Pnad 2019: Ranking da pobreza mostra que o Maranhão é o penútimo em habitação, ficando atrás apenas do Piauí; enquanto isso, governador comunista reeleito em 2018, continua num palanque fazendo politicagens sem pensar nos pobres…

Números da Pnad, quem Flávio Dino vai culpar pela pobreza do Maranhão, Bolsonaro? 

Números do IBGE mostram que o comunismo de Flávio Dino foi apenas mais outro a se aproveitar da pobreza do povo carente das 217 cidades do Maranhão.

O Maranhão piorado de Flávio Dino, comunismo rico e povo pobre…

A nova pesquisa destacou aspectos das habitações como materiais das casas: telhados, pisos e paredes, também que o maranhense é o que menos tem carros em todo o Brasil.

Em 2018 teve uma queda considerável na compra de carros no estado, justamente quando o comunismo de Flávio Dino se apossou de carros e motos da população. Confira abaixo a imagem dos carros tomados:

O Maranhão piorado de Flávio Dino, comunismo rico e povo pobre.

Segundo os números da pesquisa do IBGE, a PENAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), o Maranhão ficou em segundo lugar com o maior números de casas de taipa em todo o Brasil, ficando na frente apenas do Piauí, ambos governados pelos aliados de Lula, do PT.

Novamente O IBGE mostra através de números que o comunista Flávio Dino, reeleito em 2018 para passar mais quatro anos como governador do Maranhão está se lixando para os pobres que continuam explorados, doentes e cada vez mais pobres.

Carros tomados da população:

Ainda sobre os números da Pnad mostram um baixo números de proprietários de carros, apenas 18,9% possuem carros, o que colocou o Maranhão como o estado que a população tem menor proporção de carros.

Não é atoa, que em 2016, a população teve seus bens tomados pelo governador comunista (carros e motos), por falta de pagamento do IPVA, sem falar que esse imposto é uma exploração que o proprietário paga todos os anos a perder de vista.

“Esperávamos que seria ele quem nos libertaria de tamanha exploração, mas fez foi piorar nossa situação”, disse um eleitor arrependido de Flávio Dino, que espera um novo gestor que assuma o Maranhão sem explorar sua pobreza.

Abaixo, comunismo tomando bens da população:

Informação do blog do Gilberto Leda

2 pensou em “Pnad 2019: Ranking da pobreza mostra que o Maranhão é o penútimo em habitação, ficando atrás apenas do Piauí; enquanto isso, governador comunista reeleito em 2018, continua num palanque fazendo politicagens sem pensar nos pobres…

  1. “Bolsonaro só não dará golpe de estado se ele não puder, se ele for contido”, diz Flávio Dino

    Flávio Dino em Conferência on line

    Durante a abertura do II Seminário Terra, Território e Bioma, o governador Flávio Dino afirmou que os impulsos autoritários e despóticos de Bolsonaro são tao nítidos como nunca.

    “No espaço que Bolsonaro tenta implantar no país não há espaço para plurivocidade, não há espaço para contestações, uma vez que pensamentos e saberes diferentes serão violentamente expurgados do que aquilo que estamos vendo”, disse o governador do Maranhão.

    Dino assegurou que Bolsonaro deseja enquadrar não só os governadores mas as demais instâncias da democracia.

    “Não é um detalhe anedótico ele ser o único governante do planeta que demitiu dois ministros da saúde em meio ao caos sanitário. É revelador de como é forte o impulso autoritário que o nutre ele deseja implantar um regime que prevaleça sua própria vontade unilateralmente de modo incontrastável”, concluiu o governador.

Os comentários estão fechados.