Browsing: Ricardo Santos

Irritado, Jerry age de forma anti democr√°tica.

Onde foi parar a promessa da “Comunica√ß√£o Democr√°tica” que sugere, entre tantas coisas, que as ferramentas da internet aproximem as pessoas, facilitem a comunica√ß√£o, favorecem “DI√ĀLOGOS”, respondem questionamentos, etc?

Ap√≥s fazer pergunta sobre emissoras de Edinho Lob√£o, pagas pelo grupo dos comunistas, o “super” secret√°rio de Estado da Comunica√ß√£o e Articula√ß√£o Pol√≠tica, M√°rcio Jerry, presidente estadual do PCdoB, diferente dos outros secret√°rios, deputados, at√© mesmo do l√≠der do ¬†governo na Assembleia Legislativa, com quem sempre tenho discuss√Ķes sobre a a√ß√£o do governo, mas que nunca me bloquearam, estou impedido de fazer perguntas para M√°rcio Jerry.

O bloqueio de Jerry:

L√≥gico que est√° no seu direito de me bloquear. Como pessoa comum pode reduzir o n√ļmero de pessoas, tirar e adicionar quem quiser. Mas, n√£o podemos nos esquecer que partiu dele a promessa da “Comunica√ß√£o Democr√°tica” que sugere, entre tantas coisas, que as ferramentas da internet aproximem as pessoas, facilitem a comunica√ß√£o, favorecem “DI√ĀLOGOS”, respondem questionamentos, etc…

Sem falar que sigo Jerry há vários anos no tuiter, só agora que ele ficou bem de vida resolveu desconhecer as pessoas?

Ap√≥s v√°rios anos, s√≥ hoje, ¬†depois de termos sido amigos de tuiter, feito campanha pol√≠tica em 2014 para eleger Fl√°vio Dino, v√°rios embates contra os Sarneys no blogue do JP, de onde, por “ordens superiores” fui arrancado, achei estranho que por uma simples pergunta tenha agido de forma anti democr√°tica.

Abaixo, as imagens do tuíter bloqueado:

 

No Turu, crianças continuam arriscando suas viadas em pontes de madeira para ir para a escola.

Para ganhar as elei√ß√Ķes municipais, o governo do estado despejou obras, usou e abusou das publicidades para eleger seus candidatos a prefeitos.

Mas, passadas as elei√ß√Ķes, a verdade apareceu. Confira nas imagens:

Assista ao vídeo na postagem mais abaixo:

Ap√≥s visita realizada pelo Gabinete M√≥vel na Zona Rural de S√£o Lu√≠s, o deputado estadual Wellington do Curso (PP) protocolou, na manh√£ desta quarta-feira (11), na Assembleia Legislativa do Maranh√£o, indica√ß√Ķes solicitando a realiza√ß√£o de obras que construam uma ponte para ligar os bairros da Vila Itamar ao Recanto Verde.

A solicita√ß√£o √© resultado de den√ļncias de moradores dos bairros que disseram estar ‚Äúcansados‚ÄĚ de promessas j√° feitas pelo prefeito de S√£o Lu√≠s. Esse √© o caso da vendedora aut√īnoma Silvia Helena, de 45 anos, que mora na cabeceira da ponte e precisa arriscar sua vida passando pela ponte todos os dias. ‚ÄúJ√° estamos h√° anos aqui, arriscando nossas vidas e a de nossos filhos. Isso aqui √© passagem. Todo dia tem que ir buscar a crian√ßa na escola e esse descaso se torna um risco para todos n√≥s, s√≥ queremos uma solu√ß√£o, s√≥ queremos uma ponte de verdade‚ÄĚ, lamentou Silvia Helena.

Sobre o assunto, o deputado Wellington disse que aguardar√° uma resposta e que conta com a parceria entre Governo do estado e Prefeitura. ‚ÄúN√≥s cobramos a conclus√£o da Ponte Pai In√°cio, que liga o Parque Vit√≥ria ao Turu, e gra√ßas a Deus tivemos a obra finalizada. Deixamos aqui essa solicita√ß√£o que n√£o √© minha, mas desses moradores que sofrem com o abandono. Ponte de madeira, mato, esgoto a c√©u aberto‚Ķ a Zona Rural est√° abandonada, ningu√©m olha mais para a zona rural. Aguardamos uma reposta e esperamos que haja a parceria entre Governo do estado e Prefeitura quando o assunto for em benef√≠cio do povo. N√≥s continuamos √† disposi√ß√£o, percorrendo os bairros de S√£o Lu√≠s, ouvindo o povo e dando voz ao nosso mandato popular‚ÄĚ, afirmou Wellington.

O Gabinete M√≥vel possui uma agenda que √© previamente divulgada. Para solicitar a visita, qualquer cidad√£o pode entrar em contato com a Equipe do Deputado Wellington do Curso atrav√©s do n√ļmero (98) 99911 0011 e justificar a solicita√ß√£o (tamb√©m no WhatsApp). O Gabinete M√≥vel ainda percorrer√° toda a regi√£o metropolitana de S√£o Lu√≠s e munic√≠pios do Maranh√£o. Fonte: Maranh√£o de Verdade.

O governo de Flávio Dino é acusado de pagar belo aluguel a parentes da cunhada, que é casada com Nicolau Dino, homem forte da pgr. (fotos abr e andré dusek/ae)

O governo de Fl√°vio Dino (PCdoB) no Maranh√£o paga aluguel de R$30 mil por um im√≥vel de familiares de sua cunhada Sandra Frota Albuquerque Dino de Castro e Costa, que √© casada com Nicolao Dino, influente subprocurador-geral da Rep√ļblica e vice-procurador-geral Eleitoral. A den√ļncia foi divulgada no site Atual7, em reportagem do jornalista Yuri Almeida:

O Pal√°cio dos Le√Ķes paga R$ 30 mil por m√™s pelo aluguel de um pr√©dio √† empresa Dalplaza Administra√ß√£o e Incorpora√ß√£o Ltda – ME, que tem como dono um parente de Sandra Frota Albuquerque Dino de Castro e Costa, esposa do subprocurador-geral da Rep√ļblica e vice-procurador-geral Eleitoral, Nicolao Dino ‚ÄĒ bra√ßo direito do chefe da Procuradoria-Geral da Rep√ļblica (PGR), Rodrigo Janot, e irm√£o do governador do Maranh√£o, Fl√°vio Dino (PCdoB). O im√≥vel fica localizado na Rua do Sol, n¬ļ. 191, no Centro de S√£o Lu√≠s.

O contrato foi assinado no dia 20 de maio de 2015, por inexibilidade de licitação, pela Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep), à época comandada pelo atual secretarial estadual de Educação, Felipe Costa Camarão, para instalação da sede da Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres), à época tendo como titular o deputado federal Julião Amin (PDT).

O CONTRATO DEFINE R$360 MIL POR UM ANO.

De acordo com dados da Receita Federal consultados pelo Atual7, a Dalplaza Administra√ß√£o e Incorpora√ß√£o Ltda pertence ao quase ex-empres√°rio Roberto Reis Albuquerque ‚ÄĒ que j√° foi dono da TV Guar√°, Cau√™ e Dalcar. Ele √© primo de Sandra Albuquerque Dino. Daniel Arag√£o Albuquerque, que √© pai da mulher de Nicolao Dino, tamb√©m aparece como s√≥cio-administrador da empresa, embora j√° tenha falecido desde 2011, v√≠tima de derrame cerebral; bem como o tio dela, Fernando Arag√£o Albuquerque, falecido em 2013.

No dia 20 de maio de 2016, houve a assinatura do primeiro termo aditivo ao processo. A prorrogação da vigência foi em mais 12 meses, pelo mesmo valor de R$ 30 mil por mês. O aditivo foi assinado por Lílian Régia Gonçalves Guimarães, atual titular da Segep. Ao todo, entre 2015 e 2016, a empresa pertencente ao parente da cunhada do governador do Maranhão já embolsou 637.635,02 (seiscentos e trinta e sete mil, seiscentos e trinta e cinco reais e dois centavos) com o contrato.

Segundo moradores da região, antes de ser locado para o governo, o prédio abrigava a D. Aragão Cia Ltda, conhecida como Movelaria Imperatriz, que tem Sandra entre os seus proprietários. Há suspeitas de que o imóvel alugado pelo governo Flávio Dino pertença à própria cunhada do governador.

Outros contratos

O Atual7 apurou ainda que, além do aluguel com a Segep pelo prédio na Rua do Sol, a empresa do tio de Sandra Albuquerque Dino celebrou mais outro contrato com o governo comunista.

Em 2015, o Departamento Estadual de Transito (Detran) do Maranh√£o, √† √©poca comando pelo ex-s√≥cio de Fl√°vio Dino, o advogado Ant√īnio de Jesus Leit√£o Nunes, fechou contrato com a Dalplaza Administra√ß√£o e Incorpora√ß√£o Ltda. O documento, que teve aviso de extrato de inexibilidade de licita√ß√£o publicado no Di√°rio Oficial do Estado (DOE) tr√™s dias antes de sua assinatura, teve por objeto o aluguel de duas salas de uso comercial situadas na Avenida Jer√īnimo de Albuquerque, n¬ļ. 619, no bairro da Cohab, em S√£o Lu√≠s.

O valor global do acordo foi de R$ 158.400,00 (cento e cinquenta e oito mil, e quatrocentos reais), com vigência de 36 meses. Um outro extrato chegou a ser publicado no DOE do dia 10 de agosto daquele ano, porém, sem informação clara sobre a inexibilidade de licitação.

SANDRA FROTA ALBUQUERQUE DINO DE CASTRO E COSTA.

Quase um ano depois, no dia 8 de agosto de 2016, o contrato com empresa do parente da cunhada de Fl√°vio Dino foi rescindido unilateralmente pelo Detran do Maranh√£o, j√° sob o comando da advogada Larissa Abdalla Britto.

Apesar da rescis√£o, com este contrato, a Dalplaza ainda levou R$ 52.800,00 (cinquenta e dois mil e oitocentos reais) dos cofres p√ļblicos.

Cunhada de Nicolao Dino

N√£o √© a primeira vez que algu√©m do c√≠rculo familiar do irm√£o do governador do Maranh√£o fatura contratos com o Pal√°cio dos Le√Ķes sem a necessidade de licita√ß√£o.

Em fevereiro de 2015, a Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan) fechou congtrato emergencial com a Copiar Center Ltda para prestar serviços de impressão por três meses, para atendimento a uma demanda da Secretaria Adjunta de Tecnologia da Informação (Seati), pelo valor de R$ 110.160,00 (cento e dez mil e cento e sessenta reais).

Segundo dados da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema) consultados à época, a empresa tem como sócios Glenda Frota Albuquerque Cordeiro, com 95% do capital; e Nadson Lycio Quariguasy Pereira Veras, detentor de 5%. Glenda, coincidentemente, é irmã de Sandra Albuquerque Dino, e por isso cunhada de Nicolao, irmão de Flávio Dino.

Quem interessa “queimar” candidatura de Waldir ao senado?

De uma hora para outra o “fogo amigo” entre aliados palacianos acabou atingindo o deputado Waldir Maranh√£o.

Waldir, que seria um dos principais nomes do partido de Lula ao senado pelo Maranhão,  novamente apareceu no epicentro dos noticiários dos blogues, tudo indica que tem as digitais leoninas do deputado Weverton Rocha, o maragatuno.

Das duas vagas disponíveis para o Maranhão, nas disputas de 2018, uma já tem dono, seria do candidatíssimo ao senado pelo  PDT, Weverton Rocha.

Abaixo, um trecho da “not√≠cia” sobre o Waldir:

 

A Serval Serviços e Limpeza, empresa que foi apontada pelo jornal O Globo como tendo doado R$ 1,2 milhão para a campanha de José Melo (Pros) ao Governo do Amazonas em 2014, é a mesma que repassou R$ 1 milhão em 2012 para a campanha à Prefeitura de Manaus da atual senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB).

Os senadores do PCdoB Vanessa Grazziotin (AM) e Inácio Arruda (CE) estiveram em São Luís na campanha de Dilma em 2014, em reunião com membros do PCdoB local.

As informa√ß√Ķes est√£o no sistema de presta√ß√£o de contas de Vanessa na Justi√ßa Eleitoral, e os dep√≥sitos foram feitos de duas vezes: nos dias 9 e 14 de novembro de 2012, nos valores de R$ 610 e 390 mil, respectivamente.

A senadora Vanessa recebeu os valores em transfer√™ncias eletr√īnicas do CNPJ 07.360.290/0001-23, da Serval. A empresa seria comandada pela fam√≠lia do presidente da Federa√ß√£o do Com√©rcio do Cear√° (Fecom√©rcio-CE), Luiz Gast√£o Bittencourt.

Segundo O Globo, a Serval n√£o teria neg√≥cio com ningu√©m no Amazonas, mas Bittencourt tem liga√ß√Ķes com outras empresas, como RH Multi e a Umanizzare, estas sim contratadas para prestar servi√ßos terceirizados ao sistema prisional do estado.

Em rede social, a senadora cobra investigação sobre os contratos do governo com essas empresas. Fonte: Folha Política

Fazer obras e endividando ainda mais nossa economia, usando materiais de péssima qualidade que vão se destruir em pouco tempo. Isso a propagando do governo comunista não quer mostrar?

Meias verdades e muita enganação do governo comunista, que aliás, parece seguir o mesmíssimo modelo adotado pelo ex-presidente Lula quando governou o Brasil por 8 longos anos, tocando obras, enquanto lesava as economias de nossa pátria amada, até que o PT nos levou para o fundo do poço.

Abaixo uma pergunta aos gestores p√ļblicos, atualmente usados em larga escala pelo governo comunista para propagar “obras” que custam caro aos cofres p√ļblicos:

Comunistas erram pelo excesso ao mesmo tempo que omitem detalhes importantes. Flávio Dino segue repetindo os erros de Lula.  Quer enganar quem, governador?

Sem ao menos ter dado uma resposta convincente √† sociedade, sobre o dinheiro pago aos alugueis para membros do partido do governador, secret√°rios do governador Fl√°vio Dino v√£o para o tu√≠ter anunciar obras, “investimentos”, numa verdadeira tentativa de passar uma borracha nos epis√≥dios dos alugueis pagos aos filiados do PCdoB, que foram denunciados por blogueiros locais e acabou ganhando os notici√°rios nacionais.

Reveja a propaganda dos comunistas:

Nota do blog: 

Obras eleitoreiras?

Comenta-se nos bastidores que os garotos propagandas do comunista ser√£o todos candidatos nas elei√ß√Ķes de 2018, como se observa a motiva√ß√£o de Fl√°vio Dino n√£o √© o povo e sim ganhar as elei√ß√Ķes, vimos isso em 2016, quando houve derrame de obras, uso de programas do governo em per√≠odo eleitoral, sem falar do ¬†incha√ßo na folha do governo e do crescimento do PCdoB, partido do governador, que antes era pequenez, mas, hoje, depois que o “super” secret√°rio M√°rcio Jerry, que √©, tamb√©m, al√©m de “bi” secret√°rio, presidente estadual do PCdoB.

No comando de Jerry, o ¬†PCdoB quadruplicou seu quadro de membros, ser√° que √© compet√™ncia ou uso da maquina p√ļblica?

Márcio Jerry, Clayton Noleto, Duarte Junior, Márcio Jardim, segundo comentários de bastidores políticos são alguns secretário que deverão sair candidatos na chapa de Flávio Dino em 2018.

No bom entendimento pol√≠tico, gestores p√ļblicos devem responder aos questionamentos e n√£o se “indignar” com criticas. Este espa√ßo estar√° sempre aberto para os devidos esclarecimentos dos gestores p√ļblicos citados.

Ouvindo Maranh√£o: com este lema, na manh√£ desta terca-feira (10), o deputado Wellington do Curso (PP) reinaugurou o “Gabinete M√≥vel” com atividades desenvolvidas na Zona Rural de S√£o Lu√≠s. Embora a Assembleia Legislativa do Maranh√£o esteja de recesso parlamentar, o Gabinete do deputado Wellington est√° nas ruas, colhendo solicita√ß√Ķes, den√ļncias e reivindica√ß√Ķes da popula√ß√£o.

‚ÄúOuvir a popula√ß√£o √© o que nos motiva a cobrar e a fiscalizar. Em 2016, tivemos v√°rias solicita√ß√Ķes protocoladas que j√° foram aceitas e concretizadas, a exemplo da pavimenta√ß√£o da Avenida Tancredo Neves, que liga MA-201 ao Socorr√£o II;¬† conclus√£o das obras da Ponte Pai In√°cio, que liga os bairros Parque Vit√≥ria e Turu, bem com a pavimenta√ß√£o asf√°ltica da avenida da Vitoria no Parque Vitoria e adjac√™ncias. Quem ganha com isso √© a popula√ß√£o. O nosso mandato √© das ruas e √© nas ruas que nascem nossas proposi√ß√Ķes e den√ļncias. Esse √© o mandato popular que constru√≠mos juntos com cada maranhense”, disse Wellington do Curso.

A primeira ação do dia realizada pelo Gabinete Móvel ocorreu no bairro da Vila Itamar, a pedido de moradores, na Zona Rural de São Luís.

Avante, mentindo?

Os comunistas parecem se preocupar apenas com 2018, enquanto derretem como picol√©s. N√£o seria mais f√°cil, se quisessem dar uma solu√ß√£o definitiva, passarem com a verdade? Mas, n√£o! Preferiram dar v√°rias vers√Ķes, cada uma mais rid√≠cula que a outra. Por falar nisso, cad√™ o “super” secret√°rio que adorava esbravejar contra jornalisticas? Cad√™ o governador da “boquinha”?

Acostumados a acusar, chamarem todos de ladr√Ķes e mentirosos, ¬†os comunistas foram flagrados naquilo que acusavam. ¬†Como pra tudo sempre t√™m uma desculpa, usaram das mesmas mentiras.

E assim, no segundo ano do governo comunista, apelidado de governo da mudan√ßa as maracutaias come√ßam a pipocar, mas, diferente daquilo que imaginam os comunistas, minguem √© mais tolo para cair em “miguelagem”, o povo est√° de olhos abertos e n√£o quer saber de embroma√ß√£o.

Abaixo, um texto opinativo muito esclarecedor retirado da p√°gina do jornalista Roberto Kenard:

1 225 226 227 228 229 364