“Pra que fechar hospitais”? Murad reaparece e expõe erros dos comunistas…

Sinceramente, acho que já era para esse pessoal do grupo Sarney/Murad/Lobão terem se aposentado da política do Maranhão. Mas, sempre encontram uma forma de voltar à cena política, que é justamente pelos passos errados dos políticos que se dizem “mudança”.

O pior que são tantos erros, que acabam fortalecendo o inimigo, que recuperam os espaços que tinham perdido. Quanta arrogância dos governistas não reconhecem seus erros!

Hoje, no “governo da mudança”, infelizmente, tudo está precário. Pior para os comunistas, pois, a população que vive constantemente reclamando, acaba lembrando que, até pouco tempo as coisas funcionavam bem.

Na imagem abaixo, um (mal) político que posa de (bom) gestor, que teve aprovação da população, pois em seu tempo as coisas funcionavam melhor que hoje. Simples assim!

deçanaotemcrise

 

Enquanto isso na “república do Maranhão”…

Diz o ditado que, “se Maomé não vai até a montanha, a montanha tem que ir a Maomé. Essa regra pode ser muito bem aplicada ao recém eleito presidente da OAB, Thiago Dias, que derrotou a chapa comunista na eleição da seccional maranhense. OAB

Dino, que estava agindo de forma indelicada com seus representantes (até então não se tem noticias do encontro), sequer tinha falado (parabenizado) ou recebido oficialmente os representantes da Ordem dos Advogados, da qual faz parte.

Abaixo, trecho da peça publicitária enviada pelo governo, com seu respectivo enfoque no governador:

babaooficial1

Nesta quarta-feira (20), o deputado federal e líder do PDT na Câmara, Weverton Rocha, esteve na sede da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), acompanhando os prefeitos de Teresina, Firmino Filho, e Timon, Luciano Leitoa, na reunião com o diretor-geral do órgão, Jorge Bastos.fe898d61-cd8b-4dbb-b6e0-65e3c450f073

Em pauta, a discussão sobre a operacionalização da linha de transporte público envolvendo as duas cidades. O processo licitatório depende da ANTT, responsável pela regulamentação.A crise do transporte público de Timon-Teresina começou quando as empresas 2 irmãos e Timon City travaram uma guerra judicial para terem o direito de rodar na capital piauiense. A Timon City não logrou êxito na causa e foi proibida de circular em Teresina, após liminar da Justiça Federal.

50e46df0-0fb7-4820-8065-3644ec65e02cCom a decisão do judiciário, caberia a ANTT realizar uma licitação para regularizar o transporte público entre Teresina e Timon, o que não aconteceu, fato que levou a Timon City a conseguir autorização para rodar na capital piauiense.

Mas, a empresa 2 irmãos reverteu o quadro e derrubou a liminar. Com todo o imbróglio relacionado às empresas, o clima segue tenso nas duas cidades, com a população sem o transporte de qualidade que almeja.

Na ocasião, o prefeito Luciano Leitoa ressaltou a importância da licitação por meio do consórcio ou via ANTT. “A população de Timon merece um transporte público de qualidade e vamos trabalhar junto à prefeitura de Teresina para atender da melhor forma”, disse o gestor municipal.

Sobre a demanda, Weverton Rocha destacou a qualificação da frota através do consórcio interestadual. “Acredito que temos que insistir no modelo de consórcio interestadual. A expectativa é positiva e estamos empenhados em apoiar as melhorias na mobilidade urbana de Timon”, assegurou o pedetista.

O parlamentar maranhense recebeu de Bastos o retorno sobre a solicitação das prefeituras, garantindo resolver o problema de mobilidade urbana entre as duas cidades. “Colocaremos a nossa equipe técnica à disposição dos municípios e acredito que em 30 dias poderemos ter uma definição positiva nesse sentido”, afirmou.

Também estiveram presentes à reunião o presidente da Câmara de Timon, vereador Uilma Resende e os deputados federais Rubens Pereira Júnior e José Reinaldo, além de outras autoridades.

Enfim, um editorial que falou a verdade…

Vez por outra surgem alguns editoriais que nos fazem enxergar a dura realidade que nos cerca. Em tempos de ditadura comunista, a ordem é fazer calar.censura

Sem reflexão, infelizmente, nos tornaremos massa de manobra de uma minoria dominante. Nossa imprensa tupiniquim, não pode deixar de cumprir seu papel social, muito menos, aplicar-se à máxima da ditadura militar, tão presente no governo dos petista: “manda quem pode, obedece quem tem juízo”.

Essa situação que deveria ser uma exceção, está tornando-se uma regra, não deverá continuar ser seguida por quem deveria estar vigilante. Não cale sua boca, não feche seus olhos, jornalista.

Deixo com vocês, amigo leitor, um pequeno editorial, uma exceção do jornalismo atual, mas que está fazendo muita diferença:

Enquanto isso no Maranhão Nórdico….

Estamos vivendo, literalmente, “de sonhos coloridos com lápis de cor numa folha imaginária de papel”, ou seria numa folha de um pequeno jornal? Não importa! Está tudo muito bem, obrigado doutor!

Como num maravilhoso passe de mágica, deixamos de ser massa de manobra para conquistarmos o status de cidadãos de direitos plenos ,ou num jeito mais popular, deixamos de lado o velho adágio do: “manda quem pode e obedece quem tem juízo”para as práticas responsáveis e do respeito à cidadania.

Como num lindo sonho cor de rosa semelhante ao sabor do nosso inigualável guaraná Jesus, saímos dos piores índices de desenvolvimento humano para ocuparmos patamares de desenvolvimento semelhantes aos dos países nórdicos. Como isto foi possível? É o que estamos querendo descobrir. É o que iremos analisar, se não vejamos:

Pelo exposto, o problema não está no envolvimento das crianças, jovens e adultos com a criminalidade e nem tampouco com a pobreza e a falta de planejamento para políticas públicas de qualidade e bem orientadas. Seguindo o raciocínio das autoridades em questão, o problema “são as noticias negativas e o eterno inimigo”,assim podemos deduzir que todas as casas já estão com água encanada, banheiros construídos, hospitais bem equipados, tratamento a contento, nenhuma morte por desnutrição, por falta de exames corretos de pré natal, sem filas para marcar consultas em uma estruturada rede de saúde.

Dinheiro público gasto somente com aquilo que de fato promova os cidadãos maranhenses, sem desvios e corrupção. Afinal o tempo da Bonanza chegou e com ele tudo está sendo prontamente providenciado a toque de mágica.

Ampliando mais a linha de pensamento, poderíamos acrescentar que não vemos crianças que assaltam e nem perambulam pelas ruas, como também as prisões cada vez menos povoadas e abarrotadas.

Diante de tantas evidências na nossa cara e mostradas pelos gestores públicos , só nos resta concluir dizendo: a Suécia é aqui.

Mauricio Miguel

Presidente do Instituto de Cidadania ativa

Jornal Itaqui

A política do “Pão e Circo” continua…

Excessos de politicagens mudou o pensamento de nosso governador?

 Comunistas anunciam que vão fechar hospitais, mas, em contrapartida, investirão em futebol. Sabem que isso quer dizer?

Que populismo, lembram do estádio do Corinthians que o Lula fez para agradar o torcedor paulista? Pois é, numa só tacada, Flávio Dino vai beneficiar os times da capital, e também de outras cidades do estado, assim como algumas emissoras de rádios e televisão, que farão as transmissões dos jogos.

Observem essa publicação retirada do tuíter oficial, uma bando de bajuladores, batendo palmas para um mentiroso, mais abaixo explicarei:fd2

A política do Pão e Circo continua I

Se fosse um governo sério, comprometido com as causas do povo, logo no primeiro ano de seu mandato atacaria os problemas crônicos, por onde escoa pelo ralo, boa parte das nossas riquezas.

Mas, esqueceu de fazer o dever de casa, enquanto governa através de politicagens para, tão somente, perpetua-se.

Qualquer leigo sabe quais são os verdadeiros problemas: Segurança, Saúde, Educação. Os comunistas, apos eleitos com o discurso da mudança, parece que esqueceram…

A política do Pão e Circo continua II

A construção de um populismo. Sempre afirmei aqui neste blog, que o comunistão quer se perpetuar, na política. Claro, ele está repetindo o mesmo que fez Sarney e Vitorino Freire.

Infelizmente, observa-se que, os excessos de politicagens do grupo de Flávio Dino mudou por completo os pensamentos de mudar o Maranhão. Talvez, no próximo ano, pois neste, observa-se que está voltado para seu populismo. Nosso governador esquece que o povo, talvez, não seja mais tão besta como pensa…

Flávio Dino também virou “garoto propaganda de camburão”?

Maranhão de todos nós não é fazer “selfie” numa viatura!!!

“Politicagens” no exercício do poder é o que mais se observa nesse governo. Mas, nosso governador, indiferente, demostra que vai estatizar o futebol enquanto fecha hospitais. Está bom, eleitor?

Observem as duas imagens: Dois governadores brincando com o povo. Será que cuidar da Segurança Pública é apenas entregar viaturas?

Numa foto atual, o governador Flávio Dino entregando viaturas da PM, fazendo o mesmo que Roseana fez.

FD13

A outra foto, a ex-governadora Roseana Sarney, também, entregando viaturas da PM.roseana-viatura

Agora respondam, a população vê essas viaturas nas ruas? Que mudança é essa?

A mudança é feita quando as viaturas fazem rondas, quando o governo abastece as viaturas sem pena.

Comunistas investindo alto em propagandas…

Vivemos uma “Gestapo” comunista no Maranhão.

Uma verdadeira propaganda nazista começa se desenrolar nos porões dos Palácios da Pedro II, comandado pelo mandatário geral do comunismo, que controla as pastas da Comunicação do Governo e prefeitura. Lembra em tudo o Goebbels, aquele conhecido ministro da propaganda de Hitler.

Comunistas investindo alto em propagandas I

Lembram da máxima nazista: Uma mentira repetida várias vezes?

Oh, cabra que gosta de propaganda enganosa esse secretário do governo comunista, além de mandar em tudo, as coisas que fazem e aquilo que não fazem têm que aparecer na mídia a qualquer custo. Valendo, inclusive, a emissora dos Sarneys, que até pouco tempo os comunistas diziam que “ia passar fome”.

Comunistas investindo alto em propagandas II

Uma epístola escrita e enviada diretamente para alguns blogues e jornais palacianos, tentou de forma sorrateira, justificar o fechamento de vários hospitais no interior do Maranhão.

Segundo a epistola palaciana, que teria sido escrita pelo próprio secretário comunista apelidado de “Goebbels”, “o Ministério da Saúde não considera hospitais de 20 leitos, porque eles vão contra a política do Ministério”. Pelo jeito foram desenterrar essa brecha para tentar uma justificativa plausível.

Eita mudança…

Para fechar, olha aí o governo da boquinha. Todo dia descobrem-se parentes nomeados nas sinecuras do governo. O que já foi denunciado de esposas, namoradas e coisitas do gênero nos cargos públicos dos três poderes.

Abaixo, fiquem com um trecho do Atual 7:

fd3

Na tarde desta quarta-feira (20), o vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Wellington do Curso (PPS), protocolou ofício, no Ministério Público, solicitando informações quanto às medidas adotadas pela Promotoria ante as inúmeras denúncias de irregularidades apontadas no concurso público para professor da rede estadual de educação, instrumentalizado pela Fundação Sousândrade.well

Ao protocolar o ofício, o parlamentar ressaltou as inúmeras reclamações e denúncias recebidas de candidatos. Dentre elas, destacam-se os casos de questões plagiadas que prejudicaram alguns candidatos; casos de envelopes de provas abertos antes do início do certame, a exemplo do que aconteceu na Escola Pio XII. Além disso, inúmeras são as reclamações quanto à incerteza que caracterizou o gabarito oficial divulgado pela Fundação Sousândrade, já que no dia 14 de janeiro divulgou-se um gabarito e, no dia 18, outro.

“Desde o dia 20 de dezembro de 2015, inúmeros professores nos procuraram com reclamações referentes ao concurso para professor do Estado. As reclamações vão desde o plágio de mais de dez questões no concurso, passando pelo absurdo que é a abertura de envelopes de provas antes de chegarem à sala da aplicação da avaliação em si, chegando à incerteza do que seria o gabarito oficial, já que dois gabaritos ‘oficiais’ foram publicados. Segundo os professores, nem todas as questões  plagiadas foram anuladas. Além disso, fomos notificados de que em São Luís, por exemplo, o pacote de provas chegou aberto ao local em que seria aplicado, o que fez com que alguns candidatos da Escola Pio XII, no bairro Vila Palmeira, fossem até à delegacia registrar ocorrência. Como se tais fatos não fossem o suficiente, há ainda a incerteza que caracterizou o gabarito que seria oficial, já que, no dia 14 de janeiro, publicou-se determinado gabarito com uma lista de convocados à apresentação de títulos e já no dia 18 do mesmo mês, publicou-se um outro gabarito com uma outra lista, evidenciando a incerteza naquilo que deveria ser oficial”, relatou.

O deputado justificou, ainda, que protocolou o ofício com o objetivo de obter informações sobre as providências que foram tomadas pelo Ministério Público Estadual, além de afirmar não estar apenas em defesa de meros profissionais, mas em defesa daqueles que transmitirão o bem mais precioso que se pode ter: o conhecimento.

Reportagem da Globo novamente desmentiu os comunistas…

Uma mulher que se jogou de um ônibus para fugir de assalto e morreu rendeu uma boa reportagem no Bom Dia Brasil. Até ontem (19 de janeiro), 15 assaltos. Durante o ano de 2015 foram mais de 600 assaltos a ônibus.gb

 Desta vez foi a Rede Globo que confirmou as denúncias feitas pela Sociedade dos Direitos Humanos do Maranhão, que fez comparativos entre a gestão passada e a atual. A verdade novamente apareceu, envergonhando as mentiras dos comunistas.

O governador fica caladinho quando se fala em assaltos a coletivos. Mas, vive alardeando que não existem mais decapitações dentro dos muros de Pedrinhas. Estranho, né?

Assaltos a ônibus no governo de Flávio Dino duplicou, em 2015 foram 657, no ano anterior, bem menos; 366 caso. Isso, em comparação, pode significar dizer que, lá dentro de Pedrinhas tem “diálogos”, as facções estão se entendendo, em paz, já aqui fora, as ruas a coisa está sem controle, veja na reportagem da Rede Globo, no vídeo abaixo:

 

 

Eleições 2016: Secretário de Estado anuncia recursos para cidade na presença de uma pré-candidata do PCdoB e não do prefeito…

Em Raposa, secretários de Flávio Dino rasgaram o municipalismo por completo ao substituírem o prefeito, pela candidata do governador, que faz oposição ao prefeito. Observem as palavras do secretário de Estado de Agricultura Familiar:

laci

Não bastasse o ano de 2015 ter sido só politicagens, imaginem o ano de 2016, que será ano de eleições municipais? A coisa ganha contornos preocupantes quando as situações se intensificam, dando entender que se trata de promoção da pré-candidata.

Ora, é esperado de um governo que se diz “republicano”, que se faça valer a prerrogativa de chefe de estado e que preze pelas autoridades constituídas, neste caso, fortalecendo o municipalismo, não passando por cima da autoridade do prefeito. Se fosse apenas uma aparição da pré-candidata ao lado do secretário, que para um bom entendedor, representa o chefe de estado (governador) para “entrega de recursos” para uma comunidade de pescadores.

Até aí nem diria nada, não fosse reincidente, pois, recentemente, numa mesma situação foi protagonizada por outro secretário do governador, fez anúncios de repasses de recursos elogiando a pré-candidata, sem ao menos falar o nome do prefeito da cidade. Fica difícil imaginar que o governador Flávio Dino não saiba disso.  (Reveja aqui).  

A ordem é matar bandidos?

O governo comunista tem que reagir ainda que seja na bala, afinal, os números de assaltos nas agências dos Correios e bancos foram maiores que na gestão de Roseana Sarney…

Maranhão pode viver novamente os tempos da Operação Tigre (versão comunista). Não tem jeito, para uma população que vive refém de bandidos, tem que aceitar o morticínio. Quando a violência chega ao patamar do insuportável o Estado tem que se impor, e aí, o derrame de sangue é a única saída, em muitos casos, até aplaudido pela população.

Embora o tema seja indigesto aos que defendem os direitos humanos, que lutam contra a mortandade de bandidos, a verdade é uma só: a população quer ação dos governos, a população quer que os bandidos paguem na mesma moeda, que alguém vingue (na bala) toda a violência praticada pelos bandidos.

Neste caso, quando a ação da policia é implacável contra assaltantes, bandidos em geral, há um sentimento de alívio, de “justiça”, isso tudo acaba agradando o povo, ainda que seja feito de forma arcaica, “na bala”.

Abaixo, trecho de notícia onde a polícia “passou o sal” na bandidagem.

FD12

Flávio Dino vai mudar ou vai deixar? 

Quando se aposentar, o governador Flávio Dino também terá direito aos benefícios. Será que o comunista vai querer perder essa mamata?

Um absurdo: O Maranhão é um estado pobre, de uma população miserável, mas tem que pagar pensão vitalícia para a filha de Sarney que, inclui 5 funcionários, 1 carro e salário de quase R$ 48 mil.

O ano de 2015, foi marcado pelo desejo de mudanças e reformas na política. Se o governador comunista estiver bem intencionado, poderá lutar, tentar mudar essa pouca vergonha. Mas, será que ele tem interesse nisso?

fd

 

1 265 266 267 268 269 321