Browsing: Ricardo Santos

Mudança nada: Direitos Humanos só existem na propaganda…

Pasta conduzida pelo petista Chico Gonçalves continua sendo um mero cabide empregatício, uma especie de setor de enxugar gelo, que usa toda uma estrutura pública para fazer proselitismos políticos, em alguns casos, defesas de corruptos (entenda aqui):

Não dá para entender uma estrutura que sai cara aos cofres e vive gastando dinheiro público em palestras, mas que na verdade, apenas demostra que Direitos Humanos não existem na prática, apenas na teoria.Enquanto o governador comunista tira dinheiro da Educação para gastar em propagandas enganosas a dura realidade continua.

As mesmíssimas estruturas de antes, de governos passados, ainda hoje, continuam só para gastar, nada mudou ou mudará. Confira abaixo:

O Maranhão está horrorizado com a barbárie que vitimou as duas crianças, Roberto da Luz dos Santos, de 11 anos, e Erisvan da Silva Costa, de 12, moradores da Vila Samara na região da Estiva em São Luís.

O extermínio de crianças e adolescentes no Maranhão é uma realidade cruel que precisa se reconhecida, discutida e enfrentada de forma coletiva e urgente. Conforme o Unicef as principais vítimas da violência contra crianças e adolescentes são os meninos negros e pobres que vivem nas periferias e em áreas metropolitanas das grandes cidades.

Família, sociedade, terceiro setor e Estado precisam reconhecer que falharam e foram omissos, que é preciso reverter a situação, unindo forças e trabalhando em um amplo plano coletivo de prevenção que impeça a repetição de tragédias e barbáries como a que vitimou os meninos da Vila Samara.

(Informações do Abimael Costa).

Qual seria o trunfo do Sarney no jogo de 2018?

De repente ela apareceu. Quem antes estava evitando mostrar a cara, enfim, resolveu aparecer, falar sobre eleição, e já demarcou espaços.

Roseana, enfim, apareceu e falou sobre eleições…

Roseana durante reunião do PMDB. Com aval de Temer, terá o “socorro” da legenda a nível nacional. Pior para Dino e demais candidatos.

A futrica dos bastidores garante que a força do PMDB nacional deverá colocar a ex-governadora Roseana Sarney em breve no cenário nacional, fala-se em ministério de peso. Mas, por hora são apenas futricas, de certo, nesta aparição, seriam os números das pesquisas que demostram ser favoráveis a Roseana.

 

O deputado estadual Wellington do Curso (PP), presidente da Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa do Maranhão, deu entrada, através de uma indicação, na quinta-feira (3), solicitando a revogação do item do edital da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) que exige a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) como requisitoeliminatório no Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES/2018) para o Curso de Formação de Oficiais (CFO) da Polícia Militar (PM) do Maranhão e Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

Ao se pronunciar, o deputado Wellington destacou a possibilidade de que a exigência da CNH seja feita após a inscrição e retire o caráter eliminatório.

“Nos anos anteriores, em 2015 e 2016, a exigência da CNH era feita no ato de inscrição, o que prejudicava muitos alunos, já que, geralmente, são estudantes de 16, 17 ou até mesmo 18 anos que não possuem o documento. Nós ingressamos, apresentamos ofícios e, nas edições anteriores, o próprio Judiciário reconheceu que a exigência não era razoável. Agora, não se exige mais no ato da inscrição, mas sim na quinta-fase, isto é, da avaliação documental. Ou seja: o aluno de 17 anos, embora seja aprovado, caso não possua a CHN, será eliminado. Isso, por si, não é razoável. Sabemos da autonomia universitária e contamos com a razoabilidade e sensibilidade da Reitoria da UEMA para que não acabe com o sonho de inúmeros jovens que estudaram, se dedicaram e aspiram ao CFO”, pontuou Wellington.

O deputado Wellington defende ainda as inscrições de quem possui até 35 anos, sem distinção, e a não exigência literal da altura mínima de 1,65m para o sexo masculino e 1,60m para o sexo feminino, aplicando-se a razoabilidade, a fim de que se garanta a igualdade de fato e de direito, evitando-se as repetitivas judicializações.

Escola digna só existe na propaganda!!!!

A prova do engodo: Enquanto deputados estaduais falam do presidente Temer, esquecem de fiscalizar o governador e seus secretários. Ainda bem que existe os blogues para fuçar e trazer à tona aquilo que a vasta rede de governista tenta esconder, camuflar.

Comunistas acabaram de investir 9 milhões em propagandas, enquanto cortaram a mesma soma da educação.

Para fechar a semana o corte feito pelo governador Flávio Dino de 9 milhões que seriam para escolas do interior do estado, a soma milionária deverá ser aplicada em propagandas enganosas, que dizem justamente que Flávio Dino investe em educação.

O corte chama atenção porque ocorreu apenas dias depois de o governador determinar o envio de quantia praticamente igual, R$ 9 milhões, para gastos com propaganda. Confira aqui: (Informações do blog do  Gilberto Leda)

 

O Deputado Zé Inácio foi recebido nesta quinta-feira 03/07, pelo ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva, no Instituto Lula em São Paulo, para tratar da sua agenda política no Maranhão e das eleições 2018, além de debater a atual conjuntura nacional e o projeto de retomada do desenvolvimento do Brasil.

Lula virá ao Maranhão em setembro e a agenda integra a caravana política que fará por todo o Nordeste a partir de agosto.

Parece até que fizeram festa para uma coisa simples. A turma das redes sociais não perdoou:

Na capital do Maranhão, apesar dos muitos impostos, asfalto tornou-se motivo de comemoração, pior para os papagaios de piratas, que tentam tirar vantagens naquilo que deveria ser obrigação e não “um favor”:

Outra bronca da faceblogueira Jacieny Dias nos gestores da “mudança” , que resolveram fazer proselitismos políticos -eleitoreiros com um programa de governo, que infelizmente, deveria acontecer todos os dias, não apenas em períodos de pré-eleição. Confira abaixo:

 

Governo e prefeitura ganham rios de dinheiro com multas, pagamentos de impostos como IPVA, IPTU, mas, nada de dar retorno aos contribuintes, muitos deles ficaram sem seus veículos (carros e motos), que estão sendo apreendidos e leiloados.

Um boa pergunta aos “gestores da mudança”: onde estão sendo aplicados os recursos dos impostos?

Abaixo a bronca dada pela faceblogueira Jacieny Dias, minha preferida:

Se tivesse dormido no ponto, Roberto Rocha poderia ter levado um “zignal” do colega de bancada João Alberto (PMDB), que manobrou para pegar a relatoria da CPI.

Por Robert Lobato

Roberto Rocha será o relator da CPI dp BNDES que terá senador Davi Alcolumbe como presidente.

O senador Roberto Rocha (PSB) foi escolhido para ser o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar irregularidades nos empréstimos concedidos pelo banco no âmbito do programa de globalização das companhias nacionais.

O parlamentar maranhense é o autor do requerimento para a abertura da CPI, cuja instalação ocorreu ontem, 2, e contou com o apoio de 37 senadores, foi escolhido por indicação do presidente da Comissão e aprovado unanimidade pelo colegiado.

Para presidente e vice-presidente da comissão foram indicados os senadores Davi Alcolumbe (DEM-AP) e Sérgio Petecào (PSD-AC), respectivamente.

Em seu requerimento, Roberto Rocha propôs atenção especial à linha de crédito para a internacionalização de empresas operada a partir de 2007, ainda no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foi essa linha de crédito que permitiu aos irmãos Batista, donos da JBS, internacionalizar suas operações por meio da compra de frigoríficos em diversos países, com destaque para os Estados Unidos.

Além de financiar as aquisições da JBS, o BNDES ainda comprou participação na empresa por meio da BNDESpar, uma subsidiária. Hoje, o banco detém 23% do capital da JBS. Após investigações, o Tribunal de Contas da União (TCU) estimou em R$ 711 milhões o prejuízo até aqui acumulado pelo BNDES com essa parceria.

Contra-zignal

Se tivesse dormido no ponto, Roberto Rocha poderia ter levado um “zignal” do colega de bancada João Alberto (PMDB), que manobrou para pegar a relatoria da CPI.

Atento aos movimentos de bastidores em torno da composição da CPI, Roberto Rocha lançou-se contra as intenções de João Alberto e articulou, “por cima”, o seu nome para ser emplacado como relator e não deu outra: o socialista levou a melhor. Ou seja, Roberto deu o que se pode chamar de “contra-zignal” em João Alberto.

Ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), claro, não curtiu.

Retornando às atividades parlamentares, o deputado estadual Sousa Neto (PROS) usou a Tribuna, na sessão plenária desta quinta-feira (3), para falar da insatisfação do funcionalismo público estadual com o Governo Flávio Dino (PCdoB). Ele voltou a cobrar, também, a nomeação dos mais de 1.400 candidatos sub judice da Polícia Militar para reforçar a segurança e conter a criminalidade na capital e no interior.

O parlamentar apresentou enquete do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado do Maranhão (Sintsep), apontando que mais 84% dos funcionários avalia a administração Comunista como péssima, ruim ou regular. “Flávio Dino está maltratando os servidores e o povo do Maranhão. Ele é intransigente e não dialoga com as classes, o que não é surpresa nenhuma, para mim. Pela enquete é mais fácil até de a gente saber da opinião pública, porque, se fosse uma pesquisa, seria, talvez, direcionada, mas, a enquete comprova que nem os funcionários do estado do Maranhão estão satisfeitos com o próprio patrão, com o próprio governador”, disparou.

“Essa consulta reflete a alta rejeição e o sentimento, que não é só do povo do estado do Maranhão, mas também dos funcionários públicos. Todos decepcionados com essa gestão ditatorial”, disse, lendo trecho do texto publicado na página do Sintsep, que mostra  que, mesmo com as tentativas frustradas, às instituições, representadas pelo Fórum de Defesa das Carreiras do Poder Executivo (formado por 14 sindicatos e associações de servidores públicos estaduais) segue articulando sua agenda de mobilizações pelo reajuste salarial dos servidores públicos estaduais…o governador Flávio Dino até o momento não se posicionou sobre os inúmeros pedidos do Fórum pela reabertura e implantação da segunda etapa do Plano Geral de Carreiras e Cargos (PGCE)’.

Sub judice e novo concurso para a PM – Em sua fala, Sousa, que integra a Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, voltou a criticar o governo Comunista por não cumprir com promessa feita aos candidatos sub judice da Polícia Militar. “Trago aqui a insatisfação dos sub judice, quando anunciado um novo concurso público para PM. Eles já estiveram com o governador, com o secretário de Segurança Pública e o de Gestão e Previdência, e foi prometido que seriam chamados para reforçar a segurança pública, o que não ocorreu. Agora, foram pegos de surpresa com o lançamento de mais um certame para a Polícia Militar”.

O deputado considera de extrema necessidade que se abram mais vagas para ampliar os quadros da Segurança Estadual, “mas se já tem mais de 1.400 sub judice aptos, que já fizeram o treinamento da Polícia Militar só para serem chamados para trabalhar, ir para as ruas, aumentar o efetivo da segurança pública, para que fazer novo concurso público, que vai demandar pelo menos um ano, com homologação, provas, formação e outras fases? ”, questionou.

1 225 226 227 228 229 451