E agora, Xandão? Justiça americana expõem abusos do STF: “não existe crime de opinião”….

E agora, quem é ditador? 

Todos querem liberdade, parabéns, STF dos EUA!

No exato momento que um ministro da suprema corte brasileira deu continuidade a uma investigação sem cabimento, a Justiça dos EUA desqualificou suas motivações. Explico: os juízes americanos não aceitaram o pedido de extradição do jornalista brasileiro, Allan dos Santos, com a alegação do STF, de ter cometido crime de opinião.

Para entender a prorrogação de uma investigação absurda comandada pelo STF, é preciso ir a fundo e entender alguns tópicos feitos ao arrepio da Constituição. A liberdade do povo brasileiro visivelmente está sob constantes ameaças.

O pior de tudo, a imprensa brasileira segue calada, sendo que muitos jornalistas-militantes, vivem criticando e acusando o presidente do Brasil de ser ditador, que não responde aos ataques, nem persegue a imprensa. A perseguição, ao que tudo indica, está sendo imposta pela nossa suprema corte, que usa alegações absurdas, tudo indica, para se blindar. Senão, vejamos:

O tal crime de opinião se manteve até agora, apenas para criar um pano de fundo para justificar uma perseguição aos que pensam diferente do STF e criticam seus ministros, (antes todos os poderes recebiam criticas). Só lembrando que foi o STF que votou pela prisão em segundo instância, mas voltou atrás, como se estivessem “legislando em favor do PT”, para liberar o Lula da cadeia (prisão passou a valer só depois da primeira, segunda e terceira instâncias, quando se esgotarem todos os recursos), sendo que, todos que ousaram criticar o STF, foram logo ser presos por esse tal “crime de opinião”, justificado no Brasil atual como “impulsionar fakenews”, com prisões arbitrárias contra um ex-deputado, e membros da imprensa brasileira.

O próprio site de extrema esquerda reconhece o absurdo do STF. Veja aqui trecho da reportagem do Metrópoles

O STF Alexandre de Moraes, ao que tudo indica, cercou-se de dispositivos autoritários para impedir criticas à sua pessoa.

Pesa contra Alexandre, ter recebido criticas por ter sido advogado de gente perigosa no passado, inclusive foi apelidado por alguns políticos como Xandão (desde o tempo que advogava). Talvez seja essa sua raiva, ter recebido criticas pelo seu passado, que não é meu interesse mostrar nesta postagem, mas, justamente opinar sobre a “investigação” comandada pelo Poder Judiciário que segue interferindo noutros poderes e agindo de forma absurda e autoritária.

Logo o STF, que deu ao presidente Jair Bolsonaro, um exemplar da Constituição no dia que tomou posse. Era esperado dessa corte suprema trazer a paz paz, e não um clima de perseguição, de ditadura.

É pelo desejo de liberdade que estou opinando. Liberdade ao jornalista Allan dos Santos, do Terça Livre, que está refugiado nos EUA (lugar onde opinar ainda não é crime).

Liberdade, Brasil!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.