Foi pela democracia, Flávio Dino?

Querem saber o conceito verdadeiro de democracia?

Venham andar nas ruas esburacadas e rodovias do Maranhão.De buracos Flávio Dino entende, deixou o estado num imenso buraco.

A democracia no Brasil nunca foi tão ameaçada  como nestes dias em que Flávio Dino acha correto dividir o país, alguém tem dúvidas que os governadores do Nordeste, um consórcio criado para desobedecer e afrontar o presidente saiu de que cabeça?

Imagem de Sarney e Dino como sendo a mesma pessoa divulgada pelas redes sociais. Flávio Dino ganhou duas eleições se dizendo “anti-Sarney”, mas depois de ganhar as eleições foi beijar a mão do “oligarca”….

O Nordeste está pobre, mas tem comunista que pretende usar a pobreza do povo enganado para perpetuar sua ideologia e atrapalhar o crescimento do Brasil. Ainda aparece um comunista falando em “defender a democracia”.

O Maranhão piorou, estava ruim com Roseana Sarney, piorou com o comunismo, que trouxe destruição, pobreza e mortes onde passou. Vide Venezuela. Vamos em frente.

Enganação, muita mentira e falta de pudor de quem alega preocupação com os rumos do Brasil.Ora, quem chegou onde estar usando o discurso de ser “contra”o Sarney, de fazer diferente, mas tudo que fez foi copiar o estilo oligarca do Sarney? Tanto que priorizou gastar dinheiro em eleições para eleger seus aliados, fato observado nestes sofridos 5 anos!

Democracia com mão de ferro? 

Após ganhar eleição em 2014, dizendo-se defensor da democracia, Dino chutou (traiu) vários aliados que o ajudaram vencer as eleições, entre eles, os tucanos, Aécio Neves e Roberto Rocha, sem eles, seria impossível destronar Roseana Sarney, que era apoiada pelo PT de Dilma e Edinho Lobão.

As eleições de 2014, qualquer candidato que aparecesse sendo “contra” o Sarney (tendo partido) ganharia a eleição, Flávio Dino nunca foi um fenômeno de popularidade, pelo contrário, teve que “desgastar” (atacar a filha do Sarney, Roseana) para aparecer na mídia, hoje bancada com peso de ouro em todo o Brasil para trabalhar sua imagem, quem sabe até torná-lo pré-candidato a presidente do Brasil.

Imaginem, Dino ganhou a eleição com Aécio Neves no primeiro turno, mas, no segundo turno, estava no palanque de Dilma Rousseff, que estava apoiando Edinho Lobão do PMDB.

Foi deste jeito, é essa a “democracia” de Flávio Dino. Ainda no inicio de 2015 teve mais absurdos.

Em 5 anos o partido comunista foi o que mais cresceu no estado pobre, e se duvidar, noutros estados…. Justamente depois que um comunista assumiu o controle da maquina pública. Sem falar na perseguição à imprensa que tenta mostrar “furar o cerco” falando a verdade.

Não há como negar que o comunismo expandiu em detrimento da população que empobreceu, entrou na extrema pobreza.

Qual o investimento real do governador, em seu partido ou no “social”, como se diz por aqui?

Onde estava a “democracia” quando o comunista mandou aumentar impostos, tomar carros e motos da população, dos pobres?

Aumento de ICMS sobre mercadorias como combustíveis, até a conta da energia elétrica (Cemar) pagamos com abusivos impostos sobre impostos, sabem com o isso foi possível, através de um parlamento orientado para fazer tudo que Dino manda que seja votado. Democrático esse governador, hein?

A população, o eleitor enganado, o contribuinte explorado? Nada disso importa. Os três poderes sob o comando de um governante que usa o poder da sua forma, conforme a cor e ideologia de seu partido. A democracia no Brasil nunca foi tão ameaçada  como nestes dias em que Flávio Dino luta para dividir o país, alguém tem dúvidas que os governadores do Nordeste, o consórcio criado para desobedecer o presidente saiu de que cabeça?

Ameaça democrática está em comandar sua bancada de deputados e senadores para votar contra os projetos de reformas, usar os deputados para aprovarem aquilo que prejudicará a população, como aumentar impostos.

Ameaça existe é para impedir o novo presidente de tirar o povo da pobreza, de viver das migalhas como fez o PT/PCdoB no passado recente.

Sobre o encontro com o ex-presidente José Sarney, Dino alegou ser “pela democracia”, mas por que não fez antes das eleições de 2018, esperou vários anos, porque só agora, no seu segundo mandato, depois de ser reeleito e eleger todos seus aliados com derrames da maquina pública.

Democrático esse comunista, hein?

2 pensou em “Foi pela democracia, Flávio Dino?

  1. Vê o demagogo gov. Flávio Dino fazendo/tentando fazer oposição ao presidente Bolsonaro é normal; a gente já conhece o perfil incoerente e traidor dos ideais (lembra dos diálogos pelo Maranhão em que ele combatia as viagens de helicóptero e as compras de lagostas e hoje faz o mesmo?)
    Agora ver o blogueiro Cesar Bello defendendo o encontro do comunista com o ex-presidente Sarney não tem preço!
    Um dia dissemos “Sarney nunca mais” e hoje temos que aceitar que o líder dessa “mudança” sente a mesa para negociar/tratar assuntos “secretos” com o seu maior adversário político.
    É um escracho!
    Em nome da democracia, Flávio Dino?
    Me engana que eu gosto!

Os comentários estão fechados.