Reflexão: Ódio ao Brasil, que se exploda, queime, se incendei todo…

0

O Brasil que se exploda, queime, se incendei todo. Coincidência que o Paulo Coelho tenha apagado seu tuíter incitando ódio da comunidade internacional contra sua pátria?

PC e seu túiter apagado: incitação de ódio contra o Brasil e cristãos?

Claro que não.

O esquerdista burguês é apenas outro exemplo irresponsável que não liga para seu povo, que vive numa redoma luxuosa, criticando nosso país, morando num rico país da Europa, como fez recentemente um ex-deputado BBB.

O “intelectual” é apenas mais um que usou nosso país para se tornar rico, é apenas mais um dos tantos esquerdistas brasileiros que vivem no exterior, que torcem contra o Brasil, alegando ódio ao presidente, quando deveria morar numa ditadura, país sem liberdade, como Cuba, ou Venezuela, China, Coreia do Norte.

Num Brasil do pós PT, enquanto o poder paralelo ensaia jogar futebol com a cabeça do presidente, que exploda o ódio, queimando, incendiando tudo para culpar Bolsonaro. Não duvido nada que os europeus estejam alegando boicote ao Brasil justamente devido queimadas no Pantanal e Amazônia, provocadas pelo ódio de quem odeia o Brasil, mas justifica pedindo a cabeça de Bolsonaro.

No vídeo abaixo, feito pelo jornalista Josias de Sousa, deixo dois momentos que refletem essa campanha do ódio contra o Brasil, não apenas seu presidente:

Paulo Coelho não gosta de Jair Bolsonaro. Direito dele. Converteu sua oposição ao presidente em tolice no instante em que defendeu no Twitter o “boicote às exportações brasileiras.” Do contrário, disse ele, o ‘talibã cristão controlará o país.”

Com essa manifestação, o escritor fez oposição não mas ao Brasil e aos brasileiros, cujo bem-estar depende da recuperação da economia. A recessão que atormenta os brasileiros magnifica a tolice de Paulo Coelho, que vive na Suíça.

Quando isso ocorre, a tolice ganha vida própria, saltando do ambiente online para o mundo real.

Por isso, estamos nós aqui a desperdiçar o nosso tempo com a análise de uma tolice. O próprio Paulo Coelho reconheceu que fez papel de tolo ao apagar o tuíte sobre o boicote às exportações brasileiras. O problema é que, nas redes sociais, viver é como escrever um livro sem corretor ortográfico.

O escritor Paulo Coelho descobre o ódio da pior maneira…

Os comentários estão desativados.