Absorvente petista: a verdade sobre a “distribuição grátis” que foi negada por Bolsonaro…

Projeto tinha que ser vetado conforme previsto no artigo 85 da Constituição. 

No Maranhão teve deputado do PCdoB, ligado a Flávio Dino, que votou a favor, tudo indica, sem ao menos ter lido, pois o projeto seria totalmente inconstitucional.

Outra narrativa do PT para desgastar a imagem do Presidente do Brasil. Projeto dos “Absorventes Grátis” não passou de outra “pegadinha” que tramitou, sendo votado e aprovado na Câmara dos Deputados, para desgastar a política do Brasil.

O presidente explicou em conversa com jornalista que vetou projeto de distribuição de absorvente para mulheres para não ser pego em “crime de irresponsabilidade”, conforme o artigo 85 da Constituição Federal.

“Sou obrigado a vetar. É irresponsabilidade aprovar um projeto sem dizer de onde vai tirar o dinheiro para custear um projeto que foi votado e aprovado por deputados na maioria do PT”.

Por que não antes?

Para piorar, da forma como aconteceu, o tal projeto inconstitucional apareceu na mídia, após outra jogada midiática do comunista Flávio Dino, que aumentou ICMS sobre combustíveis em plena pandemia do covid-19, o mesmo que jogou o Maranhão na Extrema Pobreza, mas tenta aparecer distribuindo absorventes, em plena época pré-eleitoral.

Veja no vídeo: Bolsonaro fala sobre o “veto” de projeto inconstitucional que foi votado e aprovado pelos deputados esquerdistas.No Maranhão, teve deputado do PCdoB que votou, irresponsavelmente num projeto que é inconstitucional, para promover o governador que pretende disputar uma vaga ao senado nas eleições que se aproximam.

2 pensou em “Absorvente petista: a verdade sobre a “distribuição grátis” que foi negada por Bolsonaro…

  1. O PT , PC , PC DO B , PSOLDEVERIAM SER EXTINTOS. PQ SÃO CANCEROSOS . PQ DESTROEM O POVO E ESTE LINDO E MARAVILHOSO PAÍS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.