Corsário: a voz da Eliz Regina na letra poética de João Bosco repleta de mensagens subliminares…

0

(Elis Regina- Corsário) Meu coração tropical tá coberto de neve

Mas ferve em seu cofre gelado a voz vibra e a mão escreve mar

Bendita lâmina grave que fere a parede e traz as febres loucas e breves

Que mancham o silêncio e o cais roseirais, Nova Granada de Espanha

Por você, eu, teu corsário preso

Vou partir a geleira azul da solidão e buscar a mão do mar

Me arrastar até o mar procurar o mar

Mesmo que eu mande em garrafas mensagens por todo o mar

Meu coração tropical partirá esse gelo e irá

Como as garrafas de náufragos e as rosas partindo o ar

Nova Granada de Espanha e as rosas partindo o ar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.