Fica em casa nada: Não é que o Lula saiu de casa, botou máscara, e correu para Brasilia para abraçar o general? 

0

Diferente daquilo que fazem no Maranhão, secretário de Flávio Dino foi bem tratado, citado em discurso por ministro de Bolsonaro, em Brasília…

Lulinha paz e amor na versão comunista?

Fica em casa nada, botou a mascara e foi abraçar o general…

Não é que o Lula saiu de casa, botou máscara, e correu para Brasilia para abraçar o general?

Nome do maranhense foi citado pelo general que assumiu oficialmente o ministério da Saúde, que deixou de citar, inclusive, outras autoridades presentes no evento de posse do ministro Pazuello.

O secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula (PCdoB), após ser flagrado sem máscara e dançando no palanque do PT, na cidade de Coroatá-MA, arrumou as malas e foi abraçar um general até pouco tempo muito criticado pelo governo comunista do Maranhão.

Fica em casa nada. Lula botou a máscara e foi abraçar o general.

O episódio serviu para mostrar que o comunista que exigia que as pessoas “ficassem em casa”, que foi flagrado sem a máscara num evento político no sábado passado, resolveu botar sua máscara e correr pro abraço no general.

Em seu perfil do Instagram, Lula fez questão de postar que, diferente daquilo que gaz no Maranhão, saiu de casa, botou mascara, e foi abraçar o ministro.

Confira nas suas palavras:

Estou em #Brasília, onde acompanhei pessoalmente a solenidade de posse do Ministro da Saúde, @eduardopazuellogeneral. É um momento importante para seguirmos alinhando estratégias de controle da pandemia e lutarmos por mais investimentos para o #SUS. Ao ministro, meu apoio e desejos sinceros de sucesso nesta missão tão importante para todos os brasileiros!

Veja no vídeo:

Na posse do ministro Pazuello, o secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula do PCdoB, que esteve em Brasilia para o ato de posse do general, foi citado com honras pelo ministro empossado, que esqueceu de citar outras autoridades.

Os comentários estão desativados.