Fim da lua de mel, governo terá que enfrentar população enfurecida de todos os lados…

0

O governo está em marcha lenta e não tem respostas para as insatisfações populares…

A morte de uma gestante e seu filho em Alcântara mostrou que o governo está devagar, quase parando. Problemas estão se acumulando nos setores básicos como, saúde, educação e segurança. protest-sao-mateus-flavio-dino-940x540

Enquanto a polícia mete o cacete em manifestantes para proteger o Palácio dos Leões, a violência continua explodindo nas ruas, assaltos e mortes, cracolândias, o tráfico mandando a céu aberto, população linchando assaltantes, mas o governo continua se “lixando” para o azar do povo.

Enquanto a população se alvoroça, o governo faz anúncios milionários. Esse tipo de anúncio quase sempre alivia as tensões do povo, afinal, caminhamos para o primeiro ano do “governo da mudança”, já se passaram os 100 primeiros dias, 180, a paciência de quem espera que as mudança aconteçam tem limite.

Com os problemas se acumulando desde o mês de janeiro, quando Flávio Dino anunciou várias medidas durante sua posse, mas, até hoje, os problemas continuam sem solução, por causa disso, insatisfações pipocam de todos os lados.

Tem repasse à vista: As primeiras licitações milionárias já estão sendo anunciadas, sabe como é, governo gosta dessa palavra “milhões”. Essa palavra mágica, sempre que usada causa efeito retardante nos meios de comunicação, é através dela que o governo pretende calar a mídia e evitar a propagação dos conflitos, como se tudo estivesse bem. Já vimos esse filme.

Da forma que está, dificilmente conseguirão calar as insatisfações populares. Confira no vídeo abaixo, retirado do blog Atual 7, uma manifestação na cidade de São Mateus, que aconteceu no último sábado, 22, durante a visita do governador ao município comandado pelo aliado e ex-sócio Miltinho Aragão (PSB).

De helicóptero, o comunista pousou em um terreno pertencente ao gestor, já cercado por jagunços, que impediram que professores em greve pudessem se aproximar do governador.

Os comentários estão desativados.