A deputada estadual Ana do Gás participou na tarde da última quinta – feira (27), no Hotel Pestana, do Seminário “Gás  Natural,  a Nova Fronteira Energética do Maranhão “, realizado pela Companhia Maranhense de Gás  (Gasmar).unnamed (2)

O evento reuniu investidores nacionais que foram apresentados às potencialidades do Estado na produção de energia e gás natural e que tornam o Maranhão mais competitivo para participar da 13a Rodada de Licitações que será promovida no próximo dia 7 de outubro pela Agência Nacional de Petróleo  (ANP).

“Estou muito feliz com as ações promovidas pelo Governo do Estado e de estar nessa parceria que irá impulsionar o desenvolvimento da minha região, da região do Médio Mearim com a exploração de gás natural”, disse a parlamentar se referindo aos municípios de Lima Campos, Capinzal do Norte, Brejo de Areia, Jenipapo dos Vieiras, Lago Verde, Olho d’Água das Cunhãs, Pio XII, Lagoa Grande do Maranhão, Santa Inês, Satubinha, Barra do Corda, Itaipava do Grajaú, São Roberto, São Raimundo do Doca Bezerra, Esperantinópolis, Joselândia, São José dos Basílios, Santa Filomena do Maranhão, Presidente Dutra, Tuntum, Lago da Pedra, Lago do Junco, São Luís Gonzaga, Lago dos Rodrigues, Trizidela do Vale, Bernardo do Mearim, Igarapé Grande, Poção de Pedras e Santo Antônio dos Lopes.unnamed (3)

Todos os municípios ficam na Bacia do Parnaíba, que é  atualmente a quinta maior produtora de gás natural do Brasil, contribuindo com uma produção diária de aproximadamente 4,7 milhões de m³/dia, representando cerca de 5% da produção nacional.

Na etapa de licitação que acontece em outubro, 39 empresas estarão concorrendo para se instalar em território maranhense.

Para a diretora-geral da ANP, Magda Chambriard, a declaração de comercialidade da Bacia Terrestre do Parnaíba, autorizada pelo governador Flávio Dino ainda no mês de março, foi fundamental para o desenvolvimento desse cenário positivo.

Participaram do evento o governador Flávio Dino, o vice Carlos Brandão, o deputado federal José Reinaldo Tavares, secretários de estado, representantes da Parnaíba Gás Natural,  Alcoa, Porto do Itaqui e Federação das Indústrias do Maranhão.

Ana do Gás frisou a necessidade de se explorar os recursos naturais sem perder de vista o lado social. “É preciso dinamizar sim o setor de energia, mas precisamos transformar essa riqueza em um aliado na redução das desigualdades sociais”, destacou a deputada.

Imposto sobre movimentação financeira não é regra, mas exceção ao redor do planeta, porque distorce a atividade produtiva. E faria o país andar para trás

Editorial O Globo, por Ricardo Noblat11934215_10204613209595495_1903012748_n

Para eliminar imprevidentes subsídios bilionários que vinham sendo bancados pelo Tesouro, as tarifas de energia elétrica subiram mais de 50%. Embora discutível, o Congresso acabou aprovando novos percentuais para recolhimento da contribuição patronal à previdência social incidente sobre o faturamento, que representa desoneração tributária, mas também gera obrigações para o Tesouro.

Nivelamento de juros, mudanças de regras para o seguro-desemprego e o abono salarial, redução de benefícios na previdência, aumento da alíquota de IOF sobre certas operações financeiras etc. São iniciativas que podem não ter apoio unânime, mas que foram entendidas pela sociedade diante da urgência do ajuste fiscal.

O que não faz o menor sentido, sob qualquer prisma, é que a recriação da CPMF esteja sendo cogitada pelo governo para recompor as finanças públicas em 2016.

A equipe econômica corre o risco de jogar por terra a credibilidade, até aqui quase um oásis dentro de um governo que reluta em executar o óbvio, como reduzir o tamanho da máquina burocrática formada por 39 diferentes ministérios, aos quais estão atrelados cerca de 22 mil cargos de confiança. Anunciou, mas nada anda com rapidez. E os cortes estão a léguas da necessidade.

A CPMF é mais que uma aberração. Trata-se de uma estupidez econômica. De fácil arrecadação (pois esse papel é exercido pelos próprios bancos, que automaticamente retêm o percentual do tributo sobre qualquer movimentação financeira), esse tipo de imposto é uma exceção e não a regra ao redor do planeta. E por que então não se recorre usualmente a esse “ovo de Colombo”?

A explicação é só uma: a tributação linear sobre qualquer movimentação financeira, por mais baixa que seja, distorce completamente a atividade produtiva. Quanto mais complexa a economia, pior, pois aquele percentual ínfimo, aparentemente insignificante, terá um impacto de alguns pontos percentuais nos preços dos produtos. Resultado: perda de competitividade da produção nacional e inflação. Um tiro certeiro no pé.

A recriação da CPMF seria uma estupidez depois de o país ter feito um enorme esforço de “bancarização” nos últimos anos. Há 400 milhões de cartões de crédito e débito ativos hoje no país. Pelo menos, metade da população tem acesso direto a bancos. E a tendência é que as transações financeiras por via eletrônica sejam predominantes, proporcionando mais agilidade e redução de custos para todos.

Um tributo sobre movimentação financeira faria o país andar para trás. Ou seja, haveria uma “desbancarização”. As riquezas circulariam mais devagar. E o pior: o aumento de arrecadação no primeiro momento causaria a ilusão de que está tudo bem com as finanças públicas. Para quebrar resistências políticas à recriação do tributo, o governo federal se proporia a dividir a receita com estados e municípios. Puro oportunismo.

No vídeo compartilhado nos grupos de whatsApp, a dura realidade que mostra que a mudança ficou num palanque, não passou de discurso vazio. Enquanto os comunistas perseguem, prendendo até policiais, como no caso de um PM que reclamou do “bondeco”.

Vários casos de violência, até briga de mulheres de uma facção rival, que foram flagradas agredindo uma jovem. Não foi só isso, teve assaltante linchado no Maiobão, crime de pistolagem na Reserva do Gurupi, etc…11910975_10204606662231815_599244303_n

Ora, quem deveria prender,  está sendo preso, quem vai deter a violência? Confira essas imagens da barbárie maranhense…

Obs: O policial que está preso por ter reclamado do bandeco, que chegou só ás 15h, no evento politico/eleitoral da presidente Dilma Rousseff em palanque eleitoreiro.

É apenas mais uma vitima da perseguição comunista, da “república” de Flávio Dino.

https://youtu.be/-KVmDh2g3HE

 De como um juiz desistiu de sua carreira para realizar seu maior sonho.

Reza a lenda que Sarney, quando governador, nos idos de 1965, recebeu a visita de um grande amigo acompanhado de sua família no Palácio dos Leões.

Ao ver a imponência do lugar, o garoto resolveu deixar de correr com as outras crianças para acompanhar o pai (que era deputado à época) nas conversas com o governador José Sarney.

Mesmo quando foi interrompido pelo “homem da faixa”, que lhe disse para ir brincar com as outras crianças:

– Vai brincar com os outros, menino.

-Não, tio, eu quero ficar aqui no palácio, porque quando eu crescer eu quelo ser igualzinho o senhor, disse o menino.

 Os olhares atentos do menino àquela imagem autoritária do oligarca, daquele importante homem, governador do Maranhão, de súbito, preencheu por completo os espaços de sua fértil imaginação. Assim, o Palácio, a faixa de governador, o poder, impregnaram por completo a alma daquela criança, até que ficasse adulto e decidir ser igual o Sarney.

Ainda nos dias atuais, parcialmente realizado, o menino, que virou um adulto inconformado, ainda tenta realizar seu maior sonho. Ainda falta um pouco, mas, sua obstinação um dia deverá se realizar.

E assim, o Maranhão segue, ainda hoje, sob o signo de uma nova oligarquia…

Oh, crianças, isso é só o fim:

Justiça determina que vice-prefeita assuma gestão de Bom Jardim

A decisão da justiça visa a “proteção do interesse público diante da situação de insegurança social e política que vive a Comunidade de Bom Jardim”.1_prefeita-110126

Após uma semana foragida da Polícia Federal, prefeita da cidade de Bom Jardim, Lidiane Leite (sem partido), ainda não se entregou. A vice-prefeita, Malrinete Gralhada (PMDB) assume a prefeitura por determinação dada pelo juiz Cristóvão Sousa Barros, titular da 2ª Vara da Comarca de Bom Jardim (MA), que concedeu nesta quinta-feira, mandado de segurança determinando que a vice, assuma imediatamente a administração da cidade.

A decisão da justiça visa a “proteção do interesse público diante da situação de insegurança social e política que vive a comunidade de Bom Jardim”. A determinação vale “enquanto perdurar o impedimento da prefeita”, observa o magistrado (O Imparcial).

Será inaugurada neste sábado (29) a nova sede municipal do Partido Socialista Brasileiro (PSB). A nova sede terá o nome de “Paço Brunno Matos”, em homenagem ao advogado e ex- assessor do senador Roberto Rocha que foi assassinado em outubro do ano passado.

A cerimônia de inauguração acontecerá a partir das 18h, na Avenida Beira Mar, 480- Centro (próximo à Delegacia da Mulher). Na ocasião, estarão presentes o presidente municipal do partido, senador Roberto Rocha, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, vereador Roberto Rocha Júnior, além de outras lideranças políticas de todo o Estado do Maranhão.

11780640_10204609692827578_45216271_n

 

E agora, Flávio Dino, quem quer dar o golpe?

Youssef diz que Lula e Dilma sabiam de esquema da Lava Jato

UOL Notícias

O doleiro Alberto Youssef, um dos principais delatores da operação Lava Jato, disse nesta terça-feira (25) que a presidente Dilma Rousseff (PT) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tinham conhecimento do esquema de desvios de recursos públicos da Petrobras investigado pela Polícia Federal e pelo MPF (Ministério Público Federal).hqdefaultA declaração foi feita durante a acareação entre Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras na Câmara dos Deputados.

Destruição da economia brasileira: Dilma e Lula foram, realmente, capazes de tudo para não perder as eleições…

Texto do dia, O Globo mostra como Dilma e Lula quebraram a economia brasileira para continuarem no poder por mais 4 anos…

Delfim Netto após declarações de Dilma: Economista e ex-conselheiro dos governos do PT disse que ficou ‘espantado’ com fala da presidente sobre futuro da economia

SÃO PAULO – O economista e ex-ministro Delfim Netto afirmou nesta quarta-feira que ficou “espantado” com as declarações da presidente Dilma Rousseff, que, na terça-feira, reconheceu em entrevistas ter demorado para perceber a gravidade da crise econômica, e que “2016 não será uma maravilha”. Segundo o ex-ministro, até 2013 o país não enfrentava grandes problemas econômicos, mas, em 2014, o atual governo decidiu destruir as finanças públicas deliberadamente para conseguir a reeleição.

— Até 2013, você não tinha grandes problemas (nas finanças). Havia alguma orientação equivocada. Mesmo as finanças públicas, que apresentavam um déficit de 3% do PIB, e a dívida pública representando 53% do PIB não eram nada trágico. Mas, em 2014, foi uma coisa deliberada. Eles destruíram as finanças públicas deliberadamente para obter a reeleição — disse Delfim Netto, durante o seminário “Repensando o Desenvolvimento Produtivo no Brasil”, da Fundação Getúlio Vargas, que contou a presença do ministro Roberto Mangabeira Unger, da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (Sae).

Delfim, que se tornou um dos conselheiros dos governos do PT desde a eleição de Lula, em 2003, disse que, apesar de a crise econômica ter sido criada para viabilizar mais um mandato, não pode se queixar da presidente Dilma, “uma pessoa inteligente”.

— O primeiro dever do governo é continuar governo seja lá como for, porque é a única forma de corrigir os erros que já foram feitos e poder fazer outros — justificou o ex-ministro, acrescentando que Dilma lhe lembrou o “velho” filósofo Friedrich Nietzsche (1844-1900), que dizia que “as piores mentiras são as que contamos para nós mesmos. As que contamos para os outros não têm importância”.

Apesar das críticas, Delfim se mostrou otimista em relação ao futuro da economia brasileira. Segundo ele, desde José Bonifácio (1763-1838), todos os governos do país se comprometeram a controlar despesas, inclusive ele mesmo, quando foi ministro da Fazenda (entre 1967 e 1974), e mesmo assim o país viveu mais de 20 crises, “iguais a essa que estamos vivendo”.

— Com todo o controle das despesas, tivemos umas 20 crises, ou 30, iguais a essa que estamos vivendo, e qual é a surpresa? Somos hoje a sétima economia do mundo, com 200 milhões de habitantes, e o quadro final não é tão ruim quanto parece. Mais do que isso, tivemos momentos que incluem praticamente 50 anos de crescimento a 6,5%. Tínhamos defeitos como o da distribuição de renda, mas todos melhoraram — disse.

Coisa ‘$’ de nossa “justiça”…

A notícia da negação do habeas corpus rodou o mundo inteiro, esse é apenas mais um dos inúmeros episódios que matam de vergonha o povo maranhense. Tudo por conta de pilantras inescrupulosos transvestidos de “salvadores da pátria”.lidiane

Pior que a cara de pau que os políticos ladrões é a justiça, ou melhor, “injustiça”, que cria mecanismos para soltar criminosos.

Imaginem a tarefa de um advogado de ir até o Supremo Tribunal de Justiça, representando uma criminosa, fugitiva, comprovadamente envolvida em falcatruas que onerou o município, subtraindo verbas, deixou com fome crianças que dependiam de alimentos da escola.

Talvez por causa da grande divulgação que teve o caso, que ganhou os noticiários de todo o pais, foi negado o habeas corpus para a criminosa ficar livre.

Em tempo, sempre defendi que outras falcatruas estão acontecendo nos 217 municípios maranhenses, é bom ficar de olhos abertos, pois já se aproximam as prévias das eleições municipais, onde vários grupos políticos lançam “salvadores da pátria”, gente bem intencionada como a jovem Lidiane Leite, que serviu de laranja para enriquecer muita gente.

O prefeito Edivaldo prestigiou na manhã desta quinta-feira (27) o ato de apresentação do novo trem de passageiros da Vale, realizado pela companhia a autoridades municipais e estaduais. Com composições mais modernas e em padrões europeus de qualidade, o trem começará a circular a partir de 14 de setembro na Estrada de Ferro Carajás, interligando São Luís à cidade paraense de Parauapebas.pref

Acompanhado por membros da direção da Vale, o prefeito Edivaldo percorreu os vagões e conheceu as novidades e funcionalidades dos novos carros. O prefeito parabenizou a companhia pelo investimento que vai proporcionar mais conforto à população usuária do transporte ferroviário no estado. “Tudo o que venha para propiciar melhorias à vida das pessoas e ao desenvolvimento da nossa cidade e do estado é salutar e digno de comemoração”, comentou Edivaldo.

Única empresa do país a oferecer o transporte ferroviário de passageiros em longa distância, a Vale investiu US$ 55,6 milhões na frota da Estrada de Ferro Carajás. Foram adquiridos 39 carros, dos quais 6 são executivos, 21 econômicos e 12 de serviços que incluem lanchonete, restaurante, bagageiro e gerador. Cada carro executivo tem capacidade para transportar 60 passageiros. Já nos econômicos são disponíveis 79 lugares.

Participaram também da visita ao novo trem da Vale os secretários municipais Lula Fylho (Governo), José Cursino Moreira (Planejamento), Tati Lima (Informação e Tecnologia); o secretário estadual da Indústria e Comércio, Simplício Araújo; e o presidente da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana, Artur Cabral.

Uma das mais fortes bandeiras de luta do PDT é, sem dúvida alguma, a educação. Com essa certeza, o deputado Rafael Leitoa concedeu em seu pronunciamento na manhã desta quinta-feira (27) as boas-vindas aos prefeitos de São Luís e São José de Ribamar, Edivaldo Holanda Júnior e Gil Cutrim, respectivamente, que assinarão a ficha de filiação na convenção da próxima sexta, na casa de Eventos Patrimônio Show, no Centro Histórico da Capital. Segundo o deputado, os dois prefeitos têm na educação a marca de suas administrações.unnamed

A Convenção do PDT, como afirmou Rafael Leitoa, receberá caravanas de vários municípios maranhenses, tendo os atos de filiação dos prefeitos da Grande Ilha como marcos principais do evento. O deputado lembrou que o PDT compunha o projeto do prefeito Edivaldo Júnior desde sua campanha nas eleições de 2012, quando a militância pedetista abraçou o projeto e, desde então, é parte integrante da administração municipal de São Luís. “O PDT foi fundamental para a eleição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, tanto que este tem como sua bandeira de luta a educação”, reforçou o deputado.

Rafael Leitoa relatou que o partido vive um momento de renovação, tendo em vista a candidatura do deputado federal Weverton Rocha à presidência estadual do PDT. Rafael afirmou que Weverton Rocha é hoje uma das maiores lideranças que o partido tem no Brasil, perpassando os limites do Maranhão.

Em relação à Juventude Socialista do PDT, o deputado Rafael Leitoa fez questão de enaltecer como uma das juventudes mais organizadas do Brasil e a convenção deste sexta-feira servirá para apresentar aos novos filiados a sua força e empenho nas ações e projetos do partido. “Tenho 16 anos de militância no PDT, foi o Partido que me formou ideologicamente e muito contribuiu, e contribui, para a minha vida política”, lembrou.

“Esperamos que o Partido possa crescer não só em números, mas também em qualidade e em ações. Assim podemos também fazer com que novos filiados, novas lideranças possam conhecer melhor o nosso partido, preservando o seu estatuto e o conteúdo programático que eram defendidos por Leonel Brizola, Darci Ribeiro, os grandes estadistas deste país”, finalizou Rafael Leitoa.