Browsing: Ricardo Santos

clarice2

S√ÉO LU√ćS – Entre o s√°bado (23) e o domingo (24), deram entrada no Instituto M√©dico Legal (IML), nove v√≠timas de arma de fogo e de arma branca. O caso que mais chamou a aten√ß√£o foi o de Tatiana Albuquerque Cutrim Alves, de 49 anos, com o corpo encontrado no Planalto Anil II.

Ela foi v√≠tima de arma branca, e as informa√ß√Ķes s√£o que a pr√≥pria filha (adotiva), de 14 anos, e o namorado, de 16, teriam asfixiado Tatiana com uma corrente, devido √† recusa da m√£e de aceitar o namoro. Os adolescentes est√£o foragidos. Foram v√≠timas, tamb√©m, Marcelo Tatinir Nunes, de 24 anos, com v√°rios tiros, perto da sua casa, sem autores identificados. Al√©m dele, Gilberson Mendes Sarja, de 18 anos, e outro adolescente, de 17 anos, tamb√©m deram entrada.

Eles participaram de um assalto a mão armada, e foram baleados. Jefferson Cantanhede, de 20 anos, morreu no Bacanga, vítima de arma de fogo. Ele ainda foi levado ao Hospital da Mulher (o mais próximo do local), mas não resistiu.

José Domingo Luz Guterres, de 47 anos, morreu por arma branca, no Cujupe. Esse também foi o caso de Ernilson Bezerra Gomes, de 35 anos, corpo encaminhado da UPA do Cohatrac. Dois corpos, sem identificação, chegaram ao IML, também. Um deles foi vítima de arma de fogo. (Imirante)

Senador, Prefeito, ningu√©m escapa, ladr√Ķes roubaram at√© p√£o com ovo…

Sem poder, o Estado se rende cada vez mais ao poder paralelo. A capital do Maranh√£o, S√£o Lu√≠s, est√° virando reflexo do Rio de janeiro. Aqui ladr√Ķes est√£o livres, leves e soltos fazendo assaltos dentro das resid√™ncias. Essa modalidade de assalto, de fazer ref√©ns, entrando nas casas e ‚Äúmetendo o terror‚ÄĚ, ¬†como na grande maioria dos assaltos realizados na Grande Ilha, tudo indica, tem orienta√ß√£o de dentro dos pres√≠dios.

O final de semana foi violento, ap√≥s ladr√Ķes roubarem casa de senador da Rep√ļblica, invadirem a casa do prefeito de S√£o bento, o Carrinho, os bandidos invadiram e assaltaram o camarim da companhia teatral P√£o com Ovo.

O assalto, imaginem, foi durante uma apresentação beneficente, na praça da Ressurreição, no bairro do Anjo da Guarda. Em todos os assaltos a polícia, que estava ausente, conseguiu rastrear e preder alguns assaltantes. Parece até que já conhecia os bandidos. Ninguém faz nada, enquanto a sociedade paga impostos para ter segurança, os bandidos estão seguros dentro dos presídios orquestrando assaltos.

clarice

Cidade abandonada:¬†Pen√≠nsula da Ponta d¬īAreia, ainda √© cart√£o postal?

postal

Imagine, se a Pen√≠nsula da Ponta d¬īAreia, considerada uma das mais belas vistas da cidade, um cart√£o postal, est√° mal cuidada, como est√£o os outros bairros da cidade?

A capital do Maranhão, São Luís, está totalmente esburacada, motoristas que não pagam IPVA foram parar no Serasa, os que pagam não sabem onde está sendo aplicado o imposto.

Sabe aquelas palavras mágicas: Prestação de contas, transparência e mudança? kkkk!!!

Abaixo, v√≠deo gravado na Pen√≠nsula da Ponta d¬īAreia:

O prefeito de S√£o Lu√≠s, Edivaldo Holanda J√ļnior, que deveria aparecer num cen√°rio forte, ao lado do comunista 60%, mas, aparece estagnado com m√≠seros 20%.

Os n√ļmeros das pesquisas continuam apontando favoritismo de Wellington do Curso.

Martin Var√£o – Elei√ß√Ķes 2016: mesmo contra 15 partidos do prefeito e duas m√°quinas (Prefeitura e Governo), Wellington cresce no jogo e se mant√©m tecnicamente empatado, diz Econom√©trica

O deputado Wellington do Curso(PP) pode ser o grande¬† fen√īmeno eleitoral no pleito de S√£o Lu√≠s. Com apenas um partido, o Partido Progressista, contra 15 da coliga√ß√£o montada pelo atual prefeito Edivaldo Holanda Junior(PDT) e duas m√°quinas p√ļblicas ‚Äď Prefeitura de S√£o Lu√≠s e Governo do Estado. Mesmo assim o deputado aparece tecnicamente empatado com o prefeito e a deputada federal Eliziane Gama(PPS).

Na pesquisa anterior da Econom√©trica, realizada entre os dias 4 a 7 deste, Eliziane apareceu com 24,3%, Edivaldo Holanda J√ļnior com 20,0% e Wellington tinha 16,9%.

Comparando os n√ļmeros dos dois levantamentos mostra que Wellington cresceu.

O √ļltimo levantamento da Econom√©trica mostra que a disputa pela Prefeitura da Capital est√° embolada.

Veja os n√ļmeros:paint

 

Compare o crescimento do deputado com a √ļltima pesquisa do Instituto Escutec:

wel 2

 

 

Ribamar Online –¬†Uma coisa j√° ficou bem clara em S√£o Jos√© de Ribamar, desde o in√≠cio do ano, quando come√ßaram as discuss√Ķes sobre as elei√ß√Ķes municipais, ningu√©m quer Gil Cutrim por perto.¬†Tem at√© um slogan que √© sucesso nas rodas de conversas pol√≠ticas, que √©: “Gil Cupim, bem longe de mim!”.Pinoquio-1

Em contrapartida, quando o nome é Luis Fernando, é mais quem quer aparecer do seu lado.

Para tentar conquistar o eleitorado, a primeira coisa que os pré-candidatos dos partidos que não estão com Luis Fernando fazem é mentir, dizendo amigos de Luis Fernando desde criancinha.

Mas, bem informados, os eleitores sabem exatamente quem s√£o esses mentirosos e logo d√£o um sai pra l√° nos ‚Äúpin√≥quios‚ÄĚ. Nas regi√Ķes do Nova Terra e Turiuba, ent√£o, t√° cheio deles.

 

Show de Paulo Piratta

Participa√ß√Ķes especiais: poetiza e cantora, ¬†Elisa Lago; poeta e compositor; Samuel Barreto; poeta e compositor; Edivaldo Santos; cantor e repentista: Chagas Melo e das¬†Bandas p√©¬† de Serra: Cambada do Forr√≥ entre outros.¬†Data: 26/07/2016 √†s¬†19h, no¬†Teatro Jo√£o do Vale,¬†Centro hist√≥rico de S√£o Lu√≠s.

show

 

Roseana Sarney e Fl√°vio Dino fazendo uso de aeronaves pagas pelo governo…

Acostumado a criticar o uso de aeronaves pagas pelo Estado, que deveriam ser usadas em socorro de vitimas, o governador da “mudan√ßa”, Fl√°vio Dino, foi flagrado fazendo uso das mesm√≠ssimas que eram usadas por Roseana.

Enquanto isso, as vitimas que precisam de socorro, padecendo em intermin√°veis prociss√Ķes de ambul√Ęncias, ou nas caminhonetes…

helicp

Onde estavam as aeronaves pagas pelo contribuinte?

Ap√≥s horas de prociss√£o de ambul√Ęncia, as vitimas de assalto que foram trancadas em sua resid√™ncia e ateada fogo, que tiveram seus corpos incendiados em Pirapemas, foram levadas de caminhonete para um hospital, que logicamente n√£o tinha o devido atendimento para queimaduras, e tiveram quer ser transferidas de ambul√Ęncia para a capital. Uma delas, vindo a morrer num Socorr√£o.

vitimas

Morreu na manh√£ desta quinta-feira (21) uma das v√≠timas de um ataque brutal na noite de ter√ßa-feira (19), no povoado Tiquaras, zona rural de Pirapemas (MA), munic√≠pio localizado a 180 km de S√£o Lu√≠s, que deixou outras cinco pessoas com queimaduras.¬†Informa√ß√Ķes do G1

1 313 314 315 316 317 376