Monthly Archives: agosto, 2019

A Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) e o Ministério Público Estadual convidam todos os profissionais de imprensa para participarem de um café da manhã para apresentação da campanha “Rede do Bem: estamos aqui para ajudar”, a ser realizado nesta sexta-feira (30), às 8h, no Auditório Neiva Moreira, do Complexo de Comunicação da Alema.

O evento é organizado pelo Fórum Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio, com apoio do deputado estadual Fábio Macedo (PDT), autor das leis que criaram o Dia Estadual de Combate à Depressão e o Programa de Auxílio a Pessoas com Depressão no âmbito da Rede Pública Estadual de Saúde.

O Fórum Estadual de Prevenção à Automutilação e ao Suicídio existe desde dezembro de 2017 e é composto por entidades e instituições públicas e privadas, com o intuito de fundamentar a Política Estadual de Prevenção ao Suicídio. Atualmente é coordenado pelo Ministério Público Estadual, para o atendimento de pessoas que se encontram em sofrimento psíquico.

Lixo caro!

Durante o dia, o assunto mais debatido nas rodas de conversas dos poderes foi o lixo de nossa capital. Imaginem que nossa produção de lixo, superou em milhões as cifras do ($) Euro. Abaixo uma pequena constatação via blog do Neto Cruz:

Mais lixo que em Paris

A contratação dos serviços de coleta de resíduos sólidos em São Luís ficou 60% mais cara para o consumidor ludovicense. Nos últimos dez anos, o custo do serviço pulou de R$ 55,5 milhões para R$ 100 milhões. O motivo: a destinação de resíduos sólidos de grande porte para um único aterro particular – a Central de Gerenciamento Ambiental Titara S/A.

Antes da licitação, realizada pela gestão João Castelo (PSDB) em 2011, as companhias coletoras – Vital e Limpel – não pagavam nenhum valor para despejar resíduos no aterro municipal da Ribeira. No entanto, o serviço passou a ter um custo, depois da conclusão do certame, com previsão de gastos de R$ 3 bilhões em 20 anos, prorrogáveis por mais 20 – o que dá um gasto anual de R$ 155 milhões, sem considerar os reajustes previstos em contrato e a disposição final do lixo em aterro privado, instalado fora de São Luís.

Na época, antes do pregão ser realizado, o serviço era prestado por duas empresas através de contrato emergencial. Nesse período, as companhias adquiriram áreas para instalação do aterro no vizinho município de Rosário. Os contratos emergenciais foram firmados sem licitação e o Ministério Público chegou a apurar indícios de superfaturamento de 30%, além da capacidade operacional do sistema de limpeza urbana. As empresas que estavam operando na capital chegaram a obter três prorrogações contratuais, sem processo licitatório.

MAIS LIXO DO QUE PARIS

A quantidade de lixo produzida por uma sociedade é diretamente proporcional ao poder de compra dos seus integrantes. Quanto maior o poder aquisitivo, mais consumo e, portanto, mais lixo. Esse parâmetro funciona para o mundo inteiro, mas desmorona quando agrega os números produzidos pelo serviço de limpeza pública pago pela prefeitura da capital maranhense.

Os ludovicenses, que nem de longe formam uma das duzentas mais ricas comunidades do mundo, pelo menos na conta de lixo atual, seriam uma das duas populações com maior poder de compra do planeta, deixando para trás cidades como Paris, Barcelona, Tóquio, Londres e Nova Iorque.

O morador de São Luís produz, em média, 1,740 quilo de lixo por dia, 100 gramas a menos que os moradores de Roma e quase 200 gramas a mais que os habitantes de Barcelona, na Espanha. Roma é o maior centro de visitação turística do mundo, onde se concentram 365 dias por ano pessoas com elevado poder de compra. Anos antes de Edivaldo Júnior assumir a Prefeitura, a média era de 1,240 quilo/dia, quantidade já considerada alta em comparação à média das cidades mais ricas do mundo.

Empresário de sucesso, Gustavo Araújo começa a se movimentar em busca de uma vaga na Câmara dos Vereadores de São Luís. Proprietário do Papo de Boteco – na avenida Mário Andreazza -, Gustavo é presidente da Abrasel/MA – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes.

Perfil empreendedor

Apostando em uma ampla renovação do quadro de vereadores, sua pré-candidatura nasce, principalmente, do consenso entre os empresários do setor de gastronomia que acreditam que, ter um representante na Câmara, pode ajudar no surgimento de políticas públicas capazes de fortalecer a indústria do turismo em nossa cidade.

Para Gustavo, “colocando um nome à disposição do eleitor como pré-candidato nas eleições de 2020, nosso grupo pretende trabalhar para criar condições de potencializar a geração de emprego e renda ao cidadão”.

Com 37 anos, nascido em Vila Velha – ES, mas, maranhense de coração, Gustavo chegou em São Luís com apenas um ano de idade. Formado em Administração de Empresas (e cursando gastronomia), atuou em cargos de chefia em grandes multinacionais como Neoquímica laboratórios e grupo Pfizer. Sua filiação a um partido de ponta está sendo costurada e acontecerá em breve, o que lhe dará mais força na caminhada rumo à Câmara Municipal.

Os vereadores Osmar Filho (PDT), presidente da Câmara Municipal, e Ricardo Diniz (PRTB) reuniram-se, nesta última terça-feira (27), com representantes do Fórum das Escolas Comunitárias e Filantrópicas de São Luís e da Rede de Bibliotecas Ilha Literária.

Na oportunidade, os parlamentares garantiram apoio às entidades com o objetivo de dar encaminhamento para resolver algumas solicitações feitas pelos educadores e também se comprometeram em instalar, no âmbito do Poder Legislativo ludovicense, uma Frente Parlamentar para defender os interesses das Bibliotecas Comunitárias e execução do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas.

O encontro, vale destacar, foi proposto por Diniz, que agradeceu a atenção dispensada por Osmar Filho em relação ao assunto.
Os representantes solicitaram dos vereadores apoio no que se refere a solucionar, por exemplo, impasse relacionado a demora na certificação contábil por parte do Ministério Público, o que implica no reconhecimento destas unidades de ensino perante a Secretaria Municipal de Educação e posterior liberação de recursos para manutenção e custeio; regulamentação da Lei do Fundeb e de um percentual dos recurso municipais para Educação.

“O debate foi muito proveitoso. Agradeço aos vereadores pela atenção e disponibilidade em dialogar conosco para que estes pleitos sejam resolvidos. Dialogar diretamente com os representantes do povo nos deixa felizes e fortalecidos para que continuemos a trabalhar por esta causa, que é um direito das crianças e adolescentes que estudam nestas instituições de ensino e que são de famílias carentes”, disse Neusa Oliveira, articuladora do Fórum das Escolas Comunitárias.

Osmar Filho explicou que dará todos os encaminhamentos necessários, sendo que o primeiro passo será marcar uma reunião que envolva os Poderes Executivo e Legislativo, Ministério Público e a representação das Escolas. “As escolas, realmente, carregam com muita dificuldade e sacrifício toda a manutenção e custeio e recebem muito pouco para mantê-las. É fundamental investir na educação das crianças e assim garantir mais oportunidade para as futuras gerações”, disse o presidente ressaltando que Ricardo Diniz será o autor do projeto de resolução legislativa propondo a criação da Frente Parlamentar.

“Esta é uma data histórica para a Câmara Municipal de São Luís que, pela primeira vez, recebe os representantes do Fórum das Escolas Comunitária”, comentou Diniz, lembrando que são aproximadamente 200 Escolas que prestam serviço às comunidades, oferecendo creche e ensino infantil.

Todos são iguais perante as leis?

Defensores da organização criminosa de duas letras, protegida por togados de três letras, e, possivelmente financiada por governadores do Nordeste com dinheiro dos pobres, que acham legal e normalíssimo pagar “palestras” de advogados superiores, são os mesmos que gastam horas preciosas em defesas esdruxulas de criminosos tarimbados.

É esse o Brasil dividido pela corrupção.

Que futuro terá uma nação que seu povo cansado de ser explorado, roubado, saiu às ruas para lutar contra a corrupção, que está sendo desrespeitado por políticos enrolados e pela “suprema justiça”, que agem na calada tentando libertar bandidos e culpar seus verdadeiros heróis, envergonhando sua justiça, alegando uma “justa” interpretação da Constituição?

Preparem-se para o pior.

Abaixo, trecho de O Antagonista:

Dando sequência à execução de políticas de fomento à produção e melhoria da renda no município de São José de Ribamar, o prefeito Eudes Sampaio prestigiou, na tarde da última segunda-feira (26) o encerramento do curso de Panificação. Realizado na reconstruída Cozinha-Escola, o curso é fruto de uma parceria da Prefeitura do o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

Prefeito Eudes no encerramento do curso de panificação

O curso atendeu 25 alunos e teve carga horária de 200 horas, sendo que foi dividido entre conteúdo teórico e prático. Ministrado por um profissional do SENAI, o curso abrangeu os conceitos mais relevantes da cozinha em panificação, passando ainda pela confecção de massas, bolos, entre outras receitas tradicionais ou inovadoras para o público que consome estes produtos.

Além disso, os alunos receberam formações sobre economia, noções de planejamento e provisão de materiais e noções de empreendedorismo para instruí-los a começar o próprio negócio.

O prefeito Eudes Sampaio fez questão de comprovar, vendo e provando, o resultado do esforço e dedicação dos alunos que fizeram receitas de dar água na boca.

Ele degustou diversas receitas que iam desde massas como a italiana brusqueta, até brioches e bolos com frutas. Na oportunidade, além de elogiar o empenho e qualidade das receitas, Eudes Sampaio destacou o trabalho importante que vem sendo realizado pela Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda (SEMAS), que vem proporcionando capacitação e abrindo portas para que muitos ribamarenses cresçam financeiramente e galguem as vagas mais promissoras no mercado de trabalho.

Delícias produzidas pelos alunos em São José de Ribamar

“Cursos como este são muito importantes, que marcam a vida das pessoas que participam. A assistência prestada pela SEMAS é algo extraordinário, mas o mais fecundo é o esforço que se faz na área do trabalho e renda, porque isso que vocês aprenderam, ninguém nunca irá tirar, é o conhecimento”, lembrou o gestor.

Atualmente no Brasil uma das áreas que mais vem apresentando crescimento é a da panificação, sendo uma das que mais gera renda e movimenta a economia do País. De acordo com Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), o faturamento desse setor chega a R$ 92,63 bilhões ao ano, e deve continuar crescendo.

Para a tecnóloga em alimentos e instrutora do SENAI, Nataliene Câmara, cursos como este que foi ministrado por ela certificam o interesse das pessoas em buscar cada vez mais capacitação e oportunidades de crescer em know-how e carreira. Ela afirma que o conhecimento que foi transmitido aos alunos não se limitou a apostilas e temática proposta no curso, mas buscou incentivar a criatividade e capacidade empreendedora de cada um.

“Todos foram bem formados e a formação foi para além do técnico, buscamos proporcionar ferramentas para que eles mesmos possam criar receitas inéditas, inovar e se destacar no mercado, que hoje é bastante competitivo”, ressaltou Nataliene.

Por unanimidade, a Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado aprovou na última quarta-feira (21) a criação da Frente Parlamentar do Matopiba, que congrega o bioma Cerrado nos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Para o senador Elmano Férrer (Podemos-PI), membro titular da CDR, a nova Frente Parlamentar visa promover no Congresso Nacional um amplo debate em torno do aprimoramento da legislação federal capaz de promover a defesa e o desenvolvimento da região, que é uma importante fronteira agrícola do País.

“É uma medida importante, pois ela será formada por senadores dos quatro estados e fará as modificações e os ajustes necessários à legislação existente, no sentido de permitir a apresentação de projetos de lei capazes de dotar essa região, com as caraterísticas idênticas, da infraestrutura necessária ao desenvolvimento do agronegócio, como estradas, energia, agências bancárias etc”, disse o senador piauiense.

Trata-se de uma iniciativa importante do senador Roberto Rocha, do Maranhão, tanto para o desenvolvimento econômico quanto para a conservação ambiental. O Matopiba é composto por 337 municípios e, segundo a Embrapa, possui 324 mil estabelecimentos agrícolas e 46 unidades de conservação, o que dá uma ideia da importância da união de esforços.

“Os parlamentares desses estados vão lutar pelo aperfeiçoamento da legislação, em favor do desenvolvimento da região, da preservação do bioma Cerrado e das nascentes dos rios. Por isso, sou signatário dessa frente desde a primeira hora”, complementou Marcelo Castro (MDB), outro piauiense membro da comissão.

A matéria segue para a Comissão Diretora do Senado. (Portal O Dia)

Gilmar Mendes dá salvo-conduto a filho de Wesley Batista.

Gilmar Mendes concedeu um habeas corpus a Wesley Mendonça Batista Filho para que ele não seja obrigado a comparecer hoje à CPI do BNDES e depor sobre o pai.

Se for, ele só poderá ser ouvido na condição de informante e não como investigado. A decisão do ministro também impede a comissão de determinar a prisão do herdeiro da JBS.

“O sentimento decorrente do estreito laço de afetividade havido entre pai e filho impede o Estado de intimar um filho, sob pena de prisão, a depor contra seu pai, salvo no caso excepcional previsto em lei, observada, ainda, a necessidade de proteção da unidade familiar prevista no art. 226 da Constituição Federal”, despachou o ministro. (O Antagonista)

Macron sendo desmoralizado, até o mar demostra o nível perigoso da poluição da França.

Vídeo mostra que a poluição da França está tão adiantada que os mares estão lotados de plásticos. Numa simples pesca pode ser retirado toneladas de lixo plástico.

A verdadeira preocupação de Macron deveria ser o plástico. A cada 80 kg de peixes pescados nos mares da França são retirados 20kg de plásticos.

Sabem aqueles ridículos governadores que enganaram os nordestinos? Pois é, são os mesmos que defendem corruptos e ficam a favor do presidente da França, Emmanuel Macron, para contrariar o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro.

Confira a poluição na França:

Destaque:

Com a cabeça fora do Maranhão e pés num constante palanque,  governador reeleito num outubro recente, destacou a qualidade de quem deverá substituí-lo.

“Um vice inimigo, minha gente, é um inferno. Por isso que eu não abri mão do Brandão: deixa o Brandão comigo. E a gente vai tirar esse mandato com a graça de Deus”. (Informações do blog do Diego Emir).

1 2 3 4 10