“O destino é o lixo”: análises sobre “trio de patetas” liderado por Flávio Dino…

1

“Esses caras negam os crimes de Lula: faroeste à brasileira é papelão; querem que o bandido prenda o xerife”. (Pingo nos Is da Jovem Pan)

Atitude desesperada de Flávio Dino mostra que não tá ligando para o povo do Maranhão, seu objetivo é tomar o poder, e destruir vidas, como tem feito no pobre e atrasado, cada vez mais pobre Maranhão. Parabéns aos eleitores que o reelegeram, agora vai usar todas as estruturas como era feito no passado, durante 40 anos, pelo oligarca Sarney, até se tornar presidente.

Por falar no Sarney, o neto do ex-presidente, deputado Adriano Sarney, reprovou a atitude do governador comunista, dizendo que persegue a imprensa, e chamando seus parceiros de “patetas”.

Que vexame, um ex-juiz que nunca prendeu bandidos, querendo afastar um famoso juiz que ascendeu por méritos, por ter prendido bandidos perigosos, e chegou ao posto de ministro da Justiça.

Pegou mal a tentativa de aparecer na mídia nacional para punir o ministro Sérgio Moro e o procurador, Deltan Dallagnol, homens de bem da justiça, que estão passando o Brasil a limpo:

Coincidência?  Veja o vídeo e tire suas conclusões:

Uma resposta para ““O destino é o lixo”: análises sobre “trio de patetas” liderado por Flávio Dino…”

  1. Concordo, Lula é bandido, mas Moro e Delton não são esses dois santos que parte da sociedade acha.