Browsing: Ricardo Santos

Blog do Felipe Mota

Com bastante lucidez política, Luís Fernando (PSDB), concedeu entrevista ao programa Avesso, do jornalista Américo Azevedo da Tv Guará, Luís falou de metas, programas de governo, políticas públicas em bate papo bastante produtivo.Luis-Fernando-1024x639

Luís foi prefeito por dois mandatos em São José de Ribamar, terceiro município mais populoso do estado do Maranhão, sendo eleito e reeleito, permanecendo apenas dois anos do seu segundo mandato, em que renunciou para assumir o cargo de Secretário Chefe da Casa Civil no governo Roseana Sarney, sendo substituído por seu vice-prefeito, Gil Cutrim (PDT).

No governo do estado, Luís criou o Programa Viva Maranhão, excelente projeto aprovado pelo BNDES, que levou infraestrutura e saneamento aos 217 municípios maranhenses, povoados municipais que nunca haviam sido beneficiados por um palmo de asfalto, puderam receber o benefício.

O governador Flávio Dino no começo de seu mandato, convidou Luís Fernando para explanar o programa Viva Maranhão, e deu continuidade com o nome “Mais asfalto”.

No programa Avesso, o ex-prefeito falou tudo o que entende por gestão pública e garantiu que está na política para ajudar o povo, independentemente de sua orientação política.

Deputado Wellington solicita informações sobre a composição de custos de passagem de ônibus de São Luís

Na tarde desta quarta-feira (24), o deputado estadual Wellington do Curso (PPS) posicionou-se, mais uma vez, em defesa da população de São Luís. Dessa vez, o deputado protocolou ofício solicitando ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) um detalhamento da composição da tarifa de ônibus de São Luís com a demonstração dos valores subvencionados pelo Poder Público.IMG-20160224-WA0036-e1456342508362

Ao fundamentar a solicitação de informações sobre a composição de custos de passagem, o deputado Wellington afirmou que, em hipótese alguma, se pode admitir que a população seja punida pela má administração de recursos por parte da Gestão Municipal e, tampouco, pela ineficaz fiscalização da concessão de transporte público na capital.

“Estamos em um cenário em que, de um lado, temos a Prefeitura de São Luís e, de outro, a população ludovicense. Entre um lado e outro, tem-se o iminente aumento nas tarifas de transporte público. Mais uma vez, tem-se a tentativa de fazer com que a população pague pela má administração de recursos. Como consequência, cogita-se o aumento da tarifa. Por não identificarmos nada que justifique tal aumento, solicitamos ao SET um detalhamento da composição da tarifa de ônibus de São Luís com a demonstração dos valores subvencionados pelo Poder Público. Só então saberemos se há ou não algo que ‘justifique’, sob o ponto de vista econômico-financeiro, que a população pague tão caro para ter acesso aos ônibus. Independente disso, o que não podemos admitir é que o trabalhador tenha que pagar para ser humilhado nas ruas de São Luís.”, ressaltou o deputado Wellington.

O deputado federal Weverton Rocha, líder do PDT na Câmara dos Deputados, apresentou o Projeto de Lei 4484/2016 que altera a Lei do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP), de 14 de fevereiro de 2001, instituída com o objetivo de apoiar projetos na área de segurança pública e de prevenção à violência.Deputado-Weverton-Rocha (1)

A proposta do deputado é assegurar a transferência de recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública para os Municípios que sejam sedes de penitenciárias, colônias agrícolas, industriais ou similares, casas do albergado, centros de observação e hospitais de custódia e tratamento psiquiátrico.

Em sua justificativa, o parlamentar argumenta a carência de recursos, a nível municipal, que permita a implementação de projetos sociais destinados à redução e prevenção da criminalidade. “É importante contar com a colaboração daquele município que é sede de estabelecimento penal. No entanto, faltam recursos para garantir a ressocialização dos presos. Nosso sistema prisional, já defasado, precisa de projetos sociais de apoio à população local e aos familiares dos presos”, afirmou.

 Militante tem que ser bom de briga, coisa que para um representante de governo, um secretário de estado não cai bem.

Constantemente observamos o secretário de Comunicação do governo comunista, Márcio Jerry (PCdoB), discutindo nas redes sociais. Jerry, que comanda uma interminável coluna de blogueiros, aliados, e afins, que parece orquestrar uma torcida de aplausos, pois só quer ouvir elogios ao governador, mas, quando ouve o contrário, parte pra cima com toda agressividade.

Logo ele, que foi enfático nas promessas de uma “comunicação democrática”.

Abaixo, um embate nas redes sociais com um blogueiro de São Luís, que não é da sua “panelinha vermelha” (escolhi a mais publicável possível) sobre informações de assaltos, que estão constantes nas cidades do Maranhão.

DON´T BLOCK ME 6

 

Nota do blog:

Sei que o secretário de Estado é bom de briga, mas também é um profissional esforçado que veste e sua a camisa.

Minha intenção é mostrar ao governo comunista, que o secretário de Estado, Márcio Jerry, a exemplo do que aconteceu com o finado prefeito Jomar Fernandes, de Imperatriz, não torne acontecer nos tempos atuais. Se acalme, secretário.

Mais promessas vazias? 

Essa coisa de cumprir liminar da Justiça é balela, não funciona, só vai normalizar depois que tudo seja negociado. Enquanto isso, quem sofre são os usuários dos transportes.Que lástima.

Fiquem com a nota sobre posicionamento dos Rodoviários

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa que a categoria irá cumprir a liminar expedida pelo Tribunal Regional do Trabalho, que determina que 70% da frota de ônibus volte a circular de imediato em São Luís.

Ficou acordado ainda que o pagamento dos trabalhadores começa a ser regularizado nesta quarta-feira (24), pelos empresários e que o dia parado, no caso esta terça-feira (23), será abonado, ou seja, a classe não vai receber falta pela paralisação das atividades. O Sindicato dos Rodoviários ressalta que permanecerá vigilante, na intenção de sempre assegurar os direitos de toda a categoria. (ASCOM SINDICATO DOS RODOVIÁRIOS – MA)

O deputado Rafael Leitoa (PDT), ressaltou na tarde desta segunda-feira (22), a visita do governador Flávio Dino (PCdoB) à Timon, na última semana, destacando também as ações da administração comunista na cidade. A entrega da reforma do 11º Batalhão de Polícia Militar, a apresentação de 21 novos policiais e as três novas viaturas a diesel, com capacidade de atender demandas na zona rural de Timon, foram comemoradas pelo deputado.cfbe2a0e-e923-4639-bbda-4b011a1a0f6c

Rafael Leitoa comentou  visita, reforçando pontos característicos da cidade, como a proximidade com a capital piauiense, Teresina, e o grande fluxo de pessoas e veículos pela cidade. “Em relação à Timon, temos a segunda região metropolitana do Maranhão, com uma população flutuante de um milhão de habitantes”, alertou, lembrando da necessidade de investimentos constantes em mecanismos de reforço à segurança pública.

“Em Timon, foi uma atividade muito interessante, onde todas as forças de segurança do Estado estiveram presentes. O Secretário de Segurança Jefferson Portela, o Comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão, Coronel Pereira, o Delegado Geral, Delegado Walace e, enfim, todas as forças de segurança, o Coronel Célio, do Corpo de Bombeiros. Todas as forças de segurança estavam naquela manhã, reunidas para entregar aqueles equipamentos, aquela força humana e também as viaturas”, relembrou Rafael Leitoa.

Dentre tantas ações, nestes 14 meses de mandato, segundo o deputado, uma das mais significativas foi a assinatura da ordem de serviço do Centro de Juventude Francisco Carlos Jansen, por Flávio Dino no início do mês. Conforme informou o deputado, este Centro é um projeto multidisciplinar, uma arena multiesportiva e com espaço para shows. O Centro será construído com recurso oriundo de uma emenda parlamentar de autoria do deputado, ainda no ano de 2015. Rafael Leitoa, lembrou que em maio de 2015, entregou em praça pública o projeto nas mãos do governador e este se comprometeu em executá-lo.

Ao lembrar as dificuldades enfrentadas pelo prefeito de Timon, Rafael Leitoa enalteceu a visão política e o reconhecimento de Flávio Dino ao povo da cidade. “Na Assembleia, nosso trabalho está sendo pautado e reconhecido por tratar a nossa região como ela merece. Timon é Maranhão e agora, na gestão de Flávio Dino, está sendo reconhecida como tal. Acredito que o governo Flávio Dino continuará pautado dessa forma, olhando para todos os municípios sem avaliar a coloração partidária. Temos certeza que muito mais ações irão para a nossa região. Como bem disse o governador, é só o início de um ano que será muito mais próspero que foi o ano passado”, finalizou. (Da assessoria do deputado)

 

A deputada Eliziane Gama reuniu-se nesta segunda-feira(22) com as lideranças do PTN e PTdoB. Articulados pelo deputado Aluisio Mendes (PTN), as lideranças do PTdoB e do PTN em São Luís declararam apoio à pré-candidatura de Eliziane Gama à Prefeitura de São Luís nas eleições municipais deste ano.

????????????????????????????????????

Os dois deputados federais selaram a união durante o encontro que contou com a participação de dirigentes dos dois partidos e dos vereadores Armando Costa (PSDC) e Marlon Garcia (PTdoB).

“Conhecemos o projeto da deputada Eliziane para São Luís e decidimos assumir com ela o compromisso de trabalhar por uma cidade melhor para a sua população, com investimentos sérios em infraestrutura, saúde, educação e tantas outras áreas que carecem de uma gestão competente e compromissada”, declarou Aluisio Mendes, ao justificar o apoio à pré-candidata.

“Temos a esperança de que a caminhada de Eliziane será vitoriosa, principalmente para a população de São Luís”, acrescentou ele.

Eliziane Gama disse estar feliz em receber o apoio de Aluisio Mendes, dos vereadores e dos partidos. “A vinda dos partidos e das lideranças mostra que a nossa caminhada cresce a cada dia, que estamos no caminho certo nesse projeto de construir uma São Luís mais desenvolvida, com melhores condições de vida para todos”, enfatizou ela.

“Nós seguimos as diretrizes do nosso partido, que acredita nesse novo projeto de governo, para o bem de São Luís”, acrescentou o vereador Marlon Garcia.

O presidente estadual do PTN, Laércio Costa, disse que o partido atendeu a convite feito por Aluisio Mendes, e ressaltou que as propostas da pré-candidata estão em sintonia com os ideais do partido, que buscam projetos políticos sérios para atender as necessidades da população. “Vamos discutir esse projeto com os nossos filiados, para que todos possam apoiar Eliziane de forma efetiva”, declarou o presidente municipal do PTdoB, Celso Dias. Da Assessoria do PTN

Monica Alves

Na tarde desta sexta-feira, 19, o Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de São Luís – SINFUSP/SL esteve reunido com os servidores – filiados – da Administração Municipal, em Assembleia Geral, com a finalidade de deliberarem à respeito da permanência ou não do Sindicato no quadro de filiados da Central Única dos Trabalhadores – CUT e Federação dos Trabalhadores da Administração e do Serviço Público Municipal do Estado do Maranhão – FETRAM.NOVA-GESTÃO

A Assembleia aconteceu na sede da FETIEMA ((Federação dos Trabalhadores na Indústria do Estado do Maranhão) e contou com a presença dos representantes da CUT – Valter César, da FETRAM – Osmar Aguiar e CONFETAM – Jociedson de Aguiar, convidados oficiais para participarem da discussão com a categoria.

Durante a realização da Assembleia, o Presidente do SINFUSP/SL, Francisco do Vale, iniciou a discussão acerca da convocação da Assembleia Geral para que os associados tomassem conhecimento e deliberassem sobre o processo de desfiliação da Central Sindical e Federação.

Segundo o Presidente, “foi uma decisão ocorrida em dezembro de 2015 pela Diretoria Executiva do SINFUSP/SL, pois não entendíamos por que não havia ações relacionadas aos avanços dessa vinculação do SINFUSP/SL à CUT que beneficiasse os associados. Havia uma inoperância por parte da CUT em não atuar solidariamente em prol dos associados do SINFUSP/SL, sempre deixando-os sem defesa perante os abusos e desrespeitos perpetrados pelos gestores Municipais em detrimento dos direitos dos servidores”, justificou.

De acordo com informações do SINFUSP/SL, a CUT recebia do Sindicato, aproximadamente, cerca de R$ 57.000,00 (Cinquenta e sete mil reais) por ano, somando aos percentuais da Contribuição Sindical Obrigatória. Levando em consideração que esses valores não se converteram em ações sindicais em prol dos associados e que durante o período de filiação, em parceria com as gestões anteriores do SINFUSP/SL, a CUT não promoveu ações judiciais importantes junto a instâncias superiores, seja STF, STJ ou TSE, em prol do reconhecimento de direitos dos servidores.

Diante disso, os servidores municipais de São Luís entenderam que havia falta de compromisso, ineficiência e ineficácia nessa parceria: CUT X SINFUSP/SL, desde sua celebração, uma vez que a luta pelos direitos dos trabalhadores é um enfrentamento árduo e diário e a Entidade acredita que não pode mais ficar sendo parceira de quem não defende a categoria. “Permitir a filiação na CUT sem benefícios para os associados significa manter os dirigentes de gestões passadas que insistem em lutar apenas para satisfazer seus interesses pessoais”, ressaltou o presidente Francisco do Vale.

No Brasil, mais de 41,3 milhões de trabalhadores brasileiros com carteira assinada descontam o valor de um dia de trabalho como contribuição sindical, ou seja, todo trabalhador com carteira assinada sustenta a CUT, pois o imposto sindical é obrigatório. A Central possui, em todo o Brasil, mais 2,7 mil sindicatos filiados. Em 2015, antes do fechamento do ano, a CUT abocanhou aproximadamente 51 milhões.

Para o servidor filiado ao SINFUSP/SL, José Guimarães dos Santos, “esta é a primeira vez que o sindicato prioriza a participação dos associados nas decisões importantes relacionadas à categoria”, alegou.

A decisão acertada em Assembleia Geral definiu, através da votação com crachás, 70 votos em favor da desfiliação da CUT e FETRAM, contra 12 votos pela manutenção do vínculo com as entidades. Ao final, o servidor municipal considerou a 1° de outras grandes vitórias já realizadas pela nova gestão, tendo como novo presidente Francisco do Vale.

Flávio Dino fechou contrato de 6 milhões em assessoria de imprensa e gestão de imagem – embora possua equipe própria de jornalistas no Palácio dos Leões. Diz a matéria da OUL.

Estou de alma lavada, mesmo ouvindo impropérios do secretário esculhambador, professor de jornalismo, que detesta imprensa “abelhuda”, que busca a verdade e detesta bajulações. Fico feliz pela verdade ser mostrada ao Brasil, após cobrar o governador Flávio Dino nas redes sociais (e ser bloqueado). Reveja:dINO

Há exatos 12 dias atrás, cobrei do governador que seu governo gastava milhões em publicidades, justamente na secretaria que tem mais funcionários e gasta milhões igual ou pior, que a “oligarquia Sarney” em verbas públicas.

Abaixo, fiquem com a vergonha maranhense estampada para todo o Brasil:

dINO

 

Nada de novo

Por José Reinaldo Tavares, ex-governador e deputado federal

O governo continua errando os seus alvos. E continua tentando domar o PMDB e vivendo de ilusões. É da natureza do PMDB essa divisão interna que muitos de dentro e também de fora do partido tentaram cooptar e não conseguiram. E acredito, não vai ser conseguido novamente. O governo jogou pesado pela eleição do deputado Leonardo Picciani do Rio de Janeiro para líder do partido na Câmara, mobilizou o seu pai, presidente da Assembleia do Rio que jogou tudo para eleger o filho, e fez com que nove deputados que estavam no ministério ou como secretários estaduais, reassumissem por um dia os seus mandatos e que acabada a votação voltaram aos cargos que ocupavam.Prefeitura de São Luís

Teve até promessas de ministério como o da Aviação Civil, destinado a bancada de Minas. Jogou pesado e ganhou por sete votos de diferença o que mostra a fragilidade do esforço. Sim, porque os suplentes já voltaram a ser deputados e feita as contas o governo só pode contar com o voto certo de apenas vinte e sete dos sessenta e sete deputados do PMDB.

Valeu a pena? Acho que não. Na verdade o governo nem consegue o apoio maciço do PT… Mas, se disser que Eduardo Cunha está do outro lado a presidente não resiste e parte para briga, sem avaliar muito bem os resultados. Pelo que vejo lá, nada mudou, o ambiente vai continuar hostil. Acredito que a presidente só conseguirá tirar o país da situação em que seu primeiro governo colocou o Brasil se partir para a conciliação, com o parlamento e com a sociedade.

Mas, para isso ela terá primeiro reconhecer o caos em que colocou a economia nacional. Reconhecer que gasta muito mais do que pode tanto com pessoal como em custeio, que isso precisa parar, porque senão a dívida pública vai continuar subindo junto com os juros e o dólar e o desemprego, procurando financiar a gastança sem sentido nenhum para o desenvolvimento da nação.

Ela precisa cortar o aparelhamento desenfreado do governo pelos militantes do PT. A começar da Presidência da República lotada de assessores nem sempre qualificados. Na revista Veja desta semana um petista que há mais de vinte anos trabalhava na Casa Civil e era subchefe, cansou de alertar sucessivos Ministros da Casa Civil, entre os quais a própria Dilma, que não “cabia mais nem uma pulga” ali, com o agravante é que era gente sem qualificação adequada e podiam ter problemas com isso no futuro. Centenas de DAS foram criados e a qualidade foi perdida.

Mas, ninguém acredita que ela fará isso temendo a reação do PT onde ela não tem controle nenhum. Isso chegou ao cerne do governo, ao Palácio do Planalto, imagina nos demais ministérios. Mas, para ter autoridade de propor sacrifícios à Nação é necessário que ela demonstre que os cortes começarão por ela. Como ninguém acredita que ela vai fazer isso fica muito difícil o apoio dos demais.

Estamos em um tremendo impasse, que só ela pode romper, mas dificilmente o fará. Essa é a realidade tenebrosa que ameaça a todos, com perda rápida da governabilidade e da credibilidade.

Mudando de assunto vamos atabalhoadamente e sem estrutura combatendo o Aedes aegypti. Luta inglória segundo o infectologista Artur Timerman, presidente da Sociedade Brasileira de Dengues e Arboviroses dada a capacidade de adaptação do mosquito e das condições brasileiras de país tropical de clima quente e úmido, com as cidades cercadas de lixões que são depositados sem nenhum critério, sem sistemas adequados de drenagem urbana, sem tratamento e sistemas de coleta de esgoto, com imensas deficiências no fornecimento de água potável, principalmente no Nordeste que por isso mesmo é a região onde são registrados o maior número de casos, de dengues, microcefalia e demais doenças correlatas.

Para ele só teremos proteção efetiva com a vacina, mas se queixava de que não conseguia e obter do governo o material e nem a verba necessária para a pesquisa. No nordeste os cientistas tem que pegar reagentes emprestados para trabalhar, e identificar os anticorpos no sangue produzidos pela infecção. Sem isso não será possível desenvolver a vacina.

Ir atrás do mosquito como o governo está fazendo pode minorar o problema em certas áreas urbanas pode ter algum efeito local, mas não resolverá o problema pois até para a notificação não existe um padrão e cada estado faz de um jeito, o que cientificamente não tem valor por falta de credibilidade. Como já temos muitos casos de pessoas infectadas, depois de visitar o Brasil, no exterior é possível que eles em breve desenvolvam a vacina.

É a nossa esperança! O Brasil desorganizado desse jeito dificilmente terá sucesso a curto prazo, embora tenhamos excelentes cientistas, mas não tem apoio do governo.

1 370 371 372 373 374 377