Forças Armadas divulgam nota após ofensas gratuitas proferidas por outro ministro do STF…

0

Democracia jogada no lixo? STF novamente provocando confusão…

Além do provocador, quase aposentado, ministro Celso de Melo, outro ministro do STF acabou de provocar crise nas instituições.

Coincidências à parte, a nova provocação veio logo após dono da empreiteira Odebrecht que está preso pela Lava Jato, que tinha abertura nos altos escalões nos governos do PT, acusar de crimes o presidente daquele poder.

As forças armadas saíram da toca e foram pra cima, acionando a PGR.

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e os comandantes das três Forças, Edson Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antonio Carlos Moretti (Aeronáutica) divulgaram uma nota contra a declaração do ministro do Supremo Tribunal Federal,k Gilmar Mendes. “Trata-se de um crime gravíssimo, tanto no âmbito nacional, como na justiça internacional”, diz a nota dos militares.

Confira a nota:

Os comentários estão desativados.