O “remendo novo em pano velho” de Flávio Dino…

2

Mais empréstimos? Faça-nos um favor, Sr. governador…

Flávio Dino não sabe fazer política e muito menos ser gestor. Confesso que esperava mais dos comunistas, que prometiam “não comerem as carnes do povo”. Os (péssimos) exemplos estão aí para todos verem e se envergonhar.

Gestor nada, Flávio Dino adora fazer política e aparecer na grande mídia nacional

Gestor nada, Flávio Dino adora fazer política e aparecer na grande mídia nacional

Parece sintomático que o governador fale de excelência na saúde pública do Maranhão, mesmo quando observamos que as intermináveis procissões da ambulâncias continuam a cruzar o estreito dos mosquitos diuturnamente.

Nosso Maranhão ainda apresenta os piores números. Só no mundo fantasioso dos comunistas que houve mudança para melhor. Que Maranhão é esse, que não sai do rabo da fila, perde em tudo para os vizinhos estados do Piauí e Ceará?

O Maranhão continua gastando muita verba em propaganda, para isso, pagam-se rios de dinheiro em anúncios falaciosos para jornais, sites e até blogueiros de renome nacional, que diga o Noblat.

A velha tática do “embrometion” usada pelos governos passados, de investir mais em publicidades, quando deveriam, de verdade, investir em Educação, Saúde e Segurança.  Mas, não! Flávio Dino, que prometeu fazer diferente, faz o mesmo ou pior que Roseana Sarney. O pior que conta com a cumplicidade de boa parte da imprensa, que preferem ficar calados.

Enquanto isso, nossos deputados estão comemorando a liberação dos empréstimos. Têm motivos para tamanha alegria, nossos ansiosos deputados? Flávio Dino não inovou, apenas colocou remendo novo em pano velho.

O parlamento estadual, como fez por décadas o grupo Sarney, está aprovando tudo, empréstimos milionários que vão dificultar mais ainda a vida da população no futuro, obras faraônicas desnecessárias como o projeto que pretende transformar as avenidas dos Holandeses e Litorânea em vias de mão única.

Lá se vão vários milhões que ninguém sabe para onde, em obras que a população sequer deu sua opinião. Abaixo, uma das urgências do governo comunista:

pablo1pablo2

 

2 respostas para “O “remendo novo em pano velho” de Flávio Dino…”

    • Não libero bajulação. Aqui o blog fiscaliza e denuncia. Diferente de bajuladores.