Conferência Conservadora trouxe um olhar além do viés cultural do marxismo…

1

A primeira Conferência Conservadora do Maranhão aconteceu neste sábado, 11 de janeiro de 2020, no auditório da Faculdade Pitágoras da Avenida São Luís Rei de França, trazendo duas palestrantes: a deputada estadual Ana Campagnolo (SC), a ex-feminista Sara Winter, que faz parte da equipe da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Ana Campagnolo ao lado de Lorena Rachel, que é uma das idealizadoras do evento

O público alvo foram os conservadores maranhenses, que ouviram atentamente as palestras e aprenderam sobre aspectos da ideologia comunista, impregnada com orientações que dominaram sutilmente nossa cultura nos últimos anos.

A deputada estadual Ana Campagnolo, que é historiadora, discorreu pelos aspectos culturais, comprovando cientificamente que o marxismo cultural tem deturpado de forma sutil a vida do povo brasileiro, até dominar a política e todos os setores da sociedade.

Uma das preocupações de Ana Campagnolo foi sobre a cultura da atualidade. Ana advertiu a juventude conservadora sobre os escritores e músicos da atualidade, fazendo uma observação daquilo que foi produzido, por exemplo, nos anos 70, e aquilo que está sendo produzido hoje, numa rápida comparação entre Caetano Veloso e Pablo Vittar.

A ex-feminista Sara Winter, que é analista e consultora de políticas públicas, tem atuado para desfazer as distorções impostas pela ideologia comunista.

Em sua palestra durante a manhã deste sábado (11), Sara Winter falou sobre suas experiências como ativista do feminismo, do seu caminho de volta, de como abandonou a mentalidade “abortista” após ter sofrido no próprio corpo os malefícios causados pela “indústria do aborto”.

Em suas palavras, Sara orientou as jovens maranhenses a não serem levadas pela “sede do empoderamento”.

“A mulher empoderada é aquela que sabe assumir suas responsabilidades. As mulheres não devem fazer sacrifícios em busca da independência para ter uma vida tranquila, sem a sede do “empoderamento”. Tudo tem que ser com equilíbrio, as mulheres precisam do amor da família.

Sobre o feminismo, Sara Winter foi enfática:

“Sou contra o aborto, fui feminista por vários anos e posso afirmar que as feministas não querem ajudar as mulheres, querem  usar as mulheres como instrumento duma guerra ideológica”.

Os idealizadores do evento marcaram para o mês de março a próxima conferência.

Uma resposta para “Conferência Conservadora trouxe um olhar além do viés cultural do marxismo…”

  1. Foi muito interessante e proveitosa está Conferência, precisamos de mais disso, visto que nossa sociedade está devastada pelo Comunismo.