Browsing: Ricardo Santos

Cenas de campanha: Ônibus despejando “militantes”…

Foto enviada aos grupos de whatsapp no inicio do showmício de Dilma na Praça Deodoro, centro de São Luís

Foto enviada aos grupos de whatsapp no inicio do showmício de Dilma na Praça Deodoro, centro de São Luís

Em vários do pontos da cidade, ontem, 18 de março, foram vistos ônibus despejando “militantes” em ato a favor de Dilma, Lula, PT. Uma pergunta que não quer calar: quem pagou tudo isso, de onde saiu dinheiro para essa orquestração que lembra muito os bandeiraços de campanha eleitoral, praticados durante as eleições?

 

O deputado estadual Wellington do Curso comunicou oficialmente, na tarde desta sexta feira (18), à Executiva Estadual do Partido Popular Socialista (PPS) e ao desembargador presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), sua desfiliação oficial do partido.20160319012942

O parlamentar, que atualmente é presidente da Comissão de Assuntos Econômicos da Assembleia Legislativa, ressaltou que o seu desligamento do PPS-MA se faz por motivo de ordem pessoal.

O deputado esclarece, ainda, que mesmo sem definição de nova legenda partidária, permanecerá com sua independência política, o que tem respaldado o seu mandato, e continuará  atuando em defesa do povo maranhense.

Para Zé Inácio, quebra de sigilo telefônico do ex-presidente Lula não tem qualquer fundamentação jurídica ou respaldo legal.

Marco Déça – O deputado estadual Zé Inácio, voltou a se pronunciar na Assembleia Legislativa em defesa do ex-presidente Lula, do governo Dilma e do PT. Para o parlamentar, o juiz Sérgio Moro fez uma fundamentação sem nenhum respaldo legal ou constitucional ao divulgar para a imprensa a quebra de sigilo telefônico do ex-presidente.

Zé Inácio, em discurso na Assembleia

Zé Inácio, em discurso na Assembleia

Estamos à beira de sepultar a nossa Constituição Federal, o Estado Democrático de Direito e o reconhecimento às nossas instituições, porque agora entramos no ‘vale tudo’. Nesse vale tudo prevalece um total desrespeito às Leis. É bom que se destaque que há fortes indícios que o grampo não se deu no telefone do presidente Lula, e sim no telefone presidencial, o que é mais grave. Ou seja, tudo aquilo que Sérgio Moro fazia, aparentemente, de forma isenta, embora tendo muitos questionamentos, ele jogou por terra. No meu entender, ele decretou a sua própria suspeição, na medida em que ele comete aquele ato simplesmente para dar resposta a uma oposição ao Governo Dilma, com uma fundamentação subjetiva, sem o amparo na lei e nenhum respaldo legal ou constitucional. Por isso ele quebrou o sigilo e divulgou para a imprensa noticiar e fazer todo aquele show pirotécnico para incendiar e convulsionar a população do nosso país”, ressaltou.

O deputado solicitou, ainda, providências à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional do Maranhão, a fim de emitiir publicamente posicionamento em defesa do Estado Democrático de Direito.

“Não podemos nos calar mediante todos esses acontecimentos que vão de encontro à democracia. As entidades que têm e sempre tiveram a postura de defesa do Estado Democrático de Direito não podem se calar. Não só enquanto parlamentar e advogado, mas também como cidadão, faço um clamor para que a Ordem dos Advogados do Brasil tome uma providência em defesa do Estado Democrático de Direito. Que a Ordem dos Advogados Seccional do Maranhão também venha a público se manifestar em defesa da legalidade e da democracia, porque somos todos cidadãos que, com esse ato arbitrário do juiz Sérgio Moro, estamos com as nossas garantias constitucionais em xeque”, declarou o deputado.

Tá vendo aí, vice-governador?

Marapá, tem raposinha que foi expulso do PMDB, que mal chegou no tucanato, já quer detonar partidário de peso?

Cupincha de “Don Bigodon das Contas” não perde uma quando a pauta é beneficiar a desgastada cupinzada e sua principal cria na política, o prefeito Cupim Navalha, retratado por meu amigo Kim Lopes, como a espécie mais danosa da categoria.GIL-E-SARNEY

Após pedir PPU para Luis Fernando e espalhar nos blogs cupinianos que estarão juntos na eleição ribamarense, “Don Bigodon das Contas” autorizou a cria clandestina a alfinetar a reaproximação e, ao mesmo tempo, lembrar que a fatura será cobrada em 2018, como se Cupim Navalha estivesse em posição de cobrar algo.

Abre o olho Gil Cupim II

Mas Cupincha não tira um “domingo” sequer para lembrar da indireta de Weverton Rocha a Cupim Navalha, na solenidade da Juventude do PDT, no plenário da Assembleia Legislativa, na semana passada.

Ao cumprimentar o deputado Roberto Costa (PMDB), Rocha fez questão de ressaltar que sempre respeitou adversários. E emendou: “o que a gente não respeita é traidor”. Presente no evento, Cupim Navalha sorriu amarelo.

Até semana passada, asseclas de Cupim espalhavam em São José de Ribamar que ele iria lançar um candidato na cidade, contra o ex-prefeito Luis Fernando.

Com essa, pode ser que o bastão da traição tenha sido guardado por um momento. Mas como dois mais dois são quatro, estejam certo que uma hora ele será o utilizado. Não é isso “Don Bigodon das Contas”? Que os digam, Manoel Ribeiro, Sarney e Roseana!

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) prestigiou a inauguração, nesta quarta (16), do Restaurante Popular entregue pelo Governo do Estado à comunidade da Ilhinha, no bairro São Francisco. O espaço foi oficialmente entregue pelo  governador Flávio Dino. Na oportunidade, Júnior Verde almoçou no refeitório do restaurante junto com o governador e o secretário de Estado de Assistência Social, Neto Evangelista.IMG_2308-640x360

“Trata-se de um projeto muito importante para São Luís e certamente vai se multiplicar por todo o Estado do Maranhão. Um Restaurante Popular, com essa estrutura e serviços de qualidade sendo oferecidos para a população, só demonstra a sensibilidade do Governo nas áreas social e de segurança alimentar”, destacou o parlamentar.

A expectativa é que novas unidades do Restaurante Popular sejam entregues pela administração estadual em outros municípios maranhenses. “Eu tive o prazer de almoçar e constatei que a alimentação é balanceada, saudável e que realmente vai trazer benefícios às pessoas carentes, que às vezes não têm dinheiro para sequer prover o seu sustento, a sua alimentação básica. E o Restaurante Popular traz no seu bojo essa condição da dignidade da pessoa humana, da sensibilidade para, acima de tudo, com a sociedade”, acrescentou Verde, durante pronunciamento no Plenário da Assembleia, nesta quinta (17).

No cardápio do primeiro almoço, foram servidos arroz, arroz com macarrão, feijão, farofa, salada, carne e bife. As refeições são fornecidas por um valor simbólico de R$ 2,00. Cerca de 1.100 pessoas poderão ser atendidas durante o almoço, e 550 durante o jantar.

Flávio Dino usa estruturas do governo para contestar Sergio Moro, mas esquece de cobrar Dilma as obras que estão paradas do governo federal e denunciar as obras fantasmas, como a refinaria eleitoreira do PT em Bacabeira.

Eleito para o Executivo, deveria trabalhar, enquanto fala, fala, fala…

gov

As imagens do governador Flávio Dino repercutem nas redes sociais, sobretudo, de seus apoiadores, neste caso, visivelmente usando as instalações do governo. Nada contra usar a máquina pública em benefícios partidários, ainda que, tenha prometido mudar os abusos cometidos politicamente em nosso estado.

O problema é aparecer constantemente falando como juiz, competência que não e não lhe cabe mais. Aliás, como governador, Flávio Dino nada fez ou falou dos problemas do Maranhão, como a Refinaria fantasma de Bacabeira, que elegeu Dilma no seu primeiro mandato.

Dino está calado sobre refinaria fantasma e paralisação das  obras da BR 135…

Ainda nesta semana, um acidente na vergonhosa e perigosa, única entrada e saída de São Luís, ceifou a vida de uma gestante. Pai, mãe filho mortos após show de forró. Reveja: 

imparc

Quem vai pagar o pato?

Retrato negativo do Brasil, país onde se paga impostos, mas não se vê a aplicação deles.13dez2015---manifestantes-realizam-ato-pelo-impeachment-da-presidente-dilma-rousseff-na-avenida-paulista-em-sao-paulo-1450027254952_1920x1280

Dilma cavou sua própria cova ao deixar a carestia corroer a cesta básica, que cada vez mais diminui na mesa do brasileiro. O PT que prometeu mudar, fez foi piorar. Não adianta culpar a “Rede Globo”, os “tucanos”, o “PMDB”. Agora é tarde, Dilma…

Para piorar a coisa, Dilma ainda trouxe de volta a CPMF, ou seja, mais impostos. Quem vai ficar a favor de um governo que cobra pesados impostos e não justifica a cobrança deles?

Uma figura ganhou as ruas durante as manifestações do dia 13 de março, em São Paulo. A lado dos bonecos (balões) do Pixuleco (Lula vestido de presidiário) e do boneco “vaza Dilma”, um enorme pato amarelo símbolo da resistência contra o retorno da CPMF.

Pelos números da Fiesp, mais de um milhão de brasileiros já disseram não aos aumentos de impostos (1.126.032). Impostos que o Brasil não justifica a cobrança, como a volta da CPMF, que num passado recente aterrorizava nossas movimentações bancárias.

2015_12_13_Gazeta_Povo_Capa

E agora, Lula, tá lembrado de Jackson Lago?

jacks

Lula vive o mesmo inferno astral de nosso governador Jackson Lago, que foi cassado. Aproveito o momento para relembrar o triste momento da cassação absurda que sofreu o governador do PDT, que foi traído por Lula, que preferiu abraçar a “direita”.

Num linguajar maranhense, as únicas palavras que posso dizer ao ex-presidente Lula, que traiu o pedetista Jackson Lago, e abraçou a família Sarney:

“Tu é besta”

Rarararara, eita felicidade, valeu, Moro!!!!

Neto de Sarney visitando governador, sendo noticiado de duas formas distintas…

Diálogos de duas caras, duas linguagens…

Na foto oficial distribuída pela Secom (Secretaria de Comunicação) o neto de Sarney é valorizado, mostrado na peça publicitária como parlamentar “valorizado” num governo democrático que dialoga. Já nas notas extraoficiais, elaboradas nos porões subterrâneos do Palácio dos Leões, o pau come…

b3484a87-6620-4f21-9b04-508c6d21de83

Na sua nota oficial, o governo comunista dá boas vindas ao neto de Sarney, já nas notas enviadas aos blogues alinhados, nem tanto, a história muda.

Foto 1,  a linguagem comunista em seu aspecto “democrático”.

municipalism

Foto 2, retirada dos blogues alinhados:

municipalismo

1 545 546 547 548 549 561