A imagem do ANO: São Luís, capital da mudança engolida pelos buracos da incompetência comunista…

2

Será que vão culpar o Sarney?

Apesar do IPVA pago, motorista teve seu veículo engolido por uma cratera da capital que prometeram “mudança”. Para cobrar impostos são bons, mas para dar condições para os motoristas dirigir seus veículos, são péssimos.

Uma imagem que explica a falência do Maranhão. O ano eleitoral de 2018 vai se despedindo com a sensação de enganação, roubo, prejuízos para o povo que acreditou numa mudança que só aconteceu para pior.

Abaixo, o veículo de um cidadão, contribuinte explorado, que não tem seus direitos assegurados pelos atuais gestores (se é que podemos chamar o prefeito de São Luís, e governador do Maranhão de gestores). Povo explorado que paga caro para ter seus direitos assegurados, entre eles, o direito de ir e vir, mas que, neste caso, só foi, para um enorme buraco.

Tudo destruído, depois de 6 anos de Edivaldo Holanda Jr., e 4 anos de Flávio Dino, só restaram buracos. Confira a vergonhosa imagem da capital do Maranhão ganhando o Brasil de forma absurda:

 

2 respostas para “A imagem do ANO: São Luís, capital da mudança engolida pelos buracos da incompetência comunista…”

  1. Muito contraditorio seu comentario ao colocar a culpa no prefeito e no governador quando logo em seguida posta o print onde fala NITIDAMENTE que a culpa é da CAEMA. É bom ter mais atenção e ver que o que é de competência do Municipio está sendo muito bem feito.

    • Buracos, sabe ler?
      A cidade está cheia de buracos por culpa do prefeitinho e do “prefeitão” que fez da prefeitura um “puxadinho” do Palácio dos Leões

      LEIA DE NOVO A POSTAGEM:

      “Abaixo, o veículo de um cidadão, contribuinte explorado, que não tem seus direitos assegurados pelos atuais gestores (se é que podemos chamar o prefeito de São Luís, e governador do Maranhão de gestores). Povo explorado que paga caro para ter seus direitos assegurados, entre eles, o direito de ir e vir, mas que, neste caso, só foi, para um enorme buraco.

      Tudo destruído, depois de 6 anos de Edivaldo Holanda Jr., e 4 anos de Flávio Dino, só restaram buracos”.