Sobre “instabilidade emocional” e rombos nas contas públicas dos aposentados do Maranhão…

Dino poderia falar, por exemplo, sobre as “instabilidades” causadas aos aposentados e doentes do covid.

Aqui está um bom exemplo do “entulho” politico que o Maranhão produziu: um ex-governador que sabe criticar mas quando deveria agir e acertar, só errou feio e piorou as vidas dos maranhenses. E ainda quer mais 8 anos para prejudicar e atrasar nosso povo? Deus nos livre!!!

Mas, onde será mesmo que o “estável” Flávio Dino enfiou tanto dinheiro, boladas como dinheiro do FEPA- fundo dos aposentados – e dos respiradores, que sumiram deixando rombos para os bestas pagarem?

Ora, basta falar que, diferente da maioria dos seus críticos, Bolsonaro não rouba nem explora o povo pobre, como foi feito pelos políticos que dizem “amar o Nordeste”.

Novamente o ex-governador que destruiu o Maranhão literalmente, parece ter caído de para quedas, sem culpa alguma, para apontar dedos ao presidente do Brasil. Ao lado, num outro momento fazendo criticas aos acertos do Presidente, que tentou fazer uma reforma que ninguém quis fazer.

A última do “críticador” oficial do tuiter? Flávio Dino acusando o presidente Bolsonaro que ser “instavel emocionalmente”. Que palhaçada!

Foi o próprio Flávio Dino, enquanto governador por 8 anos, que depois de ter implantado um “comunismo” catastrófico, com aumento exponencial da pobreza (extrema pobreza) inchaço das folhas, lotação máxima de alinhados políticos nos cargos públicos de tudo quanto é sinecura, sem falar que pegou dinheiro dos apresentados e meteu ninguém sabe onde, mas “apareceu do nada”, agora, fazendo críticas, como se tivesse moral para tanto.

Diferença gritante entre quem apenas critica e quem de fato trabalha:

Existe uma diferença gigantesca entre o que se diz comunista (na atualidade socialista) e do presidente do Brasil, o mesmo que enviou para o Maranhão verbas BILIONÁRIAS que não se sabe onde foram enfiadas, como por exemplo, o dinheiro para equipar hospitais que estavam sucateados, que simplesmente sumiram, também o dinheiro Fundo de Pensão de Aposentadoria – FEPA, que, ao que parece, está correndo em segredo de justiça, como aliás, todas as lambanças feitas em longos 8 anos e que deram em nada, mas, o buraco ficou lá para que as futuras gerações paguem pelos erros desse, que, agora, do nada apareceu fazendo criticas.

Se for para aparecer e criticar, que ao menos explique o óbvio, ou tente convencer quem até hoje espera pelo ressacimento do dinheiro do FEPA, que ninguém sabe onde foI parar, nem os milhões para comprar respiradores, enviadas por Bolsonaro, nem o dinheiro para limpar a Lagoa da Jansem, ponte da Baixada, Avenida do Araçagi, etc, etc…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.