O bilionário brasileiro, Jorge Paulo Lemann vai apoiar investimentos educacionais em São José de Ribamar

O prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva tem motivos de sobra para comemorar! É que o bilionário Jorge Paulo Lemann escolheu a cidade de São José de Ribamar para investir em educação, bandeira levantada por ele e também pelo prefeito.

Luís Fernando desde o seu primeiro mandato vem mudando a realidade educacional da cidade balneária. Foram construções de várias escolas, quadras poliesportivas, bibliotecas, os Liceus Ribamarenses, melhor ideb do Maranhão, mas isso tudo não bastava.

Luís se juntou ao homem que quer fazer a melhor escola pública do Brasil, o maior bilionário do Brasil, dono da Ambev, que conseguiu transformar seu conglomerado nacional de cervejas no maior do planeta, reergueu uma das maiores redes de fast food do mundo, e juntou-se a Warren Buffett para criar o quinto maior grupo de bebidas e alimentos do planeta Terra.

Atualmente, o carioca Lemann é o único brasileiro entre as 31 pessoas que mais mudam o mundo hoje, segundo FORBES, a fundação que leva seu nome é, ainda, responsável pela melhora da educação de quase 100 mil alunos da rede pública no país.

“Uma educação pública de qualidade é a melhor maneira de ampliar o potencial de todos e, consequentemente, do Brasil”, afirmou Lemann.

Pelas redes sociais Luís Fernando comemorou abraçado a Lemann e disse que o esforço de mega empresário vai contribuir mais ainda para melhorar a educação de São José de Ribamar.

“Com o presidente da Fundação Jorge Lemann, dono da Ambev e outros conglomerados espalhados pelo Brasil, que escolheu o município de São José de Ribamar para investir na Educação, contribuindo com o nosso esforço de melhorar cada vez mais a nossa educação” afirmou o prefeito. (Blog Felipe Mota)

Sem “pokemons”, nem “teleguiados”, baba ovo de Lulo-comunistas.

O eleitor da atualidade é o verdadeiro dono dos mandatos dos novos senadores eleitos pelo Maranhão. Governador não pode mais comandar mandato de senadores nem deputados. Basta de “coronelismo”!

Abaixo, trecho do site O Antagonista sobre o líder do PDT no Senado, criticando seus colegas novatos na primeira semana de trabalho em Brasilia.

A crítica do maragato foi válida, merece destaque. O Maranhão também não quer “pokemons”, “robôs”, nem marionetes, a população espera muito de seus novatos, espera que o senador Weverton Rocha e Eliziane Gama não decepcionem com atitudes infantis. Afinal, os mandatos foram dados pelo povo, para o povo.

Basta de meninices, o tempo é outro!

 As complicações de Luciano Genésio em Pinheiro

Pelas notícias que chegam da “Princesa da Baixada”, o prefeito Luciano Genésio está plantando vento. E que planta vento pode colher tempestade.

O jovem Luciano Genésio (PP) elegeu-se prefeito de Pinheiro com a promessa de que seria o “novo”, a “diferença”.

Derrotou o grupo liderado pelo talentoso e experiente Filuca Mendes (MDB), que já havia sido prefeito de Pinheiro por várias vezes, inclusive elegendo um “porte” chamado Zé Arlindo, que viria trair Filuca mais tarde.

Pois bem. Não se sabe ao certo o porquê, mas até agora o prefeito Luciano Genésio parece ainda não ter dado respostas concretas para o povo pinheirense do ponto de vista da sua gestão. Pelo contrário, o que comentá-se pelos bastidores da política é que o prefeito tem metido os pés pelas mãos o que tem gerado, inclusive, o afastamento de antigos e leais aliados do gestor pinheirense.

O jornalista Robert Lobato já foi procurado por vários aliados do prefeito para externar reclamações de toda ordem.

Reclamações estas que vão desde a falta de honrar compromissos políticos feitos ainda na época de campanha, cujos entendimentos até hoje não foram cumpridos.

O fato é que as queixas de aliados, atualmente alguns já podendo ser considerados como “ex-aliados”, são medonhas, inclusive quanto ao fato de Luciano Genésio ter feito o possível e impossível para eleger a sua esposa Thaíza Hortegal deputada estadual, com ajudas pomposas de amigos, mas que hoje o prefeito não dá nem “tchum” para os mesmo.

A mais nova crise criada por Luciano Genésio, por exemplo, foi a demissão de um importante secretário municipal que era uma espécie de “faz tudo” do prefeito desde a campanha, segundo apurou o jornalista Robert Lobato.

Enfim, pelas notícias que chegam da “Princesa da Baixada” o prefeito Luciano Genésio está plantando vento. E que planta vento pode colher tempestade.

E 2020 está bem aí… (Blog do Robert Lobato)

Palmas para o patrão,mas quem vai pagar por tudo isso?

Flávio Dino adora ser aplaudido pelos seus seguidores. Será que suas viagens para encontros fora do governo são pagas pelos cofres públicos?

Um governador que vive aparecendo em viagens, mas nunca é visto com ministros, nunca visto com o presidente do nosso país. Qual a sua prioridade, afinal?

Imagem do atraso: quais beneficios essas viagens de Flávio Dino trazem para um estado pobre, que entrou na extrema pobreza? Fala sério…

O Maranhão não desenvolveu, as prioridades foram trocadas, quando deveriam priorizar desenvolvimento, preferiram fazer ideologia. Pior para a população que esperava “mudança”, em quatro anos a gestão “ideológica” dos comunistas empobreceu ainda mais o estado.

O primeiro mês do ano de 2019 iniciou sob as chamas de incêndios praticados por facções na capital do Ceará, terminando debaixo de ameaças de boicotes do novo presidente do Brasil, da “resistência” dos governadores do Nordeste, que não esconderam seus apoios a Renan Calheiros e Kátia Abreu.

O mês de fevereiro traz imagens engraçadas, porem cheias de significados tristes para quem esperava que o Maranhão vivesse tempos de “prosperidades”: Flávio Dino piorou o Maranhão, entramos na Extrema Pobreza, o governo ideológico não abriu para o desenvolvimento, pelo contrário, preferiu usar o poder, os cofres públicos para fazer crescer e perpetuar seu grupo político.

Ao lado, dois ícones da esquerda com eternos corações secundaristas, ao que tudo indica, tramando tomar o poder para piorar, ainda mais, o Brasil, como fizeram na Venezuela do tirano Maduro, apoiado pelo PCdoB de Flávio Dino e PSOL, do ex-membro que deu facada em Bolsonaro.

Pela primeira vez o Deputado Estadual Dr. Leonardo Sá (PR), usou a tribuna da casa Legislativa do Maranhão na sessão ordinária de hoje 07, dirigindo-se ao povo como Deputado eleito, reafirmando seu compromisso com a população Maranhense e prometendo ser atuante em busca de desenvolvimento para o estado.

O jovem médico contou um pouco sobre sua trajetória política, e suas disputas no município de Pinheiro localizado na região da Baixada Maranhense, onde foi vereador por dois mandatos consecutivos e disputou como candidato a prefeito nas eleições de 2016.

Dr. Leonardo Sá foi votado em mais de 20 municípios pelo Maranhão, só em Pinheiro obteve mais de 11 mil votos, demostrando liderança e força na Baixada, sendo eleito para o mandato de 2019 a 2022.

Em seu discurso enfatizou não aceitar imposições que não sejam de acordo com seu caráter.

“Sou uma pessoa de bom trato e bom relacionamento, com facilidade de firmar compromissos através de conversas e entendimentos salutares ao parlamento e as causas Maranhenses. Gosto de respeitar a todos, o espaço e a forma de pensar, justamente por isso tenho extrema dificuldade em aceitar imposições que venham de cima para baixo, que não batam de acordo com meu caráter”, esclareceu.

Falou também sobre o seu comprometimento e a sua vontade de trabalhar pelo povo.

“Chego a esta casa com muita vontade de trabalhar pelo povo do meu estado, trazendo na bagagem um aprendizado que adquiri nesses meus 15 anos trabalhando como médico, que para mim é primordial, cuidar das pessoas”.

O vereador Osmar Filho (PDT) segue inovando na sua gestão à frente da Presidência Câmara Municipal de São Luís.

O parlamentar e o diretor-geral da Faculdade Estácio, Francisco Teixeira, firmaram parceria que beneficiará servidores da Casa com a concessão de descontos de até 50% para ingresso no ensino superior, além de cursos de pós-graduação.

Presidente da Câmara, Francisco Teixeira e Ricardo Diniz durante reunião de trabalho.

O convênio, que será assinado oficialmente na próxima semana, também foi viabilizado pelo vereador Ricardo Diniz (PRTB), que atua como docente há 16 anos e defende o ingresso no ensino superior como ferramenta de mudança e valorização profissional.

Todos os servidores da Câmara poderão ter acesso a uma bolsa que oferecerá desconto de até 50% em qualquer curso da Estácio – modalidade presencial e a distância, além de cursos de especialização. O benefício também se estende aos dependentes do funcionário (cônjuge e filhos).

Em contrapartida, os universitários da instituição poderão atuar em diversos setores da Câmara através de bolsa de estágio.

“Com esta parceria, iremos oportunizar o ingresso dos servidores no ensino superior. Assim, teremos o reflexo também no atendimento da Casa e na prestação de serviços a toda a população de São Luís, uma vez que a capacitação profissional fará a diferença na vida dos nossos funcionários’’, afirmou Osmar Filho.

Ricardo Diniz destacou desprendimento do vereador/presidente, que não mediu esforços para viabilizar a parceria.

‘’Sou professor e sei da importância da qualificação profissional na melhoria da qualidade de vida e na aplicação do aprendizado no dia a dia, no uso dos procedimentos técnicos e operacionais dos trabalhos. Para os servidores da Câmara, a parceria surge com o objetivo de somar nas demandas e ser um instrumento de mudança e renovação”, disse.

Francisco Teixeira também ressaltou a importância da cooperação público-privado.

‘’Para nós, da Estácio, significa um ganho imensurável selar esta parceria que terá muito a acrescentar para a Câmara, para nossa instituição e, consequentemente para o mercado de trabalho de São Luís. O presidente Osmar Filho mostrou, mais uma vez, que possui um perfil inovador e visionário’’, comentou.

Também participaram da reunião a gestora comercial da Faculdade, Adriana Assis; os coordenadores dos curso de Contábeis e Jornalismo; José Reis Rocha e Lilia Antoniere respectivamente; além do procurador da Câmara, Vitor Cardoso.

Blog de Itamargareth

O vereador Antônio Marcos Silva, o Marquinhos (DEM) subiu à tribuna da Câmara Municipal de São Luís para criticar o pronunciamento do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), na cerimônia de reabertura das atividades legislativas da Câmara Municipal de São Luís (CMSL), na manhã dessa segunda-feira (4).

Segundo o líder do DEM na Casa, o prefeito Edivaldo descumpre uma promessa de campanha, que é a de investir mais na saúde e educação, para repetir o mesmo discurso de ‘crise econômica’, quando assumir a prefeitura, em janeiro de 2013.

“São seis anos com a mesma ladainha: Estamos em Crise. Prefeito, essa ‘história’ não cola mais. A crise passou e a cidade precisa avançar”, desabafou Marquinhos.

O parlamentar completou seu discurso fazendo uma série de questionamentos. “Cadê as creches? Cadê o Hospital da Criança? Cadê as escolas com ar condicionado?”.

Se Flávio Dino ainda fosse juiz, corruptos estariam livres?

Ex-juiz continua a tese de condenar Lava Jato, inocentando Lula, justificando uma trama de “conspiração” para dar cargo de ministro a Sérgio Moro.

Enquanto perde tempo no tuíter, as contas do governo do Maranhão não fecham, sobretudo da  previdência que estão no fundo do poço.

Como de costume, novamente o governador que falhou em tirar os pobres da pobreza, usou as redes sociais para contrariar o clamor das ruas, contra a corrupção, mostrando-se favorável aos que destruíram os cofres públicos do Brasil na gestão Lulo-comunista.

Visivelmente disposto a contrariar a lógica do judiciário, o governador comunista, ex-juiz federal, deu pitacos na nova condenação do ex-presidente Lula, alegando trama para favorecer Sérgio Moro.

A pergunta que não quer calar, se Flávio Dino ainda fosse juiz, Lula estaria solto?

Confira:

1 3 4 5 6 7 486