Alô, Bolsonaro, alô, ministro interino da Saúde Eduardo Pazuello: No Maranhão, secretário de Saúde que ocupa o cargo de presidente do Conass aparece sem máscara em comício do PT sambando da cara dos bestas…

0

Caíram as máscaras do comunismo Fláviodinista:

Secretário de Saúde do Maranhão que criticava Bolsonaro foi flagrado num evento político lotado de gente e sem máscaras.

Governo comunista do Maranhão não tem moral para fechar comércios e exigir o uso de mascaras em qualquer ambiente em todo território do Maranhão.

Ou será que só no palanque do PT-PCdoB, pode-se deixar de usar mascaras?

O secretário de Saúde do Maranhão, Calos Lula do PCdoB, que é advogado, nada tem a ver com saúde, mas foi indicado, inclusive pelas mãos de adversários do presidente Bolsonaro, para ocupar a presidência do Conass (Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde), que exigia o uso de mascaras em todos os lugares foi flagrado em evento de seu campo político.

E agora, Bolsonaro estava errado?

O secretário exigente (com os outros), mas conivente com os seus, não tem moral alguma para permanecer à frente do Conass (Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde), muito menos na SES – Secretaria de Saúde do Maranhão.

Secretário de Saúde sambando em palaque do PT:

Além disso, ninguém do governo comunista do Maranhão tem moral para fechar comércios e exigir o uso de mascaras em qualquer ambiente em todo território do Maranhão. Ou será que só no palanque do PT-PCdoB, pode-se deixar de usar mascaras?

No Maranhão, o governador Flávio Dino, que recorreu à Justiça para decretar “lockdow”, critico ferrenho do presidente Bolsonaro, também apareceu neste sábado, 12, em “aglomerações” políticas do PT-PCdoB na capital do Maranhão, ao que parece, a máxima do comunismo está acontecendo a muito tempo, mas só agora caíram as mascaras.

Informações do blog atual 7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.