Livre”.

No Kremlin da Pedro II, reduto da elite política de São Luís, as constantes aparições de Dino servirão como forma de pressionar o partido de Lula para escolha do nome de Dino, numa chapa petista, duma eleiçao  que só vai acontecer lá no ano de 2022.

Como se observa, tudo coisa de verdadeiros artistas. Vai que cola?

Faz muita diferença demostrar que tem coragem de mostrar quem de fato é, aquilo que quer. 

Confesso que adorava ouvir o contador de histórias, o ativista político do PT, Márcio Jardim, falando de cima de um banquinho na rua Grande.

Vai encarar, jardim?

O historiador Márcio Jardim, que tinha torcida e fã clube, há exatos dez anos atrás, parece que encolheu ao nível mínimo, regrediu ao posto de tiete de Lula, Dirceu, até do ex-cara pintada, ex-senador, ex-prefeito,  Lindbergh farias.

Lindberg, que já foi quase tudo pelo PT parece que vai sair candidato a vereador. A atitude de sair do zero trouxe o petista que estava apagado de volta aos noticiários.

A diferença entre os dois é que, enquanto jardim só faz pose e tira selfie, o lindinho, ex-cara pintada vai atrás de votos.

Como diria o petista Bob Lobato, que foi quem primeiro usou a expressão “cambada de caranguejos”, pois criticava seu partido de forma espontânea, justamente por acreditar na força de seus aliados: “chega de falar, tomem atitude”!

Flávio Dino, embora míope na sua visão política de querer despejar a máquina pública em politicagens, apontou a saída para seu campo político. Agora só falta pontuar nas pesquisas. 

Duas coisas precisam ser vistas pelos progressistas neste momento:

A primeira coisa é que se faz necessário uma coalizão de forças (neste quesito o governador Flávio Dino está correto) em torno de um objetivo suprapartidário.

A segunda seria, uma agenda propositiva, já que (apenas) acusações (muitas delas infundadas) contra o presidente Bolsonaro não surtiu o efeito desejado, já foram tantas acusações, nazista, assassino de Marielle, incendiário da floresta Amazônica, acabar com o Bolsa Família, matar gays, destruir a economia, etc…

A esquerda corrupta, míope, parece que começou a enxergar a dura realidade sofrida nas urnas. A população está de olhos abertos e enxerga além de vans acusações infundadas.

Em um ano (2019) tudo que falaram contra o presidente Bolsonaro ele conseguiu demostrar o contrário, saiu-se fortalecido.

Abaixo, uma importante autocritica feita por um político sensato do campo progressista. Ufa!

 

 

Legislativo Municipal sabia que falta de votação inviabilizaria distribuição de cestas básicas às famílias carentes.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, a prefeita de Vitória do Mearim, Dídima Coêlho (MDB), explicou à população sobre o comportamento da Câmara Municipal em barrar a aprovação de projetos de lei desenvolvidos pela Prefeitura.

Dídima contou que foram feitos projetos sobre a Lei de Zoneamento Urbano, Lei do Orçamento, o Plano Diretor Municipal e o Projeto de Complementação Alimentar. De todos, esse último fala diretamente à população de baixa renda, que seria beneficiada com a distribuição mensal de cestas para quase quatro mil famílias.

Como é de conhecimento de qualquer gestor público, vereadores e políticos em geral, distribuição de cestas é vetado pela Lei Eleitoral em ano de eleição se não houver lei municipal do ano anterior. Barrando a votação da PL da Complementação Alimentar ainda em 2019 os vereadores de Vitória do Mearim só prejudicam o povo necessitado.

No seu vídeo, Dídima esclarece que a PL foi enviada em novembro do ano passado, ou seja, os vereadores de Vitória tiveram tempo suficiente para apreciar o projeto antes do recesso de final de ano. A prefeita diz considerar o ato uma “maldade dos vereadores contra o povo de Vitória”, no que não poderia estar mais correta.

O presidente da Câmara, George Maciel, afirmou que uma sessão extraordinária será realizada na próxima sexta-feira (24), e o Projeto de Complementação Alimentar deve ser aprovado. Apesar disso, a Prefeitura não poderá executar as entregas por conta da Lei Eleitoral. Claramente esse foi um esquema arquitetado para que a culpa da não execução voltasse ao colo da prefeita Dídima.

1 2 3 4 6