Sobrinho de Beto das Vilas é presidente da entidade que distribuiu cestas básicas obtidas no Governo do Estado

0

Cestas básicas obtidas junto ao Governo do Estado, distribuídas em São José de Ribamar, podem estar sendo usadas para favorecer eleitoralmente o pré-candidato a prefeito, Beto das Vilas, que preside há 10 anos a Câmara de Vereadores do município.

Doações de Cestas básicas em épocas eleitoral pode dar complicações na Justiça eleitoral…

Beto das Vilas, que já está em ostensiva campanha eleitoral, tem enfrentado uma série de denúncias em razão de contratos suspeitos, celebrados por suas gestões à frente da Câmara Municipal.

Ainda em junho deste ano, a Polícia Civil fez uma batida na sede do legislativo municipal de SJ de Ribamar, para atender a uma investigação da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção. A ação teve objetivo de arrecadar documentos sobre possíveis fraudes em serviços odontológicos contratados e fez apreensão de documentos.

Recentemente, foi denunciado mais um contrato suspeito no valor de quase meio milhão de reais com uma empresa sediada em Axixá, especializada na “construção de ferrovias”.

Mais um problema:

Anunciada como uma “conquista” da União dos Estudantes Ribamarenses, a distribuição de cestas básicas pode ser mais um problema a ser enfrentado por Beto das Vilas. Acontece que o presidente da entidade, Genilson Aguiar Dias, é sobrinho do pré-candidato. E o outro sobrinho, Davi Santos, foi flagrado durante a distribuição próximo a veículos reconhecidos como de posse do pré-candidato.

Ou seja, a pretexto de realizar uma ação social, a família de Beto das Vilas utilizou cestas doadas pelo Governo do Estado para fazer politicagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.