Despeitado, só resta ao derrotado Flávio Dino gritar de longe contra Bolsonaro feito um leão sem dentes…

Ódio acumulado, os leões vermelhos perderam os dentes.

Toda motivação do ódio comunista ao presidente do Brasil pode ser explicada pela derrota da candidata do PCdoB a vice-presidente nas eleições de 2018, e pela frustração de ser trocado por Geraldo Alckimin para vice de Lula.

Não deu pra tu, Dino.

Frustração, despeito e ódio: Comunista esperava ser vice como em 2018, mas Lula preferiu confiar num tucano para 2022…

Frustração Dinista: Flávio Dino não conseguiu em 2022, emplacar a candidatura de vice-presidente na chapa de Lula, como fez em 2018, colocando Manuela Dávila, do PCdoB, como vice de Fernando Haddad.

Nem queiram saber o quanto custou essa graça, por hora é melhor saber que toda desgraça comunista se baseia apenas em um ponto: Flávio Dino, que se projetou nacionalmente como o “ex-juiz” que tem boa articulação e trâmites no STF, foi deposto do lugar que almejava: queria ser vice de Lula, mas, foi trocado por um tucano da direita.

Lula preferiu o ex-governador de SP, Geraldo Alckmin, que trocou o PSDB pelo PSB.

Tem lógica a troca. Ora, o ex-juiz não poderá trazer de volta os votos importantes do ABC paulista ao Lula, senão pela representação de um ex-governador de peso no maior colégio eleitoral do Brasil.

Mas Flávio Dino, com toda sua torpeza e arrogância, teve seus planos indo para o espaço, tendo que engolir a seco que o Lula, que periga ser impedido em breve de ser candidato, por ser Ficha Suja, podendo deixar nas mãos de outros candidatos da confiança do Lula a candidatura a presidente.

Só lembrando que Flávio Dino, mesmo projetando a Manu em 2018, não goza da confiança do Lula nem de ninguém do PT.

E quem é doido de confiar num comunista capaz de enagar um povo sofrido para se perpetuar por 8 anos usando as estruturas de um estado pobre e arrasado? Depois dessa, Flávio Dino, que prometeu que os leões do Palácio não comeriam mais as carnes do pobres, em alusão aos “derrames de dinheiro público em tempos de eleições no Maranhão nos tempos da Oligarquia” desmoralizou-se.

É isso. Só resta ao ainda governador, Flávio Dino, gritar de longe, como fazem os leões sem dentes, que rugem sem força alguma.

3 pensou em “Despeitado, só resta ao derrotado Flávio Dino gritar de longe contra Bolsonaro feito um leão sem dentes…

  1. Deus tenha misericórdia de nós é nos livre desses políticos gananciosos que não faz outra coisa a não ser massacrar o povo com cobranças de inpostos absurdas é o pior não fazer nada a não ser tomar possse do dinheiro que devia ser usado em benefício do povo,mais Deus está vendo tudo!!!

  2. “Só resta ao ainda governador, Flávio Dino, gritar de longe, como fazem os leões sem dentes”
    DINO, “LEÃO SEM DENTES”, TRATADO A “CARNE DE SOL DE PICANHA” E OUTRAS FINAS IGUARIAS PAGAS COM MAJORADOS TRIBUTOS DO SOFRIDO POVO DO MARANHÃO.
    RECEBERÁ A SOBREMESA INDIGESTA DAS URNAS EM 2022, ANO ELEITORAL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.