Desenhando o comunismo em tempos de covid-19…

2

Aos irresponsáveis? 

A semana fechou com Flávio Dino acionando a Polícia, o MP e TJ, para impedir o povo de sair às ruas. Seu exército de “apoiadores virtuais”, apelidados de “milícia eletrônica”, comemorou debochando dos que desejam sair às ruas.

Subserviência?

Mas foi esse mesmo governo comunista, que na mesma semana montou mega distribuição de cestas básicas, tudo indica que, para ser filmado e mostrado em peças publicitárias nas emissoras do Sul do país (CNN,Globo, Band, Revista Fórum de SP, Folha de SP, etc).

Peça publicitária Dinista sendo produzida para mostrar aos sulistas…

Crime? Cadê o MP e TJ nessas horas?         O blogueiro César Durans registrou, em sua coluna, que muitas pessoas que estiveram no local comentaram que foi prometido além de cestas básicas, uma quantia de dinheiro para quem fosse ao local…

Mateus no coração dos Dinistas: caladinhos…

Por falar em cestas, o Maranhão tem poucas industrias, as poucas empresas que ainda sobrevivem ao comunismo Dinista, aos poucos estão fechando suas portas, conforme dados sobre crescimento da Extrema Pobreza no Maranhão.

Hipocrisia que chama, irmã?

Recentemente a senadora Eliziane Gama, que é cristã convertida ao comunismo, juntamente com outros políticos eleitos com derrames da máquina pública em 2018, apareceram sugerindo “taxar grandes fortunas”.

Se, de fato, a senadora cristâ, que está convertida ao comunismo, quer “taxar grandes fortunas”, deveria começar pedindo para o governador comunista TAXAR o MATEUS SUPERMERCADOS, que cresceu tanto até tornar-se a única rede do Maranhão. Dertalhe: Dino liberou Mateus de pagar impostos. Por que será?  

Seria importante que a “new comunista” Eliziane Gama pedisse para “taxar” o Mateus, que cresceu e fechou outras redes de atacadistas, sendo liberado por Flávio Dino de pagar impostos.

A ideia genial desse tipo de políticos seria favorecer as vítimas do covid-19, mas, suspeita-se de outra jogada política neste momento em que o Brasil fecha as portas do comércio, e começam faltar produtos nas prateleiras, favorecendo outro discurso dos irresponsáveis de plantão, que não cessam as conspirações contra o presidente do Brasil, não escondendo que a trama é pedir seu impeachment baseado na reportagem da Globo, com testemunho do porteiro, pela pela morte de “Marielle”.

Abaixo, recado para Flávio Dino cumprir a Lei de Transparência e  mostrar onde está enfiando tanto dinheiro enviado por Bolsonaro ao Maranhão.

Cadê a transparência?

Seria bom que a mesma Polícia chamada por Flávio Dino, o Ministério Público que anda tão calado, o Tribunal de Justiça, estivessem, também, atuando fora da Pedro II. Fica a dica, fica a foto. Ou precisaremos desenhar tamanha irresponsabilidade?

Muvuca

2 respostas para “Desenhando o comunismo em tempos de covid-19…”

  1. Distribuição de cesta básica ou compra de votos? Ano eleitoral! Começou a campanha pra prefeito! Tudo devidamente documentado pra jogar na cara do pobre eleitor em agosto/setembro.
    Tanto que criticaram os grupo Sarney que ao chegarem ao poder usam o mesmo modus operandi.
    Eita Flávio Dino!

  2. Tudo verdade!!
    Existe uma verdadeira quadrilha por trás dessa celeuma e que envolve todos esses espertos e falsos moralistas.
    Tem muita grana federal sendo desviada com certeza.
    A sociedade precisar acordar!!!