Se existe um herói, existe um vilão: Homem salva mulher presa em carro que caiu na maré, debaixo da ponte intrafegável nas vias públicas do Maranhão. Uma história real que desfaz o “conto de fadas” da Secom comunista: mulher explorada é salva por homem no Maranhão…

0

Herói anônimo salva mulher presa em carro que caiu na mare, debaixo da ponte.

Se tem um herói, tem um vilão. Quem será?

O governador vai pagar o veículo destruído, tudo indica, pelo péssimo estado da via pública?

Quem vai ressarcir a vítima (explorada)?

Se existe um herói, existe um vilão: Homem salva mulher presa em carro que caiu na mare, debaixo da ponte intrafegável em São Luís do Maranhão. Uma história real que desfaz o “conto de fadas” da secretaria de Comunicação do Governo do Maranhão comunista (Secom): mulher explorada é salva por um herói anônimo no Maranhão.

Acidente aconteceu em via estadual (Ponte do Caratatiua) no inicio da tarde desta sexta-feira, 11 de janeiro de 2019, tudo indica, devido o péssimo estado da ponte.

Quem trafega nas vias públicas da capital do Maranhão logo entende que a população é explorada: Apesar de pagar vários impostos, inclusive, um imposto que é uma verdadeira aberração jurídica, que é uma “licença” para dirigir o veículo, sendo que o cidadão é obrigado(coagido) quando tira seu veículo da concessionária de veículos pagar o IPVA, pagar DPVAT, taxas e impostos, mas para trafegar sem o devido retorno (benefícios) nas vias públicas que estão totalmente destruídas na capital do Maranhão?

Alô, Sinfra.

O secretário de Infraestrutura, segundo dizem, vive em Imperatriz (que é a segunda maior cidade do estado) “despejando pretinho” (asfaltos) na tentativa de aparecer na mídia e, segundo contam, promover-se a “PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO”.

Esse mesmo asfalto (borra) que custa caro, mas só tem vida útil de seis meses ( sem chuva) se chover antes, o asfalto borra (ou sonrrisal) é levado pela chuva.

O governador Flávio Dino, que criticava Sarney, foi eleito e reeleito prometendo fazer “mudança”, mas, o que se observa é que o Maranhão está pior.

Voltando a questão:

Uma vítima da exploração foi salva por um herói anônimo.

O Maranhão tem um novo herói, homem que pulou da ponte para salvar a motorista que caiu da ponte. Se tem um herói, tem, também, um vilão. Faça uma reflexão e tire suas conclusões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.