Oposição vai dificultar aprovação da nova CPMF no Congresso

0

Jornal do Brasil

Líderes da oposição rechaçaram a tentativa do governo de aprovar a criação da nova CPMF no Congresso. Líder do Democratas na Câmara, o deputado Mendonça filho (PE) anunciou que criará uma campanha contra a tentativa de aumentar ou criar novos tributos.

Tucano disse que maior esforço fiscal do governo vem do aumento de impostos em plena recessão

Tucano disse que maior esforço fiscal do governo vem do aumento de impostos em plena recessão

“Rechaçamos a criação da CPMF, mesmo que provisória. O governo do PT precisa entender que o país não suporta uma carga tributária de 36% e déficit público de 8% do PIB”, afirmou ele, chamando a campanha de “Basta de Impostos”.

Dilma se reúne com líderes do Congresso para discutir pacote

O líder do DEM atacou o governo da presidente Dilma Rousseff, acrescentando que ninguém está percebendo que “a população está cansada de carregar nas costas um governo que não funciona e está mergulhado em graves denúncias de corrupção”

Mendonça Filho insistiu que as soluções para a crise fiscal estão no enxugamento da máquina e não no aumento de impostos.

No Senado, Aécio Neves (PSDB-MG) também deu sinais de que a oposição criará empecilhos para que o governo consiga aprovar a CPMF. O tucano lamentou que “o maior esforço fiscal do governo vem do aumento de impostos em plena recessão”.

“Não é aceitável o aumento do imposto de renda sobre ganho de capital, não para melhorar o sistema tributário, mas apenas para crescer a receita, e a volta da CPMF, o famoso imposto sobre transações financeiras que a sociedade já tinha se mostrado contra na sua última tentativa de renovação, em 2007”, disse Aécio.

Os comentários estão desativados.