Monthly Archives: julho, 2019

O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), voltou atrás e confirmou que Thiago Bardal será ouvido por videoconferência.

A informação é do deputado federal Aluísio Mendes. De acordo com o parlamentar o PCdoB tentou de todas formas evitar o depoimento do delegado que encontra-se preso. Por não ter viajado a Brasília, Bardal vai ser levado até a sede da Polícia Federal aqui em São Luís e fará esse depoimento por vídeo.

Porém agora, uma comissão especial de Segurança Pública virá ao Maranhão, para escutar pessoalmente Thiago Bardal.

Aluísio Mendes declarou: “Tentativa absurda do PCdoB nacional de impedir o depoimento de Thiago Bardal, eles insistiram pelo cancelamento. Mas já recorremos e ele (Rodrigo Maia), voltou atrás na sua decisão. Será por videoconferência na sede da Polícia Federal e Ney Anderson será ouvido presencialmente. Uma comissão especial de segurança pública irá ao Maranhão ouvi-lo pessoalmente também, para que ele possa nos dizer o que tanto assusta ao governador Flávio Dino. Uma audiência pública vai ocorrer no Senado Federal, para esclarecer esses fatos gravíssimos”. (Blog do Diego Emir)

Garantir que os profissionais de Educação Física tenham o direito de acompanhar o treino dos alunos nas academias, sem a necessidade de pagamento de taxas aos estabelecimentos comerciais. Esta foi a ideia central da lei municipal nº 6.462, promulgada pela Câmara dos Vereadores, onde o projeto de autoria do vereador Paulo Victor (PTC) foi amplamente discutido.

“A atividade profissional dos personal trainers requer muito mais do que a elaboração de um treino. Para que o trabalho seja efetivo, é até uma questão de responsabilidade que esses profissionais acompanhem os alunos durante os treinos. Em diálogo com a categoria, vimos que a exigência de uma taxa do personal acabava prejudicando tanto esses profissionais quanto os consumidores, que já pagam uma mensalidade para ter o direito de treinar na academia”, ressaltou Paulo Victor.

Assim que foi promulgada, a lei passou a vigorar na capital maranhense. Embora tenha sido bastante difundido, em especial, entre os profissionais do meio, nesta segunda-feira, o tema voltou a ser discutido, dessa vez, no âmbito estadual. Ocorre que um projeto de lei com texto semelhante ao da lei municipal foi apresentado pelo deputado Felipe dos Pneus na Assembleia Legislativa do Maranhão, onde obteve aprovação para posterior sanção do governo estadual. De acordo com a assessoria de comunicação do parlamentar, o referido projeto recebeu um veto no último dia 24 de junho e, portanto, não entrou em vigor no restante do Maranhão.

“É importante salientar que a lei municipal foi promulgada antes mesmo da Assembleia Legislativa discutir a questão, que é muito importante e deve mesmo ser debatida. Na esfera federal, o Congresso Nacional também deverá apreciar o tema”, destacou o vereador Paulo Victor.

Para o presidente do Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Estado do Maranhão (SINPROEFMA), Rodrigo Goulart, a lei válida em São Luís beneficia tanto a população quanto os profissionais da categoria. Goulart afirma, ainda, que as academias podem até ganhar mais clientes, já que há maior interesse do público na praticidade do acompanhamento de um personal trainer.

“A lei é a concretização de uma luta que já durava mais de quatro anos. Nós obtivemos êxito, por meio do pleito do vereador Paulo Victor e, agora, torcemos para que todos os profissionais do estado tenham esse mesmo direito respeitado”, afirmou Rodrigo Goulart.

O que diz a lei municipal

  • A partir da publicação da lei, as academias não poderão cobrar taxas extras dos profissionais, que poderão orientar e coordenar as atividades de seus clientes.
  • As academias passam a ser obrigadas a afixar, em locais visíveis, informativos comunicando que os usuários poderão ser acompanhados por um profissional de Educação Física particular, ou de sua livre escolha, sem custo adicional.
  • Os estabelecimentos que não cumprirem estarão sujeitos ao pagamento de multa no valor R$ 2 mil por infração.

Tchuchuca escapou de novo: Jefferson Portela vai alegar o que desta vez?

Tigrão nada, comunistas que adoram cobrar democracia, explicações de adversários, mas vivem agindo nos subterfúgios, e  novamente conseguiram impedir explicações sobre escutas que poderiam complicar ainda mais a vida do secretário de Segurança Pública do Maranhão, que enfrenta sérias acusações de delegados da Polícia Civil do Maranhão.

PCdoB novamente agiu feito “tchutchuca” e como sempre faz, articulou para impedir a ida de um ex-delegado, Tiago Bardal, que recentemente foi expulso pelo governador da PC, que deveria participar nesta terça-feira de uma audiência pública na Comissão de Segurança Pública da Câmara, proposta pelo deputado federal Aluísio Mendes (Pode-MA).

Sabe-se que essa não foi a primeira nem a última que os comunistas tentam impedir que membros do governo comunista comandado por Flávio Dino dê explicações. A manobra teria sido imposta pela deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC) e aceita pelo presidente Rodrigo Maia,que alegou cumprir regimento.

O objetivo era ouvir Bardal sobre acusações feitas por ele, em depoimento ao Poder Judiciário maranhense, contra o secretário de Segurança Pública da gestão de Flávio Dino (PCdoB), delegado Jefferson Portela, por suspeitas de ter feito “grampos” em telefones de vários candidatos durante as campanhas. (Informações Blog Atual7)

Belezas do Maranhão poderão ser exploradas como atrativos internacionais.

Investimentos nos Lençóis – A Minor Group ou Minor Internacional é uma empresa multinacional com sede em Bangkok, na Tailândia, voltada para o segmento hoteleiro, cujos principais negócios são hospitalidade, restaurantes e já está no Brasil, o grupo já tem investimentos em São Paulo e na Bahia. Com pretensões de expansão, a companhia tem sondado algumas regiões do Brasil.

Segundo o senador maranhense, “é preciso atrair os olhares dos estrangeiros para investirem em nosso estado, tão belo mas tão empobrecido, devido a falta de visão dos governantes, que desejam que o povo viva de migalhas. É assim em todo o mundo, as belezas geram renda, trazem riquezas, fazem capital circular”.

A convite do senador Roberto Rocha (PSDB-MA) o vice-presidente da Minor Group na América Latina, Marco Amaral, estará visitando a região dos Lençóis Maranhenses, lugar de belezas naturais e atrativos turísticos.

Abaixo, algumas cidades onde o Minor Group já vem atuando, fazendo circular riquezas, melhorando a vida dos moradores locais.

Em cima de um trio, ele discursou aos manifestantes e comandou uma carreata realizada no fim da manhã.

Nas redes sociais, o atual diretor executivo do Departamento de Articulação Interfederativa do Ministério da Saúde postou fotos da concentração para o protesto, na Praça do Pescador da Avenida Litorânea, e de um faixa com a inscrição “Fora Flávio Dino”.

“Parabéns, ludovicenses!”, publicou.

(Blog do Gilberto Leda)

A convite do Senador Roberto Rocha, está no Maranhão, desde sexta-feira (28), o embaixador Tailandês Surasak Suparat, que veio para uma extensa agenda que incluiu a visita à região dos Lençóis Maranhenses e participação em eventos dos segmentos de empresas e comercio maranhenses.

Almoço na residencia do senador Roberto Rocha com o embaixador Tailandês, Surasak Suparat

A vinda ao Maranhão tem como objetivo principal prospectar investimentos do segmento hoteleiro e checagem do potencial turístico voltado para a região dos Lençóis.

O governo Tailandês também tem interesse em commodities agrícolas (soja) e a produção de borracha. O embaixador vê a visita ao Maranhão como oportunidade e considerou importante a aproximação com o senador maranhense Roberto Rocha. “Ele abriu as portas do estado para nos”, declarou Surasak Suparat

No sábado e no domingo, o embaixador visitou a região dos Lençóis e vários pontos da capital, São Luís. Na segunda, 01, participou de um almoço oferecido pelo senador Roberto Rocha, em sua residência, no qual também estiveram presentes o  ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho e Vice-presidente da Minor Group na América Latina, Marco Amaral.

Diretor do Minor Group estará visitando os lençóis maranhenses a convite do senador.

Investimentos – A Minor Group ou Minor Internacional é  uma empresa multinacional com sede em Bangkok, na Tailândia, voltada para o segmento hoteleiro, cujos principais negócios são hospitalidade, restaurantes e distribuição de marcas de estilo de vida, operados pelas subsidiarias Minor Hotel, Minor Food e Minor Lifestyle.

No Brasil, o grupo já tem investimentos em São Paulo e na Bahia. Com pretensões de expansão, a companhia tem sondado algumas regiões do Brasil.

O vice-presidente da Minor na América Latina, Marco Amaral visitará a região dos Lençóis nestas terça e quarta-feira (02 e 03/07).

Quem vai pagar o ônus da gestão desastrosa da estrela do Nordeste? 

Além de troar no bumba boi, deu entrevista reprisada exaustivamente em horário nobre. O Brasil viu um governante num palanque, bumbando, contra a ordem e progresso.

Antes de entrar no assunto proposto quero lembrar que nossa capital está atrasada. Enquanto os responsáveis desaparecem do povo, foram vistos nas TVs bumbando.

Atrasados! Não temos sequer VLT como nas outras capitais, aliás, não temos um prefeito e nem um governador para trabalhar de fato para tirar o estado desse imenso buraco. Temos políticos fazendo politicagens, enquanto o povo padece, e paga a conta.

A lástima continuará até 2020, 2022?

Enquanto se lambuzam, justificam lutar pela “democracia”. Houve encontro na Casa Grande, teve beijo não mão, sinalização?. Palaque a vista?

Pelo visto não existe gestor que dê um jeito nas angustias do povo, que sofre para bancar a vida nababesca dos velhos políticos de sempre, que se perpetuam nos cargos tipo enfeites de porcelanas em suas politicalhas eleitorais. Em pleno ano de 2019, quando todo o Brasil evoluiu, ainda vivemos como no inicio do século. E tome atraso!

O pobre estado velho está largado enquanto um governante, que acabou de sair duma eleição, reeleito fazendo senadores e uma renca de deputados debaixo de suas asas, usando e abusado das estruturas públicas, sem que nada ou alguém pudesse fazer alguma coisa. Ele já ensaia lançar-se a presidente. Essa alma quer reza?

Ora, nem bem o asfalto eleitoral derramado secou e pronto, ele já subiu no palanque. Foi lá na Casa Grande, tomou bença e se ajoelhou pra rezar.

Mesmo com todo tipo de abusos praticados, inclusive sendo impedido pela justiça, que deveria ter impedir as candidaturas numa comarca da Justiça do interior, que pelo andar lento da carruagem, deve está dormindo até hoje numa gaveta empoeirada.

Nada funciona, mesmo gastando o que não tem, endividando, explorando, cobrando horrores, o que importa é ser candidato. Não se iluda, ludibriado e explorado eleitor, quem vai pagar esse ônus somos nós, vítimas da politicagens insana.

Já está no palanque e deseja ser presidente.

Para o comunismo proposto pela esquerda do Brasil dar certo alguém deverá pagar caro, sempre foi assim, e por fim, a estrela do Nordeste teve seu apogeu, seus minuto de fama transformados em horas, dias na tela da TV, das mídias que custam caro.

Ele apareceu bem como gestor na telona, o dono da festa, foi até a Casa Grande e beijou a mão,  se duvidar até o pé.

Saiu-se bem em cadeia nacional. Teve repeteco durante a semana, na tela da Band. Além de troar no bumba boi, deu entrevista (reprisada) em horário nobre durante vários dias.

O Brasil inteiro viu o governante que recentemente reeleito, bumbando, arrotando contra o presidente.

Mas não se iluda, incauto, eleitor arrependido, a conta vai chegar em breve. Enquanto o buraco só aumenta.

Por falar em eleições que se aproximam, deixo abaixo, trecho do jornalista Gilberto Leda:

Vossa Excelência

Titãs

Estão nas mangas dos senhores ministros

Nas capas dos senhores magistrados

Nas golas dos senhores deputados

Nos fundilhos dos senhores vereadores

Nas perucas dos senhores senadores

Senhores! Senhores! Senhores!

Minha Senhora! Senhores! Senhores!

F D P! Bandido!

Corrupto! Ladrão! Senhores!

F D P! Bandido!

Senhores! Corrupto! Ladrão!

Sorrindo para a câmera Sem saber que estamos vendo

Chorando que dá pena Quando sabem que estão em cena

Sorrindo para as câmeras Sem saber que são filmados

Um dia o sol ainda vai nascer  quadrado!

 

1 8 9 10