Cerveró começa a cumprir prisão domiciliar

PR - NESTOR CERVERÓ/EMBARQUE - POLÍTICA - O ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró (à esq.), embarca no Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba (PR), com destino ao Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, 25. Cerveró estava detido desde 2015 pela Lava Jato. Ele deixou a carceragem da Polícia Federal (PF) por volta das 8h40 desta sexta-feira (24) e passa a cumprir a pena em casa. 25/06/2016 - Foto: HEULER ANDREY/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO

Após fechar acordo de delação premiada, o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró foi para o Rio de Janeiro, onde cumprirá prisão domiciliar.

Ele deixou mais cedo a sede da Polícia Federal em Curitiba e vai cumprir a pena em um imóvel que mantém em Itaipava, na Região Serrana do Rio.

Cerveró estava preso desde janeiro de 2015 e aceitou devolver 17 milhões de reais aos cofres públicos.

O ex-diretor da Petrobras já foi condenado duas vezes, em 2015, por corrupção e lavagem de dinheiro em ações penais no âmbito da Lava Jato. Somadas, as penas superam 17 anos de prisão.

Fonte: Band

Duas asas: Roberto Rocha e Flávio Dino no mesmo palanque novamente?

E agora, os intrigueiros palacianos vão explicar como essa imagem?

Na verdade os dois nunca estiveram separados, exceto pela mente criminosa de quem gosta de separar aliados. Pelo menos da parte de Rocha vemos disposição para dialogo. 48bb1e73-38c9-44d9-9b31-c3c5b66a9bbe

Taí a imagem para comprovar que, Roberto Rocha (PSB), quer estar com Flávio Dino(PCdoB), bom que se diga que, Rocha deixou um evento de seu partido para prestigiar evento do governador. Ponto Para Rocha, fazendo valer a palavra de Flávio Dino quando o chamou de duas asas.

 Só existe uma leitura para esta imagem: Senador Roberto Rocha ao contrário do que falam as más línguas, prestigiou evento do governo, isso significa que, Rocha sinaliza e deixa canal aberto para Dino.

Flávio Dino, aliás, se fosse um pouco mais astuto, deixaria de ser impregnado pelos ouvidos por adjuntos que nada mais querem do quer ver sua caveira, sua exclusão do mundo que o cerca, para ser exclusividade de um mundinho reservado de apaniguados que não fazem mover a máquina política. Que faz valer, Sr governador é atitude de homem público que busca consenso e diálogos.

O evento foi na cidade de Porto Franco, onde o senador Roberto Rocha participou da entrega de obras do governo do estado, na presença do governador Flávio Dino e do ex-prefeito da cidade, Deuclides Macêdo (PDT).

Em vídeo: Wellington destaca resultado positivo e crescimento de mais de 400% em pesquisa

Entrevista dada à TV Guará destacou a independência do deputado, diferente de muitos que envergonham o parlamento estadual.

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta quinta-feira (23), para comentar o resultado da última pesquisa realizada pelo Instituto Prever. O levantamento aponta um crescimento a favor de Wellington de mais de 400%, comparando as últimas pesquisas à primeira que foi realizada pela ESCUTEC, há dois meses (início de abril/2016), quando o pré-candidato progressista apareceu com 4% das intenções de votos.

Ao receber a notícia, divulgada pela imprensa, Wellington afirmou acreditar que o crescimento é um reflexo de compromisso e responsabilidade típicos de sua atuação na política. Confira no vídeo:

Roberto Rocha visita região tocantina e participa de entrega de obras

Foto: Kelly

Foto: Kelly

O senador Roberto Rocha (PSB) esteve na cidade de Imperatriz nesta quinta-feira, 23, acompanhado do deputado federal Ildon Marques (PSB) e o deputado federal licenciado André Fufuca. No aeroporto, a recepção ficou por conta dos militantes do PSB, que lotaram o saguão, seguindo, logo depois, em carreata para a Câmara Municipal onde mais militantes do partido aguardavam.

Na câmara, ao se pronunciar, o senador fez uma análise sobre a fragilidade do cenário político brasileiro: “o Brasil vive um momento muito delicado, com uma crise após outra, e não sabemos onde isso vai parar, mas, é preciso continuar caminhando”, constatou, acrescentando que tem procurado avançar com o trabalho no Senado Federal para ajudar o Maranhão.

Em seguida, Roberto Rocha seguiu para a cidade de Porto Franco onde participou da entrega de várias obras do governo do estado, com a presença do Governador Flávio Dino, do ex-prefeito Deoclides Macêdo a deputada estadual Valéria Macêdo e outras autoridades.  No final da tarde, Rocha encerrou o dia com uma visita à reforma do seu escritório de representação em Imperatriz, que será inaugurado em breve.1054eef6-01c6-4eb6-b659-9e60ca419b47

Nesta sexta-feira, 24, pela manhà, o senador tem um encontro marcado com estudantes universitários de Imperatriz, seguindo, logo após, para São Luís.

Deu no Claudio Humberto: Clã cupim ribamarense pode estar na mira da Lava Jato…

Onde foi parar o dinheiro da Odebrecht, deu cupim?

Em São José de Ribamar não se fala noutra coisa. “Dessa vez os Cupins vão cair”, não é possível que uma conexão tão forte com indícios tão visíveis de esquemas ilícitos vão cair no esquecimento da justiça, como tem acontecido ao longo de quase 8 anos na cidade balneária de Ribamar.

Segundo a coluna do jornalista Cláudio Humberto, a Odebrecht Ambiental, que é investigada na Operação Lava-Jato, fechou contratos milionários com as duas cidades onde os cupins mordem tudo. Segundo se comenta na cidade, a empresa não trouxe melhorias, apesar dos contratos milionários feitos com a Odebrecht Ambiental.

Moradores especulam ainda que, a empresa que foi contratada na gestão de Gil Cutrim (Cupim) e que está na mira dos investigadores da operação Lava-Jato, entregou de mãos beijadas verbas milionárias para a aquisição dos luxuosos apartamentos que o clã político ostenta em nome de laranjas na Península da Ponta da Areia, onde metro quadrado é a preço de ouro.

Abaixo, recorte do CH: 

Claudio-Humberto-Odebrecht-e1466708563893

Imperatriz 2016: Flávio Dino esqueceu a promessa que fez de não se meter em eleições?

Conflito pelo Poder: PSB e PDT:   Dino & Jerry x Rocha & Ildo

Público mobilizado pela Juventude do PSB em apoio ao deputado Ildo Marques em Imperatriz, um fato político contrasta com ida de Dino & Jerry à região Tocantina, para evento do PDT, que apoia a pré-candidata a prefeita pelo Palácio dos Leões, Rosangela Curado (PDT), que recentemente foi expulsa do governo por Marcio Jerry, que via nela uma sarneisista.

Recepção calorosa de Ildo em Imperatriz foi visto como sinalização de Rocha ao governo

Recepção calorosa do PSB a Ildo Marques em Imperatriz foi interpretada como sinalização de Rocha ao governo em 2018.

Que aconteceu agora, Curado deixou de ser uma ameaça a Jerry? Mas, vamos ao que interessa.

Flávio Dino esqueceu dos “Leões famintos”?

O conflito de candidaturas se dá pela disputa ao governo do estado nas eleições de 2018. De um lado Rosangela Curado, do PDT, poderá, se eleita, apoiar a candidatura de Weverton Rocha a governador em 2018.

Por outro lado, Ildo Marques deverá, se aleito, apoiar o candidato de sua legenda, Roberto Rocha a governador. No meio de disputas acirradas, as promessas  de Flávio Dino cairam no esquecimento.

Ildon Marques chega a Imperatriz e é recebido pela Juventude do PSB

Em Imperatriz, uma multidão foi esperar pela chegada do empresário Ildon Marques (PSB) no Aeroporto da cidade, nesta quarta-feira, 23, ao meio-dia.

A mobilização foi organizada pela JSB (Juventude Socialista Brasileira) de Imperatriz e simpatizantes da pré-candidatura de Marques à prefeitura da cidade.

Acompanhado de André Fufuca, do senador Roberto Rocha e de vereadores da cidade, o empresário seguiu em carreata para o centro de Imperatriz. Ildon Marques comemora o mandato na Câmara Federal, em substituição ao deputado e coordenador da bancada, André Fufuca (PP), que tirou uma licença de 120 dias, segundo ele próprio, para dedicar-se às bases eleitorais e reorganização do PP (Partido Progressista) no estado durante todo o processo eleitoral deste ano.

 A permanência do ex-prefeito no mandato tem efeitos decisivos nas eleições municipais, considerando que é um dos favoritos à disputa. Roberto Rocha é tido como um dos articuladores da manobra que garante a Ildon Marques a possibilidade de ser um dos mais fortes candidatos à prefeito do segundo maior colégio eleitoral maranhense nas eleições de 2016.

Ex-ministro Paulo Bernardo é preso em Brasília pela Lava Jato

O ex-ministro do Planejamento do governo Lula e das Comunicações no primeiro governo Dilma, Paulo Bernardo, foi preso nesta quinta-feira (23) em um desdobramento da 18ª fase da Operação Lava Jato, em Brasília. Ele é marido da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), que estava com Bernardo no apartamento funcional, em Brasília, quando a polícia chegou.

Outro ex-ministro de Dilma Carlos Gabas (Previdência) teve a casa alvo de busca e apreensão.

Inicialmente, a PF informou que Gabas foi alvo de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada a depor. No entanto, o juiz que autorizou o mandado disse que Gabas deveria ser informado pelos policiais que teria o direito de ficar em silêncio e, nesse caso, não seria obrigado a ir para a delegacia prestar depoimento. Como Gabas disse que não falaria com as autoridades, pôde ficar em casa. 

Um mandado de condução coercitiva foi para o jornalista Leonardo Attuch, que administra o blog ‘Brasil 247’. Ele já havia aparecido nas investigações da Lava Jato como suspeito de ter recebido dinheiro por serviços não executados.

Entre os que foram presos está Valter Correia, secretário de Gestão do prefeito Fernando Haddad, em São Paulo.

Há ainda um mandado de prisão preventiva para o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que, condenado na Lava Jato, está preso desde 2015. Outro ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira, também tem mandado de prisão. Ele é marido da ex-ministra do Desenvolvimento Social no governo Dilma, Tereza Campelo, e próximo ao ex-ministro José Dirceu.

No entanto, até o início da tarde desta quinta, ele ainda não havia sido detido pela PF, que não o encontrou em casa. Em entrevista à Rádio Gaúcha, mais cedo, Ferreira disse que está “tranquilíssimo”. “Nunca, em momento algum nos quatro anos que eu estive à frente da secretaria de finanças do PT, vinculei doação a contrato”, afirmou Ferreira na entrevista.

Além das prisões relacionadas ao PT, policiais federais foram à sede do partido no centro de São Paulo. Os presos e o material apreendido serão encaminhados à sede da Polícia Federal, na capital paulista.

A PF informou que o objetivo da operação, batizada de Custo Brasil, é apurar o pagamento de propina referente a contratos de prestação de serviços de informática pela empresa Consist no valor de R$ 100 milhões, entre os anos de 2010 e 2015, a pessoas ligadas a funcionários e agentes públicos ligados ao Ministério do Planejamento.

Agentes da Polícia Federal realizam buscas na sede do PT Nacional em São Paulo. A ação faz parte da Operação Custo Brasil, que integra a Lava Jato, investigando o pagamento de propina entre os anos de 2010 e 2015 a pessoas ligadas ao MPOG (Foto: Suamy Beydoun/Futura Press/Estadão Conteúdo)Agentes da Polícia Federal realizam buscas na sede do PT Nacional em São Paulo. A ação faz parte da Operação Custo Brasil, que integra a Lava Jato, investigando o pagamento de propina entre os anos de 2010 e 2015 a pessoas ligadas ao MPOG (Foto: Suamy Beydoun/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Um mandado de prisão preventiva tem como alvo advogado Guilherme de Salles Gonçalves, que participou da campanha da senadora Gleisi Hoffmann para o Senado, em 2010, e à prefeitura de Curitiba, em 2008. Ele não foi detido porque está no exterior, de acordo com a Polícia Federal.

Carro da PF em Curitiba (Foto: Sérgio Tavares/ G1)PF cumpriu mandado de busca no apartamento
da senadora Gleisi (Foto: Sérgio Tavares/ G1)

Ao todo, a operação tem 65 mandados judiciais em São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Distrito Federal.

Do total de mandados nesta quinta, 11 são de prisão preventiva, 40 de busca e apreensão e 14  de condução coercitiva, quando a pessoa é levada a prestar depoimento. Um dos mandados de busca foi cumprido na casa de Bernardo e Gleisi, no bairro Água Verde, em Curitiba.

Em nota, a defesa de Paulo Bernardo disse que a prisão é ilegal e que o ex-ministro não teve envolvimento em eventuais irregularidades no Planejamento (veja nota dos advogados no final desta matéria).

Por telefone, Gabas falou à GloboNews que está em casa e à disposição para esclarecimentos. Ele disse ainda que quer que tudo seja esclarecido, que os culpados paguem e os inocentes sejam absolvidos e liberados.

Esquema
De acordo com a Polícia Federal, o Ministério do Planejamento, entre 2010 e 2015, direcionou a contratação da Consist para operacionalizar o crédito consignado a funcionários públicos da União.

“Segundo apurou-se, 70% dos valores recebidos por essa empresa  eram repassados a pessoas ligadas a funcionários públicos ou agentes públicos com influência no MPOG [Ministério do Planejamento] por meio de outros contratos – fictícios ou simulados”, disse a PF.

Ainda segundo os investigadores, um escritório de advocacia ligado a Paulo Bernardo recebeu cerca de R$ 7 milhões entre 2010 e 2015 por meio de esquema.

Os crimes investigados na operação são de tráfico de influência, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, com penas de 2 a 12 anos de prisão.

Fonte: G1

Pesquisa Difusora: Weverton Rocha acusa desespero…

TV Difusora assume linha editorial comunista… 

A mudança não aconteceu em São Luís, junto do desgaste de Edivaldo, estão seus aliados, entre eles, o líder do PDT no Maranhão, deputado Weverton Rocha, que saiu em defesa do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior do PDT.

Weverton teve que mostrar suas claras intenções.edivaldo_weverton-550x312

Divulgação da pesquisa feita por líder do PDT foi muito abaixo da realidade. Hoje pela manhã, em pleno horário nobre da TV, o deputado federal Weverton Rocha demostrou sua preocupação pelos números das pesquisas de intenções de votos da capital.

De posse dos números, que estão bem acima do esperado, Weverton Rocha teve que fazer uma leitura que maquiava a intenção popular. Ora, colocar a culpa do caos existente na cidade em “crise financeira” foi apelação braba. Edivaldo teve tempo e recursos, apoio dos governos federal e estadual, até dinheiro de fundos internacionais entraram no caixa municipal de São Luís. A verdade é que existe uma crise é de gestão. Quem manda lá, afinal?

Todos sabem que prefeitura de capital recebe recursos até mundial, mas, afirmar que Edivaldo é vitima não colou. Portanto, justificar o caos de São Luis por “crise mundial” pareceu desespero de um político que tem boa parte da administração municipal ao seu controle.

Sem falar que, Weverton se fortaleceu politicamente do espolio deixado por Jackson Lago na legenda trabalhista, o PDT, que tem a seu favor um império  de comunicação que já assumiu a linha editorial comunista, que trabalha para eleger o candidato do Palácio dos Leões.

Abaixo, a real preocupação dos aliados do Palácio dos Leões:

Pesquisa-01-1

Apelação: blogueiros que tentam denegrir imagem de Wellington não têm credibilidade na cidade…

Começou a baixaria eleitoral

Uma vergonha: Alguns blogueiros, sabe-se lá por qual motivo, tentam manchar a imagem de Wellington do Curso, que tem crescido na intenção de votos.

A intenção dos blogueiros é clara, “de repente”, aparecem ligando a imagem do pré-candidato a prefeito da capital a políticos corruptos. Pura apelação barata (ou cara).

Muitos destes blogueiros, os mesmos que exibiram as imagens da garota que se jogou de prédio após cometer suicídio não merecem atenção. Não vão conseguir sujar a imagem de Wellington.

luispablo

Só nos resta chorar…

Outro suicídio, a noite chuvosa de trovoadas e apagões parecia chorar a dor dessa perda.  

Após suicídio de uma jovem a sociedade aparentemente estarrecida começa a despertar. Em primeiro lugar, quero deixar toda solidariedade à família enlutada, que tem toda razão de discorda da exposição da jovem, que, aliás, gerou toda celeuma no meio jornalístico. Um trecho enviado por um amigo merece destaque do blog:

Devemos ficar atentos aos sinais

Devemos ficar atentos aos sinais

O lamentável é que uma vida se perdeu. Lamentável que existem outras vidas e que talvez ninguém esteja enxergando seus sinais. Isso, sim, merece uma profunda reflexão.

Enquanto chovia forte durante a noite, nos grupos de whatsapp da imprensa de São Luís, uma acirrada discussão ganhava corpo, diante das imagens mostradas em alguns blogues.

A perda de uma vida deveria ser o mais critico para nós, mas, ninguém se apercebe deste detalhe.

As especulações e noticias são de menos, fico pensando em quantas vidas, a exemplo da jovem Lara Sena, que escolheu o mesmo local que meses atrás alguém se jogou para a morte, passam despercebidos em nosso meio sem darmos a devida atenção que merecem.

Quantos estão neste exato momento próximos de perderem a vida? Que estamos fazendo para impedir essa tragédia? Há disposição para ouvi-los, ajudá-los?  Enquanto não enxergamos, só nos resta chorar!

Abaixo, um trecho da celeuma causada após exibição das fotos do suicídio:

midia