PF poderá desmascarar o pseudo jornalista gringo que favoreceu Lula, com mensagens roubadas por hackers. Se comprovado, poderá chegar aos mandantes do crime e saber de onde saiu tanto dinheiro para o serviço sujo…

Pode ter rolado muita grana… Dinheiro dos pobres?

Abaixo, fiquem com a reportagem do Jornal da Cidade Online, mostrando que a Polícia Federal está na cola dos criminosos e poderá chegar aos mandantes e descobrir quem financiou, de onde saiu dinheiro para bancar uma operação que facilitaria a defesa de políticos corruptos que estão presos loucos para serem soltos.

PF começa a tirar a máscara de Glenn e mostra trecho de diálogo com hacker

O conluio entre o pseudo jornalista Glenn Greenwald e os hackers que roubaram as mensagens de autoridades da República está praticamente evidenciado.

O americano permanece completamente emudecido. Segundo a Revista Crusoé, “Glenn Greenwald, editor do site The Intercept Brasil, não apenas falou com integrantes do grupo preso pelo roubo de mensagens trocadas por autoridades pelo aplicativo Telegram como tratou com eles da estratégia de publicação do material roubado”.

“O diálogo ocorreu em 7 de junho deste ano — três dias após o surgimento da notícia de uma tentativa de invasão ao celular de Sergio Moro, ex-juiz da Lava Jato e atual ministro da Justiça, e dois dias antes da publicação das primeiras reportagens do Intercept com base nas mensagens roubadas.”

A conversa de Glenn é com Luiz Molição, parceiro do hacker Vermelho, preso na semana passada. Eis um trecho:

Glenn Greenwald – Tudo bom?

Luiz Molição – Então, é… A gente… Eu estava discutindo com o grupo… Eu queria falar com você um assunto.

Glenn – Hã…

Luiz Molição – É… Como tá agora tá saindo muita notícia sobre isso, a gente chego… Nos…

Glenn – Sim.

Molição – Chegamos à conclusão que eles estão fazendo um jogo para tentar desmoralizar o que está acontecendo.

Glenn – Hã hã…

Molição – Igual o que aconteceu com o Danilo Gentili, e… o MBL, o Holiday… A gente pegou outubro do ano passado. Eles estão começando a falar agora…

(Jornal da Cidade Online)

Jogadores de confetes? 

Surreal: um povo pobre que é explorado tendo que pagar a conta de uma rede de emissoras gigantesca, incluindo uma emissora de rádio AM  estatal, a Timbiras, que só existe para atacar adversários do comunismo, do PT, do Lula.

É essa a “democracia” que existe no Maranhão de Flávio Dino, que aumenta impostos sobre impostos, toma carros e motos dos pobres, coloca o nome das pessoas no Serasa, e ainda se acha no direito de acusar no exterior autoridades do Brasil, como Bolsonaro e Moro.

Neto de Sarney, deputado Adriano poderia ser aliado de Flávio Dino como todos os outros Sarneysistas fizeram, mas, preferiu denunciar na imprensa local a falta de democracia do comunista que está destruindo as economias do Maranhão, que desce a ladeira rumo à  Venezuela…

Se não bastasse tudo isso, ainda aparece toda semana uma viagem nova para “dar entrevista” em várias emissoras pelo Brasil, como recentemente em São Paulo, Goiás, Pernambuco, etc.

Quem paga a conta dessas viagens?

As praias continuam sujas e contaminadas, hospitais fechados, empresas falidas.

Sejam Bem vindos ao Maranhão, mas podem chamar de Venezuela Brasileira. Palmas para o Canal Livre,  palmas para o Roda Viva, ao  jornalismo brasileiro, que parece capenga e só quer mostrar um lado, o que exalta o comunismo dos defensores de Lula, que destruiu o Brasil.

É isso que Flávio Dino defende, a volta de um petismo que destruiu nosso povo, nossa nação. Ambos se parecem e se merecem. Dino também destruiu o Maranhão.

Ao lado, imagens retiradas das rede sociais:

Morador do morro no Rio de Janeiro joga a real sobre crimes nas favelas:

Quem financia o tráfico é o grande culpado pelas mortes, há indícios de que os tiros sejam dados pelos traficantes que ainda obrigam a população da favela culpar a polícia.

A ideia da mídia esquerdista é culpar o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, posteriormente, jogar a culpa o no presidente Jair Bolsonaro.

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), realiza, nesta terça-feira (24), abertura da campanha “Alema em Movimento no Combate à Depressão e ao Suicídio”.

A campanha, idealizada pela Diretoria de Saúde e Medicina Ocupacional da Alema, acontece até sexta-feira (27), com uma programação diversificada visando conscientizar e alertar os servidores e a população sobre esse grave problema de saúde que afeta milhares de pessoas em todo o mundo, ajudando na prevenção e no auxílio de problemas de saúde mental e física. O ato de abertura contará ainda com a participação dos demais parlamentares e envolverá diretores, servidores da Casa e alunos do projeto Sol Nascente.

“O Departamento Médico da Assembleia Legislativa tem uma função estratégica e prioritária, que é a de cuidar bem dos nossos servidores, de nossos aposentados e de seus dependentes. Isso acaba sendo uma junção de forças, para que possamos trabalhar de forma a alcançarmos grandes resultados em nossa tarefa de elaborar e aprovar leis. E essa meta vem sendo cumprida a contento”, afirmou Othelino Neto.

De acordo com a psicóloga Flávia Uchoa, o Departamento Médico Ocupacional do Legislativo do Maranhão presta atendimento nas mais diversificadas áreas. A gestora destaca ainda que vem sendo observado, através das estatísticas, uma grande demanda de problemas de saúde relacionados à ansiedade e à depressão.

O diretor do Departamento, Costa Júnior, informou que o presidente Othelino Neto sempre demonstrou uma grande preocupação quanto ao pleno funcionamento desta unidade de saúde, por considerá-lo como setor prioritário.

PROGRAMAÇÃO

A programação de atividades conta com a participação de uma equipe multidisciplinar composta por psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, nutricionistas, enfermeiros, odontólogos e outros profissionais. Após a abertura oficial, será proferida, às 10h, palestra sobre o tema “Suicídio: epidemiologia, manejo e prevenção”, com a participação de dirigentes do Hospital Nina Rodrigues, seguida da apresentação dos serviços oferecidos pela instituição.

À tarde, a partir das 14h, haverá oficinas com terapias manuais, e jogos. Desta forma, o público terá acesso a sessões de acupuntura, massoterapia, auriculoterapia, ventosaterapia e outras.

Na manhã de quarta-feira (25), às 9h, a psicóloga Louise Boueres e a pediatra Patrícia Rose proferirão palestra sobre o tema “Incidência de depressão e suicídio na adolescência”. Às 10h, haverá Mesa Redonda Multidisciplinar sobre o tema “Depressão e suicídio: diagnóstico, sinais de alerta e o que fazer”, com a participação do psicólogo Carlos Augusto Fernandes Machado.

Na quinta-feira (26), às 9h, será ministrada por dirigentes do Hospital Nina Rodrigues palestra sobre os temas “A Sociedade Contemporânea em Busca pela Felicidade” e “O impacto das tecnologias e redes sociais nas questões emocionais”.

De acordo com a programação definida pela Diretoria de Saúde e Medicina Ocupacional da Assembleia Legislativa, a campanha “Alema em Movimento no Combate ao Suicídio” foi concebida para que, durante as manhãs dos dias do evento, ocorram palestras e mesas redondas, no Plenarinho, com o objetivo de informar sobre o assunto, como forma de compartilhar experiências, concedendo espaço de fala aos participantes.

Durante a campanha, que conta também com o apoio da Escola do Legislativo e do Grupo de Esposas de Deputados do Estado do Maranhão (Gedema), serão realizados atendimentos nas especialidades de cardiologia, geriatria, atendimento clínico, nutrição e psiquiatria, com apoio do Hospital São Luís, concomitantemente aos atendimentos de rotina da Diretoria de Saúde e Medicina Ocupacional.

No último dia do evento, na sexta-feira (27), o público será direcionado à Praça do Rangedor, para realizar uma caminhada e, posteriormente, participar de uma aula de dança.

Antes era corrupto, ladrão, não prestava, pior político do Brasil. Agora é “liderança importante”?

Na Isto É, Flávio Dino “requenta” encontro com Sarney. Mas qual a necessidade de se justificar tanto por causa desse encontro?

A revista Isto É, desta semana, trouxe outra “entrevista” onde Flávio Dino tenta aparecer como paladino da moral, ética e democracia. Lógico que tudo que fala é mentira, afinal, o Maranhão está piorado, mas, novamente, Dino tenta “justificar” seu encontro com o “oligarca” que tanto atacava, xingando-o de ladrão.

Gasto milionário em mídia para aparecer não resolve, Flávio Dino se quiser convencer precisa deixar de “viajar” e trabalhar para tirar o Maranhão do atraso e pobreza. O Brasil está de olho…

Abaixo, trecho da entrevista:

Representante das aldeias irá falar na ONU sem a liturgia criada pelo Lulo-comunismo.

A Amazônia na ONU, para desmontar a narrativa criada pela imprensa de aluguel. Veja No Vídeo:  indiazinha brasileira que calou a esquerda de Macron, Leo di Caprio, Will Smith e até o rei do Vaticano, o papa.

Ysani Kalapalo:  Amazônia na ONU, para desmontar a narrativa criada pela imprensa de aluguel 

Há pouco tempo, a indiazinha do Xingu Ysani Kalapalo gravou um pequeno vídeo contando a verdade sobre sua terra, a Amazônia, e a verdade sobre a sobrevivência de seu povo.

Falou especialmente sobre as queimadas.

Objetiva, acabou desmontando a narrativa criada pela imprensa de aluguel e por personalidades que jamais pisaram ou tem conhecimento da realidade da região.

Não há nada de novo nas queimadas das plantações, que acontecem normalmente todos os anos, garantindo o plantio e comida para meu povo, disse ela.

Não há como plantar sobreviver de outra forma, deixou claro.

A opinião dessa menina, sozinha, tem um peso e um valor infinitamente maior do que as asneiras proferidas por Macron, Leo di Caprio, Will Smith e até do próprio papa, todas juntas.

Porque Ysani fala sobre sua terra.

Sobre sua gente.

Bolsonaro, que afirmou que iria de qualquer forma a New York no dia 24 de setembro, para participar da reunião da ONU e mostrar ao mundo a verdade sobre a Amazônia, acabou convidando a menina para estar ao seu lado.

A cirurgia sofrida por Bolsonaro – resultado do ataque covarde do militante Adélio – foi marcada às pressas justamente para permitir essa viagem.

A respeito, ele declarou:

“Eu vou comparecer à ONU, nem que seja de cadeira de rodas, de maca. Eu vou comparecer porque eu quero falar sobre a Amazônia. Mostrar para o mundo com bastante conhecimento, com patriotismo, falar sobre essa área ignorada por tantos governos que me antecederam”

A presença da índia brasileira Ysani ao seu lado e ao lado de Ricardo Salles, Ernesto Araújo, Eduardo Bolsonaro e Nelson Trad é significativa.

E oportuna.

Afinal, quem melhor para falar a verdade sobre a Amazônia do que seu povo?

O papa?  (Jornal da Cidade Online)

É deboche? 

Jornalistas do Sul ignoram o sumiço de mais de 1 bilhão dos pobres do Nordeste do Maranhão.

“Flávio Dino tem todo o direito de ir para a televisão e falar aquilo que achar conveniente. No entanto, é dever de cada jornalista que o entrevistar ler o mínimo que precisa saber sobre o Maranhão para não ser feito de idiota”.

Neto de Sarney detona a “Extrema Ignorância” dos jornalistas do Sul

Sarney deu a volta por cima usando a verdade?

Desta feita, os jornalistas do Sul do Brasil, do programa Canal Livre foram feito de “idiotas” por Flávio Dino, segundo o neto de Sarney, Adriano.

Os jornalistas do programa Canal Livre, Fernando Mitre, Thais Heredia e Fernando Schuler, acabaram passando um tremendo vexame diante dos NORDESTINOS do Maranhão, segundo um deputado.

A cobrança foi feita pelo deputado estadual Adriano Sarney (PV), neto do ex-presidente, que era até pouco tempo acusado de tudo de ruim no estado pobre, que em 5 anos da gestão comunista entrou na extrema pobreza, sofrendo exploração de constantes aumentos de impostos, mas, a imprensa do Sul do Brasil, ao que tudo indica, preferiu permanecer na Extrema Ignorância sem nada questionar.

Adriano Sarney (neto do Sarney) citou nominalmente cada entrevistador sulista, que ignoram o sofrimento atual do povo Nordestino, quem vem sendo explorado, empobrecido na gestão comunista, ao afirmar que poderiam se informar antes de entrevistá-lo, evitando fazer papel de “idiota”.

Pesa contra o governador reeleito em outubro de 2018, o sumiço inexplicável de mais de 1 BILHÃO recentemente, segundo o deputado, outro pequeno detalhe ignorado pela imprensa do Sul.

(Informações do blog do Zeca Soares)

Votação na internet deu um resultado midiático aos políticos do Maranhão, fora da internet, na vida real, a atuação política do grupo comunista demostra-se pífia, inexistente.

Vejam nas imagens os esgotos que desaguam nas praias, resta lamentar e perguntar: o que nossos políticos de mandato estão fazendo, de fato, pelas praias do Maranhão, seus rios, pelo Meio Ambiente, pelo povo, pelo turismo?

Vergonha: as imagens desmentindo a farsa destruidora do comunismo instalado no Maranhão…

Em primeiro lugar está o deputado de primeiro mandato, Márcio Jerry, que nunca na vida teve votação de nada, mas depois que passou pelo comando da secretaria de Estado da Comunicação e Articulação Política, que é considerada a “galinha dos ovos de ouro” dos comunistas, teve voto que dava para eleger até um governador.

Logo Jerry, que criticou em demasia o uso da maquina pública para ganhar eleições, que era uma prática “covarde”, “anti-democrática”, “corrupta” da velha “oligarquia”, que precisava mudar, etc e tal.

Mas vamos aos outros problemas:

Por décadas nossos rios e praias vem sendo destruídos. Após décadas de uma política destruidora formulada pela “oligarquia Sarney”, eis que a população acordou e trocou o grupo Sarney pelo do comunista Flávio Dino, que está há quase oito anos mandando e desmandando em todo o estado.

Em 2012, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, iniciou a era de “mando” da nova oligarquia do Maranhão, a oligarquia Dino. O prefeito Holandinha, como é chamado pela dupla Dino & Jerry é praticamente um faz de conta, aliás, ficou claro durante quase 8 anos, que só faz aquilo que Dino e CIA ilimitada mandam fazer. Cuidar das praias que é bom, nada. “Só H”, não é de luta é de H (EdiH).

Edivaldo entrou para “mudar”, mas a capital continua a mesma de sempre, aliás, até pior. Buraqueira nas vias públicas, transito tá um caos, ônibus velhos, obras esquecidas, sem falar do fatídico desfecho do milionário trem VLT,  e das praias sujas e contaminadas de nossa capital.

São Luís nos seus 407 anos é o retrato do passado, ficou presa no atraso, culpa de seus políticos. O volume de arrecadação é gigantesco, mas ninguém sabe onde vai parar tantos milhões.

Até um um ator da Rede Globo, Nelson Freitas, de passagem por São Luís, hospedado num hotel da cidade de frente para o mar gravou um vídeo falando do absurdo que vem sendo ignorado pelo grupo de Dino-Holandinha.

A prova dos crimes:

Tanto dinheiro arrecadado, mas a cidade está literalmente na bosta. Vejam nas imagens os esgotos que desaguam nas praias, resta lamentar e perguntar: o que nossos políticos de mandato estão fazendo, de fato, pelo Meio Ambiente, pelo povo, pelo turismo?

O que políticos influentes de Brasilia, como o deputado Márcio Jerry, que ganhou o destaque de “melhor deputado” faz pelo Maranhão?

Veja no vídeo: ator da Rede Globo reclama das praias poluídas: “não dá para mergulhar ao lado de cocô”.

A prefeita Dídima Coelho reuniu-se nesta quinta-feira, 19, com importantes órgãos federais para tratar da preservação ambiental dos rios que banham a cidade.

Prefeita Dídima Coêlho se reúne para tratar de ações de conservação dos rios Grajaú e Igarapé do Praqueú

Participaram da reunião com a prefeita, o representante do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Maranhão, Antônio Valente, e o coordenador geral da Administração Hidroviária da Amazônia Oriental (AHIMOR), Ribamar Cantanhede.

No encontro, foram analisadas as condições de assoreamento do Rio Grajaú e do Igarapé do Praqueú, que cortam a cidade. O Praqueú, por exemplo, segundo as observações feitas, está “quase totalmente sem condições de escoamento”, conforme ponderou a prefeita Dídima.

“Firmamos parceria como o DNIT e a AHINOR, que vai nos auxiliar no desenvolvimento de um trabalho de limpeza do leito do Igarapé para evitar inundações no período das chuvas”, contou a prefeita Dídima Coêlho sobre as ações efetivas que serão tomadas.

O AHIMOR é um órgão subordinado ao Diretor-Geral do DNIT e responsável por desenvolver e implementar as ações de infraestrutura aquaviária nas hidrovias do Nordeste.

São José de Ribamar e seus acontecimentos inusitados. O presidente da Câmara de Vereadores, Beto das Vilas, tinha preparado uma festa para lançar sua pré-candidatura a prefeito.

Para isso, convidou seus comparsas políticos de São Luís, entre eles, um candidato derrotado para deputado, marido de vereadora.

Segundo informações, o parlamentar preparou um QG de divulgação, mas não contava com a derrota imposta a ele ontem.

Além de não conseguir aprovar as emendas impositivas ainda foi obrigado a lançar sua pré-candidatura debaixo de uma derrota histórica.

Ao que tudo indica, Das Vilas tentou convencer os vereadores que era melhor ter 200 mil reais por ano a ter suas diversas indicações atendias pela prefeitura. O próprio Beto teve recente uma indicação atendida num valor superior a 1 milhão e 300 mil reais.

A tentativa de aprovar as emendas impositivas era para limitar o forte trabalho que Eudes Sampaio vem desenvolvendo na cidade e implodir a Câmara para agradar aos Cutrim e mostrar força. Mas deu errado!

O mais estranho é que Beto das Vilas resolveu se aliar ao ex-prefeito Gil Cutrim, responsável pela maior destruição que São José de Ribamar já viveu.

1 2 3 553