Browsing: Ricardo Santos

Por José Reinaldo Tavares

Se Michel Temer assumir a presidência, como se prenuncia, terá que enfrentar uma gigantesca tarefa desde os primeiros dias. Ele não terá muito tempo, pois a economia brasileira está destroçada, a Petrobrás quase quebrada, o sistema elétrico se equilibrando precariamente, a renda dos trabalhadores caindo, o desemprego já atingiu 10 milhões de pessoas, ou seja, a cada hora 246 brasileiros ficam desempregados, a infraestrutura em ruinas, sejam portos, ferrovias, rodovias, empresas aéreas diminuindo de tamanho vertiginosamente, o sistema de saúde em péssima situação, a educação idem, ao ponto de professores do ITA me pedirem para votar “sim” porque o governo estava tirando o dinheiro do Instituto mais conceituado do país, as empresas fechando. Só o que cresce no país é a miséria.Dilma-e-Temer

Uma situação muito pior do que conheceu Itamar Franco quando herdou o governo de Collor, após o impeachment deste.

Eu não tenho dúvidas de que Temer está preparado. Conversa muito, está informado das profundezas do abismo em que caímos, mas sabe também que o PT não lhe dará tréguas e o PSDB, como sempre, se deixa levar pelo cálculo político e corre o risco de copiar o PT, que patrocinou o impeachment de Collor mas não quis participar do governo Itamar, levando sua posição a ponto tão extremado que expulsou Luiza Erundina porque ela aceitou um cargo no governo dele.

Só que a situação brasileira é muito, muito pior, do que aquela e a classe política precisa dar uma resposta imediata sob pena do descontrole do país. Quem apostar no quanto pior, melhor. Está apostando contra a população brasileira.

Não gostam ou não confiam no Temer? Mas ele é a única solução legal que temos, chefiará um governo de transição, que precisa dar certo. Depois então teremos eleições gerais, que podem ser ganhas por qualquer um dentro do jogo democrático.

As regras são essas e precisam ser cumpridas ou viramos uma republiqueta.

Falar em eleições presidenciais agora é quase um golpe, pois não estão previstas na nossa Constituição. Ou no Parlamentarismo, também não previsto. A única solução democrática é essa que está nas regras constitucionais. O resto é conversa fiada.

Assim, não vejo outro jeito. Os partidos que lutaram pelo impeachment como solução para o descalabro do governo Dilma que estava acabando com o país, sem nenhum vislumbre de melhoria devido à personalidade isolacionista da presidente, não podem se omitir nessa hora.

Se o PSDB tomar esse caminho estará colocando em risco as reformas que precisam ser feitas para corrigir os rumos do país. Essa destrambelhada posição do partido, se vier mesmo a ser tomada só pode ser entendida como soberba ou até por oportunismo e pode contribuir para agravar a situação, pois se o governo Temer não der certo, o que virá em seguida dificilmente dará também, e ficaremos a mercê de ”salvadores da pátria” que terminarão por afundar profundamente o país.

O restante pode ser considerado como uma baixa política vendendo a ilusão de que só alguns iluminados poderão salvar o país. Itamar era mal visto, mas fez um dos mais importantes governos que tivemos, embora tivesse um mandato curto.

Dito isso não quero deixar de fazer o registro de que o ministro Eduardo Braga das Minas e Energia, antes de sair, fez o que nos havia prometido há mais de um ano e realizou o leilão para o linhão que ligará as subestações de Bacabeira e Parnaíba conectando toda a região do litoral leste ao resto do país. Agora, finalmente, teremos a infraestrutura que nos faltava para participar efetivamente e ativamente da geração de energia renovável como eólica e solar. Valeu ministro.

E para concluir espero que o governador Flávio Dino, merecedor de nossas esperanças de mudanças, não tome uma posição isolacionista, pois o Maranhão não aguentará, nas atuais circunstâncias de recessão e desemprego e de economia frágil, uma posição dessas em relação ao governo federal.  São quase sete milhões de maranhenses que confiam no governador e que precisam de apoio.

O Maranhão confia em seu governador.

Neto de Sarney prova que não houve “herança maldita”

Durante audiência pública na Assembleia Legislativa com técnicos do Estado, o deputado Adriano Sarney, através de dados fornecidos pela da SEPLAN (Secretaria de Planejamento), desmentiu que sua tia deixou rombos para a gestão comunista. Reveja aqui:

Deputados descontentes

“Governo comunista fez, até agora, politicagens com dinheiro público”. Segundo alguns deputados, o governador Flávio Dino “tem que abrir os cofres e pagar as emendas parlamentares a todos os 42 deputados e não apenas alguns poucos”. Essa é uma boa hora de mostrar diferença do grupo Sarney, que realmente o Maranhão mudou.

Deputados descontentes I

Os deputados membros da Comissão de Orçamento Fiscalização e Controle da Assembleia, pediram explicações aos técnicos e gestores da Secretaria de Estado de Planejamento sobre orçamento das emendas parlamentares para 2016.

Aliados descontentes

Nos bastidores do poder muito se fala sobre o afastamento de aliados do governador, que após ser eleito deixou de “dialogar” com a classe política. No Palácio dos Leões, só é ouvido quem participa da legenda governista.

Aliados descontentes I

O PCdoB correu contra o tempo para filiar o máximo de “new comunistas” que podia. Gente de toda estirpe se tornou comunista da noite para o dia. Desta feita, Flávio Dino repetiu o ato de Washington Macaxeira (hoje sem filiação partidária) que lotou o PT com gente do grupo Sarney.

Por causa disso, muita gente já se rebelou, esperando apenas um sinal para dar uma resposta a altura para os comunistas quando forem pedir novamente apoio.

Sinecuras da Emap

Novamente o Porto do Itaqui está sob ameaça de intervenção federal. Rumores provenientes do Porto dão conta que o afastamento dea presidenta Dilma Rousseff (PT), poderá fechar muitas portas para aliados palacianos, se for controlado pela gestão federal.

Sinecuras da Emap I

Já os antigos magnatas que “sangravam” os portos de São Luís na gestão passada, que ainda mantém algumas regalias, gente ligada ao “empresário das telecomunicações”, que chamam o governador de “pai”, poderão, novamente mandar na empresa.

Sinecuras da Emap II

É bem verdade que os lucros altíssimos que entravam juntamente com os navios cargueiros no porto maranhense deixaram de ser rateados por alguns poucos. Maquina de dinheiro, o Porto do Itaqui, na atual gestão, continua sendo uma incógnita, ou seja, ninguém sabe onde vai parar tanto dinheiro.

Deputado Fábio Macedo quer dar uma de fiscal do Dnit…

dino 3

Quando teve oportunidade de se fazer presente, o deputado que só viaja de “aviões”, sequer dava atenção para a rodovia de entrada na capital, a BR 135, que por omissões gerais tornou-se uma buraqueira.

Mas, o pedetista ligado ao governador Flávio Dino, parece fazer jogo duplo, culpando o governo federal, aliado do governador, tentando justificar o injustificável, mostrando imagens de crianças trabalhando na recuperação da BR.

Flávio Dino só pensa nele próprio…

Para fechar, um publicação do Luis Cardoso sobre a maneira PREOCUPANTE QUE TEM SE MOSTRADO o nosso governador, de forma egoísta, pode ser comparada ao ex-governador, José Sarney.

dino 2

Senador maranhense diz que senado se prepara para julgar Dilma

Só 39 senadores são a favor de saída definitiva de Dilma da Presidência

Folha de SP – Ainda que o afastamento temporário da presidente Dilma Rousseff seja dado como certo até por senadores governistas, levantamento feito pela Folha mostra que ainda não há votos suficientes no Senado para a saída definitiva da petista. Enquanto 50 senadores confirmam que votarão pela admissibilidade do processo de impeachment, apenas 39 dizem que apoiarão o impedimento definitivo de Dilma.

0534d025-0f7e-491e-bec8-7b78e5fe8bf7

“Não podemos ignorar que a Câmara deu autorização ao Senado para abrir o processo com 367 assinaturas, mas temos que analisar a fundo o mérito da questão para decidir se ela cometeu ou não crime de responsabilidade”, afirmou o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), que declarou voto a favor da admissibilidade, mas não decidiu sobre o julgamento final. Com a aceitação do processo pelo Senado, em votação prevista para 12 de maio, Dilma será afastada do cargo por até 180 dias e o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), assumirá o comando do país.

Para tanto, seria preciso, com a presença de todos os 81 senadores, o voto de 41 deles –ou seja, já haveria pelo menos nove votos a mais hoje. Nesse período, a comissão especial do impeachment fará a análise do processo da presidente afastada e poderá, entre outros passos, realizar diligências, ouvir testemunhas, dar a possibilidade de a defesa se manifestar. No caso de a comissão não encerrar os trabalhos no período de afastamento (180 dias), Dilma poderá reassumir o cargo.

“O deputado atua mais ou menos como um promotor, que oferece a denúncia. Nós somos juízes e, até para dar esse caráter de foro, de corte, é preciso que haja isenção dos dois lados, e o que se espera de um juiz é que ouça a defesa primeiro”, afirmou Roberto Rocha (PSB¬MA).

Já para Dilma perder de vez o mandato são necessários 54 votos –neste caso, segundo enquete da Folha, faltariam no momento ainda 15 para atingir esse patamar. Onze senadores não quiseram declarar seus votos sobre essa etapa e sete disseram que estão indecisos. Três não responderam à reportagem. “Precisamos de mais tempo para analisar os documentos. Não dá para prejulgar”, afirmou o senador Omar Aziz (PSD¬AM), a favor do afastamento de 180 dias. A senadora Ana Amélia (PP¬RS) disse que tem posição definida, mas prefere não declará¬la para evitar questionamentos.

 “Todos sabem o meu posicionamento, mas somos juízes e, para não dar motivos para o PT judicializar o processo, prefiro não colocar a carroça na frente dos bois. Vamos avaliar o mérito da questão.” O governo tem o apoio de 21 senadores, contrários à condenação final da presidente. Contra a abertura do processo há 20 votos. A diferença é o ex¬ministro Eduardo Braga, que estará afastado por licença médica na primeira votação. A abstenção conta a favor do governo. Nesta segunda (25), o Senado instalará a comissão especial do impeachment, com 21 membros titulares e 21 suplentes. O colegiado terá dez dias úteis para aprovar um parecer e apresentá-lo em plenário. Continue lendo clicando aqui:

A noite do último sábado (23), foi marcada por um grande encontro político em Santo Antônio dos Lopes, na região do Médio Mearim. O grupo do prefeito Eunélio e da deputada estadual Ana do Gás (PCdoB) reuniu cerca de cinco mil pessoas no salão do Josivan, para oficializar as pré-candidaturas de Tiago Mendonça e Cláudio Lima, ambos do PCdoB, ao cargo de prefeito e vice-prefeito do município. O encontro também definiu os nomes dos pré-candidatos a vereadores.1f1bb10d-8ced-4ab8-9810-0a9c8aa45302

Participaram ainda do encontro vereadores, pré-candidatos a vereadores e várias lideranças políticas como Arlete, Glaydson, Eliton Amaro, Clodomir, Antônio, Oséas, Manoel, Vânia Barbosa, Gilmar Leite,  Herbert Mazinho, Cibele Napoleão, Edvan, Júnior Aleixo, Manuel Filho, Picolé do PRB, Alysson Veloso, Oziel,  Herculano, Alaede Leal, Edmílson Salazar, Rosaldo, Luís Alencar, Jadiel da 20, Marcos Maciel, Gorete do Gás, Ana D’Alva, Mundico, Anchieta, João Vermelho, Henrique Paiva, Carlito Torres, Antônia Barbosa, Marcony Brito, Kinkas, Dr. Halysson, Luciano Barros, Fernando Frequência, entre outros.

Discursaram no evento o ex-prefeito Dr. Napoleão, Maria José, prefeito Eunélio, deputada Ana do Gás, Cláudio Lima e Tiago Mendonça.

O prefeito Eunélio fez um discurso vibrante, enaltecendo a juventude de Tiago Mendonça, que tem apenas 21 anos, e garantiu que na administração do sobrinho todos terão as mesmas oportunidades que estão obtendo em seu atual governo. Eunélio mandou um recado ainda aos seus adversários políticos. “Vamos dar continuidade ao trabalho com Tiago e não voltar para o tempo das estradas cortadas, de seis meses sem água, como acontecia no passado. Não sou como meus adversários que disseram que eu iria trazer gente de Capinzal e de Dom Pedro para esse encontro. Quem é de Santo Antônio dos Lopes levante o braço! Agora, os meus adversários fizeram um churrasco e o povo não foi, isso porque o povo sabe que eu não costumo jogar sujo. O povo não quer o atraso e garanto que as coisas vão é melhorar e não piorar com Tiago. Ele é jovem, vamos nos unir e trabalhar para ganharmos de novo”, disse Eunélio.a5d1248a-f93c-4602-b90d-ec2b28b4a6c0

O ex-prefeito Napoleão fez um longo discurso, onde narrou a trajetória de sua administração. Lembrou os benefícios que ele levou para Santo Antônio dos Lopes durante sua administração, como estradas vicinais piçarradas, com pontes, bueiros, merenda escolar de qualidade, construção de um hospital, entre outras obras.

Napoleão também explicou os motivos que o levaram a apoiar o candidato do prefeito Eunélio. “Mesmo desejando que minha esposa saísse candidata, nesse momento não tenho como garantir sua eleição, mas o grupo garantiu que Maria José terá um papel de destaque na administração de Tiago Mendonça.

Maria José afirmou que está preparada para administrar o município, porém, com humildade, compreendeu que este não é o momento e que seu sonho apenas foi adiado. “Eu me sinto preparada para administrar o município, mas Deus é o meu guia principal e Ele achou que este não é o momento e seguirei o meu caminho apoiando o Tiago Mendonça”, disse.c6f972b1-b9ed-40d3-9e73-1a3396c13c34

Em discurso, Ana do Gás falou da importância da vitória para o município continuar seguindo em frente. “Eu peço a todos para continuarmos seguindo em frente. Eu estarei com cada um de vocês em todos os lugares deste município para retribuir com responsabilidade os votos que vocês me deram, para que eu estivesse exercendo o cargo de deputada estadual ao lado do governador Flávio Dino, que no mês que vem estará em nossa cidade para inaugurar muitas obras e conhecer a realidade de nossa cidade e o bom trabalho do prefeito Eunélio. As pesquisas mostram que continuaremos seguindo em frente, com a ajuda de Deus”, disse Ana do Gás. (Ascom deputada, Fotos: Carlinhos Filho/Antônio Martins)

Outro alerta ao governador…

Enquanto todos pulam do barco afundando, governador prefere morrer afogado.

Roberto Rocha na grande área…

Se alguém ainda tinha dúvidas que o senador Roberto Rocha seria o sucessor natural de Flávio Dino, já não tem mais.

Roberto Rocha, que sabe tratar bem seus aliados, acabou de ganhar mais notoriedade. Rocha faz no Maranhão e Brasilia, aquilo que o governador como líder da política maranhense deveria ter feito, mas, preferiu o retrocesso…

Melhor para Rocha, que sabe chutar bem. E, como se diz no futebol, “quem não faz leva”, Roberto que está batendo um bolão em Brasilia, acaba de chegar à grande área, só falta chutar e marcar um golaço pelo Maranhão.

Dino teimosão…b093d7a2-71db-4b3f-932b-91ea369f3c6e

Flávio Dino conseguiu perder o time e fortalecer justamente seu sucessor, Roberto Rocha. A receita do bolo é fácil: Roberto Rocha só esperou Flávio Dino meter as mãos pelos pés, agora, fortalecido, o sucessor de Dino, que foi perseguido pelos “aliados” palacianos, está “de boa” no cenário nacional e no Maranhão. Pior fez Flávio Dino caiu enquanto Rocha só fez crescer seu ibope.

Dino teimosão I

Na semana passada falei que Dino deveria parar de chamar Michel Temer de golpista, até a Dilma, em discurso na ONU deixou de falar em “golpe”, mas, Flávio Dino, que aparenta estar insano, conforme as palavras do JP, continua chamando o futuro presidente de “golpista”, loucura, loucura, loucura… Se a tese do JP estiver certa, Dino estaria pensando em “algo mais” que o governo do Maranhão, que conseguiu a duras lutas ser trilhado de braços dados com os aliados da oposição… Seria, no caso, o governo do Brasil, seria ser presidente da República, no lugar de Temer?

Se for, pode internar o homem…

Dino teimosão II

Noticia internacional: Dilma não discursou sobre o “golpe” como era esperado na ONU. Porquê?

Quando digo que essa galera de puxas que cercam nosso governador só fazem atrapalhar. Observem abaixo, a coluna do JP mostra justamente isso, que Flávio Dino precisa cair na real, que está “vacilando na maionese”, mas continua na mesma teimosia recitando a ladainha de que “impeachment é golpe”. Pior para ele, está se tornando impopular…

Dino quer ser deus?

Colunaço do Peta: E o Waldir Maranhão, gente!!! ‘Brincadeira’ dizer que Deus tocou o coração dele e o fez mudar de voto…!!! Só se foi outro ‘Deus’, porque o verdadeiro ia tocar o coração dele, mas era para renunciar; “por heresia ou falta de decoro”, como bem disse o JP no Informe de anteontem!!! Falar em outro ‘Deus’, depois de ser vaiado no saguão do aeroporto de São Luís, Waldir entrou na Assembleia ovacionado para receber a homenagem de Flávio Dino: “Waldir/Guerreiro/do povo brasileiro”!!! Eu não agüento!!!

 

  • Mas pense num ‘cabra’ sem sorte!!! Depois de votar a favor da Dilma, em Brasília, Waldir viaja de volta ao Maranhão e desembarca no aeroporto de São Luís no exato momento em que uma multidão de torcedores aguardava a chegada da equipe do Sampaio que está na final da liga feminina de basquete!!! Reconhecido, o vice-presidente da Câmara levou uma estrepitosa e demorada vaia!!! Pra completar, o aeroporto ainda é CUNHA Machado, hahahahahahahahahaha!!! É muita ‘moleza’!!!

Defensores de Dilma apelam para cusparadas…

A semana fechou com as cenas lamentáveis do ex-BBB, deputado Jean Willys, que se diz “vitima de preconceitos”, que ganhou notoriedade levantando a bandeira LGBT, como defensor duma minoria que quer se colocar acima de todos.

Sobrou para o Bolsonaro:

Como os defensores da minoria ficaram sem argumentos, enviaram para as redes sociais argumentos toscos acusando outro deputado de ser golpista, no caso, um tal de Jair Bolsonaro, que nunca nem vi na vida, exceto nas imagens da votação do impeachment. Nesse dia sim, fiquei sabendo quem era Bolsonaro, no momento que sofria agressão promovida por Jean Willys.

Também, um ator de novelas da Globo foi flagrado dando cusparadas em mulheres num restaurante. Nos dois lamentáveis episódios, não se viu os defensores de Dilma falando sobre as lamentáveis ofensas.

Coisas do Brasil de Dilma:

A “banda larga” virou “banda estreita”. Enquanto nos EUA a população tem banda larga de verdade, wifi grátis em toda a cidade, no Brasil do PT ainda querem encurtar a banda larga. O pior que a agencia reguladora, a ANATEL, que por hora suspendeu a medida limitar o acesso da internet para cobrar franquias de dados. A medida está sendo vista como outro retrocesso, coisas do Brasil petista.

A deputada estadual Ana do Gás (PCdoB) participou na noite da última quarta-feira (20) do Ato em Defesa da Democracia e da Constituição. Promovido pelo Partido Comunista do Brasil, o encontro reuniu vereadores, secretários estaduais e municipais, movimentos sociais, sindicais, entidades e representantes partidários na Assembleia Legislativa do Maranhão.2bef4bb6-e657-45a2-9b1b-06b663c6a4f3

O Ato em Defesa da Democracia e da Constituição homenageou os deputados federais da bancada maranhense que votaram contra a autorização do impeachment da presidenta Dilma Rousseff no último domingo (17). Os parlamentares Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Weverton Rocha (PDT), Waldir Maranhão (PP), Zé Carlos (PT) e Júnior Marreca (PEN), além do deputado federal pelo Rio de Janeiro, Wadih Damous (PT), foram homenageados com uma placa entregue pelo governador Flávio Dino e pelo presidente do PCdoB do Maranhão, Márcio Jerry.

Flávio Dino justificou o Ato como uma condecoração à coragem, determinação e atitude dos parlamentares, da presidenta Dilma Rousseff e dos movimentos sociais que combatem a tentativa de golpe que está em curso no país. “Não tenham dúvida de que nesse teatro todo existe uma série de atitudes que se explicam pelo secular e entranhado machismo”, defendeu Dino.

O presidente do Diretório Estadual do PCdoB, Márcio Jerry, afirmou que o Maranhão deu mais uma contribuição ao Brasil com o Ato. “É o momento de reconhecer a firmeza e compromisso dos deputados que estão aqui hoje”, pontuou Jerry.

36c55a22-1412-4e9f-8d61-51612477b5f6Para o parlamentar Rubens Pereira Júnior, o movimento golpista foi uma vingança do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, pelo PT não ter apoiado o arquivamento do processo dele no Conselho de Ética. “Votei achando que a gente era uma minoria. Chego aqui e vejo que essa coragem não é individual, não é só de alguns deputados federais maranhenses, de um governador ou de um partido. É a coragem legítima do povo maranhense e do povo brasileiro”, destacou o deputado.

O atual vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão, frisou que o mundo está acompanhando o cenário político brasileiro. “Muito se tem dito que o povo é soberano e em respeito a essa soberania é que não vai ter golpe”, enfatizou Waldir.

O deputado Wadih Damous lembrou a rebeldia e a história de lutas da Ilha Rebelde. Já Weverton Rocha chamou a atenção para a ameaça que um impeachment traz às conquistas sociais. Ao lado de colegas de plenário e de partido como Othelino Neto,  Levi Pontes, Glaubert Cutrim, Rafael Leitoa, Fábio Macedo, Professor Marco Aurélio, Zé Inácio, Bira do Pindaré e Raimundo Cutrim, Ana do Gás disse que a classe política e o povo devem lutar pelo respeito à Constituição. “Não podemos permitir que se atropele a nossa Carta Magna e vamos defender essa conquista até o fim”, defendeu a parlamentar.

A imagem do dia: População faz sinalização com baldes, latas e paus…

Próximo duma escola estadual, bueiros, esgotos e muita lama jorrando numa avenida do Habitacional Turu, em São Luís.  O problema segue sem solução por quase uma década, mas, até agora, nada mudou…

990806dc-28b2-40f5-b8d9-590e5de4900d

 

O flagrante do dia: Arrastões em restaurantes estão cada vez mais frequentes…

Embora a notícia tenha sido divulgada apenas em blogues e por grupos de whastsapp, o pânico tomou conta e conseguiu impedir muita gente de curtir a quinta-feira de feriado, em São Luís.

Abaixo, a notícia divulgada por Marcelo Minard:

minard

 

Frase do dia: Michel Temer sobre a viagem de Dilma aos EUA…

temer

 

“Cada passo do impeachment foi feito de acordo com a constituição, como isso pode ser um golpe? Ela diz que estou instigando o golpe e isso é perturbador”, afirmou o vice-presidente Michel Temer (PMDB) em entrevista ao “Wall Street Journal” ao assumir a presidência em lugar de Dilma, que foi chorar nos ombros do “Tio Sam”.

O prefeito Edivaldo vistoriou as construções das etapas I, II, III, IV, V e VI do Residencial Piancó, na tarde desta quarta-feira (20). O conjunto habitacional reúne 1.344 apartamentos e está localizado no bairro Vila Embratel, área Itaqui- Bacanga e integra o programa habitacional “Minha Casa, Minha Vida”, executado pela Prefeitura de São Luís que tem como objetivo reduzir o déficit de moradia na capital.unnamed (3)

“Estamos concluindo este que é um dos maiores programas habitacionais da nossa gestão. É uma prioridade, um compromisso acompanharmos o andamento deste trabalho até sua conclusão e, sobretudo, garantir a milhares de famílias ludovicenses a moradia digna”, ressaltou o prefeito Edivaldo.

Acompanhado de secretários municipais e equipe de engenharia, o prefeito Edivaldo visitou as estruturas dos residenciais Piancó II, IV e V, cujas obras estão na etapa de acabamento. Com serviços bem avançados, os blocos recebem revestimento, pintura, cerâmica e reboco interno e externo. Já os residenciais Piancó I e II estão com os serviços concluídos e após vistoria técnica da Caixa Econômica Federal serão disponibilizados às famílias contempladas no sorteio.

Cada apartamento possui seis compartimentos, sendo sala, dois quartos, cozinha, banheiro e área de serviço. Os contemplados são, prioritariamente, pessoas com deficiência, idosos, inscritos no aluguel social, moradores de áreas de risco e pessoas de baixa renda. “O prefeito Edivaldo mostra seu compromisso com quem precisa de moradia. O que vemos aqui é um grande projeto habitacional com apartamentos de alto padrão, de muito bom acabamento e que vão oferecer conforto e segurança para quem vier morar aqui”, ressaltou o secretário municipal de Urbanismo e Habitação (Semuhr), Diogo Lima.unnamed (1)

RESIDENCIAL PIANCÓ

Os condomínios do Residencial Piancó possuem guarita de segurança, área de lazer com quadra de esporte coberta e espaço para eventos, também coberto. A estrutura conta ainda ruas pavimentadas, abastecimento de água, drenagem pluvial e energias elétrica. Na comitiva que acompanhou a vistoria estavam os secretários Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos), Hélio Soares (Articulação Política), além do coordenador de Área da Semuhr, José Ribamar Paeta, o presidente do Sindicato das Empresas de Construção Civil do Maranhão (Sinducon), Fábio Nahuz e o vereador Chico Carvalho. (Secom)

Imagens de partir o coração: Criancinhas garimpando lixo em bairro de São Luís…

A imagem é clara, cenas de partir o coração, de pobreza, miséria: Mãe e filhos, criancinhas revirando lixo em busca de comida. O local fica no Habitacional Turu, próximo da Igreja Catedral de Louvor Maranata. No momento estava filmando moradores que jogam lixo próximo duma placa pedindo para não jogar lixo.

crianças22

Bem ali, perto da praia, num bairro classe média da capital, crianças passam o feriadão no lixo, em busca de alimentos. Como assim, cadê as autoridades, cadê a presidenta que tirou milhões da fome, da pobreza, e mudou o Brasil para melhor?

Boa pergunta. Embora esta imagem seja cada vez mais frequente, ninguém em sã consciência é capaz de responder.

Nota do blog: Estava fazendo, como de costume, um registro sobre os lixos atirados em vias públicas. Minha filmagem teve que ser rápida, afim de não expôr uma família, mãe e filhos, crianças, enquanto garimpavam pela sobrevivência.

Às 19h, texto sofreu alteração para acréscimos de informações.

Deputados querem liberação de emendas e pedem detalhes sobre orçamento do Estado

Em audiência pública para a avaliação das metas fiscais do III quadrimestre de 2015, realizada na última quarta-feira (20), na sala das Comissões Permanentes na Assembleia Legislativa do Maranhão, os deputados membros da Comissão de Orçamento Fiscalização e Controle da Assembleia, pediram explicações aos técnicos e gestores da Secretaria de Estado de Planejamento sobre orçamento das emendas parlamentares para 2016.

2fc8f2cd-e1bb-4cdb-8998-f48f6a3940fbPara os deputados estaduais não está claro por parte do governo do estado como será distribuídas as emendas ao parlamento legislativo.

Na oportunidade, os deputados questionaram o volume destinado para a Casa, a ideia que fica é que na gestão passada as emendas eram melhor distribuídas, enquanto hoje, na atual gestão, alguns poucos se beneficiam.

Segundo o subsecretário da SEPLAN, Marcelo Dualibi, “será necessário uma nova audiência pública para explicar aos deputados estaduais os valores das emendas parlamentares e quando o governo pagará por essas emendas que beneficiam a população maranhense através das indicações dos deputados estaduais”.

Participaram da audiência pública o presidente da Comissão de Orçamento, deputado Vinicius Louro (PR), deputados, Adriano Sarney (PV), Rafael Leitoa (PDT) Antônio Pereira (DEM), Fábio Braga (SD), Sousa Neto (PTN) e Eduardo Braide (PMN), além de técnicos e gestores da Secretaria de Estado de Planejamento do Maranhão.

1 359 360 361 362 363 387