Por iniciativa do Deputado Estadual Zé Inácio (PT) foi realizada nesta terça-feira 09/07, Audiência Pública para discutir a implantação do curso de Direito no município de Pedreiras, realizada no Centro de Ciências Sociais Aplicadas.

A indicação do parlamentar é uma luta da juventude do município do Santuário São Benedito para a democratização do ensino superior, e para que os jovens da região do Médio Mearim, que atende os municípios de Lago do Junco, Lago dos Rodrigues, Poção de Pedras, Joselândia, São Roberto, Peritoró, Esperantinópolis, Bernardo do Mearim, Lima Campos, possam ter uma graduação em bacharelado na área jurídica.

Os alunos do município de Pedreiras, que cursam direito em outras localidades mais próximas enfrentam diariamente mais de 100 km de distância de suas residências, e isso implica os riscos do trajeto, alto custo com transporte, além do cansaço físico e mental do trajeto, para que consigam estudar e frequentar a faculdade.

“Estamos comprometidos juntamente com a UEMA para que o sonho destes estudantes seja concretizado e os encaminhamentos sejam efetivados, oportunizando formação profissional e o desenvolvimento da região do Médio Mearim”, disse Zé Inácio.

O reitor da Universidade Estadual do Maranhão, Gustavo Costa, explicou que para a implantação do curso são necessários os seguintes requisitos: corpo docente qualificado, infraestrutura, projeto pedagógico planejado. “Essa audiência estar iniciando para reparar a história, onde alguns anos atrás alunos prestaram vestibular em Pedreiras, mas tiveram que cursar em São Luís. Agora esta implantação terá um projeto de execução a fim de que os alunos tenham suas expectativas asseguradas junto ao que a instituição de ensino possa oferecer”, disse.

Atualmente a UEMA de Pedreiras conta com nove cursos e serão implantados mais dois ainda este ano. A Universidade Estadual possui a melhor nota no Enade do curso de direito no Maranhão, e é o 14° curso no ranking em nível nacional.

A audiência definiu os seguintes encaminhamentos: formação de uma comissão pela reitoria responsável pela aprovação do curso no âmbito da UEMA e também para acompanhar o trâmite pela aprovação no Conselho Estadual de Educação e na Ordem dos Advogados-OAB até a implantação, articulação junto à Prefeitura de Pedreiras para aquisição do terreno, que está em processo de doado à instituição, e por último a gestão junto ao Governo do Estado para garantir o orçamento para construção do Campi definitivo da Universidade.

Participaram da Audiência Pública o Magnífico Reitor da UEMA, professor Gustavo Costa, Marcelo de Carvalho (chefe do Departamento de Direito, Economia e Contabilidade da UEMA), Ernesto Basílio (Assessor Especial do Prefeito de Pedreiras), Júnior Menezes (representando a juventude do município), Carmen Lúcia (Diretora da UEMA Pedreiras), Ceiça Feitosa (vereadora do município representante a Câmara Municipal), entre outras autoridades e a sociedade civil organizada.

 

Após recepcionar o pré-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin, em Imperatriz, nesta última sexta-feira, 06, o senador Roberto Rocha (PSDB) seguiu com a sua caravana para visitar no sábado e domingo algumas cidades do Médio Mearim, entre elas, Lima Campos, Poção de Pedras, Pedreiras, Trizidela do Vale, Bernardo do Mearim, Igarapé Grande e Lago dos Rodrigues. O objetivo foi conhecer pessoalmente as necessidades de cada município e fortalecer ainda mais a sua pré-candidatura ao governo do estado.

A comitiva do senador foi formada pelos deputados estaduais Alexandre Almeida e Wellington do Curso, o deputado federal Waldir Maranhão, João Câncio (pré-candidato a deputado estadual), o ex-deputado Zé Genésio, entre outros.

No sábado, 07, em Lima Campos, eles participaram de um almoço no restaurante Lagume, na orla da cidade. Estavam presentes jornalistas, empresários, lideranças comunitárias e políticas da cidade, entre elas, o ex-prefeito “Xarim” e o vereador Hebel Cavalcante (PSD).

Em Lima Campos eles ainda visitaram o pe. Luís, que apresentou e solicitou ajuda dos parlamentares para o projeto social que ele desenvolve no município com jovens em situação de vulnerabilidade social. Em seguida, a convite do vice-prefeito de Poção de Pedras, Adenilson Lopes, a comitiva participou de um encontro com moradores do povoado Fortaleza Beira Rio, 4º maior povoado do município de Poção e maior produtor de leite do Médio Mearim.

Durante o encontro, os moradores relataram e entregaram ao senador uma lista com reivindicações da comunidade e de outros povoados adjacentes, entre os quais Jatobá, Lagoa Velha, São Francisco dos Vieiras, Alegria, São Pedro, dentre outros.

O trabalho de Roberto Rocha já é bastante conhecido pelos moradores de Fortaleza Beira Rio, devido a lista de benefícios que ele já conseguiu para a comunidade. Um exemplo é a energia elétrica e o único posto de saúde do povoado, que foram viabilizados por meio de seu mandato, ainda como deputado.

“Hoje é um momento muito importante para todos nós que moramos em Fortaleza Beira Rio. É a primeira vez que estamos tendo a oportunidade de conversar pessoalmente com um senador e com vários deputados que vieram conhecer de perto a nossa realidade e todas as dificuldades que passamos diariamente aqui por falta de muitas coisas na nossa comunidade, como estrada, asfalto, escola… Tenho certeza que a partir de hoje temos alguém que vai olhar pela nossa comunidade”, disse Tânia de Sousa, moradora há 34 anos do povoado Beira Rio.

A agenda do pré-candidato, no sábado, 07, foi concluída nas cidades de Pedreiras e Trizidela do Vale. Em Trizidela, ele visitou o ex-prefeito Paulo Maratá e em seguida esteve em Pedreiras, para um jantar oferecido pelo prefeito da cidade, Antônio França.

“Com muita alegria estamos visitando essa região tão querida por todos nós e que também é o meu berço político. Estamos levando a nossa mensagem a cada maranhense e, tenho certeza, que todos os que tiverem a oportunidade de conhecer os projetos que o PSDB tem para o Brasil e para o Maranhão, não tenho dúvidas que nos apoiarão, pois queremos fazer uma verdadeira transformação social e econômica no estado e, consequentemente, na vida das pessoas”, ressaltou Roberto Rocha.

No domingo, 08, a “Caravana da Esperança” ainda visitou as cidades de Bernardo do Mearim, Igarapé Grande e Lago dos Rodrigues.

Outra guerra de informações recheadas de publicidade enganosas?

Maranhão está no buraco, mas publicidade enganosa mostra outra realidade, justamente num momento delicado em que Flávio Dino ordena confisco de dinheiro dos aposentados.

Coincidência de mais que uma “reportagem” do G1 esteja massificando uma informação no mínimo “truncada” no exato momento de outra medida que a população está sendo prejudicada, no caso, os aposentados.

Ora, se o Maranhão é o melhor estado do Brasil, conforme aponta publicidade divulgada pelos sites, blogues, emissoras de TVs e Rádios bancados pelos cofres públicos do Maranhão, porque Flávio Dino mandou confiscar carros e motos, meteu a mão no dinheiro dos Portos (Emap) e ainda quer meter a mão no dinheiro dos aposentados?

Guerra de egos:

O governador da Bahia ficou indignado ao saber que o melhor estado do Brasil é o Maranhão. Quando o governador de São Paulo souber dessa peça publicitária usada pelos comunistas também vai ficar, afinal, São Paulo fechou o primeiro semestre com superavit de 5 bi.

Mas Flávio Dino até agora não mostrou como estão as economias do estado.

Abaixo, trecho do blog do Gilberto Leda:

A Previdência estadual está operando “em regime de caixa”, é o que informa ao Blog do Gilberto Léda um gabaritado especialista em finanças públicas após as notícias dando conta da situação deficitária do setor no Maranhão.

Segundo ele, com a retirada de R$ 440 milhões que estavam investidos em fundos no Banco do Brasil (reveja), o Fepa/Iprev não conta mais com “sobras” aplicadas e o que se arrecada mensalmente não é o suficiente para cobrir as despesas com benefícios.

“Os R$ 440 milhões retirados do Fepa são o restante dos recursos que estavam investidos. Com essa retirada, o fundo vai funcionar em regime de caixa e o que arrecada por mês não vai dar para pagar a folha”, explica.

Segundo o Estadão, sim.

Leia aqui:

“A ministra Cármen Lúcia ainda não decidiu, mas interlocutores afirmam ser improvável ela acumular a Presidência da República com a do Supremo Tribunal Federal (…).

Se a ministra optar por acumular o comando do Supremo com o da República, frustrará a estratégia de petistas que contavam com isso para, no plantão do ministro Dias Toffoli, apresentar uma reclamação para soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Toffoli foi advogado do PT e assumiu a AGU durante o mandato do petista.” (O Antagonista)

Abrangência da Codevasf beneficiará todas as cidades do estado, inclusive capital. 

O senador Roberto Rocha anunciou o projeto de revitalização da Lagoa da Jansen. A obra será realizada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf).

O anúncio foi feito durante a apresentação do Plano de Preservação e Revitalização da Bacia do Rio Itapecuru realizado pela Codevasf, que também vai executar a revitalização da Lagoa, na última quinta-feira, 05, no auditório da FIEMA durante a apresentação do diagnóstico realizado pela Companhia de Desenvolvimento das Bacias do São Francisco e Parnaíba (CODEVASF), para a etapa inicial de recuperação da bacia hidrográfica do Rio Itapecuru, intitulado “Apresentação do Plano de Preservação e Recuperação das Nascentes e do Estudo Socioambiental Estratégico de Suporte à Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Itapecuru”, realizado por especialistas do corpo técnico da instituição.

Ao falar sobre o assunto, o senador maranhense explicou que, para que o projeto de revitalização da Lagoa pudesse vir a ser uma realidade, foi de fundamental importância a ampliação das ações da Codevasf no Maranhão: “Para que a Codevasf pudesse atuar em todo o estado, foram necessários três anos, defendendo a idéia e investindo no projeto, conquistando o posicionamento de oitenta senadores, até chegarmos à sansão presidencial. Destinamos emendas para a aquisição de equipamentos e para que a Codevasf pudesse atuar em parte do nosso estado. Agora, o Maranhão está colhendo os resultados. Mas, São Luís, Alcântara e outros municípios haviam ficado de fora. Foi então que, na semana retrasada, por meio de uma medida provisória, conseguimos abranger o Maranhão em sua totalidade, incluindo, dessa forma, a nossa capital. Já viabilizamos recursos para o projeto executivo da Lagoa da Jansen”, informou.

Reclama a defesa de Lula de a Polícia Federal não ter cumprido até agora a ordem de soltar Lula. Ora, Lula levou mais de um dia para se entregar à Polícia Federal como havia mandado o juiz Sérgio Moro. (Ricardo Noblat)

O mundo dá voltas. Quem diria, Sarney tentando sensibilizar um comunista obstinado!

Abaixo, trecho do texto do ex-presidente José Sarney, direcionado ao chefe do comunismo maranhense:

 Hoje se estima – como as divisões administrativas e censitárias dos bairros nunca foram atualizadas, os dados são confusos – que a orla tenha cerca de 300 mil habitantes!

Evitei que as terras em que estão situadas, que eram matas em 1965, fossem objeto de especulação imobiliária, comprando-as, com espírito público, para o antigo Instituto de Previdência do Estado do Maranhão – IPEM, isto é, para que os funcionários tivessem, com essas mesmas terras, o seu Instituto rico, que era o melhor e mais líquido do Brasil, com um grande patrimônio. Sua estrutura mudou em 1998, com a criação do Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (FEPA), e Roseana deixou o sistema de Previdência do Maranhão com mais de dois bilhões de reais em Caixa. Recursos para assegurar aposentadoria e pensões, financiar atendimentos médicos, casas e ser a garantia para as necessidades do Servidor Público. Nenhum governante ousou tocar nesse dinheiro.

Agora, segundo revelação do deputado José Adriano, que vem tendo uma brilhante atuação na Assembleia, em 2016 o Fundo tinha baixado para R$ 1,1 bilhão de saldo, no final de 2017, para R$ 665 milhões e pode terminar este ano em R$ 200 milhões, o que significa a sua quebra.

O governo está fazendo aquilo que liquidou com todos os congêneres do Brasil: retirar dinheiro dos funcionários que contribuíram para sua tranquilidade na velhice e para deixar pensões para suas viúvas.

Faço esse artigo sem nenhum desejo de utilizar o assunto para fazer política nem de combater o governo, mas para pedir que reflita sobre isso. O assunto é humano e muito sério, vai ter uma consequência muito grande na vida e na velhice das pessoas. A contribuição dos funcionários já é alta e a ameaça às viúvas pensionistas e aos aposentados deve ser considerada com sensibilidade. Leia aqui o texto na integra retirado do blog do Jorge Aragão.

Um encontro realizado neste sábado (7), no Auditório Fernando Falcão, da Assembleia Legislativa, por solicitação do deputado Júnior Verde (PRB), reuniu representantes de colônias de pescadores e o secretário nacional de Aquicultura e Pesca, Dayvson Franklin. No evento, foi discutida a Portaria 84, baixada pelo Governo Federal, e que estabelece novos critérios para a atualização cadastral de pescadores. O deputado federal Cleber Verde (PRB) também participou.

De acordo com Júnior Verde, que mediou o debate, é preciso dispor de infraestrutura para facilitar o recadastramento. “E hoje, há apenas um escritório regional, o que dificulta a vida de muitos pescadores. E, ressalte-se, há alguns que moram em ilhas do litoral ocidental maranhense”, disse.

O secretário nacional de Aquicultura e Pesca explicou que a Portaria tem por finalidade principal combater a fraude na concessão do seguro-defeso e que a parceria com as entidades, em torno de 50, em todo o Estado, facilitará esse trabalho.

“Essa atualização precisa ser feita para corrigir alguns problemas que vêm se cumulando ao longo dos anos, com muitos benefícios cancelados e, principalmente, combater fraudes, resguardando os direitos dos verdadeiros pescadores e abrindo espaço para aqueles que nunca receberam suas carteiras, por conta da suspensão de 2014. Precisamos fazer isso até 15 de outubro, quando o INSS encerrará o prazo para recebimento de informações para processamento e garantia do seguro-defeso”, destacou.

De acordo com o deputado federal Cleber Verde, a burocracia, atualmente, é muito grande e o recadastramento permitirá, também, que o governo tenha maior controle sobre a pesca. “A Secretaria de Aquicultura e Pesca será interligada com o INSS, permitindo maior segurança. O sistema informará se esse pescador tem vínculo empregatício ou exerce outras atividades”, explicou.

Participaram ainda o prefeito de Primeira Cruz, George Luiz; o vice-prefeito de São Mateus, Ivo Rezende; e o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado, Edjahilson Souza, que elogiaram a preocupação do deputado Júnior Verde em debater o assunto.

O festejo em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré é uma realização da Paróquia, que terá total apoio da Prefeitura de Vitoria de Mearim e da Diocese de Viana, conforme outdoor fixado na Lagoa da Jansen, em São Luís.

O festejo acontecerá entre o dia 30 de agosto a 08 de setembro. A Paróquia, a Prefeitura de Vitória do Mearim e a Diocese de Viana esperam que os fies venham participar desse período religioso, que será marcado por orações e louvores a Nossa Senhora de Nazaré.

Vale ressaltar que em 1722, segundo Bernardo Pereira de Berredo e Castro, em seus famosos Anais Históricos do Estado do Maranhão, escritos em 1723 e publicados em 1749, as margens do Mearim, por ele considerado o príncipe soberano de todos os rios da Capitania do Maranhão, estavam povoadas somente a cerca de dez léguas de sua boca e com menos de setenta moradores. A região já sediara seis engenhos de açúcar de grosso rendimento e ainda conservava três naquela época, embora “de pouca utilidade, por falta de fábrica, desamparados todos os mais dos senhores deles por sobrado receio do gentio de corso”.

Apesar da existência precedente da igreja de São Lourenço, do Convento de Na. Sra. das Mercês, erigida à margem do rio anos antes, foi somente em 1723 que a Metrópole reconheceu oficialmente uma igreja no Mearim, construída recentemente.

Por decreto do poder executivo municipal, editado no dia 21 de abril de 2017, em atendimento a solicitação que pouco antes lhe fizera a Academia Arariense-Vitoriense de Letras, com a aquiescência da Paróquia, esse conjunto foi tombado pelo Município de Vitória do Mearim, que, dessa forma, assumiu, ainda que apenas formalmente, as responsabilidades que lhe competem quanto a essa matéria.

Daqui a apenas 5 anos, completar-se-ão, portanto, 300 anos de existência da Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, a quinta mais antiga do Maranhão, superada apenas, nesta ordem, pelas de Nossa Senhora da Vitória da Sé Catedral (São Luís), do Apóstolo São Matias de Tapuitapera (Alcântara), de Nossa Senhora da Conceição da Vila de Santa Maria do Icatu (Icatu) e de Nossa Senhora do Rosário do Rio Itapecuru (Rosário).

1 3 4 5 6 7 415