Imoralidades da Assembleia: Dino virou “deputado 43”?

É público ou tem dono? 

Quem imaginou que a haveria mudança para melhor na politica do Maranhão errou feio.

Casa da mãe Joana: Quem manda na Assembleia ainda é Flávio Dino?

Tem dono ou não tem? Dizem que tem ex-governador mandando em tudo em certo poder da Grande Ilha.

Mesmo com as sessões “devagar e quase parando”, estaria um certo “comunista” agindo como se mandasse em tudo, inclusive achando pode dar as cartas na Casa do Povo, acreditando piamente que tudo está normal, que pode enganar todos o tempo todo.

Ainda bem que temos alguns críticos que conseguem mostrar que as coisas estão pioradas e bem diferente daquilo que foi prometido; uma tal de “mudança”.

Chega de “passar pano”!!! 

Outra tirada boa do colega Extra (Walquir Marinho) sobre a cena política maranhense, da dominação da “oligarquia” e do “coronelismo electrônico” mas que na atualidade está piorada.

Presidente da Assembleia Legislativa estaria ganhando destaque além do normal em site oficial da “Casa do Povo”, destacou bem o blog Hora Extra.

Nunca fez tão sentido a frase de um senador maranhense, que recentemente deixou escapar que “no Maranhão a política que faz girar a economia”, dando entender que a cultura do “passar pano” vem de longe e continua como regra geral, arraigada, até institucionalizada.

Só lembrando que depois das denúncias de fraudes no concurso da Assembleia Legislativa do Maranhão, feitas por alguns deputados, o presidente Othelino Neto  parece que vai anular parte das questões do concurso, que devido a gravidade, foi apenas a ponta de um gigantesco iceberg.

Estariam acontecendo coisas muito piores por lá.

Mas, Othelino, que deveria estar sentado na cadeira de governador (primeiro a substituir o governador que era vice e está afastado por mais 10 dias) por conta da candidatura de sua esposa, seria o primeiro a favorecer a campanha do pré-candidato a senador, ex-governador, que estaria atuando nas horas vagas como deputado.

Segundo contam as más linguas, Dino precisa tanto da maquina leglslativa, que está mais atuante naquele poder que certos “faltosos” que dificilmente pisam nas sessões da AL. O pré-candidato a senador já estaria sendo chamado de “deputado 43”.

Será?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.