Flávio Dino tentou pegar carona em tragédia de Manaus, afirma Roberto Rocha

0

Rocha entende que Dino, de maneira dissimulada e oportunista, tentou pegar carona nas ações do presidente da República, Jair Bolsonaro, para amenizar o sofrimento e a tragédia que atingiu o Amazonas.

O senador afirmou que todas as ações foram comandadas e coordenadas pelo Governo Bolsonaro e que a tentativa de carona do comunista foi classificada como “torpe” por Roberto Rocha. Veja abaixo o relato na íntegra.

“O Hospital Universitário da UFMA, gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, mobilizou mais de 100 profissionais de saúde entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e demais áreas de apoio para atender os pacientes transferidos de Manaus.

O Hospital Dutra, da Universidade Federal do Maranhão, disponibilizou 40 leitos exclusivamente para atendimento do Covid, e já recebeu 23 pacientes de Manaus. Na segunda receberá os outros.

Além do hospital Universitário do Maranhão, o governo federal acionou também os hospitais federais do Rio Grande do Norte, Brasília, Paraiba, Piauí, Goias, Ceará, Pernambuco e Alagoas.

A iniciativa e todos os custos são do governo federal, por determinação direta do presidente Bolsonaro, que também mobilizou as forças armadas e todo o ministério da saúde na operação.

Por um dever de justiça, registro o meu agradecimento ao presidente da República Jair Bolsonaro por mais essa ação concreta para salvar vidas humanas. E não posso deixar de repudiar a tentativa torpe do governador do Maranhão, Flávio Dino, de querer aparecer na carona do presidente Bolsonaro. E, na mesma bravata, ainda tenta desqualificar o presidente.

Pelo menos neste momento de calamidade, o governador Flávio Dino deveria deixar de lado a pregação da falsidade pela realidade da ação.

Em verdade, o governo do Maranhão não fez absolutamente nada nesta ação. O Maranhão e o Brasil querem eliminar o Coronavírus, e não vamos permitir qualquer tentativa de ‘Caronavírus’.”

Flávio Dino não rebateu, e provavelmente nem vai, as críticas feitas pelo senador Roberto Rocha. (Athenas Maranhense)

Os comentários estão desativados.