Monthly Archives: julho, 2018

Por iniciava do deputado Cabo Campos (PEN), foi realizada, nesta ter√ßa-feira (10), no Plen√°rio Nagib Haickel, Sess√£o Solene em homenagem aos 70 anos de funda√ß√£o do Estado de Israel. Presidida pelo deputado Vin√≠cius Louro (PR), a sess√£o contou com a presen√ßa do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley; do secret√°rio de Estado de Rela√ß√Ķes Institucionais, Lu√≠s Carlos Porto (representando o governador Fl√°vio Dino); do secret√°rio municipal de Agricultura e Pesca, Ivaldo Rodrigues (representando o prefeito Edivaldo Holanda J√ļnior) e dos pastores Zezinho e M√°rio Porto, entre outros.

‚ÄúN√≥s temos de saudar o embaixador Yossi Shelley n√£o somente pelo respeito religioso, mas, tamb√©m, porque ele est√° trazendo benef√≠cios para o Maranh√£o, a partir de parcerias com o Governo do Estado,¬† munic√≠pio e iniciativa privada‚ÄĚ, disse Cabo Campos, destacando os projetos nas √°reas de dessaliniza√ß√£o e agroneg√≥cio.

Cabo Campos mencionou o evento realizado ontem (9), no audit√≥rio do Sebrae, com a presen√ßa do embaixador e de prefeitos da Baixada Ocidental maranhense, quando foram discutidas poss√≠veis parcerias entre os munic√≠pios e Israel.¬† ‚ÄúO que de concreto isso trar√° para o Maranh√£o, n√≥s s√≥ saberemos no futuro. O que temos de concreto √© a parceria com o Governo do Estado em rela√ß√£o ao projeto de dessaliniza√ß√£o, uma tecnologia israelense para tirar o sal da √°gua salgada. H√°, ainda, projetos importantes na √°rea do agroneg√≥cio‚ÄĚ.

Seguran√ßa p√ļblica

O sistema de seguran√ßa p√ļblica de Israel √© elogiado por v√°rios pa√≠ses. Prova disso √© que os maiores ex√©rcitos do mundo s√£o treinados naquele pa√≠s.¬† ‚ÄúN√≥s sabemos que Israel √© um pa√≠s de ponta na √°rea da seguran√ßa p√ļblica. Os policiais do BOP do Rio de Janeiro, por exemplo, fazem cursos l√°. Logo, por que n√£o mandar os nossos agentes para treinarem l√°?‚ÄĚ, disse Cabo Campos, anunciando que apresentar√° projeto de lei para tentar viabilizar a parceria.

O deputado Vin√≠cius Louro parabenizou a iniciativa do deputado Cabo Campos e expressou satisfa√ß√£o em presidir a sess√£o. ‚ÄúO embaixador j√° recebeu o t√≠tulo de ‚ÄėCidad√£o Maranhense‚Äô e foi homenageado com a ‚ÄėMedalha Manuel Beckman‚Äô. Nada mais justo do que mais esta iniciativa‚ÄĚ.

O embaixador agradeceu a gentileza. ‚ÄúEu estou feliz de estar aqui e agrade√ßo por esta oportunidade‚ÄĚ, disse, informando que esta √© a terceira vez que vem ao Maranh√£o e que j√° tratou de parcerias com o Governo do Estado para o tratamento da √°gua salgada e discutiu ainda a quest√£o da parceria na √°rea da seguran√ßa p√ļblica.

O secret√°rio Ivaldo Rodrigues ressaltou que o embaixador √© uma autoridade querida do Maranh√£o. ‚ÄúUma comiss√£o maranhense esteve em Israel no m√™s passado, fazendo contatos na Feira de Tecnologia e de Agricultura (Agritec). Eu acho que essa¬† homenagem √© justa, levando-se em considera√ß√£o, principalmente,¬† a import√Ęncia desse pa√≠s, n√£o somente do ponto de vista religioso, mas sobretudo, no que diz respeito √† agricultura¬† e √† tecnologia, pois eles t√™m o que h√° de melhor para oferecer¬† ao mundo inteiro‚ÄĚ, observou Ivaldo Rodrigues.

Restaurante do Brisamar Hotel

Restaurante do Coquille, sob nova dire√ß√£o, apresenta deliciosos pratos da gastronomia maranhense. Sob o comando de renomado chef, o novo Restaurante Coquille ¬†conta com servi√ßos de caf√© da manh√£, refei√ß√Ķes, e um agrad√°vel happy hour, com musica ao vivo nos finais de tarde.

Avenida 04, n¬ļ 12 – Ponta D’areia.

Nova cozinha sob o comando do Chef Marcelo

Veja os vídeos:

‚ÄúPopula√ß√£o est√° se sentindo enganada‚ÄĚ, diz Wellington sobre Fl√°vio Dino:¬†Segundo o deputado tucano, a situa√ß√£o das rodovias do Estado est√£o em situa√ß√£o de precariedade.

MA-006, por onde passa a economia do nosso estado est√° em p√©ssimo estado…

‚ÄúAsfalto de p√©ssima qualidade, buracos e risco para motoristas‚ÄĚ. Foi assim que o deputado Wellington do Curso (PSDB) descreveu a situa√ß√£o das rodovias estaduais, ap√≥s constatar pessoalmente a veracidade de diversas den√ļncias feitas ao seu gabinete por meio do projeto Ouvindo o Maranh√£o.

‚ÄúQuem percorre, sabe: o que se verifica s√£o buracos, estrada de ch√£o e um risco imensur√°vel. Percorremos a MA-119, que passa por Pedreiras, Trizidela do Vale, Bernardo do Mearim, Igarap√© Grande e Lago dos Rodrigues, e constatamos essa situa√ß√£o‚ÄĚ, lamentou.

Ele afirma que, ao contr√°rio do divulgado pela propaganda do Pal√°cio dos Le√Ķes, a popula√ß√£o maranhense tem se sentido enganada pelo governador Fl√°vio Dino (PCdoB).

‚ÄúOutro exemplo √© a MA-006, por onde passa a economia do nosso estado, diariamente. √Č uma das principais rodovias, indo de Cururupu at√© Alto Parna√≠ba, com mais de 700 quil√īmetros de extens√£o, passando por Graja√ļ, Arame, Fortaleza dos Nogueiras, Formosa da Serra Negra, dentre outras. A popula√ß√£o est√° se sentindo enganada. Eu vi a propaganda de investimento na rodovia. S√≥ que eu visitei, percorri, e o que encontrei foi asfalto de p√©ssima qualidade‚ÄĚ, declarou.

Senador quer levar para além das fronteiras do Senado a proposta que visa dinamizar a economia, por meio de uma área voltada para o livre comércio

A ilha de S√£o Lu√≠s tem uma localiza√ß√£o estrat√©gica e comercial em rela√ß√£o √†s grandes rotas comerciais do mundo. Ela est√° no centro da √Ārea de Livre Com√©rcio das Am√©ricas (Alca) e, ao mesmo tempo, possui o Porto do Itaqui ‚ÄĒ o segundo maior do mundo em profundidade, com 27 metros de calado para os navios. Tudo isso pode transformar o Maranh√£o em uma √°rea de livre com√©rcio, por meio de incentivos econ√īmicos que aproximam o Brasil das fronteiras com os principais mercados internacionais.

Senador em audiência com o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportadores e Investimentos ApexBrasil), Roberto Jaguaribe

Na pr√°tica, empresas nacionais e internacionais encontrariam em solo maranhense uma oportunidade para fabrica√ß√£o de produtos e bens de consumo exclusivamente para outros pa√≠ses. O objetivo √© gerar milhares de empregos, aumento da renda das fam√≠lias, melhoria nos √≠ndices sociais e maior dinamiza√ß√£o da atividade econ√īmica do Estado. E no final das contas, pode representar a reden√ß√£o de uma das regi√Ķes mais carentes do Brasil.

E para que isso se torne realidade, o senador Roberto Rocha (PSDB-MA), autor do Projeto de Lei 319/2015, que cria a Zona de Exportação do Maranhão (ZEMA), esteve em audiência, nesta terça-feira (10), com o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportadores e Investimentos (ApexBrasil), Roberto Jaguaribe, para apresentar as vantagens naturais e estratégicas que o Maranhão possui para alavancar a balança comercial brasileira e, ao mesmo tempo, atrair investimentos externos em solo maranhense.

‚ÄúNa hora que o mundo tomar conhecimento que dentro do Brasil, na ilha de S√£o Lu√≠s, pode se tornar uma √°rea livre voltada para exporta√ß√£o, vai acontecer uma enxurrada de empresas querendo se instalar aqui. Ou seja, S√£o Lu√≠s pode ser o melhor ponto das Am√©ricas para produ√ß√£o e exporta√ß√£o de produtos para mercados asi√°ticos, via canal do Panam√°, pa√≠ses africanos e europeus‚ÄĚ, explicou o senador.

Respons√°vel pela promo√ß√£o de produtos e servi√ßos brasileiros no exterior, a ApexBrasil recebeu com bons olhos a proposta do congressista maranhense. ‚ÄúA Zona de Exporta√ß√£o tem sim a sua relev√Ęncia. Os argumentos para que seja criada s√£o muito s√≥lidos e interessam √†s exporta√ß√Ķes do Brasil‚ÄĚ, elogiou o presidente Roberto Jaguaribe.

O Projeto de Lei 319/2015 foi aprovado recentemente na Comiss√£o de Constitui√ß√£o e Justi√ßa e agora segue para delibera√ß√£o na Comiss√£o de Assuntos Econ√īmicos do Senado. ‚ÄúNa medida, a ZEMA pode representar um verdadeiro pr√©-sal para o Maranh√£o. Ela vai gerar empregos e dar esperan√ßas de melhores condi√ß√Ķes de vida para fam√≠lias que querem trabalhar e ter a sua renda‚ÄĚ, concluiu o senador Roberto Rocha.

Na propaganda, o governador Flávio Dino deixou de apreender veículos pelo não pagamento de IPVA no Maranhão; já na realidade, o Governo continua apreendendo carros e motos no interior. Foi esse cenário que o deputado estadual Wellington do Curso denunciou na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Flagrante: na madrugada o deputado Wellington mostra motos sendo apreendidas

O fato foi constatado quando o deputado Wellington esteve na cidade de Codó e constatou vários carros e motos sendo apreendidos por conta do não pagamento do IPVA.

‚ÄúEstivemos na cidade de Cod√≥ e esse √© o governo Fl√°vio Dino: na propaganda, a apreens√£o de carros e ve√≠culos foi suspensa; mas na realidade, Fl√°vio Dino continua apreendendo carros e motos no interior e arrecadando com leil√Ķes. Tomar o bem do cidad√£o, conquistado com muito suor e trabalho, √© inconstitucional. Ningu√©m tem esse direito! Nosso Projeto de Lei N¬ļ99/2017 tramita na Assembleia Legislativa para proibir a apreens√£o de ve√≠culos por n√£o pagamento de IPVA. Essa maldade com o trabalhador maranhense vai acabar‚ÄĚ, disse o deputado Wellington.

Abaixo, dois vídeos flagrantes: Motos aprendidas na Baixada Maranhense esperando a travessia no Cujupe e na cidade de Codó há duas semana atrás.

Por iniciativa do Deputado Estadual Z√© In√°cio (PT) foi realizada nesta ter√ßa-feira 09/07, Audi√™ncia P√ļblica para discutir a implanta√ß√£o do curso de Direito no munic√≠pio de Pedreiras, realizada no Centro de Ci√™ncias Sociais Aplicadas.

A indica√ß√£o do parlamentar √© uma luta da juventude do munic√≠pio do Santu√°rio S√£o Benedito para a democratiza√ß√£o do ensino superior, e para que os jovens da regi√£o do M√©dio Mearim, que atende os munic√≠pios de Lago do Junco, Lago dos Rodrigues, Po√ß√£o de Pedras, Josel√Ęndia, S√£o Roberto, Peritor√≥, Esperantin√≥polis, Bernardo do Mearim, Lima Campos, possam ter uma gradua√ß√£o em bacharelado na √°rea jur√≠dica.

Os alunos do munic√≠pio de Pedreiras, que cursam direito em outras localidades mais pr√≥ximas enfrentam diariamente mais de 100 km de dist√Ęncia de suas resid√™ncias, e isso implica os riscos do trajeto, alto custo com transporte, al√©m do cansa√ßo f√≠sico e mental do trajeto, para que consigam estudar e frequentar a faculdade.

‚ÄúEstamos comprometidos juntamente com a UEMA para que o sonho destes estudantes seja concretizado e os encaminhamentos sejam efetivados, oportunizando forma√ß√£o profissional e o desenvolvimento da regi√£o do M√©dio Mearim‚ÄĚ, disse Z√© In√°cio.

O reitor da Universidade Estadual do Maranh√£o, Gustavo Costa, explicou que para a implanta√ß√£o do curso s√£o necess√°rios os seguintes requisitos: corpo docente qualificado, infraestrutura, projeto pedag√≥gico planejado. ‚ÄúEssa audi√™ncia estar iniciando para reparar a hist√≥ria, onde alguns anos atr√°s alunos prestaram vestibular em Pedreiras, mas tiveram que cursar em S√£o Lu√≠s. Agora esta implanta√ß√£o ter√° um projeto de execu√ß√£o a fim de que os alunos tenham suas expectativas asseguradas junto ao que a institui√ß√£o de ensino possa oferecer‚ÄĚ, disse.

Atualmente a UEMA de Pedreiras conta com nove cursos e ser√£o implantados mais dois ainda este ano. A Universidade Estadual possui a melhor nota no Enade do curso de direito no Maranh√£o, e √© o 14¬į curso no ranking em n√≠vel nacional.

A audi√™ncia definiu os seguintes encaminhamentos: forma√ß√£o de uma comiss√£o pela reitoria respons√°vel pela aprova√ß√£o do curso no √Ęmbito da UEMA e tamb√©m para acompanhar o tr√Ęmite pela aprova√ß√£o no Conselho Estadual de Educa√ß√£o e na Ordem dos Advogados-OAB at√© a implanta√ß√£o, articula√ß√£o junto √† Prefeitura de Pedreiras para aquisi√ß√£o do terreno, que est√° em processo de doado √† institui√ß√£o, e por √ļltimo a gest√£o junto ao Governo do Estado para garantir o or√ßamento para constru√ß√£o do Campi definitivo da Universidade.

Participaram da Audi√™ncia P√ļblica o Magn√≠fico Reitor da UEMA, professor Gustavo Costa, Marcelo de Carvalho (chefe do Departamento de Direito, Economia e Contabilidade da UEMA), Ernesto Bas√≠lio (Assessor Especial do Prefeito de Pedreiras), J√ļnior Menezes (representando a juventude do munic√≠pio), Carmen L√ļcia (Diretora da UEMA Pedreiras), Cei√ßa Feitosa (vereadora do munic√≠pio representante a C√Ęmara Municipal), entre outras autoridades e a sociedade civil organizada.

 

Ap√≥s recepcionar o pr√©-candidato √† Presid√™ncia da Rep√ļblica, Geraldo Alckmin, em Imperatriz, nesta √ļltima sexta-feira, 06, o senador Roberto Rocha (PSDB) seguiu com a sua caravana para visitar no s√°bado e domingo algumas cidades do M√©dio Mearim, entre elas, Lima Campos, Po√ß√£o de Pedras, Pedreiras, Trizidela do Vale, Bernardo do Mearim, Igarap√© Grande e Lago dos Rodrigues. O objetivo foi conhecer pessoalmente as necessidades de cada munic√≠pio e fortalecer ainda mais a sua pr√©-candidatura ao governo do estado.

A comitiva do senador foi formada pelos deputados estaduais Alexandre Almeida e Wellington do Curso, o deputado federal Waldir Maranh√£o, Jo√£o C√Ęncio (pr√©-candidato a deputado estadual), o ex-deputado Z√© Gen√©sio, entre outros.

No s√°bado, 07, em Lima Campos, eles participaram de um almo√ßo no restaurante Lagume, na orla da cidade. Estavam presentes jornalistas, empres√°rios, lideran√ßas comunit√°rias e pol√≠ticas da cidade, entre elas, o ex-prefeito ‚ÄúXarim‚ÄĚ e o vereador Hebel Cavalcante (PSD).

Em Lima Campos eles ainda visitaram o pe. Lu√≠s, que apresentou e solicitou ajuda dos parlamentares para o projeto social que ele desenvolve no munic√≠pio com jovens em situa√ß√£o de vulnerabilidade social. Em seguida, a convite do vice-prefeito de Po√ß√£o de Pedras, Adenilson Lopes, a comitiva participou de um encontro com moradores do povoado Fortaleza Beira Rio, 4¬ļ maior povoado do munic√≠pio de Po√ß√£o e maior produtor de leite do M√©dio Mearim.

Durante o encontro, os moradores relataram e entregaram ao senador uma lista com reivindica√ß√Ķes da comunidade e de outros povoados adjacentes, entre os quais Jatob√°, Lagoa Velha, S√£o Francisco dos Vieiras, Alegria, S√£o Pedro, dentre outros.

O trabalho de Roberto Rocha j√° √© bastante conhecido pelos moradores de Fortaleza Beira Rio, devido a lista de benef√≠cios que ele j√° conseguiu para a comunidade. Um exemplo √© a energia el√©trica e o √ļnico posto de sa√ļde do povoado, que foram viabilizados por meio de seu mandato, ainda como deputado.

‚ÄúHoje √© um momento muito importante para todos n√≥s que moramos em Fortaleza Beira Rio. √Č a primeira vez que estamos tendo a oportunidade de conversar pessoalmente com um senador e com v√°rios deputados que vieram conhecer de perto a nossa realidade e todas as dificuldades que passamos diariamente aqui por falta de muitas coisas na nossa comunidade, como estrada, asfalto, escola… Tenho certeza que a partir de hoje temos algu√©m que vai olhar pela nossa comunidade‚ÄĚ, disse T√Ęnia de Sousa, moradora h√° 34 anos do povoado Beira Rio.

A agenda do pr√©-candidato, no s√°bado, 07, foi conclu√≠da nas cidades de Pedreiras e Trizidela do Vale. Em Trizidela, ele visitou o ex-prefeito Paulo Marat√° e em seguida esteve em Pedreiras, para um jantar oferecido pelo prefeito da cidade, Ant√īnio Fran√ßa.

‚ÄúCom muita alegria estamos visitando essa regi√£o t√£o querida por todos n√≥s e que tamb√©m √© o meu ber√ßo pol√≠tico. Estamos levando a nossa mensagem a cada maranhense e, tenho certeza, que todos os que tiverem a oportunidade de conhecer os projetos que o PSDB tem para o Brasil e para o Maranh√£o, n√£o tenho d√ļvidas que nos apoiar√£o, pois queremos fazer uma verdadeira transforma√ß√£o social e econ√īmica no estado e, consequentemente, na vida das pessoas‚ÄĚ, ressaltou Roberto Rocha.

No domingo, 08, a ‚ÄúCaravana da Esperan√ßa‚ÄĚ ainda visitou as cidades de Bernardo do Mearim, Igarap√© Grande e Lago dos Rodrigues.

Outra guerra de informa√ß√Ķes recheadas de publicidade enganosas?

Maranh√£o est√° no buraco, mas publicidade enganosa mostra outra realidade, justamente num momento delicado em que Fl√°vio Dino ordena confisco de dinheiro dos aposentados.

Coincid√™ncia de mais que uma “reportagem” do G1 esteja massificando uma informa√ß√£o no m√≠nimo “truncada” no exato momento de outra medida que a popula√ß√£o est√° sendo prejudicada, no caso, os aposentados.

Ora, se o Maranh√£o √© o melhor estado do Brasil, conforme aponta publicidade divulgada pelos sites, blogues, emissoras de TVs e R√°dios bancados pelos cofres p√ļblicos do Maranh√£o, porque Fl√°vio Dino mandou confiscar carros e motos, meteu a m√£o no dinheiro dos Portos (Emap) e ainda quer meter a m√£o no dinheiro dos aposentados?

Guerra de egos:

O governador da Bahia ficou indignado ao saber que o melhor estado do Brasil é o Maranhão. Quando o governador de São Paulo souber dessa peça publicitária usada pelos comunistas também vai ficar, afinal, São Paulo fechou o primeiro semestre com superavit de 5 bi.

Mas Flávio Dino até agora não mostrou como estão as economias do estado.

Abaixo, trecho do blog do Gilberto Leda:

A Previd√™ncia estadual est√° operando ‚Äúem regime de caixa‚ÄĚ, √© o que informa ao Blog do Gilberto L√©da um gabaritado especialista em finan√ßas p√ļblicas ap√≥s as not√≠cias dando conta da situa√ß√£o deficit√°ria do setor no Maranh√£o.

Segundo ele, com a retirada de R$ 440 milh√Ķes que estavam investidos em fundos no Banco do Brasil (reveja), o Fepa/Iprev n√£o conta mais com ‚Äúsobras‚ÄĚ aplicadas e o que se arrecada mensalmente n√£o √© o suficiente para cobrir as despesas com benef√≠cios.

‚ÄúOs R$ 440 milh√Ķes retirados do Fepa s√£o o restante dos recursos que estavam investidos. Com essa retirada, o fundo vai funcionar em regime de caixa e o que arrecada por m√™s n√£o vai dar para pagar a folha‚ÄĚ, explica.

Segundo o Estad√£o, sim.

Leia aqui:

‚ÄúA ministra C√°rmen L√ļcia ainda n√£o decidiu, mas interlocutores afirmam ser improv√°vel ela acumular a Presid√™ncia da Rep√ļblica com a do Supremo Tribunal Federal (‚Ķ).

Se a ministra optar por acumular o comando do Supremo com o da Rep√ļblica, frustrar√° a estrat√©gia de petistas que contavam com isso para, no plant√£o do ministro Dias Toffoli, apresentar uma reclama√ß√£o para soltar o ex-presidente Luiz In√°cio Lula da Silva. Toffoli foi advogado do PT e assumiu a AGU durante o mandato do petista.‚ÄĚ (O Antagonista)

1 2 3 4 5 7