Sabe aquele ex-juiz, que deveria mudar o Maranhão?

Um comentário importante sobre o sistema de governo expurgado dos países vizinhos, Argentina, Venezuela.

Retrocesso maranhense: Enquanto os países do mundo inteiro repudiam o comunismo/socialismo, Flávio Dino, no Maranhão, puxa movimento para livrar Dilma.

Argentina e Venezuela, países que abusaram do dinheiro público, prometeram um paraíso, mas deixaram um rombo na economia: “enquanto tinha dinheiro para torrar esses países prometeram um paraíso, acabou o dinheiro, o paraíso não chegou”.

William Waack, do Jornal da Globo, explicando como o sistema defendido por Dilma Rousseff e Flávio Dino, desenvolveram uma terrível crise econômica).

Isso que é golpe: Governador maranhense, que foi eleito para fazer a mudança, trai eleitor, e decide pela continuidade daquilo que foi o pior sistema de governo em vários países do mundo, por último nas Américas, e por fim, (sempre o Maranhão no rabo da fila), o comunismo se instalou por aqui, com promessa de mudar…

Abaixo, uma reportagem que explica o antagonismo do PT, da presidente Dilma Rousseff, que quebrou nossa economia em esquemas de corrupção, e de seu defensor, o ex-juiz, Flávio Dino, que prometeu “mudar” o Maranhão.

Por John Cutrim

A Igreja Cristã Maranata realizará, nesta quinta-feira (10), às 11h, na Assembleia Legislativa do Maranhão (auditório da TV), um culto especial de glorificação a Deus em favor das autoridades do estado.90662020

De acordo com o deputado Cabo Campos, que fez o convite na tribuna aos colegas parlamentares e servidores da Casa, a igreja orou durante todo o mês pelas autoridades.

“Eu queria convidar todos os senhores para estarem lá, eles vão estar orando pelas autoridades, nós sabemos que o nosso Presidente está passando uma questão de enfermidade, e nós cremos que o poder da oração pode trazê-lo de volta a esta Casa com mais vigor do que ele já começou neste Parlamento. Portanto, amanhã, às 11h, no auditório da TV, todos estão convidados, não só os senhores, mas o pessoal da taquigrafia, pessoal da imprensa, pessoal, meus irmãos policiais e bombeiros militares”, reforçou Cabo Campos.

Durante o culto, será entoado louvores que alegram a alma e pregada a palavra poderosa de Deus, que cura, liberta e salva. A Igreja Cristã Maranata, instituição sem fins lucrativos, possui o objetivo de evangelizar vidas anunciando a salvação e a breve volta do Senhor Jesus Cristo. Na igreja Cristã Maranata seus obreiros, diáconos e pastores não recebem nenhum tipo de remuneração e exercem um trabalho voluntário.

Nos cultos e evangelizações da igreja Cristã Maranata, que duram em média uma hora, a principal marca é a operação tremenda do poder de Deus e do Espírito Santo. Pessoas que chegam tristes, angustiadas, doentes, desesperançosas com a vida saem, pela misericórdia de Deus, com uma grande paz na alma, aliviadas da opressão do mundo, libertas dos vícios, dos conflitos internos e curadas de enfermidades físicas e da alma.

Por meio de sinais proféticos e de maneira íntima no ser, na Igreja Cristã Maranata o Grande Deus fala com cada pessoa que abre o seu coração diante Dele concedendo ânimo, força, respostas e orientações diante dos problemas vividos, proporcionando uma nova forma de vida vitoriosa em abundância de paz, segurança e providência divina. Continue lendo aqui:

Flávio Dino apostou todas suas fichas…

Não é segredo que o governador maranhense está se comportando como um jogador irresponsável, Flávio Dino quer livrar Dilma do impeachment, se conseguir poderá, inclusive, ter pavimentada sua candidatura para presidente do Brasil.

Se falhar, se a presidente Dilma for impedida, Dino vai perder tudo, seu maior temor (pavor) poderá se concretizar: o PMDB de Sarney e Michel Temer assumindo o poder do Brasil, poderão isolar Dino no Maranhão.

Onde está Flávio Dino?

Flávio Dino que vive com sua cabeça em Brasília, fincou seus pé por lá.

O governador continua fazendo politicalha, logo ele que foi eleito com o discurso de que ia mudar a pobreza do Maranhão, vejam só, está com o foco noutra causa, na politicalha, em constantes palanques eleitorais.

Desta vez, quer forçar a barra tentando livrar a Dilma do impeachment. Flávio Dino quer livrar Dilma, usando o argumento chulo que impeachment é “golpe”. Quanta insanidade, se soubesse quanto está se tornando impopular com essa atitude infantil…

Respondam Senhores eleitores do governador 65%…

Onde está Flávio Dino?

Neste post quero mostrar que o grupelho de Flávio Dino continua num palanque eleitoral, os comunistas criticaram tanto o outro grupo político (Sarney) falaram tanto mal de Roseana, a ex-governadora, que, por um milagre, permitiram-se derrotar, mas estão fazendo pior que ela.

Embora Flávio Dino esconda seu medo, o que motiva essa atitude, não é “fazer valer a Constituição”, como te feito enganosamente.

Enquanto Flávio Dino está em Brasília, querendo livrar Dilma Rousseff do IMPEACHMET, o PMDB mandou para o Maranhão, o ex-ministro Eliseu Padilha, destituído do cargo pela presidenta, cargo que era, segundo o vice-presidente Michel Temer, em carta à Dilma, de sua competência.

Ainda ontem, em São Luís, o ex-ministro mandou recados para os aliados de Dilma… Prestem atenção, comunistas…

A última do Flávio Dino…

O governador comunista apostou tudo: caso Dilma consiga se livrar do impeachment, seu mandato será compensado, afinal, lidera uma campanha inédita para livrar Dilma. Se tiver sucesso, poderá ser, inclusive, o sucessor de Dilma Rousseff no Palácio do Planalto. Mas se algo der errado, Dilma for cassada, será o fim do comunista, que apostou alto…

Por falar em politicalha, nosso velho Maranhão continua com dantes: de negociatas em negociatas…

Cidade suja…

Nos grupos de whatsApp, secretário de Flávio Dino é em flagrando enquanto mentia…

Na tarde de ontem (09/12) o secretário de Comunicação do governo, Robson Paz, que vive forçando a barra mostrando um Maranhão que só existe no plano imaginário, dos sonhos, (a mesma coisa que faziam no tempo de Roseana Sarney), estava postando vídeos de Flávio Dino discursando contra o mosquito que está causando a microcefalia.

Ora, a cidade está suja, “é desta forma que o governador quer combater o mosquito da dengue?”

Cidade suja I

Observem como Flávio Dino, Robson Paz e Edivaldo Holanda Jr querem acabar a dengue:

Abaixo, mais fotos da sujeira...

Abaixo, mais fotos da sujeira…

falai4

Asfalto caro e de péssima qualidade:

Para fechar, olhem essa retirada do blog do Carlinhos:

Durante outro ato político, o secretário de Infraestrutura Clayton Noleto “inaugurando” uma estrada, que após alguns dias, estava toda rachada, esfacelada. Confiram nas fotos abaixo:

Asfalto do Paraguay? Alô, Ministério Público, existe alguém vivo aí?

falai5

A deputada estadual Ana do Gás (PRB) participou na manhã desta quarta-feira, 9, da apresentação do balanço das ações de Segurança Alimentar e Nutricional, feita pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Sedes).a85ea1e5-2c2f-4bea-9083-e5a1854048ed

Durante o evento, que aconteceu no auditório do Palácio Henrique de La Roque, o secretário Neto Evangelista elencou as ações na política de segurança alimentar, como o aumento das refeições servidas nos 6 restaurantes populares, com mais de 10 mil refeições distribuídas por dia, a inauguração de 30 cozinhas comunitárias nos 30 municípios com menor IDH e que estão inclusos no Programa Mais IDH, assessoramento técnico, parcerias com as universidades, restaurantes populares em comunidades quilombolas, além de mais de 3 mil atendimentos com nutricionistas.

09f68eeb-7cfc-4892-837f-239abda4e9bbA ministra de Desenvolvimento Social, Tereza Campello, ouviu do secretário estadual a notícia de que em 2016, 100 municípios maranhenses serão beneficiados com o programa do leite e que mais 5 restaurantes populares serão inaugurados no estado.

“Com certeza teremos em 2018 um Maranhão com indicadores bem diferentes dos apresentados no passado, em uma prova de que estamos melhorando significativamente a vida dos mais pobres”, garantiu a ministra.

Acompanhada dos deputados Rafael Leitoa, Ricardo Rios, Rigo Teles, Levi Pontes e Francisca Primo, a deputada Ana do Gás ouviu o secretário Neto Evangelista anunciar a conclusão do Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional. “O pequeno agricultor precisa desse apoio para poder vender sua produção e essa ajuda do governo do estado vai ajudar a mudar a realidade desses agricultores”, destacou a parlamentar.

Na presença de secretários estaduais, prefeitos e representantes de instituições de ensino superior, o governador Flávio Dino assinou os termos do convênio de cooperação técnica e de cessão dos kits. “Garantir segurança alimentar para os mais vulneráveis não é só uma política compensatória, é garantir muitos outros direitos a quem mais precisa, como saúde, trabalho e dignidade”, finalizou o governador.

Na manhã desta quarta-feira (9), o deputado estadual Wellington do Curso (PPS) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para destacar o Dia da Criança Especial e fazer referência ao drama vivenciado por inúmeras mães que não podem contar com o apoio do Sistema Público de Saúde.507cbea8-433e-40e3-b4d2-06aed9707544

Ao se pronunciar, o parlamentar externou preocupação quanto o exorbitante número de casos de Microcefalia no Maranhão (má-formação do cérebro), além de cobrar, mais uma vez, ações de prevenção e combate à doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, a exemplo da Zica Vírus, Chikungunha e Dengue.

Ao se referir às ações de prevenção, Wellington mencionou, também, o acúmulo de lixo na capital maranhense e solicitou que a Prefeitura demonstre o mínimo de zelo pela vida dos cidadãos.

“O dia de hoje é considerado o dia da criança especial, data que implica em uma reflexão quanto aos direitos das crianças e, em específico, o direito à saúde. Analisando o cumprimento de tal direito, trago a esta Casa o drama vivenciado por inúmeras mães, principalmente as hipossuficientes, que acabam por não ter acesso ao Sistema Público de Saúde, o que impede o pleno desenvolvimento de nossas crianças. Infelizmente, as mães agora deparam-se com o drama que é a possibilidade de terem filhos com uma má-formação do cérebro. Os casos de microcefalia têm aumentado de forma repentina, o que destaca a necessidade de se enfatizar ações de combate e prevenção.  Segundo orientações do Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, é necessário uma intensificação no combate ao mosquito, fazendo com que os prefeitos tenham a obrigação de intensificar a limpeza urbana. Infelizmente, a negligência é intrínseca à postura da Prefeitura de São Luís, o que faz com que nos deparemos com o acúmulo de lixo, impedindo, assim, o combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus”, destacou.

O deputado Zé Inácio (PT) participou na manhã desta quarta-feira (09) do Seminário para Política e Plano de Mobilização Urbana, promovido pela Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB).

O deputado Zé Inácio destaca a importância do projeto de Lei do Bilhete Único no processo de mobilização urbana

O deputado Zé Inácio destaca a importância do projeto de Lei do Bilhete Único no processo de mobilização urbana

Zé Inácio (PT) ressaltou a importância da criação deum Plano de Mobilidade Urbana. “A mobilidade urbana é um tema hoje muito importante, não só para as capitais mais também para as grandes principais cidades do Maranhão”.

Durante evento o deputado destacou o projeto de Lei n° 057/2015 de sua autoria que trata implantar o Bilhete Único Metropolitano como componente do sistema tarifário operacional do transporte público de passageiros na Região Metropolitana de São Luís, nos Município de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa e Alcântara.

 “A criação do bilhete único metropolitano está sendo articulado de forma parceira com o governo do Estado, através da Agência de Mobilidade Urbana. E nós enquanto deputados estamos levando estas discursões para a Assembleia Legislativa para garantir o acesso da população ao transporte público de qualidade”, disse Zé Inácio.

O evento tem como objetivo orientar governos e municípios para coordenar processos de elaboração dos Planos de Mobilidade como instrumento de efetivação da política nacional de mobilidade urbana.

O Parlamentar também destacou o projeto de Lei complementar n° 09/2015 do Executivo, que cria o Fundo Metropolitano de Transportes – FMT. O projeto tem como finalidade distribuir as receitas auferidas através do sistema, de forma a garantir o equilíbrio econômico financeiro das empresas de transporte coletivo, que tramita na Assembleia Legislativa em caráter de urgência. “Este Fundo irá fazer com que se tenha recurso para garantir que o plano de fato aconteça, para isto ele tramita na Assembleia em caráter de urgência”, explica Zé Inácio.

Por meio de sua página nas redes sociais, o vereador Roberto Rocha Junior (PSB) apresentou a justificativa do voto contrário a emenda apresentada ao projeto de Licitação do Transporte Público de São Luís, tratando da instalação de ar condicionado em 50% da frota de ônibus.9c5ff3d3-d820-47c5-a2eb-71ec2fb61c6d

“É preciso esclarecer que o meu voto não foi contra esse benefício e, sim, contra a irresponsabilidade de aprovar uma emenda que não fez um estudo preliminar sobre os impactos financeiros negativos que isso acarretaria e que refletiria, inevitavelmente, no orçamento dos usuários”, disse o parlamentar.
O vereador disse ainda que sabe ds necessidade de ser melhorado o serviço oferecido ao usuário. “Sim, eu sei que precisamos urgentemente melhorar a qualidade do transporte público oferecido, mas é necessária muita cautela e responsabilidade, pois sabemos que cada acessório a mais nos ônibus, aumentará também os insumos, e, consequentemente, no aumento da tarifa”.

Eis a íntegra do posicionamento de Roberto Rocha Junior:

“Ganhou bastante repercussão o meu voto contrário à emenda na Licitação do Transporte Público de São Luís, que estabelecia que 50% da frota de ônibus coletivo fosse, obrigatoriamente, climatizada. Primeiramente é preciso esclarecer que o meu voto não foi contra esse benefício e, sim, contra a irresponsabilidade de aprovar uma emenda que não fez um estudo preliminar sobre os impactos financeiros negativos que isso acarretaria e que refletiria, inevitavelmente, no orçamento dos usuários.

Sim, eu sei que precisamos urgentemente melhorar a qualidade do transporte público oferecido, mas é necessária muita cautela e responsabilidade, pois sabemos que cada acessório a mais nos ônibus, aumentará também os insumos, e, consequentemente, no aumento da tarifa.

E se a pergunta fosse: a tarifa de ônibus vai aumentar, mas em contrapartida, todos os ônibus terão ar condicionado. Se a votação fosse essa, eu tenho certeza de que a maioria da população ficaria dividida, visto que 90% dos que utilizam e dependem dos ônibus coletivos, são trabalhadores, são estudantes, filhos de trabalhadores que já sobrevivem com um orçamento apertado, e que fazem malabarismos para conseguirem pagar suas contas no fim do mês.

O meu voto, portanto, foi pensando nessas pessoas que dispõem de um orçamento financeiro menor, pois não podemos ser ingênuos ao ponto de acharmos que os ônibus climatizados não incidirão no aumento da tarifa. E o que é pior, se a passagem aumentasse, o parlamento nada poderia fazer, visto que não se trata mais de assunto de sua competência.

Foi por essa razão que ao justificar o meu voto, eu critiquei e lamentei a ausência de audiências públicas para que pudéssemos discutir essa questão junto com a sociedade antes de ser votada a licitação na Câmara. Lamentei, inclusive, o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ/MA) ter declarado inconstitucional o Projeto de Lei do vereador Nato, que condicionava que todo aumento de passagens deveria passar antes por audiência públicas na Câmara Municipal, pois acredito que ninguém mais do que o povo sabe o que é o melhor para ele.

Dessa forma, considero importante propor esse debate por meio de audiência, visto que este é um tema de interesse público. Não podemos compartilhar da opinião de alguns que tentam restringir esse diálogo somente ao item da climatização. A qualidade do transporte público vai mais além: precisamos lutar, antes de tudo, por mais linhas de ônibus, por ônibus que saiam e cheguem nos horários previstos, para que as pessoas não precisem esperar meia hora, ou mais, para se deslocar para os seus compromissos. Precisamos lutar por segurança, mas temos que lutar, sobretudo, para garantir um preço tarifário justo, para que os milhares de trabalhadores que dependem deles diariamente não sejam prejudicados.

Por fim, dizer que sou contra qualquer aumento do valor da passagem do transporte coletivo, seja para colocar ar condicionado ou para qualquer outra coisa. A população merece uma resposta antes que seja feita uma outra cobrança a ela”. Vereador Roberto Rocha Júnior (PSB) (Da Assessoria)

José Reinaldo Tavares

O impeachment já é uma realidade, foi admitido pelo presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, e a partir daí não depende mais dele para prosseguir. Com a Comissão instalada, e eleitos o presidente e o relator, deverá ser aberto um prazo de dez seções para a presidente apresentar a defesa. Depois disso a Comissão delibera e vai para O Plenário para aceitar ou não o Impeachment.olha-300x250e

Estava na Câmara como deputado e participei do impeachment de Collor de Melo. Nesse caso o processo inteiro durou cerca de 40 dias e o impeachment foi vitorioso e a partir daí Color foi obrigado a se licenciar da Presidência da República, assumiu o vice Itamar Franco, e antes do julgamento final pelo Senado ele renunciou. Depois foi absolvido criminalmente pelo Supremo.

Em linhas gerais foi isso o que aconteceu e assim deverá ser agora.

Hoje ninguém sabe direito quantos votos tem Dilma ou quantos tem os que são a favor do Impeachment. Dilma precisará ter 172 votos contra para se livrar da ação. Não parece muito, é apenas um terço da Câmara. Mas, o Color só obteve 44 votos e como Dilma bateu, antes, recordes de popularidade. Acontece que o processo que parece ser decidida internamente pelos 513 deputados, na prática não é assim. Os deputados são pessoas conhecidas e as pessoas cobram nas ruas, nos aviões, em toda a parte. Quando começou o impeachment de Color começou frio, Ulisses ainda não tinha entrado para valer, mas no decorrer do processo o povo tomou posição e aí foram diminuindo os votos de Color e no final restaram apenas 44.

Portanto ninguém pode afirmar nada agora ainda, mas o tempo está contra a presidente. O nervosismo do governo mostra como temem o processo. Fernando Henrique respondeu por um impeachment quando foi presidente e teve no plenário não 172 votos mas 344. Não houve o drama que vemos hoje. O nervosismo é devido ao medo, real, de não conseguirem na data da votação os votos necessários para sepultar o processo. E a meu ver o medo é justificável. Pois São poucos na Câmara que gostam do governo. O PT sempre viu os partidos aliados como auxiliares. Mesmo o PMDB. Cansou de prometer e não cumprir. Na grande maioria os deputados não se sentem como participantes do poder. Além disso só dez por cento da população apoia o governo e até o seu partido o PT, está muito dividido em relação a presidente e ao governo.

Outro dia, só para ilustrar, e como neste caso ocorreram dezenas semelhantes e até mais graves, um ministro do atual governo, um senhor simpático, se sentou nas primeiras cadeiras do avião esperando a partida. Meio desconhecido como são a maioria dos ministros atuais, porém conhecidos dos deputados que ao entrarem no avião o cumprimentava: ”Oi ministro, tudo bem? E ele respondia, “Tudo, obrigado”. Quando uma senhora sentada próximo se levantou, brava, e perguntou: “ Mas, como, o Sr. é ministro desse governo corrupto? ”. E ele mais do que depressa: “É apelido minha senhora, á apelido! “.

Não está fácil a vida de ministros do governo e como será a dos deputados?

Veremos no transcorrer. Mas uma coisa tem deixado ouriçados os nervos de muita gente. Vamos explicar. Todos sabiam que Eduardo Cunha age sempre no limite, é muito corajoso e inteligente e sabe que está muito complicado e que é muito difícil a sua situação. Ela sabe que se o processo que responde na Comissão de Ética for para o Plenário, é grande o risco de perder o mandato. E aí negociou com o PT os votos que precisava no Conselho para ser absolvido ali mesmo. Em troca não admitiria a abertura do processo de impeachment. Lula passou a defender o voto em Cunha e o tempo foi passando e ninguém esperava mais a abertura do processo neste ano.

Os deputados do PT, à contragosto, admitiam votar a favor de Cunha. Mas, na semana passada, subitamente, a uma semana ainda da seção do Conselho de Ética que só acontecerá, possivelmente nesta terça, o presidente do PT Rui Falcão que todos sabem que só faz o que Lula manda, soltou uma nota proibindo os deputados do partido votarem a favor de Cunha deixando o Palácio atônito, o governo sentindo faltar terra sob os seus pés, e sem compreender o que estava acontecendo, foi um pânico generalizado no governo. Cunha na mesma tarde cumpriu o que dissera e recebeu e deu início ao processo que pode tirar Dilma do Governo. Portanto o processo de impeachment foi precipitado pelo PT, por Lula, um surto de ética repentina?

Lula é muito inteligente, pragmático e impiedoso. Uma “metamorfose ambulante” como se classificou um dia. Mas porque mandou precipitar o impeachment?

Está fora de dúvidas que não foi combinado com a presidente e nem com seu governo, que foi tomado de surpresa. Então cai por terra a hipótese de deixar acontecer para vencer no voto e renovar politicamente a presidente. E o que sobra, então? A outra hipótese é ruim para Dilma se for mesmo isso. Lula se convenceu que Dilma não tiraria o Brasil do buraco em que está e chegou a conclusão que tudo vai piorar como, aliás é consenso entre todos e, assim, ele naufragará de vez junto com o PT. Ela saindo sempre haverá a possibilidade de sair de cena e fazer um acordo com Michel Temer que assumiria a presidência para fazer o que ela não terá como fazer. Nesse jogo tudo é possível. Só ele poderá explicar.

Agora teremos uns quarenta dias, possivelmente após o recesso, para o desfecho do caso. Isso coincidirá com a piora geral do quadro econômico, com o aumento do desemprego e com o aumento de juros no mercado americano devido à recuperação da economia, o que trará fuga de capitais no Brasil, piorando as coisas. As previsões são de que tudo estará mais difícil o que será péssimo para Dilma. Isso explica porque o governo quer decidir essa questão ainda em janeiro, sem recesso.

Agora o pêndulo do poder pende para Temer e para o PMDB como não acontece desde Ulisses. O jogo está feito e será para profissionais.

O ministro Eduardo Braga das Minas e Energia mandou avisar ao governador Flávio Dino através da secretária Crisálida Rodrigues que está marcado para depois do carnaval o leilão do linhão que ligará as subestações de Bacabeira e Parnaíba fundamental para a expansão de energias limpas, eólica e solar no Maranhão. É uma notícia muito importante para o estado e para a região do litoral maranhense entre as duas subestações. De parabéns o governador e a todos que lutaram por isso.

E quanto ao meu voto no impeachment?

 Meu voto será decidido pelos interesses do Maranhão, esse estado tão abandonado. Não tenho ideologias a me comandar e assim quero garantias de que teremos apoio total para instalarmos o Instituto Tecnológico da Aeronáutica em Alcântara e todos os institutos que o cercam, da implantação da Cidade Digital no Centro Histórico junto com a recuperação dos prédios para o projeto de ensino integral para todos os colégios do município de São Luís, e recursos e condições para a instalação de mini usinas de biodiesel de óleo babaçu dando renda para milhares de quebradeiras de coco, que trabalham intensamente, mas tem renda muito baixa por falta de apoio. Com o aumento para sete por cento da mistura do biodiesel no diesel e na gasolina o projeto tornou-se muito atrativo. E pela garantia de duplicação da BR-135. Votarei pelo Maranhão, não quero nada para mim.

Chega de sermos joguetes de interesses de poder.

Mas, será muito duro votar a favor de Dilma que faz um governo muito ruim para o povo brasileiro. Será que ela muda?

E vou conversar com o governador, pois fazemos parte do mesmo grupo político, e temos, como objetivo maior o progresso do nosso estado.

Líder da OAB-MA posiciona-se diferente do governo…

Thiago Dias, que derrotou chapa da OAB, comandada por amigos do governador, mostra a que veio, peita Flávio Dino e declara que o processo de impeachment de Dilma não é golpe.

Não vou aqui falar da falta de espirito democrático, educação, civilidade, expressados pelo governador Flávio Dino, que, até hoje, não parabenizou a nova presidência da OAB, eleita recentemente. Se fez, não emitiu oficialmente, através de notas da Secretaria de Comunicação aos órgãos de imprensa, como de costume.

OAB-MA não se deixou ser manipulada pelos comunistas…

Os advogados do Maranhão, que derrotaram de forma vergonhosa a candidata encabeçada pelo atual presidente, Mário Macieira, candidata ligada a Flávio Dino. Também não devem ter sido ouvidos pela pesquisa de opinião, encomendada pelo governo, dando conta que 65%, aprovam seu governo.

Novamente a liderança da OAB-MA, demostrou que pensa diferente dos que acreditam no comunismo Maranhense, com toda certeza, a OAB faz questão de mostrar que pensa diferente, que não está nos 65% dos que aprovam, nem votam no 65.

Parabéns, Thiago Dias, e todos advogados que não se deixaram monitorar pelos comunistas.

OAB

Confira na integra a postagem do Blog Atual 7

Municipalistas deram o fora do palanque montado no Palácio dos Leões!!!

Flavio-DinoO que poderíamos esperar de um palanque armado pelo governador comunista feito para uma presidente golpista?

O evento foi um total desencontro. Sequer os prefeitos de São Luís, Edivaldo Holanda Jr., nem o prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, que é presidente da Federação dos Municípios compareceram…

O evento do Palácio dos Leões, deste domingo, 6 de dezembro, que deveria servir para mostrar a força de Dilma no Maranhão, começou mal. Nem os líderes do municipalismo compareceram. Que terá acontecido?

A imagem do dia: Vale a pena ler de novo…

Edivaldo Holanda sendo detonado pelos “aliados” palacianos…

MARRAPÁ, DEU A LOUCA

Ciro deu “o golpe” em Flávio Dino…

O governador do Maranhão abriu tanto a boca para falar em “golpe”, que acabou levando um. No seu palanque eleitoral fora de época, o governador (65%, FAVOR não confundir com senador 90%) quis anunciar para jornalistas de todo Brasil, que seu evento seria para denunciar o “golpe” do impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Quem apareceu no local como convidados de honra foram os pedetistas, Carlos Lupi, acompanhado por Ciro Gomes, que aproveitou para anunciar que será candidato a presidente da República nas próximas eleições. Isso mesmo, Ciro, num só feito, deu um “zignal” em Dilma e Flávio Dino, que, todos sabem, pretende se lançar presidente da República.

Flávio Dino, desapontado, teve que engolir a seco e continuar sua pantomima sobre “o golpe”.

Sarney, o grande pavor de Flávio Dino…

No domingo pela manhã, o governador Flávio Dino, acompanhado de alguns pedetistas, falou à imprensa que vai se juntar a outros governadores do Brasil para lutar pelo mandato de presidente de Dilma Rousseff (PT). Segundo Flávio Dino, Dilma está sendo “vitima” de um golpe.

A encenação toda, lógico, nem de longe pareceu real, todos sabem que o verdadeiro motivo dessa panfletagem de Flávio Dino é o medo do PMDB de Sarney voltar a mandar no Brasil, daí é só um pulinho para voltar a mandar no Maranhão. Tremei, Flávio Dino…

 O pavor de Flávio Dino I…

Estou avisando há vários dias… Enquanto o Sarney está caladinho, o comunista Flávio Dino está morrendo de medo do Brasil cair de vez nas mãos do PMDB…

O medo é tamanho que, um terror repentino abateu o Palácio dos Leões, fazendo que o ex-juiz voltasse andar com a Constituição debaixo do braço, afirmando, que “o impeachment é inconstitucional”, “golpe”, isso e aquilo…

Então, tá, governador.

Embaraços comunistas!!! 

Estão vendo aí como Flávio Dino não tem consideração com ninguém? Passou a chamar seus aliados tucanos de golpistas!!!

Não dá para entender, antes de ser eleito, Flávio Dino cercava o PSDB dia e noite. Lembro que o então deputado federal, Carlos Brandão, que não saia da cozinha do Luís Fernando, estava praticamente fechado com o PMDB.

Num feito inédito (coisa de Deus, de quem acredita em milagres) Luizinho saiu da disputa, e Flávio Dino, acabou trazendo os tucanos para o campo comunista, trazendo Aécio Neves ao Maranhão para sacramentar o feito.

Resultado, esse grupo misto acabou vencendo as eleições, e os políticos do PSDB , imaginem, hoje, cabisbaixos no palanque armado pelo governador, no Palácio dos Leões, estão sendo acusados de golpistas pelos comunistas. Ora, se Aécio Neves é golpista, Brandão, Neto Evangelista, e toda renca de tucanos são.

Quanta soberba, governador….

O pior que aceitam calados tamanha ofensa. Nossos tucanos, infelizmente têm sangue de barata…

Embaraços e traições dos comunistas…

Tucanato maranhense se preparando para virar a casaca… Observem esse recado enviado na semana passada para o senador Aécio Neves:

Ainda na semana passada denunciei ao senador mineiro, Aécio Neves, pelo tuiter a traição comunista:

fred2

Viram a imagem, agora respondam, senhores eleitores: será que a bancada tucana do Maranhão, depois de toda essa demonstração de desprezo, ainda vai continuar dando total apoio para Flávio Dino. Difícil, aliás, humanamente, impossível…

Homem com “H”

Felizmente, no Maranhão tem Homem de verdade, que não aceita a soberba do governador e detona:

Vejam a nota de desagravo do ex-secretário do governador cassado, Jackson Lago, o pedetista, Aziz Santos…

Abaixo, fiquem com uma importante manifestação de desagravo, feita por um militante histórico da oposição maranhense, que repudiou toda encenação encabeçada pelo comunismo tupiniquim.

OPORTUNISMO NUNCA MAIS

Por Abdelaziz Aboud Santos

Fui surpreendido hoje pela manhã ao ler os jornais locais com a notícia de que estaria se formando, pela internet, o movimento denominado Golpe Nunca Mais, inspirado na campanha cívica Rede da Legalidade, partindo aqui do Maranhão, para socorrer a Dilma e evitar o que denominam “golpe” do impechmente, segundo os seus patrocinadores.

A Campanha da Legalidade foi um dos mais belos feitos políticos do Brasil, em que o Brizola arregaçou as mangas para defender a democracia e a legalidade constitucional –  a posse de Jango, em 1961 – quando a direita querida impedir o livre funcionamento das instituições democráticas, que agora é vulgarizado de uma forma vergonhosa no argumento sofista de defender a democracia, triturada pela corrupção do (des) governo que está aí.

Não analiso aqui a assertividade ou não do impeachment, mas sobre a monstruosidade de quererem editar de forma transversa a Cadeia da Legalidade para defender o governo do PT, logo ele que foi a favor de pedidos de impeachment de todos os presidentes da República. Registro minha indignação diante de tamanha incoerência. Deixem a memória do Brizola em paz.

            Há uma frase atribuída a Eça de Queiroz que bem retrata a situação de crise vivida pelo Brasil. O escritor português costumava dizer que governos e fraldas precisam ser mudadas com regularidade, por motivos óbvios, naturalmente.

O Brasil vive uma das suas mais graves crises políticas, agudizadas pela falta de líderes e de projetos. Sem falar na pobreza de ideias e da total falta de inspiração das que desfilam na mídia.  A recém lançada Rede da Legalidade, nos salões do Palácio dos Leões, no contexto tresloucado do lulo-petismo, segundo eles inspirados na Rede da Legalidade de Brizola, de 1961, que lutava pela posse de Jango, com a renúncia de Jânio, é, no mínimo, encarar a história como farsa.

Há 44 anos passados a conjuntura brasileira era completamente diferente, vivia-se o peso da guerra fria, em um mundo bipolar em que as superpotências criaram sua tordesilhas, sendo a América Latina súdita voluntária do imperialismo norte-americano.

Em pouco mais de quatro décadas o Brasil mudou muito, passou por experiências políticas importantíssimas para sua formação histórica e não pode mais aceitar retrocessos de braços cruzados.

Precisamos respeitar e honrar a memória nacional e a dos que ajudaram a construí-la com bravura e dignidade. Não podemos livrar de responsabilidade aqueles que cometeram ilícitos pelo fato de não terem sidos os únicos a agirem assim.

Os podres poderes que estão dentro das fraldas não foram feitos por ninguém a não ser pelos que dirigiram o país nos últimos tempos. Os que sujaram e participaram da cloaca devem assumir suas responsabilidades, tendo a chance de provar ou não suas culpas e pagarem o preço do que fizeram.

Sem passar o país a limpo não chegaremos a lugar nenhum. Vamos ser vítimas da lama de rejeitos que descerá dos altiplanos que construímos nas últimas décadas, destruindo vivos e mortos honrados, como Leonel Brizola e tantos outros.

Vídeo do dia: Governo da da mudança?

Educação pífia, em Turilândia mãe flagra crianças assistindo aula sentadas no piso imundo.

Retirado do Blog do Vandoval Rodrigues.

1 434 435 436 437 438 477