Roberto Rocha, agora sim, asa de avião…

Senador enviou foto no avião presidencial ao lado do presidente Bolsonaro e seu staff.

Na imagem do dia, quero aproveitar as aspas do então candidato a governador pelo Maranhão, Flávio Dino, que chamava Roberto Rocha de “ASA de Apoio”, “um avião para subir precisa de duas asas”.

Não há dúvidas que o presidente Bolsonaro tem no senador Roberto Rocha o seu maior aliado no Maranhão.

Jornalistas Dinistas diziam que o Flávio Dino, que não conseguiu alavancar seu candidato a prefeito, Rubinho 1%, fez de Roberto Rocha senador…

Um pouco da história do “senador asa de avião”:

Segundo o então candidato a governador, Flávio Dino, o então vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha, seria eleito senador, com sua ajuda, para defender o estado e trazer recursos. Já Roberto Rocha, de mãos dadas e fitando nos olhos de Flávio Dino, confirmaria que seria sua “asa direita” para ajudar o Maranhão lá no senado.

Roberto Rocha nunca negou o apoio decisivo de Flávio Dino, sem o qual dificilmente seria senador hoje, mas acrescenta que antes de Flávio Dino ser eleito alguma coisa na vida, Rocha já era deputado federal, aliás, foi no ano de 2006, que pela primeira vez Flávio Dino foi eleito deputado federal (com a ajuda do então governador Zé Reinaldo, que depois o traiu), foi nas eleições de 2006, que Roberto Rocha foi o deputado federal mais votado da história do Maranhão.

Sobre as eleições de 2014, Rocha Rocha disparou: “sem a minha ajuda Flávio Dino não seria governador hoje”.

Terrorismo? Nuvens de fumaças negras tomam conta de ruas no São Cristóvão, próximo do aeroporto onde Bolsonaro será recepcionado…

Nuvens negras e tóxicas de pneus queimados tentam impedir população de seguir para o aeroporto.

Claro que teria “manifestação”

Na Avenida Guajajaras, em frente ao prédio da Secretaria de Obras de São Luís, principal via de acesso ao Aeroporto Cunha Machado, “MANIFESTANTES” da esquerda iniciaram “manifestação” impedindo a passagem ao aeroporto de São Luís.

As nuvens tóxicas e negras eram vistas de longe, sem a presença, até agora, da policia nem bombeiros no bairro do São Cristóvão.

Como era esperado, manifestações esquerdistas em atitudes antidemocráticas na visita do presidente Bolsonaro. A desculpa dessa baderna seria para chamar a atenção de vereadores do local, que fica próximo do aeroporto de São Luís, para onde uma multidão pretende se dirigir para recepcionar nosso presidente.

Pelo seu tuíter, o governador comunista Flávio Dino, que não poupa ataques ao presidente do Brasil, disse que não ia fazer nada contra. Veja o registro:

Bolsonaro em Imperatriz fará anúncio de obras para o Maranhão…

A agenda do presidente iniciará pela BR 135, deslocamento será feito por helicóptero, logo após, retornando para São Luís, embarcando para a cidade de Imperatriz onde deverá inaugurar obras federais.

Presidente Jair Messias Bolsonaro deverá anunciar projetos importantes para o Maranhão, como a federalização duma importante rodovia por onde escorre a produção agrícola, que vive danificada.

Outras importantes obras para a região do Sul do Maranhão, na cidade de Balsas, que ficou fora da agenda.

Confira as obras para Balsas anunciadas pelo senador Roberto Rocha:

“Só não vai mais a Balsas, mas estará em São Luís e Imperatriz”, confirmou o senador Roberto Rocha, que lamentou a exclusão de Balsas da agenda.

O presidente anunciaria inúmeras ações federais importantes para o município de Balsas e para a região, como: edital de licitação do saneamento básico de Balsas: água, esgoto, drenagem e asfalto em todas as ruas; assinatura do contrato do projeto do Novo Aeroporto Regional de Balsas; cursos de Agronomia e Zootecnia para a Universidade Federal, em Balsas; anúncio da UFAMA-Universidade Federal da Amazônia Maranhense; construção da ponte sobre o Rio Maravilha (Projeto Travessia); projeto da orla do Rio Balsas numa extensão de 6 km; projeto do Perímetro de Irrigação de Balsas; Anel rodoviário de Balsas, numa extensão de 62 km; adequação da BR 230, de Balsas a Barão do Grajaú; Projeto do Ramal Ferroviário de Estreito a Balsas; Primeiro Centro de Diagnóstico Público do Maranhão, inclusive com Hemodiálise e Ressonância Magnética e outras ações importantes. Mas, não tem problema. Anunciaremos na próxima semana em Imperatriz e São Luís”, concluiu Roberto Rocha.

Charge do dia: Seja bem vindo presidente do Brasil ao Maranhão!

Charge do Caju

A visita de um presidente ao Maranhão sempre foi motivo de comemoração. Nosso povo, noutros tempos, nunca foi hostil aos chefes de estado, nunca antes na história do Maranhão um presidente deixou de ser recepcionado pelo governador.

A sede do Palácio nunca deixou de recepcionar, ter a presença do presidente Brasil, quando em visita ao estado, muito menos a proibição de sua foto oficial, como se faz nas ditaduras, que agem contra a democracia.

Infelizmente na atualidade, Flávio Dino, o “comunista burguês”, não aceitando os resultados das urnas, que em 2018 elegeram maciçamente Jair Bolsonaro presidente do Brasil, tem impedido tudo isso.

Apesar de Flávio Dino, o estado continuará feliz recebendo a presença do nosso presidente: seja bem vindo Bolsonaro ao Maranhão.

Sobre a “privatização” do SUS e a vigarice comunista: Porque Flávio Dino não trouxe a SAÚDE para ser gerida pelo governo?

No Maranhão, governado por um burguês que se passa por comunista, as UPAs são administradas por institutos do setor privado.

Bolsonaro tentou, mas a esquerda politizou as melhorias do SUS alegando uma “privatização” que já existe.

O SUS vai continuar privatizado no Maranhão. A promessa de “mudança” feita pelo comunista mentiroso nunca acontecerá. Basta ver que a Saúde que gasta milhões do dinheiro federal já é privatizada, está sendo controlada por uma empresa de aparência pública que recebe bilhões.

Nota assinada pelo secretário de Saúde do Maranhão defendendo o modelo antigo, que já estava privatizado, ineficiente, que gasta bilhões…

O secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula (PCdoB), até saiu em defesa da continuação do modelo ineficiente, criado pelo  esquerda para sangrar bilhões sem que haja resultados satisfatórios.

Abaixo, uma excelente explicação dada pelo jornalista Roberto Kenard:

O decreto de Bolsonaro e os vigaristas

Não preciso dizer que não tenho nenhum ponto de convergência com o governo Bolsonaro. Meus textos, desde 2017, comprovam. Mas como há vigarista no Brasil! O decreto do Governo Federal que abria espaço para Estados e Municípios terem postos de saúde geridos pela iniciativa privada do setor, gerou desmaios, chiliques e arrancões de cabelos da esquerda. O decreto seria a privatização do SUS! Repito: é muita vigarice!

Por quem são administradas as UPAs?

Pela iniciativa privada, ora vejam! Mas como não foi o atual Governo Federal, os histéricos de esquerda não viram aí a privatização do SUS.

No Maranhão, governado por um burguês que se passa por comunista, as UPAs são administradas por institutos do setor privado. O governador Flávio Dino era contra, quando estava fora do poder. Ao assumir o governo, manteve as UPAs sob a administração do setor privado.

Não é por ser contra as maluquices do governo Bolsonaro que irei aplaudir vigarices. Pena que o presidente seja um frouxo, porque quando acerta, cede às pressões dos vigaristas.

Escola Indigna? No interior do Maranhão prefeito do PDT esbanja carrões de luxo enquanto deixa crianças em barracos de palhas…

Alô governador Flávio Dino, onde estão as “escolas dignas”, que são mostradas nas propagandas do governo na televisão?

Dá-lhe 12:

Escolas insalubres e anti-higiênicas estariam servindo para “educar” crianças da zona rural de Nina Rodrigues. Escola Digna, deste jeito?

Indignidade: no total, mais de três escolas estavam fechadas mesmo antes da pandemia do covid-19, segundo moradores que lamentaram a falta de gestão do prefeito 12, que busca reeleição mesmo com  problemas sérios nas contas do município.

Pobreza e indignidade: prefeito aliado de Weverton Rocha, Rodrigues da Iara do PDT, fechou escolas e creches enquanto desfila de carrões numa cidade pobre do interior do Maranhão onde as creches são de taipa e telhados de palhas.

Para piorar, deputados da base governista, ligados ao governador Flávio Dino denunciaram a imoralidade do prefeito 12, prefeito duma cidade pobre, que é aliado do senador Weverton Rocha, que esbanja carrões de luxo, Hilux, enquanto crianças comem pó em barracos de pau a pique, chão batido de terra, e telhados de palhas secas.

Durante a semana passada uma protesto encabeçado pelos professores da rede municipal foi realizado na cidade pedindo a atenção das autoridades para o descaso com a educação dos alunos de Nina Rodrigues, mas parece que houve uma operação abafa entrou em ação.

apenas poucos veículos de comunicação noticiaram a gravidade que tomou conta do município governado por um prefeito do PDT, que faz parte da base governista de Flávio Dino, que jura de pés juntos, que a educação das cidades do interior do Maranhão é rica, digna, do feitio de cidades do primeiro mundo, SQN!

A denuncia foi feita nas redes sociais pela candidata a prefeita da cidade de Nina Rodrigues, Beta Coutinho do PSDB-45, que denunciou a precariedade dos prédios de outras escolas, creches, e até uma biblioteca, várias escolas foram  fechadas antes da pandemia do covid-19, segundo moradores que denunciaram a falta de gestão do prefeito do 12.

Veja nos vídeos as Escolas Indignas:

Dr Yglesio rejeita fazer papel de laranja: Política baixa imposta por Flávio Dino foi duramente criticada por governistas…

Menudos em transe…

Yglésio detona “consórcio de candidatos” de Flávio Dino por não achar correto fazer papel de “laranja” e recebe apoio de outros governistas.

Laranjada comunista: Criticas sobre a forma de fazer política rasteira não são de agora, vêm acontecendo desde 2012, pelos aliados do comunismo. Confira ao lado:

O deputado e médico, Dr Yglesio, candidato a prefeito de São Luís, parece que chocou ao valorizar seu “caráter”, destacando os investimentos nos estudos, expondo ao ridículo o tipo baixo de fazer política, uma certa “democracia tortuosa”, frágil e rasteira, de um comunismo medíocre conduzido pelo atual líder político do Maranhão, governador  Flávio Dino.

“Não se deixe ser enganado, não deixe que os apenas 16 segundos que eles me permitiram ter na propaganda, pois eles pensaram que eu iria vir para a eleição para bater em candidato lá em cima, mas eu jamais faria isso, não fui educado para isso”, afirmou.

“Eles nos deixaram 16 segundos, pois perceberam que jamais eu cumpriria um papel como esse e agora tentam, pesquisa após pesquisa, nos zerar, para você acreditar que tem que votar no menos pior, porque são todos ruins para São Luís”, disse.

Laranja não, baixaria jamais:

Postura de Yglésio Moyses de criticar “Consórcio de Candidatos” e rejeitar agir como se fosse um “candidato laranja” criado por Flávio Dino, para promover baixarias, recebeu elogios dos próprios governistas.

Por falar em “laranjas”, segundo as palavras do deputado Dr Yglesio, fez lembrar um episódio nas eleições passadas, quando surgiu uma candidatura dum tal Edinaldo Neves, que teria sido usado como um laranja de Flávio Dino nas eleições de 2012.

A desavença toda aconteceu durante uma Sabatina da TV Guará, até então emissora ligada ao Palácio dos Leões, que foi até agora, a que mais causou mal estar no chefe maior do comunismo do Maranhão, Flávio Dino.

As palavras de Yglesio, reforçadas pelo petista Márcio Jardim, ex- secretário de Flávio Dino, demostram o tipo de “democracia tortuosa” imposta pelos dois leõezinhos da porta do Palácio que por décadas, em tempos de eleições, continuam comendo “as carnes dos pobres”.

Chega de baixarias, cadê a “mudança” Flávio Dino?

O próprio petista Márcio Jardim do PT, ex-secretário de Estado dos Esportes, foi um dos que criticou a “laranjada” comunista:

 

Abaixo, trecho da sabatina da TV Guará:

Informações do blog do Jorge Aragão.

Absurdo: Professora aliada do PCdoB recebe “jetons” que antes eram criticados por Rubens Júnior nas páginas do site Vermelho.com….

Da série: “acuse outros daquilo que és”…

Outro membro do PCdoB se beneficiando pelas estruturas do governo: jetons criticados pelo candidato “revolucionário” Rubens Júnior, que antes recebiam o nome de “Bolsa Eleição”, seguem beneficiando filiados do PCdoB.

Eles são bons para criticar e acusar outros de suas práticas:

Bolada de dinheiro público conhecido por “jeton” não é uma ilegalidade, mas uma imoralidade que Rubens Júnior criticou enquanto oposição nas próprias páginas do site do PCdoB. Confira aqui clicando na reportagem do site comunista Vermelho.com

O mundo dá voltas enormes, e, eis, que: a professora que postou em suas redes sociais fakenews sobre agenda de Bolsonaro no Maranhão, que acontecerá nesta quinta-feira, 29 de outubro, é filiada do PCdoB, partido de Flávio Dino e Rubens Júnior, candidato a prefeito de São Luís, o mesmo que antes criticava no site comunista a prática dos “jetons”.

Segundo o Portal da Transparência do Governo do Estado do Maranhão, a professora Régina Galeno recebe do estado por cada reunião que estiver presente o valor superior ao que antes, conforme reportagem do site Vermelho, do PCdoB, Rubens Júnior, criticava do governo de Roseana Sarney, que à época era de r$ 5.550,00.

Para os aliados de Flávio Dino, Rubens Júnior, e PCdoB, que domina tudo no Maranhão atual, todo  problema está nos outros, não neles.

 

 

 

Braide e Sá Marques caminhando juntos rumo à vitória

Podemos juntos!

A agenda do candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), nesta quarta-feira, dia 28 de outubro será no tradicional bairro do João Paulo, que é berço Cultura da capital maranhense, e também, base eleitoral do vereador Professor Sá Marques (Podemos), que reside no local.

A concentração será às 15h, em frente ao Colégio José Cupertino, no João Paulo.

Desesperados, membros do PCdoB e aliados de Rubens Júnior, espalham mensagens apócrifas nas redes sociais…

Alô, TRE: Espalhar Fake news é crime eleitoral ou não?

Democracia comunista, como sempre, tentando hostilizar a imagem de adversários. Um dos fatos recorrente, em plena campanha eleitoral de 2020, é que os aliados do governador tentam a todos custo colocar palavras na boca de Eduardo Braide.

Fakenews: Convite para evento de Bolsonaro não partiu de Braide. Abaixo, a peça criminosa espalhada pelos aliados de Flávio Dino, até então era “apócrifa” sendo desmentida pela assessoria de Braide:

Se o TRE quiser, já pode punir  membros do PCdoB, aliados de Flávio Dino, e seus menudos, por espalhar mensagens mentirosas contra o candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide, do Podemos, que nunca foi convidado pela comitiva presidencial para participar de seu evento (visita) ao Maranhão.

Nas imagens abaixo, retiradas das redes sociais duma educadora ligada ao PCdoB, o endereço de fotos e mensagens apócrifas que estavam sendo enviadas de forma maldosa, para não dizer criminosas, com a intenção de prejudicar o candidato do Podemos.

Bateu o de sespero nos aliados do governo comunista

Fascistas são sempre os outros, que discordam da esquerda, que jogam limpo, que seguem a democracia…

Em contato com a assessoria do candidato Eduardo Braide, fui informado que “Braide nunca sequer recebeu convite para ir ao evento de Bolsonaro, negando o convite mostrado pelos membros do partido do governador”.

Muito estranho que o PCdoB que se diz anti-Sarney, esteja atacando a imagem de Eduardo Braide e nada falou, calou, sobre a presença da ex-governadora Roseana Sarney, no palanque de Neto Evangelista.

Muito estranho que essa educadora, aliada de Flávio Dino, esteja calada sobre a “oligarquia PDT” que por décadas sucateou nossa cidade e agora esteja unida com Roseana Sarney.

Aliados de Flávio Dino calaram sobre a aliança de Neto Evangelista com a Oligarquia Sarney, calaram sobre a “oligarquia Pedetista” que passou mais de 30 anos dominando a capital. “Democracia pra mim e fascismo para os outros”? 

Democracia do PCdoB é assim, xinga Bolsonaro de “fascista” e passa pano, nada fala sobre as oligarquias Sarney e Pedetista.

Abaixo, as imagens da educadora que espalhou mensagens mentirosas.

Educadora ligada ao candidato a prefeito Rubinho (que dificilmente saiu de 1% nas pesquisas) que espalhou fakenews contra Braide, numa foto ao lado do chefe maior do PCdoB, Flávio Dino.