Monthly Archives: setembro, 2017

Briga de foice eleitoral

Acabou sobrando para Jefferson Portela, que está sendo acusado para livrar o governador da culpa do calote dos alugueis de um prédio de uma delegacia no interior do Maranhão.

Blogues alinhados ao projeto de poder de Márcio Jerry constantemente detonam Jefferson Portela

Nos bastidores do poder o destaque continua sendo a briga de dois secretários do governo comunista, que deixou o campo ideológico e está ganhando o campo eleitoral.

No caso do calote dos alugueis da delegacia de Peritoró, que foi despejada após três anos sem pagar aluguel, o secretário Jefferson Portela (SSP/MA), acabou levando a pior, tendo que levar a culpa da “não mudança” para poupar o verdadeiro culpado, que, lógico,  é o governador Flávio Dino, que jura de pés juntos que “não sabia de nada”, um inocente.

Fight eleitoral:

Os principais secretários do governo comunista: Márcio Jerry (Comunicação) e Jefferson Portela (Segurança), que já anunciaram que são candidatos a deputado federal numa única vaga do PCdoB ao lado do governador, vivem se estranhando.

Na equação comunista, o governador Flávio Dino precisa fazer três deputados federais na sua legenda, mas, o PCdoB, talvez consiga fazer apenas um. Como os blogues e outros veículos da comunicação estatal já têm seu preferido, o titular da pasta da Segurança continua levando a pior.

 Recado para o governador…

Para evitar desgastes, vaias e vídeos postados nas redes sociais, comunistas cancelaram agenda.

Segundo informações, os comunistas cancelaram às pressas um evento na cidade de Bom Jesus das Selvas para evitar protesto. Na agenda de reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB), ao que tudo indica, o mesmo rito deveria ser repetido:  juntamente com a entrega de escola e ruas pavimentadas, acusações contra Roseana Sarney, 50 anos de atraso, basta comparar, etc…

(Informações do blog do Gilberto Leda).

O Deputado Zé Inácio (PT) anunciou durante seu discurso na Assembleia Legislativa nesta terça-feira 26/09, os Secretários Setoriais eleitos do Partido dos Trabalhadores no Maranhão. As eleições foram realizadas no último sábado 23/09, no colégio Cintra, em São Luís.

Os setoriais têm como objetivo principal promover o diálogo entre o partido e os movimentos sociais no Estado, reforçando a participação do PT nas mobilizações e na luta por mais direitos e transformações em cada segmento da sociedade. “O nosso partido talvez seja o único partido no Brasil que tem a sua organização estruturada, não só na direção partidária tradicional (executiva e diretório), mas também por meio de segmentos (setoriais)”, disse Zé Inácio.

O parlamentar parabenizou os Secretários Fernando Silva, Prof. Nonato Chocolate, Fernando Magalhães, Antônio Cutrim, Darlúcia Sá, Eunice e Kleber Gomes, respectivamente, eleitos para os Setoriais de Educação, Combate ao Racismo, Movimento Sindical, Meio Ambiente, Cultura, Economia Solidária e Segurança Alimentar.

“O partido tem debatido temas específicos, não só com os nossos militantes, mas com a sociedade em geral, de tal forma que estamos atualizando a nossa linha política, a plataforma de atuação, a partir do diálogo constante com os movimentos sociais, os movimentos organizados, movimentos populares, do campo e da cidade com temas relevantes não só para o país como para o Maranhão”, relatou.

A eleição dos setoriais reuniu mais de 10 mil militantes em todos os Estados da Federação, e no Maranhão cerca de mil petistas  participaram desse importante debate.

Um dos parlamentares presentes na inauguração do Hospital Regional de Balsas, na semana passada, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) destacou na terça-feira, 26, a importância da unidade de saúde para a região. Por meio da Indicação n.º 592/2016, o deputado cobrou ao Governador Flávio Dino e ao Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, em caráter de urgência, a celeridade na conclusão do Hospital.

Verde em discurso durante a inauguração do hospital

“No total, 14 municípios serão beneficiados com aquele importante empreendimento humano. Não é só a estrutura física, ferro e concreto, é acima de tudo, respeito a valorização à vida e o resgate histórico de uma dívida que o Governo do Estado tem com aquele município, aquela região”, destacou Júnior Verde.

A previsão é de que o Hospital ultrapasse a meta de 13,9 mil procedimentos mensais, de cirurgias gerais e obstétricas até os exames de apoio diagnóstico e terapia. Por meio do trabalho da Secretaria de Estado da Saúde (SES), a unidade dará assistência a uma população estimada em 246 mil habitantes.

O parlamentar participou da solenidade de inauguração, que contou com a presença de lideranças políticas e de moradores de Balsas e municípios vizinhos. Júnior Verde parabenizou a iniciativa do Governo do Estado, ao atender uma demanda tão antiga da população.

“Muito já havíamos cobrado a inauguração desse hospital. Em outra Indicação que fizemos, a de n.º 87, pedimos em 2015, assim que assumimos o nosso mandato, a conclusão dessa unidade no município. Eu que morei em Balsas quase 08 anos, sei das dificuldades da saúde pública”, informou.

A unidade de saúde possui 4 m² e 50 leitos disponíveis, com dez leitos de UTI Adulto, seis de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional e quatro de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru.

O hospital ofertará, ainda, atendimento nas especialidades de clínica médica, ginecologia, obstetrícia, cirurgia geral e pediatria, além de exames laboratoriais e diagnósticos em oftalmologia e cardiologia; e serviços de diagnóstico por imagem como ultrassonografia, mamografia, exames de radiologia, tomografia e endoscopia

Participaram da inauguração os deputados estaduais Stênio Rezende e Valéria Macedo, e os deputados federais André Fufuca e Deoclides Macedo.

Lideranças políticas locais com o vereador Tião Saraiva, de Balsas, também prestigiaram o evento.

Efeito sonrisal:

Para garantir sua reeleição e ganhar votos, os comunistas copiaram e reinventaram programas de outros governos, onde o governador Flávio Dino aparece usando o produto, no caso, asfalto, como se fosse algo ofertado aos prefeitos, como se o governador estivesse tirado recursos de seu próprio bolso.

O asfalto usado nas obras  é de péssima qualidade e custa caro, endivida o Maranhão, mas, logo nas primeiras chuvas é levado na enxurrada. Confira nas imagens (assista ao vídeo).

É preciso ter caráter, falar a verdade, para encarar uma população pobre que espera mudanças para melhor.Mas, Flávio Dino, agindo com mentiras, tem se apropriado de obras de outros governos, anunciando como sendo obras suas.

Agindo desta forma tudo que consegue é se igualar à  ex-governadora Roseana Sarney, sua sucessora. Mas, o pior são as dívidas que ambos vão deixar para as outras gerações de maranhenses pagarem, comprometendo a Saúde, Educação, Segurança do povo pobre, tudo em nome de sua reeleição. Empréstimos do BNDES, entenda clicando aqui:

Não podemos concordar com isso.

Construindo a imagem de “tocador” de obras. 

Para imitar o ex-governador João Castelo, o comunista tenta passar uma imagem de construtor de obras. Só Que Não.

Durante 3 anos ocupando a cadeira de governador do Maranhão, Flávio Dino que foi eleito em 2014 prometendo mudanças, só reformou escolas e construiu praças, fez apenas uma ponte, ainda assim, apresentando problemas.

O comunista Flávio Dino gasta muito dinheiro em asfalto sem qualidade, endividando ainda mais os cofres públicos do Maranhão, através de empréstimos do BNDES, destruindo o futuro da população. Dino mente como se falasse a verdade.

Basta que alguém faça cobranças, como fiz ontem, sobre o “Mais Asfalto”, para que o comunista bater nas suas rádios alugadas ao preço de ouro, para dar “entrevistas” afirmando que das 500 obras, a maioria foi de outros governos, que ele não poderia deixá-las abandonadas, parari e parará.

Abaixo, imagem do “tocador de obras” (de mentiras) sendo confrontado com a verdade nas redes sociais:

 

 

Já era esperado. Cadeia para políticos não existe nessa república de bananas. Pesa contra o ex-governador de Minas, Aécio Neves do PSDB, o recebimento de 2 milhões da JBS, segundo delação de  Joesley Batista. Abaixo, deixo uma imagem que me representa:

URGENTE: STF afasta Aécio do mandato de senador

Os ministros da Primeira Turma do Supremo, por 3 votos a 2, determinaram o afastamento de Aécio Neves de seu mandato de senador.

Por 5 votos a 0, eles rejeitaram o pedido de prisão do tucano, feito pela Procuradoria-Geral da República.

Votaram contra afastar Aécio do mandato Marco Aurélio Mello e Alexandre de Moraes. Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux votaram pelo afastamento.

A decisão impõe a Aécio recolhimento domiciliar noturno, e o ex-governador de Minas também está proibido de deixar o país. (informações de O Antagonista).

A 5ª edição do Seminário “Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes”, aconteceu nessa sexta-feira (22), na cidade Balsas. O evento faz parte do programa SOS Águas do Maranhão, idealizado pelo senador Roberto Rocha e o Instituto Cidade Solidária (ICS), com co-realização do Movimento Ensinando e Aprendendo (MEA). O evento foi prestigiado por estudantes, universitários, professores, profissionais de diversas áreas, além da comunidade balsense que participou ativamente das discussões.

As atividades técnicas contaram com palestras e mesas redondas, cujo tema foi o meio ambiente, o uso racional da água e as medidas que devem ser tomadas para a revitalização dos rios e nascentes, com foco no Rio Balsas, um dos mais importantes do estado. A primeira palestra foi proferida pelo analista de Desenvolvimento Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF), Thiago Melo, que apresentou as principais ações e o planejamento da Codevasf para a Bacia Hidrográfica do Parnaíba.

Durante o intervalo entre os painéis, houve a apresentação cultural das alunas do Centro Educacional Doce Infância, que emocionou o público com a apresentação “Salve o Nosso Planeta”. Em seguida, o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Rios Balsas (IDERB), Miranda Neto, dirigiu o painel com o tema: “O Uso Consciente e Práticas Sustentáveis Para o Rio Balsas”. Durante a apresentação foram expostos os principais problemas que estão contribuindo para a degradação do rio, como queimadas, esgotos, poluição nas margens, lixo doméstico, entre outros. “Fizemos uma expedição esse ano e nos deparamos com uma agressão enorme às nascentes do nosso rio. A cada ano, o volume do Rio Balsas está diminuindo e nós ficamos temerosos em perder esse que é o maior patrimônio do nosso povo”, disse Miranda Neto.

A última apresentação do seminário foi realizada pelo vice-presidente da Associação em Defesa da Cachoeira do Macapá (ADCMA), João Carlos Cardoso, que fez uma breve apresentação da associação, e explanou sobre os problemas enfrentados na região da cachoeira.

Na oportunidade, representando o senador Roberto Rocha, o ex-deputado e chefe do escritório do senador, em São Luís, Clodomir Paz, fez um resumo das ações e projetos que o parlamentar está viabilizando no Senado Federal. Entre outros projetos, ele citou o exemplo da ZEMA, projeto que visa potencializar as condições portuárias criando uma área de livre comércio no Porto do Itaqui.

Para o coordenador do seminário, Liviomar Macatrão, além de proporcionar a troca de experiências entre a sociedade e o Poder Público, o programa SOS Águas do Maranhão, que tem o seminário como uma de suas ações, tem o objetivo de ouvir a sociedade para que ações efetivas possam ser tomadas em prol dos rios e nascentes. Segundo ele, essas ações já estão acontecendo por meio de projetos e emendas do senador Roberto Rocha, que estão sendo deslocadas para os municípios que são banhados principalmente pelas bacias do Parnaíba, Itapecuru e Mearim. “O SOS Águas do Maranhão é um programa macro e que vai além de discutir propostas e estratégias para a recuperação dos rios maranhenses. Ao longo dos seminários, já apresentamos vários estudos que estão sendo desenvolvidos em parceria com o senador Roberto Rocha, com a Codevasf, com os municípios e o governo federal, a exemplo dos Diques da Baixada, estudos e estações de tratamentos das espécies de peixes, além da presença do Batalhão de Engenharia do Exército Brasileiro, que vai fazer o trabalho de revitalização dos nossos rios”, esclareceu.

Já o vice-prefeito de Balsas, Celso Henrique, parabenizou a iniciativa do seminário: “O senador Roberto Rocha e toda a sua equipe estão de parabéns por estarem percorrendo os municípios para tratar de um tema de tamanha relevância para todos nós. Hoje, mais do que nunca, precisamos estudar formas de manter, preservar e aumentar o nível de água dos nossos rios, pois temos problemas não só com a bacia do Parnaíba, mas com todas as do Maranhão”, alertou.

A exemplo dos eventos anteriores, a coordenação do seminário fez a entrega dos alimentos arrecadados no ato da inscrição. A instituição beneficiada foi o Lar São Vicente de Paula, que abriga idosos e que hoje é mantido unicamente pela Prefeitura e pela Igreja Católica. A mesa de abertura foi composta pelo coordenador do seminário, Liviomar Macatrão; o vice-prefeito de Balsas, Celso Henrique; o superintendente da 8ª Regional da Codevasf, Jones Braga; o chefe do escritório do senador Roberto Rocha em São Luís, Clodomir Paz; Tenente Sonny Mateus, representando o Exército Brasileiro; o diretor do Campus da UFMA de Balsas, professor Francisco da Conceição (Chicão), o prefeito de São Félix de Balsas, Márcio Pontes e o vereador Nelson, representando o Poder Legislativo de Balsas. O seminário teve o patrocínio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), da Prefeitura de Balsas, Banco do Nordeste (BNB) e Caixa Econômica Federal (CEF). O evento teve ainda a colaboração do Instituto de Defesa Rio Balsas (IDERB).

Acompanhe a matéria da tv cidade:

A repercussão nacional do despejo da Delegacia de Polícia Civil no município de Peritoró, por motivo de atraso no pagamento do aluguel do imóvel, foi o assunto abordado na sessão plenária desta terça-feira (26), pelo deputado estadual Sousa Neto (PROS). Ele demonstrou preocupação e indignação com o descaso do Governo Flávio Dino (PCdoB) com a Segurança Pública e com o aumento da criminalidade, em todo o Estado.

“Mais uma vez o Estado do Maranhão aparece em cenário nacional, de modo vergonhoso. O Governo Flávio Dino não pagou o aluguel do imóvel onde ficava a delegacia de Peritoró e os policiais tiveram de sair de lá para uma casa improvisada, sem as mínimas condições de uso. Ele e a secretaria ficaram desmoralizados, já que tentaram colocar a responsabilidade do aluguel para a Prefeitura, mas foram desmentidos pelo prefeito”, denunciou o parlamentar.

Sousa Neto, que também é membro da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa externou seu descontentamento e indignação com o Governo Comunista e com o comando da Segurança Pública, que em quase três anos, não fez os investimentos necessários para a área. “Esse é o retrato não só de Peritoró. São várias delegacias e batalhões que se encontram nesta mesma situação. Em Santa Inês, por exemplo, o Ministério Público já fez um pedido para que fosse mudado o prédio por falta de estrutura. A Delegacia de Homicídios de São Luís também já foi pedido os despejo dos delegados, já que o local não tem como funcionar. O Bom Dia Brasil mostrou o que já constatamos aqui nesta Tribuna: a falência da segurança pública do Maranhão”.

Em sua fala, ele criticou a postura do atual secretário de Segurança, Jefferson Portela com as instituições do Sistema, principalmente à Polícia Civil: “A Secretaria de Segurança, que tem à frente um Delegado de Polícia, que foi até presidente da ADEPOL, a Associação de Delegados de Polícia do Maranhão, e hoje trata os seus colegas sem nenhum respeito. Reforço o apoio já declarado pelo ex-secretário de Segurança Pública e hoje deputado estadual, Raimundo Cutrim, aos policiais, delegados, investigadores e a toda classe”.

Apoio e reconhecimento aos policiais – Ele aproveitou a ocasião para fazer um elogio aos policiais que participaram da operação realizada pela Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), sob o comando dos delegados Thiago Bardal e Carlos Alessandro, na última sexta-feira (22), que resultou na apreensão de mais 3 de toneladas de maconha no bairro Miritiua, em São José de Ribamar. “Apesar da falta de estrutura e do abandono, a Polícia Civil ainda se faz um grande trabalho que a gente tem visto, mesmo sem as mínimas condições, esses homens têm feito milagre em prol da sociedade”.

Ainda esta semana, o deputado deverá apresentar um relatório, utilizando o Grande Expediente, para mostrar como estão às delegacias na capital e no interior. “Vou trazer aqui a esta Casa, um estudo que eu estou fazendo com a minha assessoria e o Sinpol, detalhando a situação das unidades de polícia judiciária em todo o Maranhão. Em algumas delas, falta desde o mínimo para a realização dos procedimentos policiais. Um absurdo em um Governo que insiste em manter alugueis e servidores camaradas”, concluiu

Veja o discurso na íntegra:

1 2 3 4 13