Momento histórico: dois tucanos se beijaram na pré-campanha do Maranhão…

3

O bastão de Zé Reinaldo…

Em sua encíclica, ex-governador garante que entrada no PSDB foi graças à intervenção de Alckmin(nacional), apesar disso, os ânimos na estadual foram contornados. As expectativas soaram mais alto. Bola pra frente.

Torcida de paz e amor tomou conta do tucanato maranhense pela entrada do ex-governador José Reinaldo Tavares, que disputará a senador na chapa encabeçada por seu ex-desafeto político a quem acusava de traidor. Rocha passou o bastão de “pé de pano” para Flávio Dino, que num feito histórico tirou (usando estruturas publicas) todas as legendas de Zé Reinaldo, esvaziando assim, suas pretensões senatoriais em várias tentativas de impedir suas chances de sair candidato a senador.

Coisa que só eleição tem poder de fazer…

Os dois tucanos vivem um breve aceno de paz. O PSDB de Roberto Rocha e Zé Reinaldo deverá correr para ganhar  o carisma do eleitorado maranhense, que foi disperso no final de 2014, quando o líder nacional, Aécio Neves, foi abortado em pleno trabalho de parto ainda no segundo turno  das eleições de 2014.

Só lembrando que Aécio ganhou com Flávio Dino no primeiro turno das eleições de 2014, mas perdeu sem Dino, que pulou para o palanque de Dilma Rousseff, que apoiou Edinho Lobão no primeiro turno.

Durante 4 anos o tucanato ficou esquecido. O bastão de “traidor” caiu sob medida para Flávio Dino.

3 respostas para “Momento histórico: dois tucanos se beijaram na pré-campanha do Maranhão…”

  1. É o samba do partido doido, esses partidos não sabem o que fazer para evitar a Vitória de FD no primeiro turno.

      • Não disse que sim, Mas espero que não, pois máquina pública sempre fez o ocupante do governo ganhar.