Browsing: Ricardo Santos

Assaltos: Vídeo compartilhado nos grupos de whatsApp mostra que a violência triplicou.

Imagens fortes, outra vítima de assalto agonizando sem o devido socorro. Confira abaixo:

assalto2

Na vida real é assim, trabalhador agonizando na carroceria de uma pickup, pois, nem ambulância tinha no local do assalto, em frente a um shopping de São José de Ribamar.

A violência está fora de controle, em São José de Ribamar, o motorista de uma Van que faz linha para o Paranã, região do bairro Maiobão, levou dois tiros na noite desta sexta-feira (8), durante uma tentativa de assalto a um veículo do transporte alternativo, na MA – 201 estrada de Ribamar.

Vítima de disparo de revolver, motorista de van  agoniza após ser assaltado. Diferente das publicidades enganosas do governo comunista, a violência aumentou de forma assustadora. A demanda é grande, assaltos, arrombamento de bancos, agencias dos Correios, residencias, assassinatos, roubos, estupros. Cadê a mudança, governador Flávio Dino?

Na peça publicitária do “governo da mudança” diz a todo instante na tela da Difusora e Mirante, que nas ruas existem policiamento, mas cadê? Infelizmente esse trabalhador, pai de família é apenas outra vítima de tantas que sofrem perseguição de bandidos que estão cada dia mais audaciosos e fortemente armados transitando nas ruas.

Da mesmíssima forma que fazia Roseana Sarney, faz Flávio Dino. Ainda fazem pior os comunistas, usando a TV Difusora, do Edinho Lobão, o Lobinho “30%” ( $ ).

Em tempo, a tática de proteger bandidos não está sendo vista com bons olhos pela sociedade, a partir de agora, com o crescimento da violência, politico que usar o linguajar de proteger bandidos, perderá votos. Simples assim.

O presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), exonerou nesta sexta-feira (8) o secretário-geral da Mesa Diretora, o servidor Silvio Avelino, em retaliação ao fato de o subordinado ter participado, na véspera, da reunião na qual líderes partidários desautorizaram sua decisão de convocar para a próxima quinta (14) a eleição que escolherá o sucessor de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). No encontro, os líderes anteciparam para terça-feira (12) a definição do presidente para o mandato tampão.

Afastado do comando da Câmara desde maio por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), Cunha renunciou à presidência da Casa nesta quinta (7) em um pronunciamento no Legislativo.

Com a oficialização da renúncia, Maranhão tinha até 5 sessões da Câmara para realizar a eleição do novo presidente. Poucas horas após o peemedebista deixar o cargo, o interino anunciou a votação para a próxima quinta.

No entanto, aliados do presidente da República em exercício, Michel Temer, queriam maior celeridade na escolha do substituto de Cunha e pressionaram para que a eleição fosse antecipada para terça.

O líder do PSD, Rogério Rosso (DF) – um dos nomes cotados para suceder Eduardo Cunha –, queria que o pleito fosse realizado na segunda-feira (11). Já o primeiro-secretário da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP), defendia que a eleição acontecesse na quarta (13).

Sem consultar Maranhão, as lideranças da Câmara se reuniram no final da tarde desta quinta e remarcaram a eleição para terça-feira. O regimento interno permite que o colégio de líderes convoque sessões extraordinárias para, inclusive, realizar eleições para a presidência da Casa.

Responsável pela condução dos trabalhos no plenário da Câmara, o secretário-geral da Mesa Diretora participou do encontro com os líderes. Ao G1, Silvio Avelino afirmou que comunicou ao presidente em exercício que iria acompanhar a reunião.

“Avisei que teria de participar [da reunião] na condição de secretário-geral da Mesa Diretora da Câmara. As decisões do colégio de líderes interferem nas decisões do plenário. Não teria como não participar de reunião convocada pelos líderes”, justificou Avelino.

O agora ex-secretário da Mesa Diretora foi comunicado de sua demissão na manhã desta sexta, pessoalmente, pelo próprio Waldir Maranhão. Segundo o G1 apurou com auxiliares do presidente interino, ele tomou a decisão porque ficou contrariado com o fato de Avelino ter participado do encontro. 

“Waldir Maranhão avaliou que um secretário-geral da Mesa Diretora não pode fazer coisas à revelia do presidente da Casa”, contou um dos assessores do presidente interino.

A exoneração de Avelino deve ser oficializada ainda nesta sexta em uma edição extraordinária do “Diário Oficial da Câmara”. Funcionário de carreira da Casa, o agora ex-secretário deve ser remanejado para outra área da casa legislativa.

“Não me surpreendi com a demissão. Já havia comentários pela Câmara de que havia essa possibilidade. Agora, vou ver para onde a Casa vai me mandar”, ressaltou Avelino ao G1.

Fonte: G1

Edivaldo Holanda repete 2012, e foge de outro debate:

00

Quatro pré-candidatos se ausentaram no debate entre pré-candidatos a prefeito de São Luís, promovido pelo Partido Verde na manhã desta sexta-feira, 08.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior, o deputado Bira do Pindaré (ambos do governo) e também, os candidatos do PSOL, Valdeny Barros e Zeluis Lago do PPL.

1

Governistas fugiram:

 

01

 

Essa não não a primeira vez que Edivaldo Holanda Junior foge de debate, quando não era governista, também fugiu. Veja na reportagem abaixo:

edh

 

 

O deputado Zé Inácio utilizou hoje (07) a tribuna para convocar a imprensa e militantes do PT a participarem do Encontro de Tática Eleitoral do Partido dos Trabalhadores, que ocorrerá no próximo domingo (10), a partir das 9 horas, no auditório Fernando Falcão, da Assembleia Legislativa. “Em nome do nosso Presidente Municipal do Partido dos Trabalhadores, Fernando Magalhães, convido nossos militantes e a imprensa para que se façam presente no Encontro de Tática Eleitoral, evento de grande importância para o PT”, afirmou. De acordo com o deputado, 220 delegados e delegadas estarão responsáveis por definir a tática eleitoral do PT para as eleições de 2016.125fa4e6-740f-4b9b-94fe-d1b839e8eac6

Zé Inácio explicou sobre o que acontecerá no evento. “O encontro versa entre a candidatura própria e a coligação, bem como pela aliança com outros partidos do campo democrático e popular”, disse.  O deputado também tratou sobre o golpe. “As alianças terão restrição expressa, sobretudo na capital São Luís, aos partidos golpistas, que articularam o golpe contra a presidenta Dilma, que são o PSBD, PPS, o DEM e Solidariedade. Esses partidos estão fora do arco de aliança do PT, de acordo com a resolução nacional do Partido”, enfatizou.

Zé Inácio também tratou sobre a pré-candidatura à prefeitura de São Luís: “Neste encontro discutiremos se haverá candidatura própria ou aliança. Caso ocorra a candidatura própria, será aberta a inscrição para qualquer filiado se inscrever e concorrer, internamente, a prefeito de São Luís. Atualmente temos dois pré-candidatos a prefeito: o advogado Mário Macieira, e eu, que possuo como aliados várias lideranças do PT e várias forças políticas internas que indicam nosso nome”.  No dia 31 de julho será definido quem será o candidato a prefeito, bem como os candidatos a vereadores. De acordo com o deputado, a meta é dobrar a quantidade de vereadores.

O deputado também tratou sobre as pesquisas que apontam a melhora na imagem do PT. “Gostaria de chamar atenção às pesquisas qualitativas e o quanto a imagem do PT tem melhorado a nível local e nacional. Os dados mostram, inclusive, o ex-presidente Lula como um dos cabos eleitorais mais importantes em São Luís. E isso nos motiva a caminhar para uma candidatura própria, pois a população ludovicense tem uma visão clara do golpe que ocorreu, com o qual estamos perdendo direitos sociais conquistados com muita luta pela classe trabalhadora. A perícia técnica do Senado afirma que não houve pedaladas, ou seja, não houve irregularidades realizadas pela presidenta Dilma”, finalizou.

O deputado estadual Júnior Verde (PRB) prestou mais uma homenagem à Capitania dos Portos do Maranhão, nesta quinta (7), pela passagem dos 170 anos de sua instalação no estado. Desta vez, a corporação foi homenageada em Sessão Solene, na Assembleia Legislativa, por meio de proposição apresentada pelo parlamentar, que também presidiu a sessão e contou com a participação de diversas autoridades e integrantes das Forças Armadas.87c943e9c14c3c01c58c2867a030e133

“A Capitania faz um trabalho relevante no resguardo do nosso litoral, que é o 2º maior do país e tem esse cuidado na proteção não só da Soberania do nosso estado, mas também da vida das pessoas. Nós nos sentimos honrados em fazer essa justa homenagem, pelo trabalho relevante que a Marinha faz, por meio de suas capitanias, em todo o Brasil e no Maranhão”, destacou Júnior Verde, que na solenidade reforçou a importância das capitanias para a Segurança Pública.

O comandante da Capitania dos Portos do Maranhão, o Capitão de Mar e Guerra André Luiz Trindade Gomes, agradeceu a homenagem. “Ficamos muito felizes com a deferência do deputado Júnior Verde, com o reconhecimento da Assembleia, que é a Casa do Povo. É uma honra está presente com minha tripulação e espero que possamos continuar com essa relação”, declarou o comandante, que tomou posse no dia 18 de janeiro deste ano, no lugar do Comandante Marcos Tadashi Hamaoka.

A Capitania dos Portos do Estado do Maranhão foi criada em 28 de julho de 1846 pelo Decreto nº 460. O seu papel é fazer cumprir as leis e os regulamentos marítimo-portuários, sobretudo no que diz respeito à segurança da navegação. Hoje, a estrutura física da Marinha no Maranhão encontra-se instalada em um prédio histórico no bairro Camboa, no Jenipapeiro, onde funciona a sua sede campestre e um pequeno ancoradouro para lanchas.

Arte & Educação

A Prefeitura de Alcântara é parceira do V Festival de Música Barroca de Alcântara, que será aberto no dia 21, seguindo ate o dia 27 deste mês, nas cidades de Rosário, Bacabeira, Alcântara e São Luís. Os melhores grupos internacionais de música barroca apresentarão concertos grátis, ações didáticas, conferências sobre música erudita e integração social com os melhores especialistas latino-americanos do gênero. Um evento internacional inédito.43c4093e-fdd5-4449-84c0-b90a846a3a35

Aberto ao público, o Festival conta desde 2013 com o apoio da Prefeitura de Alcântara. Em reunião com as produtoras Selina Sell e Tatiana Coelho, da Equinox do Brasil, o prefeito Domingos Araken definiu o apoio da Prefeitura, que ficará responsável pela mobilização e transporte dos alunos e educadores em ônibus escolares dos povoados para a sede, onde assistirão os concertos musicais e participarão das atividades de formação musical.

014d7d44-41bf-4313-8c16-0f3942feeb5cA ação acontecerá no domingo (24) a tarde, no Centro histórico de Alcântara. A Prefeitura também viabilizará em parceria com a organização do Festival a confraternização com jornalistas no sábado (23) e promoverá uma ação didática com alunos da rede municipal. O Festival de Música Barroca de Alcântara é uma iniciativa da produtora Equinox do Brasil, e chega a sua quinta edição com o tema “Diálogos musicais entre Oriente e Ocidente”.

O festival celebrará a música antiga e proporá rica interação cultural. Os concertos, oficinas didáticas, ações sociais e workshops serão realizados nas cidades de Rosário (21), Bacabeira (22), Alcântara (23 e 24) e São Luís (25, 26 e 27). Estão previstas 12 apresentações ao longo de sete dias, além das ações pedagógicas, sociais e workshops com estudantes e pessoas de comunidades das cidades envolvidas.

Toma lá da cá: Governo Comunista nos mesmíssimos passos dos oligarcas…

Farra nos portos do Maranhão continua…

Viram aí a empresa que fez a campanha de Flávio Dino para governador do estado, a Leiaute Comunicação, ganhando “de lambuja” um contrato milionário da EMAP?

Enquanto Marcelo Tavares acerta, Jerry não assina:

Marcelo Tavares, conhecido articulador político, Chefe da Casa Civil no governo Comunista, que conhece bem as curvas dos gabinetes da Assembleia Legislativa, conversa, fala, dialoga, mas no final, quem tem a caneta para assinar é Márcio Jerry, que, no caso, nunca assina.

calado

A verdade é que Jerry é quem manda na caneta de assinar as emendas para os deputados, não quer assinar e aí, não adianta Marcelo Tavares “hablar”!!!

Negócios de jerry

De olho em Imperatriz os Comunistas querem investir tudo para tomar a prefeitura das mãos do tucanato, mas, o prefeito Madeira, que é bicho doido, prometeu que vai dar trabalho e não facilitará os “negócios” de Jerry na Terra do Frei.

Enquanto isso, o secretário (comunista) Clayton Noleto e o deputado (comunista) Marco Aurélio, ambos da região Tocantina estão percorrendo toda a região Sul do Maranhão entregando obras nas cidades onde os comunistas estão de olho nas eleições, ajudando seus candidatos.

Abandono geral…

Alô, prefeito Edivaldo Holanda Júnior, tem alguém aí?

Moradores do Centro da Cidade reclamam da buraqueira das ruas e do estado de abandono do Parque do Bom Menino. Onde estão os serviços de tapa-buracos?

Cunha se emocionou ao, durante a leitura da carta,  mencionar a família. Ele chegou a ficar com a voz embargada e os olhos marejados. Segundo o deputado, seus inimigos atacaram a mulher e a filha para tentar-atingi-lo. Cláudia Cruz, a mulher de Cunha, é ré na operação Lava Jato.

“Quero agradecer especialmente a minha família, de quem meus algozes não tiveram o mínimo respeito, atacando de forma covarde, especialmente a minha mulher e a minha filha mais velha. Usam a minha família de forma cruel e desumana visando me atingir”, disse o deputado.

Réu
Investigado na Operação Lava Jato, Eduardo Cunha é réu em duas ações no STF e alvo de uma terceira denúncia ainda a ser analisada. Ele também responde a um processo disciplinar no Conselho de Ética da Câmara, que aprovou um parecer pela cassação do mandato.

O peemedebista comunicou a sua decisão em uma carta dirigida ao presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), que é o primeiro-vice-presidente e ocupa interinamente a presidência.

A carta terá de ser lida em plenário e publicada no “Diário Oficial da Câmara”. A partir daí, novas eleições terão de ser convocadas em um prazo de até cinco sessões do plenário, considerando tanto as de votação quanto as de debate, desde que cada uma tenha, no mínimo, 51 deputados presentes.

A renúncia foi anunciada após reiteradas negativas do próprio Cunha de que abriria mão do cargo, mesmo diante da perda de apoio gradual entre seus aliados.

Diversos líderes e aliados já tinham defendido publicamente a renúncia, não só pelo desgaste à imagem da Câmara, mas, principalmente, para tirar Maranhão da presidência interina.

A eleição no plenário, que ainda será marcada por Maranhão, é secreta e ocorrerá pelo sistema eletrônico, onde os parlamentares registram o seu voto. Qualquer deputado pode disputar a vaga. Para se um deputado se eleger presidente, é preciso obter maioria absoluta dos votos dentre os que tiverem votado. Segue a cartão renúncia:carta_cunha2

Investigado

Eduardo Cunha é réu em duas ações no Supremo Tribunal Federal relacionadas ao esquema de corrupção que atuava na Petrobras e alvo de uma terceira denúncia feita pela Procuradoria Geral da República e que ainda será analisada pelos ministros do tribunal.

Em uma das ações, aberta em março, ele é acusado de ter recebido US$ 5 milhões em propina referente a um contrato de um contrato do estaleiro Samsung Heavy Industries com a Petrobras.

Na segunda ação, aceita em junho pelo Supremo, ele responde pelo suposto recebimento e movimentação de propina em contas secretas na Suíça.

A propina teria origem na compra, pela Petrobras, de um campo de petróleo em Benin, na África. O negócio teria rendido R$ 5,2 milhões para Eduardo Cunha.

A terceira denúncia diz respeito ao suposto envolvimento de Eduardo Cunha em desvios nas obras do Porto Maravilha no Rio de Janeiro. A acusação se baseia nas delações premiadas dos empresários Ricardo Pernambuco e Ricardo Pernambuco Júnior, da Carioca Engenharia.

A defesa contesta todas as acusações e sustenta que “não há indícios minimamente sólidos” das imputações ao deputado afastado.

Na Câmara, Cunha responde a um processo disciplinar no Conselho de Ética, que aprovou parecer favorável à cassação do seu mandato, sob a acusação de que teria mentido sobre a existência de contas secretas na Suíça.

Cunha nega e diz ser apenas o beneficiário de fundos geridos por trustes (empresas jurídicas para gerir bens). Com a renúncia, o processo, que está na fase de recurso na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), segue normalmente.

Fonte: G1

Hora de falar a verdade e cobrar das autoridades: Quer dizer que políticos do grupo do prefeito da capital maranhense rejeitam Socorrões municipais?

Tá vendo aí, prefeito Edivaldo Holanda, um vereador do seu partido, o PDT, rejeitando os hospitais da rede pública? Quer dizer que na prática a saúde municipal não presta?

Antes de iniciar minha breve reflexão, quero desejar ao amigo pedetista, Ivaldo Rodrigues o restabelecimento completo de sua saúde, e dizer que o jovem político não está isento de criticas, uma vez que ocupa um cargo eletivo, que, em tese, deveria usa-lo para fazer criticas e cobranças ao executivo, mas…

Pois bem, segundo a reportagem dos jornais da cidade o vereador teve uma alteração na pressão arterial e passou mal na manhã desta quarta-feira (6) sendo conduzido ao Hospital São Domingos, onde continua hospitalizado. Pergunta-se ao edil: os hospitais da rede pública não prestam?

Os hospitais públicos, da capital, na prática não são dignos de atenderem nossos políticos, que parecem desaprová-los, buscando atendimento na rede particular?

Em tempo, Ivaldo Rodrigues não foi o único a trocar os Socorrões municipais pelos hospitais particulares, nossos políticos, a exemplo do prefeito de São Luís, buscam atendimento na rede particular, em especial nos hospitais de São Paulo.
ivaldo 2

Desespero comunista: Quem não ler na cartilha vermelha é chamado de Sarneysista…

Pasmem: a pauta dos sistemas Difusora e Mirante foi insinuar que Wellington do Curso estava buscando “parceria” com o grupo Sarney. Quem propaga a versão palaciana para atacar opositores, tem todo interesse nas eleições municipais.

Observem bem a imagem abaixo e responda: Existe coerência no grupo de Flávio Dino? Será que existe diferença entre os caciques da política?

Quem foi mais sarneisista que o casal Bringel de Santa Inês?

Agora respondam, quem é mais Sarney hoje do que Flávio Dino, que cercou-se de sarneisistas?

Foto-5-Handson-Chagas_Visita-do-ex-prefeito-de-Santa-Inês-Roberth-Bringel

O grupo de Flávio Dino só pensa em fazer política, de olho nas eleições de 2016 e desdobramentos nas eleições de 2018, quando pretendem se perpetuar, querem a todo custo emplacar seus candidatos, para isso, juntando-se com tudo que não presta. Basta ver nas imagens, quem são os novos comunistas.

Entenda aqui na postagem do blog do John Cutrim,  para entender que nem o jornalista da Assembleia Legislativa, Herbeth Morais, que por décadas era apaixonado por Roseana Sarney, escapou dos comunistas e foi filiado à legenda do governador para disputar as eleições ao lado de Othelino, Jerry e Werverton Rocha.

 

1 347 348 349 350 351 402