Ordem para “monitorar opositores” partiu de um membro do PCdoB. E agora, onde está a máfia, Flávio Dino?

0

Desfeita outra mentira:ordens para “fiscalizar” partiram de membro do PCdoB.

As desculpas eram que a máfia do Maranhão teria forjado um golpe para incriminar o governador.

Sindicância ouviu oficiais da PM que deram detalhes sobre espionagens de adversários políticos.

Comando Geral da PM conseguiu chegar ao principal ordenador dos levantamentos de dados de opositores políticos do governador Flávio Dino (PCdoB). Segundo relato de alguns oficiais da PM que receberam os oficios das ordens dadas por um comandante superior, o Coronel Heron Santos, que é filiado ao partido do governador Flávio Dino, o PCdoB.

Após esse fato desencadeado no seio da Polícia Militar, ficou claro que o Maranhão, de acordo com as desculpas e mentiras do governador Flávio Dino,  pode estar lidando com um grupo político que age com requintes de uma verdadeira máfia. Lamentável.

Abaixo, vídeo da reportagem:

Os comentários estão desativados.