Briga política pela direção do INCRA faz cair indicação de Josimar de Maranhãozinho do PL…

0

O político conhecido pela alcunha de “moral da BR” estaria sendo desmoralizado na política maranhense?

A notícia da exoneração de um aliado da bancada do PL (Partido Liberal) pelo presidente Jair Bolsonaro, caiu feito uma bomba nesta sexta-feira, 23. Nova indicação deverá ser feita para contemplar outro aliado de Bolsonaro no Maranhão.

Os reais motivos que levaram à saída precoce do superintendete do INCRA, Mauro Rogério, com apenas 15 dias à frente do órgão federal, ainda não se sabe ao certo, mas a causa, segundo especula-se, todos sabem de có: briga política.

É bem verdade que exoneração do aliado de um político forte, em franca ascensão, como Josimar de Maranhãoziho, da forma como aconteceu causou muitas especulações, uma delas, que pairam sobre a direção do Incra, seriam antigas práticas do governo do PT, que vão contra a nova política federal.

O certo é que a exoneração foi, de fato, assinada presidente Jair Bolsonaro, que decidiu exonerar o superintendente do INCRA, Mauro Rogério Maranhão Pinto, que assumiu o cargo no dia 6 de agosto, após indicação do deputado Josimar de Maranhãozinho (PL), mas ele não durou nem um mês no cargo.

O pedido de exoneração, segundo especula-se, partiu de gente ligada aos filhos de Bolsonaro, o deputado federal Aluísio Mendes (Podemos). O INCRA que é um dos órgãos federais mais importantes no estado do Maranhão, a partir de agora está vago à espera de outra indicação política.

Quem vencerá: “moral da BR”, ou Aluízio, “amigo do filho”?

Os comentários estão desativados.