Fábio Câmara sobre Zé Reinaldo nas páginas amarelas do JP…

O domingo fechou com a “bordoada” para cima do “chefe” do JP.

Muita calma nessa hora, Fabinho, antes de partir para ataques, tomar partidos ou lados.

Sobre a ZEMA, não precisamos dizer quem foi o político do Maranhão, único, até agora, que foi o maior propagador desse importante projeto, mas que de repente começou a incomodar, causando desatinos.

Quem teria interesse de “bulinar” o senador Roberto Rocha?

Vamos ao desabafo, acompanhe um pequeno trecho:

Quando um ex governador, ex ministro e deputado federal se presta ao serviço de apequenar-se a mera ave hospedeira, e fala de ZPE como se ZEMA não fosse e omite vergonhosamente o nome do senador Roberto Rocha como sendo o “pai da criança”, “o originador da benção” e o “legislador original”, fica patente o caráter CHUPIM de uma prática politicalhesca.

O desabafo do ex-vereador de São Luís chocou geral, muita gente não gostou das comparações feitas ao ex-governador Zé Reinaldo, que acabou mexendo, inclusive, com quem tem pontuado bem no meio político.

Fábio Câmara pulou radicalmente de lado, saiu do MDB, passou pelo PDT, tem bons trâmites no meio político, foi lá no MDB que aprendeu muitíssimo bem conviver com feras da política. Como vereador de SL, fez oposição ferrenha, descascando todos os dias, o então prefeito Edivaldo Holanda Jr, apelidado por ele de EDIh.

Mas quem seria o “chefe”, quem teria interesse de gerar desatinos?

Vale ressaltar que tempos atrás, nos períodos próximos de eleições, surgiam “platações” de toda sorte nas mídias, portanto, Fabinho, lembre-se: nada de entrar em bolas divididas, até porque, quem manda em tudo não são pássaros, e sim, os “leõezinhos”, que estão ferozes para devorar (os poucos) que não se submeteram à cartilha vermelha.

Abaixo, trecho do desabafo: